Avançar para o conteúdo principal

Vaidades femininas


Como os gostos mudam... Nunca fui pessoa de usar sapatilhas, tenho apenas dois pares, que adoro de paixão. Calçado baixo, quase sem sola, não me encanta muito, pelo que as tradicionais Gazelle e All Star nunca me seduziram.

No entanto, agora dou por mim a olhar duas e três vezes para os novos modelos e ontem fiquei apaixonada pelas que a Pipoca (a mais doce, claro) apresentou. 

Adidas, modelo Falcon, coisa mais linda. Mas com cor, que eu sou menina de muita cor!

Falcon Shoes Light Granite / Light Granite / Easy Orange B28130
Sapatos Falcon Clear Mint / Clear Mint / Collegiate Navy BB9175
Sapatos Falcon Gold Met. / Gold Met. / Off White CG6247


No Inverno, não é muito a minha onda... Mas a Primavera me aguarde, que eu vou pedir desforra e adquirir um destes meninos. Espero que valham muito o preço.

Comentários

  1. nao gosto nada deste tipo de sapatilhas! mas adoro as Gazelle e All Star e Vans!


    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  2. São lindos mas já não consigo dar tanto dinheiro por uns tennis para mim!!!

    ResponderEliminar
  3. Não gosto muito de ténis mas, entre os que escolheste, prefiro os segundos! São espalhafatosos mas como costumo andar de preto/cinzento/branco acho que não iam ficar mal... ;)

    ResponderEliminar
  4. Ter melhorado a sua situação financeira apenas a tornou numa pessoa mais fútil, a julgar pela quantidade de coisas que vai aqui postando. Se calhar viajar fazia-lhe melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro ou minha cara, eu não posso viajar porque não tenho férias conjuntas com o meu querido futuro marido. Depois do casamento, talvez. Além de que eu disse que queria, não disse que podia. :) Eu posto muita coisa, não quer dizer que compre tudo. Opinar sem saber é perigoso... facilmente se erra.

      Eliminar
    2. Disseste que ias comprar para usar na Primavera e que esperavas que valesse o preço...

      Eliminar
    3. E o que é que o anónimo tem a ver com isso? A S* já lhe pediu dinheiro emprestado foi?

      Eliminar
    4. Juro que não consigo compreender tamanho interesse nas minhas finanças.

      Eliminar
    5. Sou, apenas e só, a anónima das 14:05. A sua situação financeira não me desperta qualquer interesse embora, e já anda nisto há muitos anos, sabe certamente que expor o que quer que seja num blog é bem mais perigoso do que eu dar-lhe o conselho de viajar. O que me desperta algum interesse é o comportamento das pessoas e o seu, à conta do dinheiro, mudou e isso é ainda mais feio do que aquilo onde o gasta.

      Eliminar
    6. O interesse vem de ser tema recorrente aqui no blog. Fazes um post a anunciar um novo casaco, depois um a dizer que não consegues poupar. Em seguida, compras uma mala... Uma semana depois, revelas que não tens dinheiro para o casamento.
      Quem é que se expõe num blog sem gostar de ser comentado?

      Eliminar
    7. Anónimo das 17:46,não leve a mal, mas fez-me rir. Que dinheiro?? Valha-nos Deus. Esses comentários sobre a forma como gasto o meu dinheiro são muito frequentes, sem dúvida... Mas isso só mostra que, ao contrário do que afirma, a minha postura não mudou... Caso contrário os comentários seriam novidade e não recorrentes.

      Anónimo das 18:17, juro que não consigo encaixar. O casaco foi uma prenda de Natal!! Não tenho por hábito guardar o dinheiro que me dão para presentes... Aproveito e compro o que quero e preciso e a família gosta de ver o que comprei. O casaco e a mala foram compras de Natal. Há bons meses que não compro nada com dinheiro meu... Mas fiz anos e foi natal, tive presentes e usufruí deles.

      Eliminar
    8. Disse casaco a título meramente exemplificativo. Podia dizer carteira. Ou sandálias. Ou Bimby.

      Eliminar
    9. O dinheiro é teu: rasga-o, queima-o, usa-o para apanhar os dejectos do Pirata!
      Mas, convenhamos, é um bocado estranho alguém que tem um casamento à porta, um filho pequeno e queixas constantes sobre dinheiro... Optar por mais um casaco e uns ténis que não precisava até os ver nos pés da Pipoca!

      Eliminar
    10. Confesso que também me faz confusão. Desde pequena que dois tios me davam dinheiro no natal e na Páscoa e esse dinheiro ia para uma conta no banco que os meus pais abriram quando eu tinha uns 3 ou 4 anos. Mais tarde, esse dinheiro serviu para pagar a maior parte do meu mestrado.

      Eliminar
    11. No caso de « dinheiro-prenda » depende muito da dinâmica familiar. Quando eu era mais nova, o dinheiro que as bisavós davam eram para o mealheiro, não havia outra hipótese. No último Natal por exemplo os meus sogros deram-nos atempadamente dinheiro para comprarmos prendas para nós. Comprámos, embrulhámos e eles deram-nas no Natal. Aqui a ideia é que eles ofereçam algo que gostamos/queremos e não colocar o dinheiro na conta. Se o fizéssemos isto, levariam a mal. Acho que a dinâmica do dinheiro para prendas que a família da S* dá é esta. O objectivo é que ela compre qualquer coisa, não que o guarde. A minha avó também nos deu dinheiro no Natal mas aí nós é que decidimos o que fazer com ele e nem temos de lhe dizer (geralmente guardamos).

      Eliminar
    12. Tété, tal e qual... Quer no meu aniversário quer no Natal, recebo dinheiro antes. No entanto, depois jantamos todos juntos, nas duas situações, e depois abrimos as prendas e dizemos "esta foi da mãe, da tia, da y ou da z".

      Eliminar
  5. Ahhh não prefiro mim vezes as adidas de que falas a esses "trancolhos" que se usam agora, não lhes acho piada nenhuma, ainda bem que não sigo modas.
    E eu que nunca pensei que aos 33 anos as sapatilhas e o calçado baixo iam ser o meu preferido, mas a verdade é que é ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nunca me apaixonei muito por sapatilhas... Só alguns modelos me despertam interesse.

      Eliminar
    2. Eu, com 46 anos, ando (quase) todos os dias de sapatilhas! São só o calçado mais confortável que há e (milagre!) consigo manter os pés quentes!

      Eliminar
  6. Para se usar essas ténis a pessoa tem de ter muito estilo ou vai parecer uma parola.

    ResponderEliminar
  7. Não uso sapatilhas no trabalho, por isso custa-me gastar muito dinheiro em calçado que só posso usar em 2 dos 7 dias da semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai eu posso trabalhar assim. Há dias e contextos para tudo... Só tenho de estar atenta à agenda.

      Eliminar
  8. Sou sincera este tipo de sapatilhas não me seduzem. Mas gosto muito de sapatilhas!

    ResponderEliminar
  9. Adoro sapatilhas, mas estas confesso que não gosto mesmo nada. Não as consigo achar bonitas e já as vi em muitos pés e não gostei de nenhum.
    Mas gostos são gostos e é tão bom haver escolha ;)
    https://jusajublog.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  10. Já eu adoro sapatilhas desde sempre. É o meu calçado 90% do tempo, abro uma excepção para as sandálias no Verão mas até mesmo agora para o Inverno comprei umas botas que parecem sapatilhas de montanha. Contudo não gosto deste tipo de modelo que mostras e admito que vê-las em raparigas maquilhadas e de vestidinho ou bem arranjadas me causa estranheza. Parecem o tipo de sapatilha que eu levava no 9° ano para a escola (quando praticamente as raparigas todas da turma iam de botas ou sapatinhos) porque me permitia ir jogar basquete nos intervalos com os rapazes. :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que giro, este comentário poderia ter sido escrito por mim :D
      Já eu adoro gazelle (tenho dois pares e maus uns de outro modelo, mas do mesmo género, da adidas) e All Star. Estes que a S* mostra não são de todo o meu género .
      Bárbara

      Eliminar
  11. Adoro sapatilhas mas adoro de coração:)
    Ainda não conhecia estes modelos acho que as últimas são a minha cara.
    Aconselho a comprares os três pares, são o tipo de calçado adequado para fugir às pessoas invejosas, aquele tipo de pessoas que não tem que fazer e opina por coisas tão insignificantes, ah aconselho também a comprares uma birkin da hermès o modelo maior claro, de forma a colocares o teu dinheiro para o casamento e para criares o teu Rafinha de resto não toques nos euros e não penses em ti...nossa que gente má existe por aqui. beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aconselhar uma pessoa a ser ponderada e previdente, é ser invejosa e má?!
      Uma Birkin, por acaso, seria um óptimo investimento mas exige tempo de espera e a S* é uma compradora impulsiva...

      Eliminar
  12. Adoro o modelo <3 Para mim podem vir as segundas!

    ResponderEliminar
  13. eu gosto de comer carne e como-a. um vegetariano opta por nao comer e sente-se feliz com os seus vegetais. mas seria tonto ter um vegetariano a chorar que gosta de comer carne mas nao come...
    é so uma questão de falta de coerencia.

    A S* gasta o dinheiro como quer, ninguem tem nada a ver com isso. Mas é estranho ter posts a gastar dinheiro em coisas superficiais e outros a queixar-se que nao vai ter dinheiro para o casamento ou que paga um balurdio de impostos e fica sem nada.

    e a mentir:
    "Mas a Primavera me aguarde, que eu vou pedir desforra e adquirir um destes meninos. Espero que valham muito o preço."
    "Além de que eu disse que queria, não disse que podia. :) Eu posto muita coisa, não quer dizer que compre tudo."

    Portanto primeiro escreve que vai comprar e depois escreve que quer comprar mas nao pode.

    Cada um gasta como quer mas é so tonto umas vezes dizer uma coisa e outras vezes outra. Ninguem tem especial interessa nas finanças da S*, mas é intrigante ver como é tao inconstante e está sempre a contradizer-se e é particularmente neste assunto. Porque em outros temas a S* tem a sua opiniao, que podemos concordar ou nao, mas é coerente. Por ex, relativamente ao peso a postura sempre foi: gosta de si, reconhece que podia perder uns quilinhos, ja tentou umas dietas mas nao está disposta a sacrificar muito ou a sofrer de fome para ser mais magra; perfeitamente compreensivel. Tal como relativamente à maternidade tem uma postura descontraida e descomplicada. Mas so nisto do dinheiro, é que enfim, parece bipolar....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima das 15h20, apanhou-me numa hora má... Vá ser chata para outro lado.

      Eliminar
    2. Percebo que não é este o fulcro do seu comentário, mas...

      "Seria tonto ter um vegetariano a chorar que gosta de comer carne mas nao come..."

      Muitos vegetarianos são-no não por não gostarem do sabor da carne/peixe/queijo/ovos, mas por uma questão ética. Então, sim, há muitos vegetarianos que sentem saudades de certas comidas de origem animal. Apenas perfilham valores éticos que são superiores ao apetite.

      Eliminar
    3. Os posts e as respostas muitas vezes são incoerentes, pq muitas frequentemente o conteúdo é para encher chouriços.

      Eliminar
  14. S* uma curiosidade: dos amigos que tem nunca a criticam , nunca lhe chamam atenção a nada, sempre a elogiam e dizem que tudo o que faz é o maximo? afasta de si e da sua vida qualquer pessoa só por uma vez lhe criticar algo?

    acho que a nossa forma de estar na net deve ser semelhante à vida real

    eu tenho pessoas que deliberadamente afastei porque me fizeram mal, foram falsas, etc. Mas de uma forma geral, dos amigos que tenho, é normal que uma ou outra vez tenha tido um atrito.

    Daí que nao perceba o seu comentário acima....responderia isso a alguem na vida real?

    é que eu por acaso leio o blog há muitos anos, gosto da escrita, concordo com muitas coisas que escreve, mas pronto, nisto do dinheiro faz-me confusao a incoerencia. mas nao é por isso que deixo de ca vir, pelo resto do blog continuo a gostar de ca vir. nao se ofenda :-)

    ResponderEliminar
  15. Eu adoro sapatilhas, tenho vários pares, e tenho pena de não poder usar no trabalho (mais por opção do que proibição propriamente) mas esse modelo, que anda a enlouquecer meio mundo, confesso que não aprecio nem um bocadinho. Antes assim, que a minha carteira agradece =).

    ResponderEliminar
  16. S, espera um bocadinho, vai estando atenta ao site e compra online. Volta e meia aparecem descontos . O site é fidedigno e as coisas chegam rápido.

    ResponderEliminar
  17. O Carlos tem as últimas e sao assim de babar!!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.