Avançar para o conteúdo principal

Vaidades desportivas


Foram precisos 28 anos e dois pares de sapatilhas para descobrires que, afinal, és fã de calçado desportivo.

A minha irmã sempre usou sapatilhas, no Verão e no Inverno. Eu nunca usei. Não achava que me ficassem bem, achava que eram demasiado "desportivas" e "relaxadas". Até que, em Novembro de 2015, ela me deu umas New Balance nos nossos anos. Depois, no nosso aniversário de 2016, comprei umas Skechers. A verdade é que as sapatilhas estão cada vez mais bonitas e divertidas... E hoje, que resolvi de botins com tacão de 10 centímetros para o trabalho (ai...), só penso em comprar sapatilhas. Vão dar-me cá um jeitaço, especialmente tendo em conta que a minha vida agora tem de entrar em modo 'simplex' e descomplicado. :)

Podem ser estas todas, da New Balance:

Foto de Toq'na bola.

Foto de Toq'na bola.

NB New Balance 996 v3, Beige with Light Grey & Tan
Tão primaveris...

NB 70s Running 420 Pigskin, Clay with Black
Hiper femininas.

adidas - Gazelle Shoes Vapour Pink/White/Gold Metallic BB5472
Ou as Gazelle, da Adidas, em rosinha.



Comentários

  1. As da gazelle no site da adidas estao em promoção. É à confiança, ja la comprei:)

    ResponderEliminar
  2. As primeiras são tão lindas! Eu dantes também nunca usava ténis, a não ser para o ginásio. Mas de há uns 2 ou 3 anos para cá é para esquecer! Acho que já tenho mais ténis do que botas :P

    ResponderEliminar
  3. ADORO todos os modelos excepto aqueles mais brilhantes. Adoro, mesmo! Cada vez mais na moda, sem desprezar o nosso lado feminino :)

    ResponderEliminar
  4. Sou uma adepta confessa de sapatos rasos e desde que me conheço que tenho sempre um par de sapatilhas cá por casa, excluindo as de correr. Adoro saltos mas o meu estilo de vida não se coaduna com o seu uso..
    Adoro os modelos Gazelle! São lindos lindos!
    Beijinho
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
  5. As Gazelle são lindas (= eu ando tentada a comprar umas New Balance, mas ainda não me decidi!

    ResponderEliminar
  6. Gostei muito das primeiras e das últimas. Já usei muitos ténis em tempos, entretanto deixei de usar e a preferir sapatos mais formais e botas e botins. Agora também estou a voltar às sapatinhas e se não fossem o preço da maioria delas acredita que já estava de armário cheio!

    ResponderEliminar
  7. Adoro as segundas e terceiras. Adoro sapatilhas, são confortáveis e dão muito estilo a alguns looks. Daniela Torres

    ResponderEliminar
  8. Gosto tanto das últimas, tão lindas! Também sou fã de calçado confortável embora, para o trabalho, sacrifique um bocadinho o conforto em prol do dress code necessário.

    ResponderEliminar
  9. Eu ando quase todos os dias de ténis, com calças, saias, vestidos, até com saias midi. As Gazelle são lindas!

    ResponderEliminar
  10. Eu sempre que posso ando de sapatilhas. Tenho imensos pares! Ando a namorar as New Balance que colocaste em segundo. :)

    ResponderEliminar
  11. Como assim 28 anos?? FOGO!! Não conhecem outra coisa os meus pés! =P

    Da´-lhe, miúda! Ainda vais bem a tempo! hahaha!

    Um beijinho dourado

    ResponderEliminar
  12. Confesso que não sou fã de ténis, mas esses da adidas são qualquer coisa... Que lindos.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  13. Adoro ténis, são super práticos e confortáveis *.*
    Das que tens aqui... adoro todos :D

    Beijinhos
    O blog da Mó | Instagram

    ResponderEliminar
  14. Gosto tanto das gazelle...uma dica, as gazelle da secção secção júnior ficam mais baratas ;)

    ResponderEliminar
  15. Tal como eu antes achava que não ficava bem ir de sapatilhas para o trabalho. A verdade é que apaixonei-me pelas stan Smith da adidas e sempre que andava com elas sentia-me tão confortável! Até que no meu aniversário o meu namorado deu-me umas new balance (o mesmo modelo que as terceiras do post, mas noutra cor) e tenho a dizer que são umas verdadeiras pantufas! Ele já me tinha dito que as new balance são as sapatilhas mais confortáveis e eu tenho de concordar!!
    https://jusajublog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. São um calçado para todo o ano. Pena eu ser rosa baixa.. Bjo, mãe Maria em www.sermaeateaofim.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Fiquei de olho nos primeiros e nos últimos
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Desde há uns dois ou três anos que me tornei fã de tênis! =) As Gazelle são bem giras! =)

    beijinho

    ResponderEliminar
  19. As gazelle em rosa também adoro MUITO :)

    ResponderEliminar
  20. Adoro todas as que partilhaste, mas é tudo tão carooooo!!

    ResponderEliminar
  21. Nunca comentei o teu blog, mas sigo de perto ahah
    Antes de mais: parabéns pelo Rafael :) De tudo o que já li acerca das tuas possíveis "escolhas" para a forma como vais gerir a maternidade, penso que darás uma excelente mãe :)
    Quanto às sapatilhas: sou mega fã!! Adoro sapatilhas, seja de que tipo for, verão, inverno, chuva ou sol. Por vezes não me identifico com as tuas escolhas de roupa/calçado, mas nisto acertaste em cheio: usava todas se pudesse ahah
    Beijinhos e felicidades, Maria

    ResponderEliminar
  22. Fora a ocasião própria para o seu uso (ginásio) é raro usar. Não gosto de usar, não me sinto confortável, não me sinto gira, e se usar muito tempo seguido a minha ciática vem logo queixar se. Também raramente uso sapatos rasos, lá está, a ciática.

    Para mim, sapatos confortáveis têm que ter entre 3 a 5 cm de tacão.

    ResponderEliminar
  23. ando há algum tempo a querer as últimas!

    ResponderEliminar
  24. Olha, identifico-me :) durante muito tempo, toda eu era botas, sabrinas, havaianas, sandálias... Nunca ténis. Agora, já gosto! Já há muitos assim giros :)

    ResponderEliminar
  25. Engraçado, como até há bem pouco tempo, também não achava piada nenhuma a sapatilhas... achava-as "desportivas" demais. Agora já tenho 3, e ando a namorar mais umas quantas!! Beijinhos da (Liliana Filipa do Instagram!)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.