Aventuras de um casamento

Finalmente fechei as confirmações para o real casamento. Já definimos as mesas, mandei imprimir marcadores de mesa, painel de distribuição de mesas, menus, etiquetas das lembranças e chuvas de felicidade (que termo piroso... são mesmo os cones para meter o arroz!). 

As coisas parecem estar mais ou menos encarreiradas... Mas ainda falta tanto para fazer...

Agora é começar a distribuir notas pelo fotógrafo, pela animação infantil e DJ, pela tipografia, pelas lembranças... Vou sentir-me mais leve... Quase como se perdesse uns bons quilinhos!

Comentários

  1. Aproveita, aproveita ao máximo. É um cliché, mas é mesmo verdade. Passa num instante. Tu mereces, vocês merecem o melhor do mundo!

    ResponderEliminar
  2. Aos poucos tudo se compõe. E estou com a Maria do Mundo, é um dia muito especial e passa tão depressa, aproveita. Bjos

    ResponderEliminar
  3. Chuva de felicidade? Ahah que tal sol?
    Quando vamos concluindo tarefas sentimos sempre algum alívio. Essa sensação é tão boa. Quando fica tudo em ordem após o trabalhinho. Força com isso, tarda nada és uma moça casada.

    ResponderEliminar
  4. Sim…

    Aproveita ao máximo o dia, que passa a correr…
    E não penses nas notas, deixa isso para depois (controla, mas não penses demasiado nisso)… Eu andei quase a arrancar cabelos com os custos do casamento, mas foi um dia que valeu cada cêntimo, e mais do que gastamos…

    ResponderEliminar
  5. "Cones de meter o arroz"???? O casamento é numa igreja?????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os cones de arroz não têm nada a ver com a igreja... nem sequer se atiram dentro da igreja... os cones são para os amigos e familiares 'abençoarem' os noivos, daí não entender a sua questão com tanto ponto de interrogação. :)

      Eliminar
    2. S* deve ter a ver com aquela ideia de ver os noivos a sair da igreja e levar com o arroz... apesar de não ser motivo para tanto espanto. Primeiro porque uma coisa não tem realmente nada a ver com a outra e segundo, é tão estranho assim que te casasses na igreja?

      Quanto ao arroz, pensava que desde que começaram a dizer que isso fazia mal aos passarocos, tinha caído em desuso. Afinal ainda se faz.

      Está quase aí o grande dia, relaxa e aproveita :)

      Eliminar
    3. Não sabes que está na Bíblia que os noivos devem ser abençoados com arroz? Oh, pá, S* francamente, quanta ignorância.

      Devias abrir aqui um concurso para os comentários mais estúpidos. O problema seria escolher...

      Há malta mesmo muito ressabiada aí na tua terra... (sim. que estes comentários vêm claramente de gente que "te conhece"... e se assim não for então são casos clínicos de alguma gravidade)

      Eliminar
    4. Cynthia, eu casaria na igreja com muitoooo gosto, mas o futuro marido é divorciado pela igreja (na verdade, pela igreja, é eternamente casado). :P

      Hoje em dia usa-se mistura de arroz com umas decorações coloridas... vou ter de verificar hipóteses!

      Anónimo das 11h25, eu não compreendo. Juro!

      Eliminar
    5. No Mosteiro de Alcobaça (onde se realizam casamentos religiosos, para não haver ninguém confuso :P) não é permitido atirar nem arroz, nem flores, nada, aos noivos de forma a manter o local limpo. Não me parece então que seja algo intimamente ligado a uma cerimónia religiosa. :)

      Tété

      Eliminar
    6. S* sabes o que também fica engraçado no lugar do arroz?! Pétalas de flores brancas, rosas por exemplo.
      No casamento da minha amiga levámos pétalas para os noivos e foi giro o momento.
      Também já vi quem misture arroz com pétalas ou então só o “tradicional” arroz, claro,
      Mas fica a dica. Beijinho

      Eliminar
    7. https://www.google.com/amp/s/revista.icasei.com.br/saida-dos-noivos/amp/

      Já agora, a propósito das pétalas que falei... aqui ficam mais ideias.

      Eliminar
    8. A “chuva” de arroz significa felicidade, prosperidade.
      A “chuva” de pétalas de rosa significa sensibilidade e respeito mútuo.

      Eliminar
    9. Obrigada pelas sugestões e conselhos. Irei misturar arroz com algo, mas ainda não sei o quê. As pétalas eram boa ideia!

      Eliminar
    10. A todos os casamentos que fui semore vi usarem arroz e folhas de oliveira. Eu odeio o arroz porque se enfia no cabelo, na roupa, tudo. Porque não fazer pétalas com folha de Oliveira?

      Eliminar
    11. O arroz é giro mas super desconfortavel andar o resto do dia c graes de arroz enfiados no vestido, no soutien, no penteado, nunca se consegue tirar tudo.... coloca mais petalas e menos arroz. Tb podes ter “sorte” como um colega meu q os amigos levaram um saco de 5kg de trinca ( por ser ainda mais pequeno) e enfiaram-lhe pelas calças abaixo... sim um des fez questao de lhe puxar as calcas atras p garantir q akilo entrasse p dentro...

      Eliminar
    12. Claro que tanto o arroz como outras coisas, tais como troca de alianças, entrada com musica, ramo de noiva, etc...são usos e costumes dos casamentos católicos (até há alguns anos quase únicos em Portugal), que foram imitados nos casamentos civis para quem vai casar pela 2ª, 3ª 4ª vez ou mais recentemente para quem não quer casar pela igreja....

      Eliminar
    13. Anónimo das 10:12, não é verdade. Pesquise e verá que muitos dos usos e costumes que enumerou não são de origem cristã (até são anteriores ao cristianismo). Há muita gente que não casa pela igreja porque... Não é católico. O casamento apenas pelo civil não é moda recente nem exclusivo dos divorciados.

      Eliminar
    14. Ninguém diz que não. Mas a verdade é que nos dias de hoje ninguém vê uma noiva a casar de branco, um ramo de noiva, entrada com música, etc, e assume automaticamente que é um casamento religioso, daí a pergunta do primeiro anónimo não fazer sentido. Afinal, até já há igrejas onde algumas destas tradições passaram a ser proibidas.

      Eliminar
    15. eu acho que isto depende do meio onde se vive. talvez em Lisboa e Porto seja diferente. eu moro numa cidade pequena do distrito de Coimbra e todas as pessoas que conheço e vejo se casaram pela igreja. so casou pelo civil quem era divorciado. alias, ate pessoas que nem ligam à religiao, nunca vao à missa mas casam pela igreja pq "é tradição".
      quanto aos cones de arroz, sinceramente a mim faz-me sentido quando estão a sair da igreja, porque têm os convidados à espera ca fora e atiram nesse momento. os casamentos civis que vi foi numa quinta ou em casa, num espaço aberto, os noivos não estão a sair de nenhum sitio, por isso nem estou a ver bem em que momento se enquadra o atirar do arroz. quanto ao resto do vestido, musica e tal, sim hoje em dia os casamentos civis sao quase iguais aos catolicos.
      ja agora, quem segue o blog sabe perfeitamente que a S* so nao casa numa igreja por ele ser divorciado, por isso eu pessoalmente achei que a pergunta do primeiro anonimo foi mesmo de proposito para gozar/atacar....infelizmente o que não falta à S* sao comentadores parvos...

      Eliminar
    16. Anónimo das 17h45

      No meu caso, uma vez que não era permitido atirar nada à saída do mosteiro, os convidados esperaram que nós chegássemos à quinta e quando saímos do carro, atiraram-nos pétalas de flores. :) Também já vi fazerem com bolas de sabão à saída da conservatória. Ou mesmo arroz quando a cerimónia na quinta acaba e os noivos passam entre os convidados.

      Tété

      Eliminar
    17. https://www.dn.pt/arquivo/2008/interior/breve-historia-legal-do-casamento-e-do-seu-fim-em-portugal-997861.html

      Eliminar
    18. https://pt.wikipedia.org/wiki/Vestido_de_casamento

      Eliminar
  6. Dá trabalho mas o que fizemos no casamento da minha prima foi arranjar furadores com motivos giros tipo corações, flores, etc. e em vez de arroz enchemos cones com os papeizinhos. Fica giro, colorido e não é irritante como o arroz :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É giro, mas péssimo para o ambiente. Mesmo que se usem papelinhos já usados para outras coisas, acabam por ter que ir para o lixo (duvido que a pessoa que vá limpar o espaço tenha o cuidado de colocar no papelão, especialmente se for varrido e for com particulas de outras coisas como pó, terra...). O arroz pode ser comido por animais (embora também tenha associado a ideia de desperdício) e as pétalas de flores são degradáveis. Se os noivos forem sensíveis a estas questões ambientais (não sei se é o caso ou não) vale a pena pensar nisso :) Seja como for, qualquer das opções é linda.

      Eliminar
  7. Caso tenhas interesse em várias pétalas, está aqui uma ideia/página que pode ser interessante: https://www.petalasderosa.pt/

    ResponderEliminar
  8. Deve dar imenso trabalho planear e pensar em todos os pormenores mas valerá a pena...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares