Avançar para o conteúdo principal

Ooops!

Como o mais-que-tudo é um apressado, ainda a criança nem nasceu e ele já comprou protectores de tomada e 'fechou' todas as tomadas cá de casa, deixando apenas duas tomadas mais perto do chão livres.

Adivinhem quem anda sempre de rabo para o ar a destapar tomadas para se ligar o aspirador, o ferro de engomar...

Uma pista: não sou eu.

Comentários

  1. O pai vai ser um bocadinho stressado, não vai? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom, eu tentaria pelo menos explicar-lhe que depois com o filhote o stress será um grande inimigo e que quanto mais calmo ele for, melhor as coisas correrão. :) Os primeiros tempos não são fáceis e se stressarmos facilmente, pior se tornam. :)

      Eliminar
  2. Ena! Como pais de primeira viagem até compreendo, mas sejam mais relaxados, o bebé ainda nem nasceu... Calma gente!
    E mesmo depois ainda têm muito tempo para proteger tomadas e afins, até o bebé andar e etc.
    MENOS, caso contrário, vão viver em stresse contínuo e prejudicial para vocês e para o bebé.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, eu não sou stressada. O meu rapaz é que é.

      Eliminar
  3. Ahah, tás lixada. Só nervos :P mesmo quando já tiver nascido, não começa logo a andar pelo chão :P

    ResponderEliminar
  4. Ahahah, o que eu me ri com este post :P

    Aposto que quando eu for mãe, o meu namorado também vai ser assim. Quase que chorei de imaginar ele de rabo para o ar e a S* atrás a fartar-se de rir :)

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  5. :D Tem graça. Mas é fofo na mesma. :D

    ResponderEliminar
  6. Olha querida, aqui em casa foi isso e as seguranças nas portas e nos armários. Ainda hoje, e tu sabes bem a idade das minhas filhas, tenho que ter uma segurança no armário dos detergentes. O meu M. é completamente doido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou muito relaxada, mas entendo que 'mais vale a mais que a menos' no que toca a segurança. ;)

      Eliminar
  7. Opa coitadinho, a intenção foi boa!

    ResponderEliminar
  8. Pois que só precisei disso à segunda porque o primeiro não se chegava a nada disso.

    ResponderEliminar
  9. Toda atenção do mundo com as tomadas! O maridão tá certo!!

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos  "será que vale a pena?". Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro). Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.