Avançar para o conteúdo principal

Insta last days

Confraternizações em família.

Romeu & Ginger, os mais novos dos tios.

Crepes recheados - tradição de Carnaval na família.

Bella bellíssima, a que mais aprecia os brinquedos que lhes compramos... 

O focinho que roubou o meu coração.

Mimos que a minha mãe comprou para o neto. Vai ficar um show, todo moderno!

Adoro ver bebés - especialmente meninos - vestidos de forma relaxada. O meu bebé vai ser um bebé todo-o-terreno, equipado para explorar a vida à vontadinha.  


Um mimo para o sono do meu rapaz... Com padrão de cães por fora, com forro peludo por dentro. :)


Tudo com tanto bom gosto, tanta elegância... enfim... de babar!




Comentários

  1. o teu piratinha é uma ternura... :)

    ResponderEliminar
  2. Elegância e bom gosto é como quem diz. Super discutível

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada tem de discutível a beleza dos trabalhos da Panos & Companhia. Sinceramente, arranje uma vida.

      Eliminar
    2. A página tem coisas bastante bonitas. Para mim, este padrão em específico não encaixa com o resto que lá vi. Muitas cores, muitas formas, cães grandes, não sei... Para mim é demasiado estímulo visual, sobretudo para dormir. Mas acho que tem tudo a ver com a S* :)

      Eliminar
    3. Anónimo das 22h54, mas analisar uma página por uma peça em específico parece-me despropositado. Como referiu, esta peça é A MINHA cara: colorida e com animais. As outras peças são mais suaves e elegantes, sim. :)

      Quanto ao estímulo visual... bom... se a criança estiver a dormir, suponho que não se sinta estimulada pelas cores de um paninho/fralda. Não sou apologista desses 'exageros'.

      Eliminar
    4. S*, concordo plenamente contigo (ri-me com o teu primeiro comentário xD), mas sem que esteja relacionado com este paninho/fralda (até porque é um detalhe, de tão pequeno que é,acho que é de conhecimento geral que um quarto muito colorido ou com muita informação visual afecta o bom descanso, das crianças e dos adultos, claro. Mas, por Deus, isso é uma fralda :P Não deve entrar em conflito com o descanso, a menos que forres tudo no quarto com elas :P

      (P.S. Estás uma grávida bonita ;) )

      Eliminar
    5. Melissa, muito obrigada. O paninho é um miminho para o bebé ter na mão ao adormecer. Eu achei giríssimo e o peludinho do forro só pode ser relaxante. Digo eu. :D Bisoussss

      Eliminar
    6. aquilo é uma almofada?? Os bebés não devem usar almofada... a minha filha só começou a usar aos dois anos e tal...

      Eliminar
    7. Anónimo, é um paninho...

      Eliminar
    8. Sou a Anónima das 22:54 outra vez. Talvez não me tenha explicado bem :) O paninho é para ajudar a adormecer, a própria S* o disse. Para mim, é demasiado estímulo, eu não escolheria tentar adormecer com algo assim junto a mim. Portanto, também não passaria algo assim para as mãos de um filho meu para o ajudar a adormecer. É simplesmente isto. Eu não disse que era feio! Por exemplo, gosto bastante de riscas, mas há alguns padrões com determinadas conjugações ou cores que me fazem confusão. É uma coisa minha. E também não disse que não devia dar este paninho ao seu filho (era o que mais faltava!), nem sequer a aconselhei nesse sentido, apesar do que chama de "exageros" serem factos científicos estudados e comprovados. Por mim, pode e deve fazer aquilo que achar e que resulte melhor :)
      Quanto à página da Panos e Companhia, não percebi a sua resposta. Eu até disse, em resposta ao primeiro Anónimo, que a página tinha coisas bastante bonitas, apesar de, pessoalmente, gostar menos do padrão dos cãezinhos. Não sei se isso ficou claro para si, espero que sim. Boa sorte para o resto da gravidez!

      Eliminar
    9. Anónima das 22h54, sim, eu percebi perfeitamente que gostou das peças da Panos & Companhia e que apenas não lhe agradou este padrão em específico. Mas, como lhe disse, este padrão foi pensado para mim... é o meu gosto, por isso para mim é mais-que-perfeito. :)

      Sinceramente, para mim são exageros. Lamento, mas é a forma como eu penso. Eu sempre tive colchas coloridas, almofadas floridas, e nunca foi por isso que deixei de dormir. Acho que é bem pior o facto de os meninos, nos dias de hoje, estarem muito com telemóveis, tablets e televisões. Factos científicos estudados e comprovados... bom, há gente que adormece em 2 segundos e gente - como eu - que precisa de uma hora para adormecer. Claro que as cores suaves são tranquilizantes... mas daí a facilitarem o sono, para mim, tendo por base a minha experiência, vai uma certa diferença. Tranquilizam, claro. Não acho que sejam decisivas. São opiniões. :) Acima de tudo, farei aquilo que sentir que é certo, quando o meu menino nascer. :) Felicidades e obrigada!

      Eliminar
    10. Cara S*, desculpe a insistência :) Mas está estudado e comprovado (sim, está) que as cores induzem certos estados de espírito e sensações. De forma, subtil, claro está! Ora, cores suaves transmitem tranquilidade (como a S* disse) e ajudam a entrar num estado tranquilo, facilitando o sono. Se funciona sempre e com toda a gente? Obviamente que não! Há pessoas mais e menos sensíveis a isto ou aquilo. Os cientistas e médicos que estudam estas coisas aconselham o público em geral com base no que funciona para a maioria, claro... Incomoda-me ligeiramente este "desfazer" na ciência com o simples argumento de "comigo não é assim". Já venho notando que se apoia em estudos científicos para reforçar uma ideia quando concorda com as conclusões deles mas que, pelo contrário, faz alguma troça quando não vão de encontro à sua opinião - nesse caso, o discurso é do género "que sabem eles...?".
      E depois, se a sua experiência é ter dormido toda a vida com mantas e almofadas coloridas e demorar uma hora para adormecer... Se me dissesse que sempre dormiu com cores tranquilizantes à sua volta e demora na mesma uma hora para adormecer, então sim, seria contrário ao que dizem os estudos. Assim, com o exemplo de si própria, nem por isso :)
      Pronto, fico-me por aqui... Não vou insistir mais até porque, como disse, isto não funciona da mesma maneira para absolutamente toda a gente. Oxalá o seu menino seja dos que dormem facilmente de qualquer das maneiras!
      Obrigada, felicidades para si também!

      Anónima das 22:54

      Eliminar
    11. Anónimo das 21h42, vai-me desculpar, mas eu acho que fui bem clara quando disse "para mim, são exageros". As pessoas têm sensibilidades diferentes a coisas diferentes e, repito, para mim, essa questão de se considerar que uma pessoa dorme melhor ou pior por causa das cores do quarto ou da roupa de cama é algo que não faz muito sentido. Não estou a fazer troça - e agradecia que não dissesse que o fiz, porque não fiz. Estou a dar a minha opinião. Não sou obrigada a concordar que esse seja um factor determinante. Para mim, não o é. Para mim. Não é desprezar a ciência, é pensar diferente. Se é tonto pensar diferente indo contra algo científico? Talvez. Mas tenho o direito a ter a minha opinião. Pode insistir à sua vontade, que eu manterei a minha opinião.

      Se há coisas que eu digo "sim senhora, entendo perfeitamente", há outras que não me provocam a mesma anuência. Concordo em absoluto que desligar a televisão meia hora antes de dormir ajuda a relaxar. Que ler um livro ajuda a relaxar. Que receber uma massagem ajuda a relaxar. Não consigo concordar que a cor das mantas ou de um pano (estamos a falar de um pano, recorde-se!!) seja tão decisivo como esses factores que agora enumerei.

      Por favor, não meta as minhas insónias na conversa, é o que lhe peço. "Eu sempre tive colchas coloridas, almofadas floridas, e nunca foi por isso que deixei de dormir", foi o que escrevi. Insónias, como já disse aqui no blogue várias vezes, só sei o que são há cerca de 6 anos, desde que comecei a trabalhar. As insónias são das responsabilidades e preocupações da vida adulta. Lhe garanto que antes dormia até às 13 horas, ao sábado e ao domingo, mesmo que tivesse uma colcha com todas as cores do arco-íris.

      Termino com a sua frase: "isto não funciona da mesma maneira para absolutamente toda a gente." É só isso que eu defendo. Se para si as cores suaves são imprescindíveis, para mim não o são. É só. :) Boa noite!

      Eliminar
  3. Belas fotos, os gatinhos são um must! Os crepes são recheados com quê?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coisas variadas... doces variados, morango, pêssego, etc... açúcar e canela... mel!

      Eliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.