Avançar para o conteúdo principal

Harry & Meghan

Ontem à noite estive a ver a entrevista do Harry e da Meghan. Tinha uma certa curiosidade e depois de ler tanta crítica ao casal, lá me sentei no sofá com a minha massa de queijo feta e tomate-cherry (a da moda!).

Primeiro que tudo, admiro os dois. O Harry sempre foi o meu "favorito" na família real. Sempre foi um espírito livre, sem o peso de herdar a coroa... E só realmente um príncipe como ele teria a coragem de abdicar de (quase) tudo por amor. Com ela também sempre simpatizei. Já era uma mulher feita, carreira sólida, não precisaria de passar por tanto se não gostasse tanto dele - ao contrário de Kate, que cresceu no meio e que, no fundo, lutou por um objectivo bem definido (e nada contra...).

Quanto à entrevista, que muitos criticam, a mim apenas me pareceu uma defesa justa depois de anos e anos de abusos, de achincalhamento público, de mentiras constantes. A minha veia mais cusca sempre me fez acompanhar o caso e realmente nunca foram defendidos e protegidos. Não sei como é que não se percebe que finalmente lhes saltou a tampa e decidiram afastar-se. Teria feito o mesmo e possivelmente muito mais rapidamente. 

Ou são uns actores do caraças ou apenas vi sinceridade e transparência na entrevista. Como é óbvio, as coisas estavam mais ou menos definidas, eles sabiam ao que iam... Mas acredito verdadeiramente que estivessem a ser sinceros. É cansativo ver a diabolização da Meghan, apelidarem a situação de "Megxit", como se o príncipe fosse uma pobre marioneta sem vida e sem cérebro. Claro que a cabra da mulher tinha de ser a culpada...

Aqueles olhares finais entre o casal... Só um Amor daqueles aguenta tanta porrada. Pareceu-me bem óbvio que, para o Harry, o que mais importa é a mulher e o filho - e ainda bem, que ninguém é obrigado a viver "preso" numa vida que não escolheu.

Que sejam sempre felizes. Com família real ou sem família real. 

Comentários

  1. Penso o mesmo.
    O Harry, ao contrário do irmão, sempre foi mais espírito livre e por isso se sabe que ele aproveitou para fazer “porcaria” enquanto mais novo e solteiro.
    Eu gosto deste casal e se não me sentisse apoiada e compreendida teria feito o mesmo.
    Quiseram viver a vida deles longe de holofotes, pressão e protocolos.
    Eles estão a agir atempadamente para que não aconteça à Meghan o mesmo que à Diana.
    A Diana nem o apoio do marido teve. :/

    ...a parte da entrevista onde referem a questão do racismo é mesmo péssimo.
    Se foi assim, é muito mau que familiares estivessem preocupados com essa questão ao invés de colocarem o Amor em primeiro lugar.
    ...Além disso, o menino sai ao pai no que ao tom de pele diz respeito...
    É um mundo onde existem regras para “aparecer” e “parecer”.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. P.S.: Quanto à massa com pesto, para mim sempre esteve na moda... à minha moda! :)
      Dêem-me massa com pesto todos os dias que eu não me importo nada.
      Calórica mas adoro. :)

      Eliminar
    2. Disse pesto mas queria dizer queijo-feta.
      Olha, venha uma massa com todos. 😋

      Eliminar
    3. Massa casa sempre bem. Então massa de queijo... Ui...

      Eliminar
    4. Massa de ou com queijo sabe sempre bem.
      A da moda chamam-lhe massa tiktok, massa no forno.

      Eliminar
  2. Sobre a entrevista, não faço comentários sobre veracidade dos factos, porque este é apenas um dos lados da história. Apenas reitero que a monarquia inglesa não tem por hábito refutar os tablóides ingleses. Lêem as notícias, quase que lhes sai um "oh dear", e seguem a vida deles. A imprensa tem liberdade de expressão, e se abrem o precedente de começar a refutar toda e qualquer linha que a impressa (logo a inglesa) escreve, abria-se ali um precedente péssimo. Se está certo ou errado, também não é a mim que cabe dizer o que deve a monarquia inglesa fazer, mas se não se pronunciam sobre outros assuntos, também não iam estar a proteger a meghan dos que iriam escrever sobre ela.

    Agora apenas uma coisa, a meghan não vale a pena tentar achar que ia acontecer-lhe o mesmo que a Diana porque: 1) a Diana incomodava porque ofuscava Charles, o futuro rei. A futura rainha ainda que consorte não deveria (segundo eles) ofuscar o rei e 2) a meghan nunca esteve nessa posição pois Harry está em sexto na linha de sucessão.

    Relativamente à questão do racismo e da saúde mental, essas são duas questões preocupantes.

    Em suma, foi uma entrevista desnecessária, porque a ser na minha família, eu iria questionar a necessidade de ir a público lavar roupa suja. É por ser uma actriz norte americana famosa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os tablóides ingleses foram sempre preconceituosos e cruéis com Meghan. É um facto. Os exemplos dados na entrevista foram reais e lembro-me de achar a história dos abacates e as críticas por segurar na barriga uma coisa atroz...

      Quanto ao resto, a casa real não tem de defender publicamente, pode usar as sempre habituais "fontes próximas" para fazer saber a verdade... Os escândalos sexuais do Príncipe André não tiveram nem metade do alarido que a Meghan teve por simplesmente respirar... Por que será?

      Tudo se compra nesta vida...

      Eliminar
    2. A Diana ofuscava o marido? A Diana devia ter sido protegida e levou com traição em grande escala.
      A Meghan leva com pressão tanto do lado da realeza como do lado do progenitor e da irmã.
      Demasiada pressão. Antes da lavagem de roupa-suja em público já muito estes dois aguentaram certamente. Ao ponto do Harry deixar a realeza, para alguém que cresceu neste meio é preciso coragem.

      Eliminar
    3. A Diana não ofuscava o marido? O Charles nem brilhava ao lado dela! Diana era muito mais interessante do que ele. Ainda hoje, nem estando viva, ofusca e continuará a brilhar mais que ele. Vive em que mundo?

      Eliminar
    4. Engraçado que não mexem na imprensa mas sobre o alegado pedófilo ouviu-se muito menos do que sobre os abacates da "preta".

      Ou será que os tablóides são tão racistas que até a pedofilia tem menos importância que a cor da pele da mulher, dos filhos deles, de segurar a barriga ser um sinal de narcisismo e de como estava a ter um impacto muito grande no ecossistema mas quando a Kate comia o mesmo era muito bom e um hábito saudável? 🤔

      Eliminar
    5. Anónimo das 11:02, vivo no mesmo mundo que o seu, provavelmente...
      Concordo com tudo o que disse mas continuo a achar que falharam redondamente com a Diana.
      A Diana tirava o brilho do marido porque eles quanto mais porcaria tentavam fazer, mais se falava dela e mais ela era vista com alguém de bem que sofreu nas mãos de um sistema castrador.
      “Apagar a vela de outra pessoa não faz a sua brilhar mais”.

      De qualquer modo, já cá faltavam as respostas em tom agressivo. Lamento mas não estou para isso.

      Eliminar
    6. Independentemente do que a Diana sofreu (não está em causa ela ter sido uma boa pessoa) se fosse outra mulher a ter os amantes que ela teve, chamar-lhe-iam o quê?

      Eliminar
    7. Anónimo das 18:16, perdoe a franqueza... Mas você chamaria o quê a essa mulher?

      Amantes em processo de divórcio nem amantes são. E se o marido teve amante a vida inteira, chamar-lhe-ia apenas Mulher a tentar ser Feliz.

      Eliminar
    8. Diana teve amantes? Pois teve.
      Então e o Charles que teve “n” namoradas (e aos olhos de muitos sempre foi visto como o correcto que não parte um prato!) e traiu Diana a torto e a direito, aliás, casou-se com ela ciente de que aquela não era a mulher que ele amava, portanto, deu no que deu.

      O Carlos deu motivos a Diana para que ela fosse procurar escapes ou a felicidade fora daquele casamento de fachada.
      Se uma mulher trair ou tiver amantes é chamada de tudo e mais alguma coisa.
      Se for o homem a trair aí arranja-se desculpas e atribui-se a culpa ao instinto masculino, porque é homem e mimimi.
      Poupe-me, poupe-se!

      Eliminar
    9. Amantes? Depois de estar em processo de divórcio? LOL.
      Aliás muitas dessas pessoas nem sequer se sabe se foram ou não pessoas com quem teve algum tipo de envolvimento. A imprensa gosta de distorcer também.

      Até parece que não houve uma campanha onde a imprensa simplesmente criticava tudo aquilo que ela fazia e aumentava imenso.

      Anon 14:55 pessoas estão agressivas porque não concordam consigo? É preciso paciência...

      Eliminar
  3. Nada a ver com o post, mas experimenta a massa com burrata em vez de feta 😏😏😏

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um queijo mais suave, deve ficar bem bom.

      Eliminar
    2. Burrata é muito bom também. Gosto muito de queijos tal como massas.

      Eliminar
    3. O Harry mostrou ser um grande homem no dia em que foi contra tudo o que considera errado em prol do amor e de uma vida longe de aparências e preconceitos cruéis.
      Um marido que protege a sua mulher sem medo de represálias.

      Recordar ainda que antes de ser homem e príncipe foi um miúdo, um adolescente que perdeu a mãe na pior idade (além de ter noção de tudo o que fizeram de errado com Diana...) e que se viu obrigado a lidar com diversos eventos desde tenra idade, daí também as revoltas típicas de adolescente, na época.
      Mais tarde, no dia em que se apaixona é ainda obrigado a lidar com a arcaica questão racial.
      Onde está a nobreza no meio da realeza? Está apenas na rima das palavras!

      A Kate, já agora, estudou na mesma escola que William, ou seja, só por aí ficámos a saber que não vinha de um meio totalmente oposto.

      Meghan veio de um meio completamente distinto.
      Diana, então, nem se fala.

      Harry e Meghan já ganharam por seguirem o coração e não as regras.
      Quebraram condutas e padrões (negativos) da ancestralidade.
      Em bom português: deixaram de ser cordeirinhos de rebanho mesmo que isso implique desapego, perda de regalias e dor, acredito.
      São constantemente insultados por, supostamente, ser uma relação de interesse e com desfecho infeliz.
      Na minha opinião, ninguém se submete a tudo isto se não existisse sentimento fiel e leal, de ambos os lados.

      Eliminar
    4. A Diana não veio de um meio completamente distinto, ela era aristocrata de nascimento e a família dela estava ligada à realeza. A avó materna era baronesa e muito amiga da rainha Elizabeth, mãe da actual. A Diana tinha muito mais em comum com a Kate do que com a Meghan, e faz-me bastante confusão esta constante comparação.


      Ana Maria

      Eliminar
    5. Ana Maria, a Diana tinha muito mais em comum com a Kate em que sentido?
      No fundo tinha ligação à realeza, mas na realidade e na versão mais verdadeira da própria pessoa, a Diana era muito mais Meghan.
      Ao contrário da Kate a Diana nunca foi feliz dentro daquele meio.
      Foi apelidada de Princesa rebelde tal como agora o filho mais novo.
      Tudo o que é diferente causa impacto.

      Eliminar
    6. No sentido que a tal como a Kate a Diana foi criada naquele mundo e para aquele mundo. Nunca foi feliz porque se casou com um homem que não sentia nada por ela, e nunca foi um companheiro de verdade. Ninguém me convence que se o Principe Carlos fosse apaixonado por ela e tivessem sido um casal de verdade, ela se teria rebelado tanto.
      Era uma pessoa mais humana do que o resto da família real, não duvido, mas ao contrário da Meghan, a imprensa sempre a adorou, sempre a tratou bem, e desde o início que foi tida como a noiva ideal para o príncipe. Simplesmente o casamento foi infeliz, porque ele sempre amou outra, e isso transformou o que poderia ter sido uma vida de sonho.

      Ana Maria

      Eliminar
    7. Não é propriamente a família que eles acusam, embora em alguns aspectos possam ter motivos.
      Do que eles mais se queixam é da firma. Aquilo é um negócio e há muita gente envolvida atrás do pano.
      Eles melhor que ninguém sabem onde estavam metidos e não quiseram viver na cegueira como os restantes, sobretudo, se sabiam que isto ia piorar com o tempo.
      Saltaram do barco antes de afundar e foram remar sozinhos com os filhos e os cães, porém, livres de amarras.
      Fizeram mais que bem.

      Eliminar
    8. Anónimo17 de março de 2021 às 18:43, eles não foram remar sozinhos, foram remar com a Oprah para o mundo inteiro os ouvir. Essa é a diferença. Seriam dignos do maior respeito se tivessem ido fazer pela vida sozinhos, com os filhos, os cães e as galinhas. O que fizeram não os distingue muito dos concorrentes do Big Brother. E não é possível, àquele nível, falando de quem falamos, queixarem-se da "firma" sem com isso acusarem a família. Ela sabe isso e ele sabe-o muito melhor. E quem não percebe isto é de uma ingenuidade confrangedora.

      Eliminar
    9. Comparar a vida real com um jogo chamado big brother é mais que ingenuidade, é... nem vou dizer!
      Eles foram tentar limpar a imagem deles porque todos temos os nossos limites.
      A senhora deixa que a silenciem e lhe passem por cima vezes sem conta e continua tranquila e calada??

      Se calhar um dia deixa de ser tolerante... pois é!

      Estão a remar sozinhos longevas família real, que eu saiba.
      Enfim, já tudo foi dito sobre.

      Eliminar
  4. Achei muito rebelde no bom sentido, abandonarem a realeza.
    O que se passa é que a entrevista não fez qualquer sentido.
    1o porque se querem paz, com a entrevista estão novamente em todos os tablóides
    2o a entrevista foi cheia de contradições entre eles os 2.
    3o basta pesquisar um bocadinho e em 2 anos a casa real desmentiu tablóides sobre a Meghan Markle por 9x.
    4o compreendo totalmente as acusações de racismo. O uk é cheio de racistas e xenófobos por muito que digam que não.
    5o tablóides sobre a Kate Middleton? Em que inclusive a acusavam de ter consumido cocaína no parto dos filhos?
    6o queixarem se de lhe terem cortado a mesada quando o mundo vive uma crise terrível... Não há palavras para a falta de noção.

    Infelizmente para o casal foi um tiro no pé. Podiam e deviam ter feito as coisas de outra forma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguém lúcido nesta caixa de comentários! Aleluia. Parabéns.

      Eliminar
    2. Aqui não há mais nem menos lúcido. Há opiniões divergentes e está tudo bem. Aleluia!

      Eliminar
    3. Concordo muito com o ponto 6. Além disso, se abdicam dos títulos, e por conseguinte, dos deveres reais, não faz sentido algum tipo de remuneração. Mas a Oprah com aquele ar de espanto por terem ficado sem esse apoio, como se fosse super normalíssimo, 2 adultos terem mesada ad eternum, sem qualquer tipo de obrigação. O Harry dizer que "só" ficou com a herança da mãe, façam uma pesquisa para ver com quantos milhões o coitado herdou, como se fosse pouco.

      Eliminar
    4. Não estamos a falar de uma família/empresa super normalíssima.
      E se herdou valores altíssimos da parte da mãe ele é culpado por isso? É justo que receba esse valor, tal como o irmão, independentemente do tipo de trabalho de cada um.
      A si se lhe tocar uma herança diz que não, que não quer?
      Depende de quem venha a herança, mas neste caso vem da mãe.

      Eliminar
    5. ninguem diz que ele é culpado ou que nao deveria aceitar, qualquer um de nós aceitaria obvio. o ponto que o anonimo mencionou, e bem, é que é ridiculo alguem com uma herança daquelas vir-se queixar de falta de dinheiro, e queixar-se que lhe tiraram a mesada.

      Eliminar
  5. Quando no decorrer da entrevista diz que pensava que a rainha era uma celebridade e que não questionou nada acerca da família (real) do futuro marido, só me ocorrem 2 opções e nenhuma delas é positiva.

    Comparar Meghan com a Diana? Diana tinha 19 anos e o espaço temporal em que viveu não tem nada a ver com os dias de hoje.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diana tinha 19 anos mas nessa altura convinha manter ainda mais as aparências.
      Meghan tem mais idade e são outros tempos, além disso entretanto nasceu mais pessoal da realeza (cunhados, netos, etc.) e já há mais gente e mais palpites envolvidos.
      Acusem a mulher de tudo menos de não gostar do marido.
      Como se a Meghan precisasse de ir para a realeza para ser conhecida e ter uma boa vida...
      Ela já tinha um bom património.

      Portanto, ela há partida já sabia que iam esmiuçar a vida dela e o passado dela, porque é divorciada e porque não era desse mundo... e mesmo assim por amor largou tudo.
      Agora caem-lhe em cima só por respirar!
      A Kate foi muito mais protegida e os filhos dela igualmente.
      Portanto entendo esta revolta e o saltar da tampa.

      Faz-me lembrar a Letícia de Espanha.
      Agora tudo o que a mulher faça é motivo para falatório.
      Porque é divorciada (mais uma), porque não era do meio, etcetc.

      Eliminar
    2. Anónimo 17:23 é óbvio que ela estaria informada de algumas coisas, até porque o Harry com certeza falou disso com ela.

      Ela até disse que gostou da rainha e que sentiu logo à vontade com ela.
      Foram tomar café/chá juntas, a rainha ofereceu-lhe um colar de pérolas, é esse aconchego fez com que a Meghan recordasse a sua avó.

      O que ela disse foi que ficou um pouco admirada com certas coisas.
      Por exemplo, fazer a vénia atrás da porta.
      Ela achou que isso não acontecesse e que a vénia era feita lá fora, em eventos, em cerimónias...
      É claro que a realidade dela mudou.
      Só não entendo tanta crítica, parece que a senhora matou alguém.
      Acho demasiado.

      Eliminar
    3. Ela não disse que não sabia de nada.
      O que ela disse foi que ela não pesquisou na net, não se procurou informar junto de fontes externas. Tudo o que ela sabia foi o que o Harry lhe contou e ela achou que era suficiente. Obvio que não era por um motivo obvio: para ele muitas coisas são normais e naturais pois ele cresceu assim (a questão da venia por ex) por isso nem lhe passou pela cabeça dele avisa-la antes.

      Eliminar
    4. Só aqueles que já se apaixonaram a sério e viveram um amor imenso que tudo ultrapassa, que faz mudar de vida e largar o ego se necessário... só quem viveu isto poderá entender que o amor move montanhas.

      Quem nunca disse “eu apaixonar-me por fulano? Jamais!” mas depois vem a sábia vida e... toma lá, com sorte a pessoa da tua vida é alguém que à partida é totalmente diferente de ti mas existe conexão profunda que te faz dar a volta ao planeta com essa pessoa mesmo que ninguém esteja a apoiar, mesmo que saibas que vais ter mil dedos a apontar em forma de arma!

      Tenho estado a “favor” da Meghan, no entanto sempre simpatizei com a Kate e o marido.
      O que acho neste caso, como em tantas outras famílias e interações é que, por vezes há mal-entendidos que vão gerando conflitos e mágoas.
      Mágoas que se vão acumulando e depois cada qual conta a sua versão... e no fim já todos estão magoados e já todos tem pontos em que estiveram correctos e outros em que agiram mal.
      E assim se perdem ligações, amizades e famílias.
      Não há culpados nem inocentes.

      A verdade é que um só boato (e às vezes basta uma só pessoa maldosa) é capaz de causar má reputação ou má imagem a outra pessoa.
      Haverá assim muito desgaste e sofrimento para depois conseguir sair deste ciclo.
      Neste caso oxalá exista mais empatia, compaixão e perdão, aí sim serão todos dignos do título que carregam.
      É muito diferente vir de uma vida livre OU nascer já dentro da realeza ou ser preparada durante muitos anos para isso.
      A Meghan entrou neste mundo em forma de “boom” quase instantâneo.
      Já a Kate estudou com o William, namoraram desde os tempos de escola e a dada a altura muito antes do casamento já ela sabia o que vinha a seguir, basicamente “estudou” para desempenhar o cargo que ocupa actualmente.

      Posto isto, concluo que William sai mais ao pai e Harry sai mais à Mãe.

      Eliminar
  6. Nada a ver, mas...
    Menina S*, por tua causa hoje na minha breve passagem pelo supermercado, aproveitei e trouxe queijo-feta.
    Trouxe daquele sem lactose e blablá, gosto de me enganar a mim própria de que assim é mais saudável. 🙃
    Na hora em que estava a pegar no queijo lembrei-me imediatamente de ti. Juro. 😄 Amanhã ou sábado vai sair uma massinha de certeza. 😝 🍝 😋

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah Que corra tudo bem com essa massa!!

      Eliminar
    2. Deixem as receitas da moda, massa como deve ser, vejam a pasta queen (instagram ou tik tok), uma pessoa fica com água na boca.

      Eliminar
    3. Lol. Massa como deve ser é o que cada um gostar mais.
      Para si pode ser excelente massa com tomate e o seu vizinho pode preferir massa com cogumelos e sem tomate.
      A moda é a que cada um gostar mais!
      Mas essa receita com feta no forno que a S* falou, parece-me maravilhosa.

      Eliminar
    4. Bem a própria S* foi quem referiu ser da moda, e com razão, pois é uma tendência no tik tok e não só 🙄 calma! A sugestão de massas boas foi também para a S*, pois ela já referiu o seu gosto por massas e por comida italiana. Anda tudo muito impaciente não anda? Já não se pode ser mais leve e brincalhão nos comentários que caem logo em cima. Haja paciência. Diziam que isto ia ficar tudo bem, ficou foi tudo mais parvo.

      Eliminar
    5. Pasta Queen, claro que tu investigar... Que sonho!!

      Eliminar
    6. Se reparar a única que escreveu de forma impaciente foi você.
      Revira os olhos a respeito de?
      O anónimo de cima nem lhe respondeu mal.

      Eliminar
  7. Alguém aqui sabe uma ponta que seja de linguagem corporal? Será que ninguém conseguiu ver como a Meghan se retorcia na cadeira de cada vez que mentia ou de cada vez que a pergunta da entrevistadora era incómoda? (Incómoda no sentido que já sabia que tinha chegado o momento de ter que mentir, porque é obvio que aquilo estava tudo combinado)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até estudei um pouco essa área e não percebi nada disso. E já foi feito esse estudo de comportamento por parte de especialistas, para várias publicações, e também não referiram mentiras... Incómodos, sim, nervosismo, claro, mas não "retorcer porque ia mentir"...

      https://www.cosmopolitan.com/entertainment/celebs/amp35768224/meghan-markle-prince-harry-oprah-body-language/

      https://www.theladders.com/career-advice/if-this-is-your-body-language-you-feel-abused-by-your-boss-based-on-the-royals-behavior



      Eliminar
    2. Mas alguém acha mesmo que a Meghan ia mentir desta forma à descarada em praça pública a jeito de ter sérios problemas?
      Não invente!

      Pelo que conheço de linguagem corporal também não vi nada disso.
      Nervosismo sim... o que é normal.

      Coloquem-se na situação de alguém que era conhecido, famosa, tinha uma vida boa mas livre... e de repente parece que passou de bestial a besta.
      Já imaginaram sentir isso na pele?
      Deve ser tudo menos fácil.

      Só quem passa pelas situações é que sabe o que lá vai.
      Sentir insegurança, pressão, desdém, falta de apoio e uma vida exposta para o mundo, só não afecta quem nunca sentiu na pele.

      Eliminar
    3. Anónimo17 de março de 2021 às 22:37, se ela ia mentir à descarada na praça publica? Pois, tem razão, decerto que não.
      #sóquesim
      https://caras.sapo.pt/realeza/2021-03-17-vicario-afirma-que-harry-e-meghan-nao-se-casaram-antes-da-cerimonia-oficial-como-a-duquesa-contou-a-oprah/

      Eliminar
    4. Revista Caras? Cof, cof, cof!

      Eliminar
    5. Entrevista à Oprah? Cof, cof, cof!
      (a sério que acreditou naquilo de se terem casado às escondidas 3 dias antes? De verdade?)

      Eliminar
    6. Você deve achar que a Oprah é uma parola qualquer, com certeza.
      Há aqui muito mais além do óbvio e há que saber ler nas entrelinhas.
      Mas eles que se entendam.. e como disse a Michelle Obama, desejo que eles saibam encontrar o perdão, porque de outra forma não haverá união ou tolerância.

      Eliminar
    7. A Oprah é uma pessoa espertíssima que faz programas para pessoas parolas e vive disso. Vive muito bem, aliás, como todos os espertos que, de alguma forma, vivem de explorar a parolice dos parolos. Ou por que é que acha que os meninos foram ter com ela e não com um entrevistador sério ou uma publicação séria? Sabiam que era o veículo de manipulação de cabeças parolas mais rápido e eficaz, como aliás se pode ver por esta caixa de comentários. A mensagem passou na perfeição para o público-alvo: "somos uns coitadinhos, fomos vilipendiados pelos opressores poderosos e precisamos que vocês, parolos, acreditem na NOSSA verdade". Quem melhor do que a Oprah para eles passarem esta mensagem? Chapeau!

      Eliminar
    8. Anónimo19 de março de 2021 às 16:14 claro! Em Portugal temos a versão Cristina Ferreira, Júlia Pinheiro e Fátima Lopes :D

      Eliminar
    9. Tanto exagero que até dá dó... queria que fossem falar para o jornal da noite? É que não há outras notícias para passar nem nada...
      Oprah chega a todo o lado de forma séria e no caso destes entrevistados parece-me que tem pouco de parolos.

      A verdadeira parolice é criticar sem medida, se não é do pé é da mão. Há sempre algo para atazanar a vida dos outros. Incrível. 🕊

      Eliminar
  8. Estas conversas de donas de casa....hilariante. Em que mundo vive S?.....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas qual é a necessidade deste seu comentário?

      A pergunta correcta é: Em que mundo vive a senhora?

      O que ganha com isto?

      Não gosta? Pode ser assobiar para o lado ou visitar outros conteúdos do seu interesse.
      Simples, não é?

      Eliminar
    2. Então o mundo inteiro é uma dona de casa, prazer.

      Eliminar
  9. Um par de idiotas narcísicos e exibicionistas. A família real fica muito melhor sem eles...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exibicionistas são os que gostam de holofotes, câmaras e sorrisos só para ficar bem na moldura.

      Estes dois, pelo contrário, estão a seguir um caminho com o intuito de desaparecer um pouco do centro das atenções.
      Até me parece que esta entrevista serviu mesmo para isso, dizer o que está entalado e a seguir fecharem ainda mais a cortina porque estão, precisamente, cansados de fingimentos e exibicionismo bacoco.

      Portanto, tire as suas conclusões...

      Eliminar
    2. A família real está falida de decência. Pobre Meghan que mais uma vez enquanto grávida nem respeitam isso nem se preocupam que o neto e a mulher vivam a gravidez de forma serena. Aquela gente tem protocolos e sistemas a seguir e isso fica à frente de tudo o resto. O Harry não é um burro qualquer para estar de costas voltadas com a família de uma vida.
      Se assim foi é porque deve ter motivos bem sérios.

      Eliminar
    3. Anónimo18 de março de 2021 às 13:27 - tem, pois. Um filho cá fora e outro a caminho. E tem que sustentar aquilo tudo, que a americana não se contenta com um T1 na Buraca e compras no Minipreço. Quer motivos mais sérios?
      (Acho piada. Eles é que foram para a Oprah dar entrevistas com ela grávida, deixaram aquilo ir para o ar com o avô de 99 anos no hospital e sempre a dizerem que não têm nada contra a família e a Família Real é que está falida de decência. Ai, vida...

      Eliminar
    4. Nem eu me contento com um T1 na buraca havia a Meghan de se contentar?!
      Ambição em demasia faz mal, mas falta dela não empurra ninguém para o futuro pretendido!

      A entrevista foi no dia em que o avô foi internado?
      Queria que fossem a correr para o hospital depois de sentirem desdém e conflito?
      Não se preocupe que o avô não está sozinho e desprotegido.

      Falar é fácil...
      É só santas e máquinas do perdão por aqui!!!!!!!!
      Amém

      Eliminar
    5. anónimo - 18 de março de 2021 às 10:27, Já tirei as minhas conclusões há muito e mantenho o que disse. Então eles querem desaparecer do centro das atenções e dão uma entrevista à Oprah?? Tá bem...

      Eliminar
    6. Como já foi mencionado, repetindo pela última vez -
      A Sra. se for vítima de injustiça deixa-se ficar calada no seu canto? mesmo sabendo que o mundo sabe da nossa vida ao contrário?
      Ou
      tenta limpar a sua imagem mesmo que em último recurso seja necessário recorrer a uma entrevista?
      É que esta é a forma de a informação chegar também a todo o mundo.
      A exaustão por vezes leva a que tomemos atitudes mais drásticas.
      Quando se calhar já se tentou resolver as coisas dentro de casa e nada resulta... um dia perdemos a paciência e aí só queremos é Verdade e respeito definitivamente.
      O mal da realeza é que não gostaram de ver expostas situações que sempre quiseram ocultar...

      Eliminar
  10. Acho que já muito foi dito até mesmo aqui em forma de comentários, todavia é chocante constatar que não só na vida da realeza como na vida de gente simples e comum, facilmente observamos que as pessoas gostam e deixam-se levar é por aqueles de sorrisinho sempre posto, sorrir e acenar e fazer a vénia, aqueles que nunca levantam o tom e estão sempre em modo simpatia artificial, muitas vezes são os piores mas passam pelos melhores.

    Aqueles que protestam, que lutam pela justiça, aqueles que expõem a verdade são sempre vistos como maus da fita.
    São sempre apelidados de revoltados.
    Secalhar porque se cansaram de lidar com gente trapalhona e trapaçeira.
    Bem haja os corajosos que não vão a favor da corrente quanto a água está imunda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Aqueles que protestam, que lutam pela justiça, aqueles que expõem a verdade são sempre vistos como maus da fita" - deixe-me adivinhar: está a falar da Mégane e do Harry, certo?? Deixa-me rir...

      Eliminar
    2. Não, está a falar do papa...
      deixe-me rir também. Faz bem à pele!
      Omg, só visto!

      Eliminar
    3. Estou a falar do Renault Mégane.........
      🤓😂🙄🤡😹

      Eliminar
  11. Anónimo19 de março de 2021 às 09:19, Mas qual injustiça?? O que esta farsa toda é é um ultraje para quem é verdadeiramente vítima de injustiça, racismo e discriminação. Vejamos, uma privilegiada, que estudou em colégios internos, com formação universitária, a quem nunca faltou nada, com 3 casamentos às costas, que de repente se vê chegar perto dos 40 sem conseguir alcançar o estatuto de atriz de primeira linha com que sonhava, decide ir para Inglaterra para engatar um futebolista rico. Chegando lá, corre-lhe ainda melhor e em vez do futebolista, engata um banana com sangue real, consegue convencê-lo a casar com ela, é recebida na família real, vive em palacetes de sonho, sem fazer a ponta dum corno e coitadinha é vítima de injustiça, racismo e discriminação ... só p'ra rir... E a treta do racismo é ainda mais caricata, numa pessoa que fez plásticas para alterar as suas caraterísticas raciais (nariz) e faz questão de usar o cabelo como os brancos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o marido herda cerca de 20 milhões de libras e diz com um ar infeliz "só tenho o dinheiro da minha mãe". Só 20 milhões de libras, SÓ! Coisa pouca...ah e pela internet já circulam vídeos de pessoas afro descendentes, que não a querem a jogar a cartada do racismo, porque dizem que tira valor à causa por ela ser uma pessoa privilegiada.

      Eliminar
    2. E a seguir vai mandar o banana de sangue real pastar e vai encaixar uns bons milhões além de uma renda vitalícia milionária à pala dos filhos. Esperta é ela. E aqui as totós cheias de pena da "vítima" que só quis repôr a "verdade". Ai, oh pá!

      Eliminar
    3. Desculpem, mas vocês distorcem tudo de tal modo que nem vale a pena...
      A Meghan teve vários empregos e se subiu na vida, óptimo para ela.
      Ao contrário da Kate por exemplo... e ninguém critica, que engraçado!
      Se não gostava do nariz e fez plástica qual é mesmo o problema?!?!??
      Ela nunca tentou de modo nenhum ocultar o tom de pele, inclusive faz questão de falar várias vezes da mãe dela, além de aparecer junto dela... e o tom de pele da mãe é ainda mais escuro.
      Não distorça tudo.
      É muito feio fazer isso, seja com a realeza lá longe ou seja com quem for.
      E o Harry não é um banana mas sim um Ser Humano.
      Se eu lhe disser que você é uma grande banana ou naba (porque não?!). Gosta?

      Um pouco de respeito pelos demais!

      Eliminar
  12. Anónimo19 de março de 2021 às 09:21, só visto mesmo... quem se ri sem motivo são os malucos, sabia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahah então serve também para si anónimo 20:33h.

      Eliminar
  13. Anónimo19 de março de 2021 às 10:21, mil vezes melhor do que a pobre homónima injustiçada...

    ResponderEliminar
  14. Anónimo19 de março de 2021 às 18:03, A Mégane teve vários empregos e daí? Quer uma medalha por isso? Eu também tive vários empregos, nenhum pagava milhões e não ando por aí a queixar-me de discriminação e injustiça. A Kate não foi criticada??!! Você vive em que planeta?? Não só foi criticada, como o foi muito mais duramente que a Mégane, só que nunca se queixou pois sabia muito bem ao que ia... O problema das plásticas é que ao mesmo tempo que rejeita e remodela o nariz negro, substituindo-o por um branco, se queixa de racismo e discriminação. Pode-se ser mais hipócrita?? Como é que ela ia ocultar o tom da pele, diga lá, só se andasse de burka... Não sabia que aparecer junto da própria mãe e ter orgulho nela é motivo de elogio agora. Isso é o que qualquer ser humano equilibrado e decente faz. O Harry não é um banana, é um super banana, que abandonou a família toda que sempre o apoiou por uma arrivista. No dia em que ela lhe der um pontapé no traseiro vamos ver o banana voltar, de rabinho entre as pernas, para o aconchego da família. Vamos esperar para ver... Nem sequer teve uma réstia de respeito pelo avô, a lutar pela vida no hospital... uma nódoa!!
    E se eu lhe disser que você é uma idiota, sem vida própria, que toma como suas as dores de pseudo celebridades que se estão literalmente borrifando para si, você gosta??

    Um pouco de respeito pela liberdade de expressão, que nem todos comemos gelados com a testa!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se você disser que eu dou uma idiota eu farto-me de rir e a seguir vou à minha vida.
      Eu seria idiota se me rebaixa-se ao teu nível.
      As suas palavras dizem tudo, logo não é preciso dizer absolutamente mais nada.

      Digo-lhe só e apenas o seguinte:
      Vá andando, vá de carrinho... vá de mégane 🚗 vrummmm.... viva o mégane!!!!!
      Muahahahah 😂
      Beijos, muitos beijos para si loooool.

      Eliminar
    2. Não vou de Mégane, vou de BMW que é muito melhor... Arranje uma vida!

      Eliminar
  15. Anónimo19 de março de 2021 às 18:04, eu não me estava a rir sem motivo, estava-me a rir da coitadinha da Mégane que é tão injustiçada e discriminada, lá na sua mansão de milhões, rodeada de criados que lhe fazem tudo e do super banana ginger Harry.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tomara você ter metade da educação do nada banana Harry.
      Tem criados e regalias mas também despesas gigantescas que são pagas por alguém... e não é por você de certeza.
      A você se lhe pagassem pelo impropério... era um mimo para a carteira.

      Eliminar
    2. Despesas gigantescas??!! Até parece que são eles que pagam alguma coisa... eu não pago, nem você para estar tão doída. Dir-se-ia que sofre de uma qualquer paixão patológica pelo ginger, ahahahah. Para quem quer ser um modelo de educação, você também deixa muito a desejar...

      Eliminar
    3. S*, desculpa lá pelas respostas azedas, mas de cada vez que comento aqui, é certo e sabido que sou logo atacada pelas miss-know-it-all politicamente corretas do costume. Como nunca fui de me ficar, respondo à letra, por isso desculpa qualquer coisinha nesta tua casa. Já te sigo há muitos anos, p'raí 8 ou 9, tenho idade para ser tua mãe e gosto muito da tua simplicidade, otimismo e candura. Tenho uma paixão assolapada por gatos, felinos em geral e pelo gato Fred em particular, pois lembra-me um certo Coelhinho que em tempos tive. Já te mandei uma carta aqui há uns anos sobre uma gatinha preta que tinha para dar para adoção, com fotos e tudo, lembras-te? Entretanto fiquei com ela e já lhe arranjei outra companheira. Para finalizar, desejo-te tudo de bom e mais uma vez desculpa.

      Maria - mcmper@gmail.com

      (podes apagar este comentário)

      Eliminar
    4. Vá dormir vá...

      Eliminar
  16. Experimentei há pouco tempo uma massa fresca m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a.
    Se te interessar, comprei no Continente, são umas massas frescas marca Giovanni Rana.
    Experimentei a de cebola caramelizada e pura e simplesmente adorei.

    ResponderEliminar
  17. * queijo de cabra e cebola caramelizada.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.