segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Dicas de mães e pais


Olá gente do bem e mães e pais em particular. Esta 'naba' que vos escreve teve a sorte de ser a segunda gémea a engravidar. Herdei imensa coisa para o meu bebé - berço principal, espreguiçadeira, andarilho para quando começar a andar, banheira, roupa de cama... E ainda tenho caixotes e caixotes de roupa do sobrinho para ir buscar. Os meus sogros ofereceram já uma cama de solteiro (que era do pai da criança) e uma mesinha de apoio da mesma gama para pormos no quarto do bebé. Eu queria uma cama de solteiro bonita (e esta é!) para servir de "sofá" e para apoiar o bebé nas mudanças de roupa, fraldas, coisas do género. Essa parte está feita. A minha irmã e o meu cunhado ofereceram já uma cómoda linda e um candeeiro para o quarto do bebé, tendo tido o cuidado de escolher a mesma cor de madeira do berço. Também já me deram um tapete colorido lindíssimo. Resumindo e concluindo: já tenho o quarto todo. :) Só quero esperar pela Primavera para pintar o quarto de amarelo, com uma parede cor-de-laranja... De resto, vai ser só decorar. Felizmente já tenho todos os bens grandes e mais caros - sendo que vou ficar também com o carrinho do sobrinho, que apenas precisa de "forros" novos. 

Posto isto, a minha irmã tem-me dado dicas. Dicas daquelas que eu, pessoa inexperiente, nem fazia a mais pequena ideia: que o álcool tem de ser mais suave do que o álcool dos adultos, que existem algodões para tudo e mais alguma coisa. :P

Também já sei que tenho de comprar uma máquina de nebulização. Bombas para o leite não vou comprar, pois primeiro tenho de ver como reage o meu corpo e não vou comprar o que não sei se vou usar.

Já comprei quatro packs de fraldas Libero, que dizem ser as melhores para as primeiras semanas de vida. Depois, em princípio, vou comprar das do Pingo Doce, que sempre foram as que o sobrinho usou e que têm saído uma maravilha.

Posto isto, vamos lá ajudar-me a fazer uma lista das coisas que vão fazer mesmo-mesmo falta e que já posso ir comprando? Coisas úteis, please. Não me digam para comprar fraldas de pano, que eu sou amiga do ambiente, mas também sou amiga da minha paciência e vou optar por fraldas descartáveis.

Obrigada. :)




128 comentários:

  1. Bodies e baby grows em abundância. Nos primeiros tempos são do melhor. Ainda que a tendência seja vesti los mais a preceito. E meínhas. Os bebés arrefecem as estremidades com frequência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não quero saber de vestir o bebé a preceito. Já recebi muitos bodies e adoro bonecada. :)

      Eliminar
  2. Olha, lembrei-me de uma coisa que me deu imenso jeito e agora até está em saldos: sacos-cama para ele dormir. Há alguns que dão para encurtar ou esticar e dão para algum tempo, tipo dois Invernos. Eu comprei na vertbaudet, não conheço outros, nesta marca têm uma indicação de quão quentes são, lê as descrições.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro! Herdei um da mana e já comprei outro. :)

      Eliminar
    2. Alô S* e Goldfish!
      Os sacos-cama são realmente ótimos, mas depende um bocadinho do bebé que tiveres. O meu, a partir dos 5 meses, quando se começou a virar ao dormir, nunca mais quis dormir tapado e então sentir-se preso dentro de um saco-cama nem pensar.
      O meu conselho é que nos primeiros tempos (tipo mês e meio) uses as mantinhas para fazer o "embrulho" - resulta com quase todos os bebés - e depois uses o saco-cama enquanto der. Mas dois é suficiente até veres que tipo de bebé vais ter ;)

      Eliminar
    3. O Ikea também tem uns bons e a C&A também.
      (A pré-natal também mas são bem mais caros)
      Pelo menos essa foi a minha experiência.

      Eliminar
    4. A Alexx tem razão, quanto tempo os usam depende! O meu só deixou de os usar com 3 anos e foi porque deixaram de lhe servir - quando começou a mexer-se dominou a técnica de levantar-se, sentar-se, andar, sempre enfiado no saco-cama. Tinha o seu quê de cómico. :)

      Eliminar
    5. O meu também foi como o da Goldfish. Aliás tem quase 8 anos e no ano passado com a moda dos macacões/pijamas grandes ainda lhe comprei 1 para servir de saco-cama pois o miúdo continua a descobrir-se todo durante a noite e a andar de um lado para o outro na cama.

      Eliminar
  3. Pumbas:

    http://omeubemestar.blogspot.pt/2016/10/a-lista-interminavel-do-enxoval-do-meu.html

    :P

    ResponderEliminar
  4. (Andarilhos não estão recomendados e os nebulizadores... Enfim. Acho que é a mesma situação da bomba: compras quando precisares e pronto!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andarilhos não recomendados por que motivo? Nebulizador é algo mais caro e que acredito que faça sempre falta. O sobrinho tem usado imenso, pobrezinho...

      Eliminar
    2. Arranja um play center, quase igual ao andarilho, mas não tem rodas, dá para o bebé rodar em volta e tens a opção "abanar" ou não.

      Eliminar
    3. Pela probabilidade de acidentes. :) Como diz o pediatra Mário Cordeiro " Nunca nenhuma criança sofreu por não ter andarilho mas, inversamente, já muitas faleceram e ficaram gravemente feridas por usarem andarilhos".
      E faço como a Joana, se não for abusar :) (é mais fácil assim):
      http://andolaporfora.blogspot.fr/2016/11/dicas-6-lista-de-coisas-comprar-para-um.html

      Também concordo com a Joana quanto ao nebulizador (e à bomba e ao esterilizador de biberões): comprar apenas se necessário. Escreve o modelo que queres num papel e em caso de necessidade pedes ao namorado para ir comprar, sem estarem preocupados na altura a pesquisar quais os melhores, preços, etc. A minha filha tem 14 meses e nunca precisou de nebulizador. Talvez o Rafael tenha a mesma sorte. :) Mas claro é apenas uma dica.

      Eliminar
    4. os andarilhos ao contrário do que antigamente se pensava, não ajudam o bebé a andar mais cedo, não o ensinam. É um mito! E há muitos mais acidentes quando andam com o andarilho porque conseguem chegar a certos sítios que sem ele não iam conseguir. Trabalhei numa loja com coisas para bebés e explicavam isso.

      Eliminar
    5. por questões de segurança os andarilhos não sao recomendados. Até pensei que fosse uma informação do conhecimento geral. Acho até que deviam ser retirados do mercado.
      A minha mais velha já faz 19 anos e já na altura não comprei.
      Serei a unica pessoa que so começa a fazer o enxoval aos 6 ou 7 meses de gravidez?
      Chegada essa altura, ainda só tinha a mercadoria pesada, fora a alcofa que na ultima gravidez comprei 2 semanas antes do parto.

      Eliminar
    6. Não sendo eu mãe, mas irmã mais velha, tia e madrinha, sempre ouvi dizer que o andarilho não é o mais adequado para ajudar o bebé a andar, porque na verdade pode deformar as pernas e são causa de muitos acidentes. Mas uma pesquisa rápida sobre o assunto certamente te ajudará a tomar a decisão que seja melhor para o teu bebé.

      Eliminar
    7. Pelo que sei o andarilho não é recomendado pelos acidentes, pelo facto de não ajudarem os bebés a andarem e pela possibilidade de provocarem danos na coluna a longo prazo (os bebés fazem muita pressão na mesma quando se sentam e não estão numa boa posição). Isto foi-me dito pelo pediatra do meu filho há uns 8 anos atrás, na opinião dele os andarilhos nem deviam poder ser legalmente vendidos.

      Eliminar
    8. Anónimo10 de janeiro de 2017 às 01:32 a minha última gravidez foi de risco. Às 30 semanas estava eu no hospital em trabalho de parto "do nada", por acaso conseguiram parar atempadamente mas passei as 8 semanas seguintes internada. Cada um faz o melhor que entender mas eu jamais adiaria tanto a compra do enxoval, pelo menos o essencial para os dias que se seguem ao parto.

      Eliminar
    9. Confere. Eu comprei porque me disseram que era "essencial". Depois contei à pediatra que ficou a olhar para mim e encolheu os ombros. Não só podem nunca ser necessários (15 meses e nunca precisei) como há opções melhores em caso de necessidade. Fui devolver à fármacia :)

      Eliminar
    10. Em alguns países já foram proibidos.

      Eliminar
    11. Ao Anónimo de 10 de janeiro Às 10:26.
      Se me tivesse acontecido o mesmo, duvido que as roupas que tivesse serviriam para alguma coisa!!
      Às 30 semanas, para além das roupas ficarem enormes, um bebé vai para a incubadora e... pasme-se, não tem roupas. Uma vez fora da incubadora, terão que ser vestidos com roupas próprias para prematuros

      Eliminar
    12. Acho que não percebeu a questão tem a ver com preparar o enxoval depois das 28/30 semanas quando as indicações são para ter a mala pronta nessa fase.
      A questão nem tem a ver com o facto de nascer prematuro, aí obviamente tem de se comprar aquelas peças que faltam à pressa. Mas não tem de se fazer o enxoval todo à pressa e sem se poder sequer sair normalmente (não se vai para o shopping com um prematuro).
      Eu passei cerca de 8 semanas de cama. Se não tivesse o meu enxoval pronto quem o ia fazer? Quem ia comprar as coisas do bebé? E o stress que isso faria? Saber que tinha um bebé a precisar de 1001 cuidados e eu sem sequer ter o básico em casa?
      Compreende isso?

      Eliminar
    13. Nebulizador, não há necessidade de compartes já, porque não sabes se vais precisar.
      O nosso pediatra apenas recomendou (quando foi preciso) o uso de camara expansora.

      Eliminar
  5. Não sou mãe, por isso neste campo não te posso dar dicas... Mas quando falas em álcool referes-te ao de tampa amarela? Eu fiquei há algum tempo a saber que todos devíamos usar desse, porque seja sua composição é único com poder verdadeiramente anti-séptico, o de tampa azul é bom para limpar e assar chouriças!
    Opinião pessoal, que vale o que vale, eu não pintava uma parede de laranja para um bebé, não duvido que fique giro mas está provado que cores demasiado vivas e fortes (e o laranja é uma cor quente!) são potenciadoras de um ambiente stressante ou de mais agressividade até... Cores mais suaves acalmam e relaxam (até os adultos, quanto mais um bebé... Eu não pintava isso nos próximos anos)... Mas isto é o que eu faria :-) beijinhos e tudo a correr bem com vocês todos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, desculpa mas não me expressei bem. Será amarelo e laranja, em princípio, mas tudo clarinho. Como tons pastel. Nunca ia ser um laranja forte... mais salmão, provavelmente. :)

      Não sei bem a cor da tampa do álcool... mas creio que a minha irmã me disse 70% álcool. Tenho de investigar.

      Eliminar
    2. Ok!
      O álcool de 70% tem tampa amarela para se distinguir facilmente do azul, que tem maior concentração, vais reparar nisso :-)

      Eliminar
    3. Pura curiosidade: para que usam o álcool? Nunca comprámos para ela (a não ser para limpar superfícies, mas não a bebé :) ). Para o cordão umbilical?

      Eliminar
    4. Laranja e amarelo, fortes ou suaves.... Nunca seriam escolha e pelo tom do mobiliario que ja tens e tapete nao me parece a melhor opção.
      Sou mais para cores neutras e suaves, como o branco, muito branco, bege ou cinza ou rosa suave no caso de uma menina.

      Eliminar
    5. No meu 1º filho também usei para limpar o cordão umbilical mas as novas directrizes dizem para não usar álcool na limpeza do cordão umbilical. Por acaso soube recentemente e fiquei mesmo admirada.

      Eliminar
    6. Anónimo das 10:28

      Ah, bem me parecia que tinha lido em qualquer lado que já não recomendam o uso do álcool na limpeza do cordão umbilical, mas como estou fora de Portugal estava sem certezas de como as coisas se passariam aí. :) A nós disseram que o mais importante era secar bem e na maternidade deram-nos um anti-séptico. Mas acho que é daquelas coisas que ainda não está completamente implementada, pelo que cada maternidade e cada casal faz à sua maneira.

      Eliminar
  6. Em relação aos stocks de fraldas/produtos de higiene, etc o conselho que eu daria é para evitar comprar em demasia pois no caso de o bebé faça alergia ficas com muito dinheiro empatado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tenho esse receio... acho que vou optar por ir poupando esse dinheiro e juntando!

      Eliminar
    2. Exacto, até porque também se corre o risco de eles passarem mais rápido por um tamanho e depois também sobrarem
      Fraldas desse tamanho.

      Eliminar
    3. Deixo a dica de optares por comprar primeiro um kit-viagem de produtos de higiene da marca que mais gostares. Se o Rafael fizer alergia, não choras o dinheiro gasto porque não será muito. Se não fizer, depois podes comprar tamanhos maiores. Penso que em Portugal há sites que oferecem amostras também. No nosso caso, comprámos um kit, a farmácia ofereceu outro e a maternidade também nos deu amostras, por acaso tudo da mesma marca, por isso passaram-se muitos meses antes de ter de comprar embalagens maiores. :)

      Eliminar
    4. Se encontrares boas promoções, nomeadamente de fraldas, o que se pode ir fazendo é comprar por exemplo 1 pacote de cada e assim aproveita-se as promoções e ao mesmo tempo faz-se o teste às fraldas que eles se adaptam/que mais gostámos.

      Por exemplo o meu filho não fez alergia a fralda nenhuma mas eu só consegui usar Dodot porque todas as outras fraldas deixavam sair tudo (apesar de usualmente se trocar a fralda de 3h em 3h no inicio... ou seja, o que poupava ao comprar fraldas mais baratas não pagava o que gastava em produtos, água e luz (já para não falar na falta de roupa constantemente porque estava tudo cheio de xixi ou do nº 2).

      Também estou grávida novamente e quero experimentar novamente diversas marcas para ver qual a melhor para o bebé. Até ao momento comprei uma embalagem da bio baby (biodegradáveis) e uma da dodot sensitive recém-nascido. Também faço intenções de experimentar novamente as libero e as marcas brancas, afinal só porque não funcionaram com um bebé não significa que não funcionem com este :)

      Eliminar
  7. Nunca usei máquina de nébulisation, nem sabia que isso existia, o meu filho teve 2 bronqueolites nos seus primeiros 8 meses de vida e nunca mais teve problemas respiratórios.
    Nunca perdeu o apetite (mamava bem sempre), e resolvi o problema dos brônquios tapados batendo nas costas com a mão em concha depois do banho antes de ir para a cama.
    Ou seja, põe o dinheiro de lado para a máquina, mas compra só se precisares.
    Eu montes de merdices que comprei para por nas mamas e desinfectar as mamas e assim, praticamente nunca utilizei.

    ResponderEliminar
  8. Sobre os andarilhos: http://www.educare.pt/opiniao/artigo/ver/?id=11587&langid=1

    ResponderEliminar
  9. O álcool que se deve usar para a desinfecção do cordão umbilical nos primeiros dias é o álcool puro, sem cetrimida. ;) felicidades!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se põe alcool no umbigo dos bebés. Sobre esses temas deixem a Sónia receber conselhos médicos que é melhor.

      Eliminar
    2. Sou enfermeira especialista em Saúde Infantil e continuo a recomendar o álcool. Se é estritamente necessário? Não. Mas não é desaconselhado por nenhum motivo. Começa a deixar de se usar nas maternidades, quem sabe por contenção de custos... :S

      Eliminar
    3. O mais comum, e que continua a ser eficaz, é a utilização de álcool puro. Agora já existem nas farmácias outras soluções antissépticas (por exemplo, Diaseptyl da Ducray) que facilitam a cicatrização, mais que o álcool, mas ainda são relativamente desconhecidas.

      Eliminar
  10. acho que se chama marsúpido. A partir de certa idade (poucos meses) os bebés A D O R A M andam virados para a frente ao nosso nível. :)

    ResponderEliminar
  11. Amarelo e laranja para um quarto de bebé?!

    ResponderEliminar
  12. Eu não compraria já a máquina de nebulização. Eu tenho uma filha com 5 anos e um filho com 2 anos que nunca precisaram.

    ResponderEliminar
  13. Eu também fui herdando mas nunca me arrependi de gastar dinheiro em cadeiras auto, das boas.

    ResponderEliminar
  14. Bom dia S*!
    Na verdade, o que tu precisas para o teu bebé depende do tipo de pais que tu e o teu marido são ou querem ser. Há quem compre tudo e mais alguma coisa de acordo com as últimas tendências e normas, outros há que são mais relaxados e vão comprando à medida que vão precisando.
    Por exemplo: a bomba e o nebulizador acho que só deves comprar se vier a ser necessário por serem coisas caras e que podem nem vir a ser precisas :)
    No que diz respeito a alimentação: Esterilizador de biberões (os de microondas são ótimos, mas a verdade é que podes pôr numa panela a ferver ou então, como já se recomenda em alguns casos, nem esterilizar e pôr apenas na máquina da loiça); escorredor de biberões (se tiveres, dá jeito, porque secam melhor, se não tiveres também não é fundamental); biberões e chupetas - não vale a pena comprares muitos, porque a mama pode correr bem e, mesmo que não corra, o bebé pode ser esquisito (que o diga o meu filho que só gostava das tetinas da NUK). De qualquer das formas, nós só tivemos 3 biberões e 1 para a água e serviram durante todo o tempo que o Tiago bebeu leitinho. Com as chupetas, a questão da tetina é igual, por isso não vale a pena investir antes de o bebé experimentar.
    Para o quarto, a minha única sugestão é uma alcofa para as primeiras noites, é mais pequenina do que a cama de grades, ele fica mais aconchegadinho - no entanto, para o Tiago só durou até aos 3 meses porque depois ele começou a mexer-se muito. O "embrulho" de que falei no outro comentário também é ótimo - por isso mantinhas ou fraldas xxl de linho para o embrulhar bem :)
    E depois, na verdade, depende do filho que tiveres.
    O mais importante, vai correr tudo bem :D

    ResponderEliminar
  15. Ahhh e adoro as cores escolhidas para o quarto do bebé :D
    O do Tiago é azul e vermelho, nada de tons pastel, e ele sempre dormiu bem e sossegadinho ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ser dos Tiagos....tb pintei o quarto do meu de amarelo e laranja e sempre dormiu bem....e a maior parte das vezes 9/1o horas...

      Eliminar
    2. Filipa, os Tiagos são a melhor coisa do mundo (A S* dirá que são os Rafael eheheheh) ;)

      Eliminar
  16. Olá Su! Quanto ao andarilho...eu usei há muitos anos atrás ^^ e aconteceram duas situações desagradáveis: consegui abrir a porta de casa e caí das escadas do prédio (felizmente só fiz um arranhão na cara...é como diz o ditado "ao menino e ao borracho, Deus põe a mão por baixo" e é verdade, mas é preciso ter muito cuidado e nunca, mas nunca facilitar) e habituei-me a andar em bicos de pés (porque no ínício não conseguia apoiar completamente o pé no chão) e, consequentemente, até aos dois anos e meio só andava mesmo em bicos de pés, tipo bailarina...mas só que sempre lol. Acho que é por isso que alguns pediatras desaconselham...no meu caso não comecei a andar mais cedo (foi mesmo aos 15 meses) e fiquei com um vício no andar (que felizmente passou, fiquei só com umas pernas, até hoje, mais musculadas). Apesar da pediatra da minha princesa até ter aconselhado, pela minha experiência e por ler opiniões de outros médicos não comprei. Ela tem 16 meses e começou a andar também aos 15, como eu, mas sem andarilho. Acho que cada bébé tem o seu timing e o andarilho não me parece que faça "A" diferença.
    Se não tens cadeira da papa (não vi no texto) podes aproveitar as feiras de bébé, que devem estar aí a rebentar, para comprar com desconto.
    Quanto ao resto, e uma vez que já tens a puericultura pesada e roupa com fartura ^^, acho que podes ir comprando conforme a necessidade. Comprei muita coisa que, hoje, não compraria ou compraria diferente.

    ResponderEliminar
  17. Nao invistas no nebulizador. tenho uma filha de 2 anos... NUNCA precisei disso.
    Mesmo! se precisares depois compras, mas a partida nao vais precisar (os pediatras tentam mesmo que uses outras soluções, a nao ser que sejam casos mais sérios... mas é partir do principio que vais ter doenças logo).

    O que me ajudou mesmo:
    Sacos para dormir
    Intercomunicador
    Ginásio
    Berço pequenino para ter ao lado da cama
    Bomba de leite (mas percebo e dá para comprar depois -de qualquer forma se comprares, sem duvida, eletrica
    Mala de maternidade
    Almofada de amamentação (alem de dar de mamar, é ótima para estarem deitados a fazer sestas, ou mesmo acordados e ficam super protegidos)
    Mantas (evitar tecidos potenciais alergicos)

    FM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As almofadas de amamentar para colocar os bebés a dormir é algo muito perigoso. Existem inúmeros relatos de mortes nessas circunstâncias.

      Eliminar
    2. Nao se for uma sesta, na sala com os pais lá... Obvio que nao é a noite...

      FM

      Eliminar
  18. Eu quando tive a minha filha deram me um muda fraldas, e eu achava que como tinha uma cama de solteiro era desnecessário, mas aquilo ajuda muito como é mais alto não estás tão dobrada evitando as dores de costas. A minha com 2 anos ainda usava aquilo. Agora fomos para casa dos meus pais e não tenho sítio para o pôr e tenho a cama de solteiro que os meus pais têm mas ando cheia de dores de costas e ainda não estou lá a um mês. E aquilo como tem vários compartimentos eu colocava lá as fraldas os toalhetes e os cremes e assim estava tudo à mão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo: muda-fraldas e banheira com pés para ser mais fácil lavar e mudar fraldas poupando as nossas costas. Cada vez que vou de férias e tenho de andar a mudar fraldas na cama sinto logo as costas a reclamar. Isso e uma cama de grades cujo estrada possa estar mais alto inicialmente, pois é mais fácil pegar no bebé não forçando as costas. :)

      Eliminar
    2. Concordo, os trocadores dão imenso jeito.

      Eliminar
    3. Eu banheira de pés não tinha, o que fiz foi colocar a banheira dela em cima de uma comoda, as minhas costas agradeciam. O pai depois levava a banheira para o wc para ser despejada. Sim também tive a cama com 2 pontos de altura e era uma maravilha. E eu como fiz cesariana e tive algumas complicações não me podia baixar e assim consegui fazer tudo a minha bebé.

      Eliminar
  19. Ah! Purelan! Trust me!

    FM

    ResponderEliminar
  20. Em relação ao nebulizador eu não compraria excepto se conseguires um com um excelente preço/promoção imensa.
    Por vários motivos: podes nunca precisar. Mesmo que precises se não tiveres dinheiro no momento existe uma empresa que empresta o equipamento de forma gratuita através do SNS. E se precisares mesmo ou quiseres comprar depois de precisares podes sempre comprar à posteriori.

    Eu por acaso tenho. O meu filho precisou inúmerass vezes, depois também teve a recomendação do pediatra para utilizar em determinadas situações para evitar piorar, mesmo sem medicação, só com soro e como era usada tantas vezes achei que compensava comprar.
    Mas o meu filho era um exagero, estava mesmo sempre doente e entre medicação, vacinas, vacinas orais, etc cheguei a gastar aos 200€/mês só em medicação durante os meses de inverno. Depois foi operado às adenoides, amigdalas e aos ouvidos e nunca mais ficou com gripe (pelo menos até ao dia de hoje, já lá vão 2 anos).
    Mas conheço imensas crianças que nunca tiveram de usar, outras que só usaram esporadicamente. Como o filho de uma prima minha a quem emprestei a máquina uma ou duas vezes...mas é tão raro precisarem que não lhes compensa comprar a máquina.

    ResponderEliminar
  21. Algo que me deu imenso jeito, pensando na mamã, no pós-parto e subida do leite, foram aqueles discos de amamentação térmicos (eu tinha os da avent). Deu-me imenso jeito porque ajudava a acalmar o ardor e até mesmo o calor (no modo frio) quando estava com a subida do leite. E no modo quente ajuda mesmo na estimulação. Lembrei-me disto porque na minha altura ninguém me falou desta parte e eu fiquei um pouco perdida no meio da dor (não te assustes porque aguenta-se!) mas eu não sabia bem o que fazer para aliviar. Sei que somos todas diferentes e eu só precisei durante 3/4 dias, porque depois passou, mas fica aqui a dica caso precises :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu usei-os com outra finalidade (secar o leite sem recorrer a medicação) mas é verdade que usados frios alivia muito as dores (e também ouvi dizer que quentes ajudam a que o leite saia melhor facilitando a mamada). São uma boa compra, de facto. :)

      Eliminar
    2. Ah boa! Pode ter essa finalidade, é bom saber, eu ainda não cheguei à parte de secar :) mas em breve chegarei. Vamos ver como corre :)

      Eliminar
    3. EscritaDela, eu saí da maternidade já sem amamentar mas ainda passei em casa pela subida do leite. Como onde estou não dão medicação para secar o leite, os médicos aconselharam a colocar compressas frias (usei esses discos, pequena maravilha) e a usar um soutien de desporto 24h por dia, bem justinho. Não sei como será secar o leite depois de meses a amamentar mas ficam as dicas. :)

      Eliminar
    4. Eu tive leite durante um pouco mais de 7 anos. Amamentei durante 18 meses e depois fui tendo leite (quando fazia apalpação da mama saía sempre líquido esbranquiçado e gorduroso), mas o médico recusava se a receitar medicamentos para secar porque eu não tinha dores. Só foi chato andar 6 anos a fazê análises anuais para ter a certeza que o líquido era leite...

      Eliminar
    5. Não sabia que os médicos recusavam receitar medicamentos para secar o leite :/ 6 anos é muito tempo!!
      Mas eu até pensava quq não estimulando a mama que o leite secaria naturalmente...mas parece que há casos e casos :(

      Eliminar
    6. EscritaDela

      No meu caso, estou em França e eles consideram que devido aos riscos que a medicação para secar o leite pode provocar, não compensa correr esses mesmos riscos, preferindo assim que o leite seque naturalmente (que é o que acontece geralmente).
      Mas de facto o caso da R é um extremo, não sei como aqui actuariam nesta situação. Espero que entretanto já tenha passado. :)

      Eliminar
    7. Mas não me incomodava nada,não tinha dores, nem perdas, nem inchassos, só que sempre que fazia a palpação da mama e espremia o bico do peito tinha um líquido esbranquiçado e gorduroso (o meu leite era muito forte, o miúdo em amamentação exclusiva engordava 500 g por semana, e se guardasse no frigorífico ganhava uma camada de gordura de quase 1cm). Claro que depois sempre que ia ao ginecologista anualmente ele receitava a análise (acho que é à prolactina).
      Como nunca me incomodou, também nunca chateei muito o médico, nem quis comprar por auto recreação minha.
      Por coincidência, a falar com uma tia, ele disse que teve sempre leite, desde o primeiro filho, e depois de ter o segundo por volta dos 30 até à menopausa, sem incómodos nenhuns também.
      Olha, eu foi só 7 anos...

      Eliminar
  22. ola e antes de mais parabens pela tua gravidez..os nossos filhos sao o melhor de nós! Deste teu texto a unica coisa que retirava era a maquina de nebulizações..O meu pediatra e a minha medica de familia nao aconselham de todo..aconselham sim a camara expansora..mas tb tens tempo de adquirir uma! Eu so comprei a camara expansora quando o meu filho teve uma brinquiolite e tinha ele já 13 meses! Por isso nao precisas de ir a correr compraR! Compra um corta unhas ou lima que as unhas dos bebes crescem assutadoramente! Cremes e gel de banho compra mas nao compres excessivamente por que o teu filho pode fazer reacçao! A minha marca de eleição até hoje é a Uriage...Comprei compressas para limpar o rabinho em casa em detrimento das toalhitas que so usava quando saia...de resto concordo com tudo o que colocaste..As fraldas tb usei da Libero até ele completar um mes de vida e depois intercalei entre Dodot e Pingo Doce!

    ResponderEliminar
  23. sling de argolas ou pano :) babywearing ergonómico :) óptimo para deixar as mãos livres e dar colo ao mesmo tempo Há grupos de facebook óptimos para teres mais informação, por exemplo "Babywearing Portugal"

    Natacha

    ResponderEliminar
  24. Fraldas dodot sensitive a começar no tamanho 1,toalhitas, resguardos descartaveis para mudar a fralda, compressas de tecido não tecido para limpares tudo o que for necessário e existe em vários tamanhos, soro fisiológico unidoses (para lavar olhos e nariz e cara e o que for necessário). Aquecedor de biberons( vais usar sempre mais cedo ou mais tarde, digo eu...principalmente se estiver frio ou para aquecer leite congelado). Mitosil para a muda da fralda ou halibut muda da fralda e depois mitodil oxido de zinco quando houver assadura ou rabinho mais irritado. Chupetas de borracha...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Onde encontram compressas de tecido não tecido baratas?

      Eliminar
    2. Sei que há na Wells e no pingo doce, sendo as do pingo doce mais baratas (ambas 100 unidades), não sei é os tamanhos.

      Eliminar
  25. Nunca comprei nebulizador e tenho 3 filhos! Quando estavam mais entupidos, a conselho do pediatra, fechava-me na casa de banho com o do meio e enchia a banheira de água quente.
    Se algum tivesse precisado a sério, claro que o teria comprado.
    Parece-me uma compra bastante prematura, cara e com possiblidade de não vir a fazer falta.

    ResponderEliminar
  26. O gustavo ja tem cinco semanas e eu ainda não usei alcool! O que é bons para uns pode nao ser para outros... infelizmente nao amamentei, mesmo comprando bomba a coisa nao correru bem, mas a almofada ainda me da muito jeito para os biberons! A minha esperguiçadeira vibra e eu acho essencial, consigo entretê-lo. Fraldas só uso dodot... usei cinco pacotes sensitive tamanho 1 e agora estou no tamanho dois. Não uso toalhitas, só compressas e a agua da uriage.

    ResponderEliminar
  27. como tenhos dois cães, levo o bebé à rua num pano elástico. Comprei o meu na mãe natureza. Na amazon uk tb comprei muita coisa:kit dr brown (biberons e esterilizador), biberons mam, bolsa de higiene tommy tippe, girafa sofia, infacol...

    ResponderEliminar
  28. Nunca experimentei, mas dizem que os nebulizadores do LIDL são bons e custam à volta de 40euros

    ResponderEliminar
  29. Para mim, fraldas só dodot ou Chicco.
    intercomunicador
    biberão Dr. Brown anti cólicas- há cá em portugal.
    toalhitas dodot sensitive

    ResponderEliminar
  30. Eu sei que disseste nada de fraldas de pano mas sim, fraldas de pano, para limpar tudo e mais alguma coisa no princípio. Muitas!

    Um muda fraldas mas, se ainda não tens, então daqueles insufláveis do IKEA, não um móvel extra que depois não serve para nada.

    Se ainda não tiveres banheira, a mim deram-me uma que tem uma espécie de assento e é óptima porque temos na mesma de ter atenção para que não se afogue, mas não estamos a fazer força a segurá-la nem cheios de medo que nos escorregue.

    Por último, se comprares roupa, que aparentemente não precisas, tudo o que fechar à frente é muito mais prático - e idealmente até com fecho éclair, mas isso encontro só quase nas marcas americanas. Mas isto sou eu que ignoro todas as tendências e conto pelos dedos os dias em que ela não andou de babygrow, o mais prático possível (e não menos giro possível) :)

    (o conselho dos tamanhos de viagem é bom, também fiz isso!)(o conselho que não me deram mas teria sido útil: se quiseres amamentar e por algum motivo, qualquer que seja, estiveres a ter dificuldades, pede logo ajuda, e se a dos enfermeiros da maternidade não estiver a ser suficiente, de alguém de fora que se especialize nisso, e arranja logo uma bomba - eu tenho as duas da Medela, a electrica é melhor para estar em casa porque te liberta uma mão, mas faz barulho, não dá para trabalhar, a manual para minha grande surpresa é igualmenteeficaz
    Se comprares roupa

    ResponderEliminar
  31. Eu riscaria definitivamente o andarilho, o nebulizador só compraria quando (e se) for preciso. Acrescentava um intercomunicador, não precisa de ser com câmaras e essas coisas todas, um modelo básico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo o intercomunicador depende do tamanho da casa (e de quando o bebé passar para o quarto sozinho). A minha casa não é muito grande por isso durante as sestas dela, eu oiço perfeitamente quando ela acorda mesmo que esteja noutra divisão, e à noite como ainda dorme no nosso quarto acordo quando me chama de manhã. Foi daquelas coisas que optei por esperar para ver se precisava mesmo e até agora foi dinheiro poupado. :)

      Eliminar
    2. O intercomunicador para nós deu-nos imenso jeito, porque tinha câmara e assim, quando ele fazia alguns barulhinhos, espreitava e via se estava tudo bem :)
      Mas ele foi dormir para o quarto dele às 5 semanas :)

      Eliminar
    3. Intercomunicador é capaz de dar bastante jeito porque o novo apartamento onde estamos é grande e o quarto do bebé está no meio do corredor dos quartos... ainda são uns metros consideráveis de distância da cozinha e da sala. :) além de que uma pessoa tem de ir ao quarto-de-banho e afins!

      Eliminar
    4. A câmara pode parecer desnecessária, mas a verdade é que se ouvir um barulhinho e vir na câmara que está tudo bem e está só "a sonhar", escusa de entrar na divisão em que o bebé está a dormir, o que as vezes os acorda e não era preciso.

      Eliminar
    5. Concordo. A comprar compra com câmara. Qualquer barulho basta olhares o ecrã e avalias a situação para ver se já é hora de entrar no quarto ou não. É um descanso.

      Eliminar
  32. S*, o melhor conselho que te posso dar é realmente informares-te sobre as várias temáticas sobre o desenvolvimento do bebé. O tempo de gestação serve também para isso mesmo, para a preparação e recolha de informação. Informação é conhecimento! Não te guies por revistas tipo 'Pais&Filhos' ou conselhos da tua mãe/tios ou avós. Guia-te por artigos/livros científicos! Felizmente hoje em dia, devido às diversas directivas adoptadas, temos uma baixíssima taxa de mortalidade infantil. Peço-te encarecidamente que ponderes usar os sacos de dormir (não colocar brinquedos, lençois/cobertores e resguardos no berço), não mudar a criança do teu quarto antes dos 12 meses e colocar o Rafael a dormir de barriga para cima. Tudo directivas que minimizam o síndrome de morte súbita (SMS). Eu sei que é horrível pensar nisto nesta altura mas as coisas acontecem e infelizmente aconteceu-me a mim!

    De resto pouco importa se tem muitos ou poucos bodies, se usa roupas fashions ou anda de fato de treino, se usa fraldas xpto ou de marca branca, se tem 20 chupetas (e que por acaso também é recomendado para evitar a SMS!) ou se o quarto é vermelho ou verde. Acho que isto sim, apenas depende do que os pais querem (e/ou podem).

    Que corra tudo bem!

    ResponderEliminar
  33. Cada bebé é um bebé e o que resulta com um não tem necessariamente que resultar com outro. Mas ainda assim há dicas que são sempre úteis e que podem ajudar um bocadinho.
    Fraldas comecei com as dodot sensitive, que achava serem as melhores do mercado. Fiz um grande stock antes da M. nascer e resultado? Fez uma grande alergia. Não só ás sensitive, como a todas as dodot. Ou seja, tive que dar a montanha de fraldas que tinha em casa a outro bebé que felizmente se dava muito bem com elas. Agora uso as libero, que adoro, são boas e baratas. Por falar em baratas, pingo doce também são muito boas.

    A bomba aconselho a comprar depois do bebé nascer. Conheço mamãs que compraram e depois nunca usaram ou porque não se proporcionou ou porque a subida do leite não se deu. É uma despesa cara que só vale a pena se realmente lhe dermos uso. O mesmo acho do nebulizador.

    Uma coisa que me deu imenso jeito foi o tapete de atividades.
    Ofereceram um à M. da Chicco e ela ficava lá entretida a brincar enquanto eu ia fazendo outras coisas. O dela é da chicco mas sei k a Ikea tem um bem giro e bem mais em conta.
    Agora que já é maiorzinha tem um parque que acho a melhor invenção do mundo. Ponho-a lá com os brinquedos e consegue ficar lá imenso tempo a brincar.
    Comigo não resultou a espreguiçadeira/baloiço. Sempre a detestou e foi um mau investimento da minha parte. Comprei porque toda a gente dizia maravilhas e afinal a M. detestou.
    Mas lá está não resultou com a minha, mas para outros bebés pode ser uma ótima escolha.

    Outra aquisição que pode trazer vantagens ou não: o next to me.
    Ouvi maravilhas e comprei. Resulta quando são pequenos. Dormem mesmo ali ao nosso lado, de noite é muito bom porque para amamentar está mesmo ali ao lado e de facto em termos de conforto e de ser prático é imbatível. O pior é agora que ela já tem 7 meses e já devia dormir no quartinho dela. Está tão habituada a dormir ao meu lado que ainda não consegui. Chora e grita tanto que acabo por ceder e vou buscá-la para a minha beira.

    Cremes que uso são da aveeno ou da oleoban.

    E definitivamente nada de andarilho!!

    Beijinhos e que corra tudo bem :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mamã, também comprei berço next to me, estou à espera que chegue. Fazia mesmo gosto em ter um. :)

      Eliminar
    2. Vê lá se te acontece como a mim, não tinha esse berço, mas tinha um lindo lindo super adorável, até que aos fois meses do miúdo apanhei o a embarcar se dela abaixo.
      O meu filho tinha muita força nas pernas/braços e começou muito cedo a colocar se em pé. Resultado, cama de grades aos dois meses.

      Ele era aquele tipo de criança que se estivesse acordado tinha que estar na vertical, desde o primeiro dia, colo deitado? Nunca. Em pé que é para dar cabo dos braços à mãe

      Eliminar
    3. R, ui, medo!! :D Ainda bem que já tenho berço de grades (que ficam bem altas, dá para um ano, no mínimo dos mínimos)...

      Eliminar
    4. Só para veres a força dele, arrancava a protecção da cama de grades, todos os dias. Ao fim de 15 dias desisti, olha, se bateres com a cornadura e te aleijares é problema teu.
      Felizmente nunca aconteceu nada.

      Mas aos 4 meses já se segurava de pé imenso tempo, tinha uma espécie de andarilho, mas que não sai do sítio, só andava à volta dele mesmo, começou a ir para lá com 3,5 meses (com autorização do médico). Aquilo tinha montes de brinquedos e sons, passava meia hora, uma hora naquilo

      Eliminar
  34. A mim deu-me muito jeito um canguru (um marsupio) que serviu para o meu filho ir comigo à rua aconchegadinho a mim e eu ficava com as mãos livres para carregar sacos.
    Andarilho nunca usei com medo dos riscos que isso acarreta e muito já se disse aqui. O intercomunicador também me deu jeito. Quanto aos produtos de higiene eu tinha comprado Johnson e o meu filho fez alergia e tive que comprar tudo de novo da marca que o pediatra recomendou. Até as toalhitas tens que ver o que a pele dele aceita. Até se pode dar bem com toalhitas de marca própria mas tem que ser experimentando. Muitos muitos bodys porque podes ter que chegar a mudar mais de 6 por dia. Beijinhos e tudo a correr bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alex, tendo eu muito peito, acho que vou evitar pesos nas 'margaridas'. :P

      Eliminar
    2. Não pesa/incomoda no peito (digo eu que padeço do mesmo problema).
      É mesmo fixe, mas se comprares experimenta vários - por causa do nosso problema partilhado, há uns cujas alças me caiem e acabo a segurar com a força das costas e a ficar com dores, o que claro que não é a ideia.
      Ah, e também fica muito jeitoso em pais, o que é mais prático ainda :)

      (mas depois TODA a gente olha para eles)

      Eliminar
    3. Rita, ahahah, sim, cobiçarem os pais é que não. :D Vou experimentar a "mochilinha" frontal de pôr o bebé, que a minha irmã comprou. Ela usava nas primeiras semanas, para quando tinha de levar o cão à rua e afins. Para isso, fará muita falta, sem dúvida... como, em princípio, vou ficar em casa sozinha nos primeiros tempos, terei de arranjar forma de levar o Pirata à rua e carregar o Rafinha comigo. ;)

      Eliminar
    4. S*, para isso usa os lenços, que são altamente recomendados ao contrários dessas mochilas.

      Eliminar
    5. S*, mas para levar o cão à rua... hum... como é que eu segurava o bebé, no sling? Cão numa mão... a apanhar os cocós com a outra... e o bebé? eheh Algo arriscado. :D

      Eliminar
    6. Os lenços que falo são estes:
      http://www.akashakids.com/slings--panos-porta-bebeacutes.html

      Anatomica e ergonomicamente são muito melhores para os bebés pois não sobrecarregas as suas costas frágeis (isto falando em bebés até aos 9 meses). Mas estes lenços dão também para serem usados até mais tarde. Há várias formas de serem usados e ajustam-se facilmente ao corpo da mulher, ou seja, pode ser uma possível escolha para ti (já que podes ajustar para uma posição mais abaixo das maminhas :)). Previnem também a luxação da anca dos babies. Usei e abusei do meu. Foi um dos melhores investimentos e o meu bebé adorava dormir uma sestinha agarradinho a mim e enquanto isso podia fazer as minhas coisinhas. E ainda por cima até são bastante acessíveis!!

      Eliminar
    7. A posição do sling que mais usei foi esta:

      http://www.bebeshka.pt/pt/slings/31-wrap-sling-0019.html

      https://www.google.pt/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fwww.meubebe.ninja%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F04%2FSling.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2Fwww.meubebe.ninja%2Fdicas-de-presentes-para-comprar-para-gestantes-maes-e-bebes%2Fsling%2F&docid=gVT5l45B1U0izM&tbnid=ejCkNBsDbSCpJM%3A&vet=1&w=1000&h=1000&bih=638&biw=1366&q=sling&ved=0ahUKEwjXr_uEwb_RAhVCVhQKHcUDAC4QMwg5KAYwBg&iact=mrc&uact=8

      https://www.google.pt/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Ftinytwig.co.uk%2F122-340-thickbox%2Fmoby-wrap-sling-originals-red.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2Ftinytwig.co.uk%2Fstretchy-wraps%2F122-moby-wrap-sling-originals-red.html&docid=H15sc24zZnp6ZM&tbnid=hvQEYdezpzrzHM%3A&vet=1&w=800&h=600&bih=638&biw=1366&q=sling&ved=0ahUKEwjXr_uEwb_RAhVCVhQKHcUDAC4QMwhZKBswGw&iact=mrc&uact=8

      e acredita que o bebé fica ali coladinho que nem se move e podes baixar-te na boa! E ficas com as duas mãos completamente livres. Deu-me mesmo muito jeito tanto para os passeios em que envolviam compras como para as tarefas domésticas (cozinhar, estender e apanhar roupa, aspirar, etc). Valeu cada cêntimo!

      Eliminar
  35. Óleo de amêndoas doces é o que recomendo, durante os 6 primeiros meses de vida do meu filho era a única coisa que lhe colocava na pele :) E não, não ficava todo besuntado e ele hoje tem uma pela maravilhosa com um tom LINDO :)

    ResponderEliminar
  36. não sei se alguém já falou , e eu também não sou mãe , mas tenho duas primas que foram à pouquíssimo tempo ; em relação à máquina de nebulização no Lidl tem umas muito boas e são baratas . é apenas um conselho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já és a segunda que elogia essas máquinas. :)

      Eliminar
  37. Olá! Parabéns pela gravidez! sigo_te e à tua mana há imenso tempo e gosto imenso de vocês 😀 Indispensáveis para mim numa próxima gravidez, tendo em conta a anterior: mamilos de silicone (sofri muito durante a estadia no hospital pq a minha filha não pegava na mama e o problema prendia_se com o meu mamilo; só ao 3o dia é que uma alma iluminada achou que isso me faria falta, eu nem sabia o que era), saco cama, espreguiçadeira, babetes, bodies e babygrows, chupeta, toalhitas, fraldas, alcofa (daquelas levezinhas) e... Pouco mais, assim mesmo indispensável. Atenção, sou uma sortuda: a minha filha não teve cólicas, transitou para o quarto dela aos seis meses, era boa boca, um bebé 'fácil', desfraldou rápido, tirar chupeta foi fácil, raras vezes ficou doente. Nebulizador mal sei o que é e ela frequentou o colégio desde os três anos. Acho que há muita coisa que depende mesmo das crianças. Eu sou uma flor de estufa, a minha Morgana podia andar nua em Janeiro que acho que nada lhe pegava :) uma coisa que deu muito jeito, lembrei_me agora, foram aqueles boiões da avent para guardar sopas e frutas. Super práticos. Deve haver do género e muito mais barato. Ainda hoje os usamos, agora para os nossos iogurtes! 😀 beijinho e desculpa a pontuação, teclado experimental...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa, boa. :) Lá está, boiões bons para sopas e fruta é daquelas coisas que eu NUNCA me lembraria de comprar e que vão fazer imensa falta. :D

      Eliminar
    2. Os boiões da Avent são muito bons. :) Também os uso para guardar as doses de sopa e fruta. Assim basta aquecer ou pegar, colocar no saco e sair.:) Mas como só precisarás mais tarde quando o Rafael começar a comer, vai estando atenta e assim pode ser que consigas apanhar uma boa promoção.

      Eliminar
    3. Cuidado! O meu filho vomitava tudo o que vinha de boiões

      Eliminar
    4. Só agora reparei que não se trata dos boiões, mas caixas. Poderão dar jeito sim.😉

      Eliminar
    5. Os boiões da Avent que a Teté fala (se não me engano) são recipientes comprados vazios que servem para transportar aquilo que nós fazemos.

      Eliminar
    6. Bem, o meu bebe tem 6 semanas e eu não tenho nada disso... não é muito cedo com tanta coisa para comprar antes? É só uma opinião... :)

      Eliminar
  38. PS_ vi agora o comentário do óleo. Subscrevo. Ofereceram_nos produtos caros, todos xpto... A única coisa a que não fez alergia foi ao óleo (tem pele atópica).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Óleo parece-me lindamente para bebés. :)

      Eliminar
  39. olhaquemfala.com Este blog tem tudo o que precisas saber.

    ResponderEliminar
  40. Tenho dois filhos, um com 8 e outra com 2. Sabes quantas vezes (até à data) precisaram de nebulizador? ZERO.
    Com tanta coisa a ser precisa no imediato não percebo como é que um nebulizador entra nessa lista. Mais,se a tua irmã tem um, se precisares talvez ela te possa emprestar, não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, eu entendo perfeitamente o seu lado, mas tem também de entender o meu. Eu sou asmática. A minha irmã é asmática. Infelizmente o meu sobrinho tem tido bastantes vezes crises de respiração, ainda na semana passada esteve em risco de ser internado. O da minha irmã foi herdado dos sogros dela, é daqueles ainda ruidosos e, por isso, não é o melhor - o sobrinho assustava-se com a maquineta, nos primeiros tempos. Um nebulizador até a mim me dá jeito, creio eu... nunca seria desperdício! :)

      Eliminar
    2. Não sou o anterior anónimo. Eu ao contrário tenho um filho que precisou imenso de nebulizador mas não será melhor esperares para ver se é mesmo necessário para o teu filho? Se achares mesmo que vai ter uso compra um com adaptador para adulto e criança :) o meu tem, não sou asmática mas também já me deu jeito.

      Eliminar
    3. Peço desculpa, pois não conhecia os antecedentes. Mas mesmo assim sou da opinião que deves esperar. Hoje em dia o nebulizador até está a ser substituído pela câmara expansora por isso talvez seja melhor esperares.

      Eliminar
    4. Anónimos das 21:29, talvez... mas já quero ir sabendo o que há no mercado e poupar o dinheiro. :)

      Eliminar
    5. Câmara expansora e nebulizador são diferentes. Por vezes, complementam-se. Outras, não. O meu filho tem as duas, o nebulizador desde os 15 dias de vida, a câmara desde os 18 meses.
      Se até a ti dá jeito, compra. Não esqueças a compra de dois tubos.

      Eliminar
    6. Já alguém falou em tudo o que limpa o nariz do bebé? Isso, sim, é difícil não ser usado.

      Eliminar
    7. Anónimo das 22h39, nunca vi semelhante... vou investigar. :)

      Anónimo das 22h37, vou pesquisar ambos. :)

      Eliminar
    8. Trata-se de um aspirador nasal. Compra-se em qualquer farmácia, é barato e dá um jeitão.

      Eliminar
  41. Bom, eu tive uma gravidez africana. Por isso nada de extras. Como não tinha ninguém com bebes, tive que investir em tudo, hoje as nossas coisas já foram para outros bébés. A espeguiçadeira por exemplo, já foi fez muito sono a 3 bébés. :)
    Como não tinha qualquer experiencia decidi ir para uma loja de bebes e pedir ajuda. quarto comprei o básico.
    Apostei no angelcare, para mim o melhor, sem camera. Dá os sons do bebe e tem alarme de novimento em caso de parar de respirar. Foi a única coisa assim que eu pedi mesmo para ter, talvés porque passado 2 semanas de ele nascer, eu ia ve-lo à cama e achava que não respirava...
    de resto tudo se cria, tudo se faz. e vai ver, tanta coisa que acha que vai ser necessária, e depois não é. Andarilhos usou, também marsupio que aqui não há teorias. É comprar o que se pode, o que não se pode adapta-se. e é tão mais fácil ser mãe aqui. Desculpe dizer, tão mais sem luxos, tão mais simples sem ninguém mandar postas de pescada, sobre comida, dormida, como andar, como pegar ao colo....:)
    Acho que diria isto para todas as mães "como faz uma mãe em áfrica? se elas vivem assim, o meu filho também pode ter apenas isto"

    bjs e boa sorte

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As minhas africanisses, o seu comentário fez-me sorrir. Acho que hoje em dia se tem teorias sobre tudo e mais alguma coisa e se torna a felicidade que é ser-se mãe em algo demasiado complexo. :) Eu sou relaxada e adoro ser assim!

      Eliminar