Avançar para o conteúdo principal

Termóstato avariado

Na cama, é todo um filme. Eu sou toda fã de lençóis polares, cobertores peludos, edredões, mantas e mantinhas.

Ele é um calorento, que todas as santas noites "destrói" o seu lado da cama ao tentar soltar-se dos lençóis e cobertores.

Espertos são os casais que escolhem camas com colchões individuais.

Comentários

  1. Termostato não tem acento, muito menos seria nessa sílaba que não é a sílaba tónica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A palavra é acentuada, a não ser que tenha havido alterações propostas por algum organismo científico, acerca das quais não tive conhecimento recentemente. Durante o meu percurso universitário e também no ensino secundário, os professores de Física eram muito cuidadosos na correção das imprecisões na linguagem científica. A grafia correta é termóstato e aproveito para indicar outros casos como reóstato, elétrodo e díodo. Acontece com frequência as pessoas verbalizarem essas palavras como se fossem graves. Veja-se o exemplo do termo "período". A minha professora da escola primária insistia para que a disséssemos corretamente. Se ouvirmos as pessoas à nossa volta, quantas consideram a sílaba tónica "rí"?
      Lembrei-me agora de um composto de carbono que toda a gente conhece: a grafite. Ouvi imensas vezes grÁfite por ser feita uma espécie de contração da palavra grafite com grafitti. Há inclusivamente quem esteja a ensinar crianças que a forma correta de dizer é grÁfite. Corrigir a imprecisão numa fase posterior torna-se um problema e enquanto isso o erro propaga-se.

      S*, cá em casa ainda temos os lençois de verão e um edredão para frio "intermédio". De há uns anos para cá e o meu marido temos tolerâncias semelhantes, felizmente. Nos primeiros anos partilhava da tua angústia.

      Eliminar
    2. Admito perfeitamente estar errada. Eu sempre escrevi termóstato.

      Eliminar
    3. admitem-se ambas as grafias e pronúncias na palavra termóstato. basta procurar pela mesma seguida do nome de um órgão de comunicação social no google. outros exemplos: tulipa/túlipa, azimute/azímute, logotipo/logótipo. a própria entrada da wikipédia mostra as duas versões da palavra na sua definição.

      Eliminar
  2. Tal e qual com o casal deste lado xD

    ResponderEliminar
  3. Também sou friorenta. Mesmo dormindo sozinha consigo desfazer a cama todas as santas noites.
    Não sei como consigo esta proeza! :D
    Para vocês, o ideal é fazerem roupa de cama por medida, metade Inverno e outra metade Verão... estou a meter-me contigo, naturalmente! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se o problema é no lençol de baixo, há na loja IKEA uma solução que ajuda imenso. São umas presilhas elásticas que prendem o lençol por baixo do colchão através de um sistema igual ao dos suspensórios. Procure por JULKAKTUS Presilha elástica, na secção dos lençois. Uma embalagem traz 6 presilhas.

      Eliminar
    2. Não. É no de cima. É mesmo ele que tira o lençol à patada. Ahah.

      Eliminar
    3. Se a resposta era para a anónima que desfaz a cama sozinha lol (eu)... muito obrigada pela dica do IKEA mas o problema é mais na roupa de cima. O lençol de baixo não sai do sítio.
      É terrível. :)

      Eliminar
    4. Nesse caso fornecia ao marido um saco cama fresquinho para se emaranhar a ele mesmo durante a noite 😆

      Eliminar
  4. Ahahah. Percebo-te perfeitamente. Não é fácil partilhar cama, quando temos temperaturas opostas.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.