Ver o lado positivo da coisa #1

Ninguém vai ter saudades da quarentena, quando a desgraçada se for. Ninguém vai ter saudades do isolamento social.

Mas... Mas... Mas eu vou ter saudades dos acordares lentos (apesar de ter de colocar o despertador para 'entrar ao serviço'), de ficar a dar miminhos no sofá ao acordar, de poder preparar a caneca de café com bolachas maria com toda a tranquilidade do mundo. É. Deste ritmo mais preguiçoso acredito que vá ter algumas saudades.  

Comentários

  1. Eu vou ter saudades de não haver horários, de não saber em que dia da semana estou e de estar todo o dia com o meu filho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não nasci para ser mãe a tempo inteiro, mas acho que tenho lidado muito bem com esta fase!

      Eliminar
  2. Eu vou ter saudades... de ter muito tempo...tempo a mais até.
    De ver as birras das minhas filhas, pagar a escola a elas estarem sempre em casa.
    Espero que passe rápido para o bem de todos, mas vou ter saudades de ter tempo....isso vou...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu noto o meu filho MUITO mais afectuoso. Isso é resultado do tempo que temos para ele. Mas as birras, ui!!

      Eliminar
  3. Vou ter saudades de ter tempo. De acordar e fazer o pequeno-almoço com calma, de trabalhar a partir de casa com sossego e sem preocupações com os transportes.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A correria do dia-a-dia deixa-me algumas saudades, mas, ao mesmo tempo, tento aproveitar este sossego.

      Eliminar
  4. Eu vou ter muitas saudades da quarentena... adoro estar em casa... espero sinceramente que isto do teletrabalho venha para ficar... Durmo mais, trabalho mais e só tenho de lidar com colegas sobre o que é realmente importante. No escritório há conversas que eu dispenso completamente e que me distraem daquilo que tenho para fazer... Possivelmente quando tiver filhos vou retirar tudo o que disse, mas por enquanto é isto...

    Margarida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, eu amo o meu local de trabalho. Chatices há em todo o lado, mas adoro os colegas, adoro o ambiente, amo o trabalho! Tenho muitas saudades.

      Eliminar
  5. eu vou ter saudades de poder fazer as refeições todas em casa, mais saudaveis, escolhidas por mim. e não ter de comer na cantina da empresa com comida que às vezes é muito gordurosa.
    saudades de não ter tanta roupa para passar a ferro pois a roupa de andar por casa é bem mais pratica do que as camisas e blusas do trabalho que usamos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nuuuuunca passo a ferro. :) Seja roupa de casa ou de trabalho.

      Eliminar
    2. Bem, isso depende obviamente do tipo de roupa q usa. Quem tem de ir de fato, camisa e gravata trabalhar, seria muito estranho estar com a camisa amarrotada tal como sai da maquina de lavar.

      Eliminar
    3. Exactamente. Eu sou obrigada a passar roupa para o trabalho, que engloba camisa e fato.
      Mas deixei de passar muita roupa.
      Antigamente passava tudo e mais alguma coisa, depois deixe-me disso.
      Há peças que dobro em 4 e está a andar.
      Toalhas, por exemplo, não ficam perfeitas e outras coisas do género.

      Eliminar
    4. O meu namorado usa camisas e não as passa, e não noto que fiquem amarrotadas. Quando tira da máquina sacode bem, estende direitinho e ficam ótimas.

      Eliminar
    5. anonimo 7 de abril de 2020 às 14:34

      eu tambem dependendo das alturas posso deixar de passar muita roupa. toalhas, panos de cozinha, roupa de usar por casa, lencois etc. Agora faz-me alguma confusao quem diz que nao passa nada, mesmo nada. quer dizer, mesmo que vao trabalhar de calças de ganga e tshirt, vao com a tshirt amarrotada? claro que é bem mais facil passar uma tshirt que uma camisa, mas eu nao me imagino a sair à rua com uma tshirt completamente engelhada como sai da maquina de lavar. ou é malta que poe tudo na maquina de secar? eu nunca tive, mas ja vi pessoas a comentar que a roupa sai de la bem esticadinha, nao sei é mesmo verdade. só fico curiosa mesmo para saber como fazem. há algumas peças que saindo da maquina de lavar e se sacudir e puser a secar direitinho ficam quase porreiras, mas la está, mesmo a roupa de casa eu passo só o meio muito rapidamente porque fica com a marca da corda do estendal e nao gosto de ver. mas enfim, como eu disse no primeiro comentario já estou bem melhor porque demorei cerca de 10 min a passar a roupa toda da semana passada :-) foi so mesmo passar o meio das tshirts.

      Eliminar
    6. Anónimo das 15h33, eu não passo mesmo NADA. Nem t-shirts, nem vestidos, nem camisas. Há anos e anos. Já vivo sozinha há bastante tempo e nunca passei a ferro, nem sei fazê-lo. Desde que tenho casa própria nem ferro de engomar tenho. :P

      Tento lavar a roupa em programas rápidos, entendo a roupa assim que a máquina acaba, não uso molas e ponho tudo o possível em cruzetas (ou cabides; eu digo cruzetas). Nunca ando amarrotada. :)

      Eliminar
    7. Cá em casa só se passa camisas e roupa que precise mesmo. Nunca se passa t-shirts, gangas nem nada do género. Dos miúdos só eventualmente algum vestido ou golinha. É uma questão de estender bem a roupa presa em zonas que não deixe marca e usar máquina de secar sempre que preciso. Poupa-se um tempo precioso.

      Eliminar
    8. Tive uma colega de trabalho que não passava qualquer peça de roupa a ferro. Nem dela nem dos filhos. Nunca a vi amarrotada... E usava camisas. Suponho que não torcer muito a roupa na máquina seja um dos segredos. Estender logo ao sol, ainda quente... E em cruzetas.

      Eliminar
    9. Cá em casa também nunca passamos a roupa :) Uso programas curtos, sacudo e estendo com as molas colocadas nas pontinhas inferiores/superiores das peças - tipo, camisas e t-shirts ponho as molas na bainha, ficam estendidas viradas para baixo; calças, coloco nas pontinhas do cós.. toalhas nas pontinhas.. etc. E assim a roupa nunca fica com as marcas da corda nem das molas. Como normalmente faz algum vento, e vivo numa cidade onde normalmente faz sol, o amarrotado acaba por sair. Depois dobro muito bem ao estilo "konmari", pressionando quaisquer rugas ou vincos com as mãos.. e arrumo bem nas gavetas - isso faz muita diferença, se se arrumar sem cuidado nenhum, tudo apertado a vincado, isso estraga tudo. Camisas e casacos, coloco nos cabides sempre com os botões /fechos fechados até ao fim, e não deixo que fique "apertado" no roupeiro.. e fica perfeito. Sei que nunca andamos amarrotados porque quando comentamos que não passamos com amigos ficam sempre muito espantados e comentam que nunca se nota. Espero que as dicas ajudem :)

      Eliminar
    10. Também não passo a não ser camisas. T-shirts, calças, etc, são penduradas mal acabam de lavar e não ficam muito tempo no estendal depois de secas porque aí sim ficam com marcas da corda. Programas rápidos engelham mais a roupa.

      Eliminar
    11. Também nunca passo roupa nenhuma e uso roupa formal para trabalhar. A mim faz-me confusão pessoas que passam horas e horas agarradas a um ferro de engomar. Quando vivia com os meus pais chegava a passar 4 horas por semana a engomar desde calças a lençóis e guardanapos. Agora nem camisas, nem t-shirts, nada e não me faz confusão nenhuma.

      Eliminar
    12. As cuequinhas, meninas, podem e devem passar o ferro sobretudo se tiverem tendência a infecções.
      Mas também há muitas peças que não passo. Algumas gangas e muitas outras dependendo dos tecidos.
      Também não uso molas mas nas camisas gosto delas engomadas.

      Nesta altura de covid a roupa deve ser lavada em programas mais longos.

      Eliminar
  6. Assim está melhor, optimismo!
    Ver o lado bom apesar dos pesares.
    Eu já nem sei a quantas ando. :)
    Acordo a pensar que é Domingo e é Segunda ou Quarta.
    Desperto a achar que é Segunda e é Sábado. Lol
    O acordar com tempo e no relax sabe realmente bem, mas eu confesso que tenho uma vontade imensa de ver as coisas a andar de novo.
    Enquanto isso, claro, vamos aproveitando o tempo que nos foi ofertado. Aproveitar o Presente 🎁 para que haja um futuro com outra motivação é nova forma de encarar o Mundo e tudo o que nos rodeia.
    Tenho pensado muito durante esta quarentena.
    Uma pensadora, portanto.

    ResponderEliminar
  7. A única coisa de que vou ter saudades, é de ter tanto tempo para estar com o meu marido e filha (14 meses). Sinto que podemos observá-la numa fase de enorme desenvolvimento e que ela tem evoluído imenso connosco a dar-lhe atenção a tempo inteiro (embora seja também muito cansativo e uma grande ginástica, porque estamos ambos em teletrabalho).

    Mas de resto, vou gostar de tudo no voltar à vida normal :)

    ResponderEliminar
  8. Na minha opinião a quarentena está para durar. Este ano não vai haver Páscoa, nem praia, nem piscina, nem exames de acesso ao ensino superior, nem creches, nem escolas, nem atl, nem Natal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem vida. Oh céus, pessoa este post é sobre optimismo!

      Eliminar
    2. E a economia do país aguenta como?

      Eliminar
    3. Este ano também não há São João no Porto, nem Santo António em Lisboa. Ouvi agora nas notícias.

      Eliminar
    4. Natal? Lol é só em dezembro... Vamos pensar que até lá vai tudo melhorar.

      Eliminar
    5. Psicoterapia asap

      Eliminar
    6. Zero saudades, aliás quando isto terminar estou um mês em que mal ponho os pés em casa. Já fazia tudo como queria e gostava.

      Eliminar
  9. Para mim, o mau da quarentena é a paranóia de andar sempre a pensar se temos todos os cuidados necessários, não poder estar com os meus pais e a minha irmã e não poder levar os meus pequenos a brincar na rua. De resto, adoro estar em casa. Não me custa!

    ResponderEliminar
  10. Acho que a pandemia nos mostrou as maravilhas do teletrabalho... e vamos ter saudades..

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares