Avançar para o conteúdo principal

Do Amor e da Saudade

Ontem, em trabalho, visitei um senhor de 85 anos (com todos os cuidados e mais alguns). Vim de lá realmente comovida. 

Os netos eram protectores como poucos, em relação aos avós. Sabendo que eles iam ter visitas, claramente marcaram presença para cuidar dos avós e garantir que nenhum risco era corrido.

O neto estava sempre a segurar nas mãos da avó. De cada vez que se levantava ou fazia algo, desinfectava com uma ternura emocionante as mãos da senhora. Com um cuidado e uma delicadeza louváveis. 

A neta ajeitava a máscara no rosto do avô e da avó, falando com eles com um sorriso apaixonado que nem a máscara conseguia esconder.

Tomara que todos os velhotes tivessem netos assim.

Eu já não tenho avós. A minha avó Laura, que era a que me era mais próxima, faleceu há já seis anos. Continua a estar estranhamente presente.

Comentários

  1. Os meus avós maternos tb tiveram essa sorte. Um dia, o meu avô ficou internado nas urgências durante uns dias, porque ali estaria mais debaixo de olho dos médicos. Ali só temos direito a 1h por dia de visita, meia hora ao almoço e meia hora ao jantar e só 1 pessoa lá podia estar, sendo assim estávamos sempre a ligar (com consciência) e os médicos chegaram a comentar connosco um dia q ele tinha muita sorte em ter família preocupada e interessada no bem estar dele porque pela idade dele, muitos deles já só lá estavam depositados.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.

I wish

Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar.

Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C )
Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo.
Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala.






Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz.


A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :)
Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.