Aventuras de um Casamento #4


Então foi assim... No Sábado passado, aproveitando o dia de sol, promovi a primeira bride-trip com o lado feminino da família - mãe, tia, irmã... Só faltou a sobrinha bebé.

Tinha uma lista de lojas para visitar, depois de solicitar sugestões às leitoras do blogue. Entrei na primeira loja, mais 'à moda antiga', e não apreciei particularmente. Tudo muito pesado, muito "à noiva". O facto de a senhora dizer que o meu corpo não era fácil de vestir e que teria de fazer por encomenda (!!!) também não me deu lá grande vontade de experimentar.

Lá fomos até à Rua dos Clérigos, paramos para comer um lanche (dos grandes!) e rumamos a nova loja. Esta sim, uma loja bonita, espaçosa, cheia de luz, com imensos modelos. Eu dei uma vista de olhos, mas não escolhi um único para experimentar. Entrei no provador, despi-me e a família foi trazendo modelos.

Foi logo o primeiro. Branco, saia em tule, renda com detalhes prateados no peito e costas. Amei. Claro que precisa de uns ajustes, para eu não ser só mamas, mamas, mamas... Mas amei. Não era nada do que pretendia, mas fez-me logo sentir especial.

Por via das dúvidas, experimentei, voltei a experimentar... Foram uns doze vestidos. Muitos bonitos, outros que até me faziam mais elegante... Mas nenhum me fez sentir noiva, princesa e jovem como o primeiro.

Escolhi o meu vestido em menos de uma hora. Depois, claro, fui atestar com uma francesinha. Ainda tivemos tempo de ir à Dama de Copas para escolher a lingerie nupcial... E até já deitei um olho às sandálias que vou comprar. Por coincidência, a minha irmã encontrou-as hoje numa loja da cidade, a melhor preço, até.

O convite também já está pronto, devemos receber prova em papel ainda esta semana.

Tudo a correr cinco estrelas. Cada dia mais entusiasmada!

Comentários

  1. Ehhh fiquei mesmo feliz por ter sido assim tão simples e facil, realmente a vida encarrega-se de nos surpreender!

    ResponderEliminar
  2. Que bom S*
    A serio que na primeira loja a sra foi tao fofinha? Há pessoas mesmo tontinhas. Trabalho numa loja de homem e o que ne dà mais gosto é quando srs gordinhos (muito) dizem que não há para eles e eu digo, com o meu maior sorriso, que há sim sr.
    As pessoas às vezes.. enfim. Mas o que importa é teres encontrado "O TAL". Casas mesmo quando? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gente bronca é outra coisa. Ahahah

      Em Setembro!!

      Eliminar
    2. O vestido não te vai servir até Setembro!!!!!!

      Eliminar
    3. Anónimo, oi? O vestido tem de ser ajustado porque me estava algo largo... mas tudo bem!

      Eliminar
    4. Se ate Setembro voltares ao teu maus habitos alimentares nao vai servir mesmo. Esperemos que tal nao aconteca, seria uma lastima para qualquer noiva.

      Eliminar
  3. S*, se andas a fazer jejum intermintente desde Janeiro e a tentar perder peso, é normal que as pessoas achem que estás a tentar perder peso para ficar mais elegante para o casamento, coisa aliás que muitas noivas fazem. Suponho que seja essa a base do comentário do anonimo. O que nao desculpa o facto de ter sido um comentário num tom desagradavel pois só tu sabes quantos quilos queres perder até la, ou até já podes estar no peso que queres e agora ser so manter.

    Conselho da minha parte: faz os ajustes finais só na ultima semana, e mesmo assim....a maioria das noivas com a correria dos preparativos comem menos e emagrecem, outras com os nervos começam a comer mais doces para acalmar e engordam...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá. Eu não tenho qualquer nervosismo... Pelo menos para já. E comecei o Jejum por causa dos abusos das festas de final de ano, não por causa do casamento. Fiz tratamentos de fertilidade que me engordaram imenso e quando deixei de amamentar notei o excesso de peso. Nada teve a ver com o casamento, embora naturalmente faça gosto em me sentir bonita no casamento.

      Quanto às provas, sim, começam dois meses antes do casamento e a última é na semana anterior. :)

      Eliminar
    2. S* o nervosismo não é obviamente agora. É quando 1 semana antes alguns convidados não responderam, ou a grafica imprimiu os lugares das mesas erradas, ou o fotografo cancela, ou tinhas planeado parte da festa no jardim da quinta e há previsoes de chuva.... ou seja, é mesmo quando se chega perto da hora e apesar de termos tudo tratado com antecedencia algumas coisas começaram a correr mal, ou darem mais trabalho ou ter de se perder mais tempo.

      Por ex, eu 2 dias antes fui à gráfica para levantar os marcadores de mesa e as respectivas listas e afinal não tinham imprimido nada porque a maquina tinha avariado e não me tinham dito nada, foi um filme para conseguir aquilo impresso e acabei por não conseguir ir a uma reunião que tinha na quinta que era logo a seguir, teve de ir o noivo sozinho. E isso para mim foi stressante, fiquei lixada de não me dizerem nada e na hora era dificil ir a outro lado, se podia ter-me marimbado para aquilo?, sim podia, mas teria sei la de fazer qualquer coisa em cada no word, imprimir e recortar, e não me parecia justo ir ter no meu casamento uns papeis mal arranjados nas mesas quando tinha organizado algo em condições com uma grafica.

      Portanto, por muito que se prepare e se tenha tudo organizado e se esteja descansada, aquelas duas ultimas semanas podem ser muito chatas se alguma coisa começa a correr mal por parte dos fornecedores ( ou se há imponderaveis tipo o tempo...), e por muito relaxada que uma pessoa seja há coisas q nao da para evitar de ter de resolver.

      Eliminar
    3. O anónimo não quereria dizer ao contrário, que o vestido vai ficar largo? Já que a S* tem vindo a perder peso, se não estou em erro.

      Eliminar
    4. Eu percebo a ideia de quererem mostrar que nem sempre tudo corre bem e é preciso estar atento para não ocorrerem imprevistos que poderiam ser evitados, mas é mesmo preciso contar essas histórias de terror? Ir imprimir coisas importantes para o casamento a uma gráfica 2 dias antes do dia, parece-me arriscar. Se depois corre mal, mal há tempo para se colocar tudo em ordem. Claro que estas coisas podem ser evitadas. Só que não é por ter corrido mal com vocês, que vai correr mal com os outros. Deixem lá a S. ser a noiva que ela quiser, calma ou nervosa. O casamento há de ocorrer, que é o que importa.

      Eliminar
    5. pois, olhe também podia ser :-)
      só o primeiro anonimo é que poderá clarificar.

      eu pessoalmente assumi que fosse uma critica negativa sobre ser gorda porque infelizmente vê-se vários comentários nesse sentido aqui no blog, fora os mais agressivos que a S* nem deve aprovar, mas realmente também podia ser no sentido positivo de emagrecer tanto que o vestido fique largo demais

      Eliminar
    6. Anonimo das 15:59

      Entao explique-se la como se imprime as liastas das mesas sem ser em cima da hora. Eu bem q pedi confirmaçoes ate 1 mes antes, mas muitas pessoas n querem saber. No trabalho metade nao vieram. E tive quem dizia q vinha e 1 semana antes desmarcou. Estava sempre a refazer as mesas. So mesmo 2 dias antes tive a lista de pessoas completa p poder organizar e imprimir as listas finais. Eu ate sou uma pessoa super organizada q tento tratar de tudo c antecedencia, por ex tenho uma lista detalhada de tudo o q é preciso levar qd vou viajar e marco todos os lugares a visitar no gos do telemovel organizados por dias. Mas enfim, ha coisas na vida q n dependem de nós por isso por mais organizado q se seja n da p controlar.

      E ja agora, o meu casamento teve muitas historias de terror q eu n contei aqui obviamente q n fazia sentido. So dei mesmo exemplo do q pode correr mal mais tarde. É como os filhos: ha malta q prefere ler os blogs cor de rosa q sao lindos e perfeitos, eu prefiro ler os blogs em q falam do horror da gravidez e do parto e da privaçao de sono, ao menos ja sei ao q vou.

      Eliminar
    7. É verdade que há casamentos em que certas coisas correm verdadeiramente mal (conheço um casamento em que o catering fugiu com o dinheiro e não havia comida para ninguém) e aí não há organização ou boa disposição que ajudem a relativizar a coisa. Mas também é verdade que há noivas que chamam a desastre a tudo e mais alguma coisa, coisas essas que se acontecerem a outra noiva esta nem vai ligar. :)
      E depois há também que filtrar e perceber que felizmente não acontecem imprevistos em todos os casamentos (e se acontecerem, nem todos são vistos como uma desgraça). :) A minha quinta cancelou a festa a 3 meses do casamento, foi um stress mas não é o tipo de coisa que eu ache que seja normal e provável acontecer a outras noivas. :) Por outro lado tive pessoas na véspera que me ligaram a dizer que afinal não podiam ir e isso não me causou qualquer stress. Pedi apenas à quinta para retirar os pratos da mesa mesmo que o nome continuasse a constar na lista. Mas é o tipo de coisa que pode realmente acontecer e dependerá de cada noiva se há stress ou não. A S* parece ser o tipo de noiva que gosta de ter tudo controlado mas que se a gráfica empancar, se chover, etc, é capaz de relativizar desde que tenha os seus à sua volta naquele dia. Digo eu, que não a conheço. :D Eu fui assim, só queria lá o noivo, o padre e as pessoas importantes. :) E a verdade é que na última semana só tive como tarefa ir buscar o vestido e esperar pelo dia do casamento. :)

      Eliminar
    8. Tété, eu não sou nada stressada com essas coisas. O meu casamento é mesmo muito familiar, com três grupos de amigos próximos... Vai daí, não estou preocupada. Vai correr bem, vamos estar rodeados de quem gosta de nós!

      Eliminar
  4. Esta perseguição ao peso da S. já enjoa. Até parece que ela é assim tãoooo gorda (e mesmo que fosse). Realmente é preciso ser de muito baixo nível para vir para aqui insinuar que o vestido não servirá, sempre a comentarem do peso dela ou das dietas dela. Deixem a moça fazer a vida dela em paz. É presa por ter cão e por não ter. Se come porcarias é porque é gorda, se faz jejum é porque não faz da maneira que deve ser. Se está gorda é gorda, se tenta emagrecer vêm na mesma falar mal. Deixem lá o peso dos outros. Há de ficar linda no seu vestido, como todas as noivas, já que é a felicidade que nos torna mais bonitas. Que corra tudo bem, que é o que importa. Uma noiva, magra ou gorda, apenas se deveria preocupar em aproveitar e viver o dia dos dois em paz e rodeada de amor.

    ResponderEliminar
  5. O importante é sentirmo-nos mesmo no nosso melhor! O meu vestido irá ser o quarto que experimentei. Era exatamente aquilo que queria, por isso não houve dúvidas 😄 mas toda a gente arregala os olhos quando digo isto, que foi tão fácil.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares