quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Aaaff!


Já deito carne de peru e carne de frango pelos olhos. 

Não sou propriamente prendada na cozinha... E ando a fazer um esforço para comer, em 80% das refeições, carne branca, por ser mais saudável e mais magra... mas a comida parece-me toda tãooo chata.

Esta semana já comemos bifes de peru, frango estufado com massa espiral, espetadas de peru... E de cada vez que olho para a comida só me apetece almoçar ou jantar torradas.

59 comentários:

  1. Faz almondegas e hamburguers com carne picada branca. Juntas cebola e alho picado e sal à carne e é só moldar. Salteias vegetais e está feito. Uma sopinha e é um jantar nutritivo.
    Não descures o peixe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho de pedir no talho para picarem carne de frango. Boa dica!

      Eliminar
    2. Podes fazer usar também no esparguete à bolonhesa, ninguém te impede de usar carne branca apesar de não ser a maneira tradicional.

      Eliminar
  2. O segredo está no tempero: usa bastante limão, alho, alecrim, etc. Serve com ananás grelhado. Recheia os peitos de frango com queijo creme e espinafres... Também podes apostar no coelho e pato (carnes brancas) ou lombo de porco. Mas se fosse a ti não abdicava de uma bela carne vermelha, porque estás grávida e precisas ;) Não gostas de peixe?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nunca fiz coelho (faz-me impressão) nem sei fazer pato... lá está, não sou muito prendada!

      Eliminar
    2. Vê no blog da Joana (do Matias) a recita de arroz de pato. É simples e é o único prato de pato que sei fazer. Adaptei um pouco ao meu gosto mas continua a ser bastante simples. :)

      Eliminar
  3. Frango assado no forno com batatas douradas, batata doce com salmão, burguers de lentilhas, de feijão, de cogumelos.
    Podem fazer 1 coisa mais simples que é uma salada de alface com tomate/pepino etc e juntam massa se quiserem e pedaços de carne lá para dentro! Ou em vez de carne salada de atum.
    Puré de cenoura, de brócolos. Rissotos vários.
    Vocês deviam procurar receitas porque quando o bebé começar a comer o mesmo que vocês não deve comer torradas e coisas da treta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, desde que soube que estou grávida que fiz, na loucura, uma meia dúzia de refeições de torradas. É o que me apetece, não é o que como. :) Quero ver se compro a Julie, para fazer sopas!!

      Eliminar
  4. 80%???
    Onde andam os cereais integrais, legumes, frutas, leguminosas?
    Ácido fólico?
    Deves comer peixe pelo menos 2 vezes por semana evitando os que têm mais mercúrio.
    Não entendo onde vais buscar estas informações, nem de comida nem de higiene do bebé.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, leia melhor as coisas antes de comentar. "E ando a fazer um esforço para comer, em 80% das refeições, carne branca, por ser mais saudável e mais magra... " é diferente de "fazer uma refeição de 80% de carne". Apenas tento comer quase sempre carnes brancas. Obviamente que como na mesma massa, batata, arroz, cogumelos, ovos... Peixe é que tem sido menos, admito perfeitamente. :)

      Eliminar
    2. S*, independentemente dos modos com que comentou, creio que o Anónimo quis dizer e considera que teres como proteína a carne (branca no caso) em 80% das refeições exagerado. Talvez porque revela que 20% das refeições são divididos entre as demais carnes, peixe e asneirolas ;)

      Acho que era isto, mas quem sou eu! :P

      Eliminar
  5. Somos duas, às vezes a imaginação não dá para mais ahah

    ResponderEliminar
  6. As minhas refeições são basicamente à base de carnes brancas. Muitos bifes de frango, muitos bifes de perú, muito frango e até vou fazendo receitas engraçadas. Desde os tradicionais bifes grelhados, a bifes com cogumelos, a bifes com massa salteada com legumes pelo meio, frango assado no forno, arroz de frango!!

    Espero ter ajudado.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Por acaso a minha carne preferida sempre foi frango e peru :) em casa nunca cozinhamos carnes vermelhas. Experimenta bifes de frango grelhados (eu adoro!) ou mesmo peitos de frango no forno com sopa de cebola!

    ResponderEliminar
  8. E peixinho, S? Havia de ser em 40% das refeições carnes brancas, com o resto dividido por peixe e vegetais/cogumelos (a imensos vegetais com muita proteína).

    Mariana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mariana, desculpa, mas talvez não me tenha expressado bem. Eu tento comer carne branca em 80% das refeições, nao quer dizer que 80% da refeição seja carne. Claro que como sopa (umas três vezes por semana)... e adoro cogumelos, também como pelo menos uma vez por semana. Agora os legumes no prato é que têm falhado, admito. Peixe também como, mas menos, e na base da pescada e bacalhau. :)

      Eliminar
  9. E peixinho do bom? Visto que o teu namorado deixou de comer carne, deduzo que até te simplificasse a logística na cozinha.
    De qualquer das formas, podes achar limitado comer só frango e peru, mas há muitas formas de os fazeres, de os temperares... Dizes que não és muito prendada, mas parece que o problema está na imaginação e não nas tuas aptidões ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nop, o namorado voltou a comer carne em Novembro, mais ou menos depois de eu entrar em modo 'anemia' e ter o ferro a baixar consideravelmente. :) Eu não sei fazer peixinho do bom. ahah

      Eliminar
    2. Já vi que cumprir resoluções não é convosco, ahah!

      Eliminar
    3. Eu faço sempre o peixe da forma mais facil, grelhado na grelha do forno só com sal. Uma dourada, um robalo, garoupa.....maravilha!

      Eliminar
  10. Assim como o bacalhau, há 1001 maneiras de preparar frango. É uma questão de procurar! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até há frango à Brás! E é bem bom! Mas se a intenção é cortar nas carnes gordas, não é boa ideia sugerir pratos com batata frita ou natas :-P

      Eliminar
    2. Natas no bacalhau à Brás? Gema de ovo sff. Tal como a verdadeira carbonara, é com ovo e não com natas.

      Eliminar
    3. Eu não disse que usava natas no bacalhau à Brás, bem sei que é com num, apenas estava a exemplificar que até podia sugerir pratos de frango como substituto do bacalhau para ser mais Light, mas se esses pratos levarem batata frita (Brás) ou natas (bacalhau com natas) lá se vai o Light!

      Eliminar
    4. É verdade, uma receita que aprecio bastante é Frango com maçã. É um sabor diferente e simples de preparar.

      Eliminar
  11. O segredo é variar nas receitas e usar muitas ervas aromáticas.

    ResponderEliminar
  12. Há muito tempo que, de carne, cá em casa só perú e frango. :D O segredo é variar muito as receitas: caril, molho pesto, gratinado, com natas, com mostarda, café... :P

    ResponderEliminar
  13. Oh, como a compreendo! Sofro do mesmo cá em casa. Resolvemos ter em atenção a alimentação e optámos por comer mais carne branca, mas já estou tão fartinha. Há momentos que salivo por um bom bife de lombo mal passado!!!!

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se o fizer de vez em quando não me parece que haja mal :) Acho que as dietas muito restritivas ou que não considerem as nossas características nunca funcionam, porque mais se assemelham a um castigo do que a um mimo ao nosso corpo, como deveriam ser. As dietas não significam fome, significam hábitos alimentares saudáveis.

      Eliminar
  14. E que tal strogonoff com frango/peru, cogumelos, milho, etc...e um bom molhinho? E uma massinha ou arrozinho de frango? E peru ou frango assado (mais para o fim de semana)? Há receitas bastante simples de todas estas coisas e quanto mais treinar mais prendada ficará na cozinha. Já agora, parabéns pela gravidez - ainda não tinha tido oportunidade de dizer mas fiquei super feliz por si, quase como se fosse uma prima ou uma amiga :) Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigadíssima. Eu bem tento variar, mas a carne já me aborrece! :)

      Eliminar
    2. E por que tem que ser a S* a ficar prendada? Não pode o namorada tornar-se prendado? O meu marido cozinha muito bem e gosta. Ainda ontem depois de um dia cheio de reuniões disse que faria ele o jantar para descontrair.
      Não têm que ser sempre as mulheres a pilotar os fogões. Isso é ideia de há 2 séculos.

      Eliminar
    3. A mim tb me aborrecia sempre carne, e por isso passei a comer mais peixe. Ao jantar como quase sempre peixe, pq ao almoço é quase sempre carne.

      Eliminar
    4. Anónimo, totalmente de acordo mas é a própria S a dizer que não é prendada e o namorado muito menos...com a "agravante " de ser mais esquisito com ela, não gosta de salmão, de legumes, etc.

      Eliminar
  15. Se mantiveres uma dieta equilibrada, podes comer carnes vermelhas também, desde que bem passada :) (Claro que estou a dizer isto sem saber se tens alguma restrição)
    Acima de tudo, acho que o importante é sentires-te bem, porque se já estás assim agora, acredita que ainda tens um longoooooo caminho a percorrer e o bom desta viagem é mesmo sentires-te bem pelo caminho. Com moderação. Mas com alegria e matando alguns desejos pelo caminho ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alexx, eu como carne vermelha. Só que passei a comer bem menos carne vermelha, já que a branca é mais saudável...

      Eliminar
    2. Mas a carne branca de criação industrial parece-me quase tão boa ou má, que as carnes vermelhas. Aliás, já reparou que os fiambres de aves costumam ser salgadissimos?

      Eliminar
  16. Fá-los com molho de queijo-creme e salsa no forno ou recheia-os com fiambre de peru e queijo magro...ou faz um refogado de alho para os cobrir, ou pica-os e faz canelonis de massa ou (fingidos) com alho francês. Faz às com molho de natas de soja e cogumelos. .. Experimenta, inventa e vais ver que não te arrependes. muito tempero: alho, ervas, pimentão doce, experimenta açãfrão e gostares...

    ResponderEliminar
  17. :D

    Ponto 1 - O mais-que-tudo voltou a comer carne quando eu engravidei, pois tenho tendência para a anemia e a redução do consumo de carne estava a fazer-se notar nas minhas análises.

    Ponto 2 - Agora que retomou a carne, o mais-que-tudo anda com falta de apetite para peixe. Mas comemos... só que é na base do bacalhau e da pescada. Adoro atum, mas reduzi a uma vez por mês, por causa do mercúrio. Os outros peixes eu adoro. Adoro salmão, mas ele não gosta. Também não sei cozinhar grande coisa, pelo que acabo por comer peixe apenas na minha mãe ou na sogra. :D

    Ponto 3 - Eu já tenho toxoplasmose, posso comer todas as carnes, incluindo porco. Não tenho esses problemas. Ando mesmo é a tentar comer mais carne branca porque é mais saudável e light. Mas eu nunca fui propriamente fã de carne-carne... a não ser um bom bife, canso-me rápido da carne. O meu problema sempre foi engordar com as massas, batatas e arroz... ando a tentar inverter a situação, comer mais carne e menos acompanhamento. Também ando a comer muita mais fruta, tento comer duas peças de fruta por dia. Legumes é que está fraco... como sopa umas três vezes por semana, mas tem sido apenas isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não leves a mal, mas porque continuas a dizer que tens toxoplasmose quando já houve varias pessoas a explicar que o que tu tens é imunidade à toxoplasmose por já teres tido contacto com o parasita? Apanha-se uma vez e depois nunca mais, daí ficarmos imunes! Não se nasce com a imunidade... Funciona como a varicela, só se apanha uma vez na vida, porque o teu organismo depois ganha imunidade à doença.

      Eliminar
    2. Tens toxoplasmose ou és imune? Ter toxoplasmose pode ser mortal.

      Eliminar
    3. Tantas confusões! Não se é imune à toxoplasmose, fica-se/está-se ou ganha-se imunidade à mesma! Dizer que se é imune dá a ideia errada de já termos nascido com essa imunidade. E o que acontece é que quando, somente uma vez na vida, se esta em contacto com a mesma, ficamos imunes à mesma daí em diante. Por isso é que a S* não precisa de se preocupar com salada mal lavada, ou carne mal passada, ou em poder mudar/limpar a caixa de areia das gatas, entre outras coisas.

      Eliminar
    4. Dizer que tem toxoplasmose dá ideia que está infectada e isso seria uma situação muito perigosa na gravidez. É-se imune à toxoplasmose porque se ficou imune. Não sei quem é que pensaria que ela nasceu imune (só se não perceber nada de toxoplasmose ou de imunidade).
      Além disso está-se a confundir várias coisas: a toxoplasmose, a salmonela e outras bactérias.
      Ser imune à toxoplasmose não invalida o cuidado com carne mal passada (salmonela ou outras bactérias) ou com legumes mal lavados (outro tipo de bactérias). Os cuidados só não têm de ser tão exagerados no que concerne a areia de gatos, por exemplo.

      Eliminar
    5. Olá a todos. Não me vou alongar pois apenas consigo comentar pelo telemóvel.

      Anónimo das 19:52, eu digo o que digo porque sei do que falo, por isso o digo apesar de já ter recebido vários comentários a corrigirem-me.

      Eu TENHO toxoplasmose. Infelizmente o meu médico esteve a investigar (nunca tinha tido um paciente assim) e eu sou um caso raro de pessoa que tem toxoplasmose há anos. Há dois anos e meio, quase três, que tenho toxoplasmose activa. Pelo menos desde então que a tenho... antes das análises não sei. Tive autorização para engravidar depois de perceberem que, por motivos desconhecidos, o vírus resistiu no meu corpo. Supostamente, quando se apanha resiste no corpo humano entre seis meses a um ano. NO ENTANTO, só é transmissível para um bebé durante os primeiros seis meses no corpo da mãe. Depois o ser humano cria anti corpos e o vírus deixa de ser transmissível. O meu vírus existe, continua activo, não dá sinal de querer ir embora (fiz novas analises em Novembro), mas já não eram transmissível desde finais de 2014, pelo menos (isto assumindo que apanhei o vírus quando o descobri, em Junho 2014).

      Mortal? Para um adulto saudável não é mortal. Pode causar uma espécie de constipação, tal como nos gatos. Pode é ser extremamente perigoso para o bebé se a mãe tiver apanhado o vírus antes de engravidar ou se o apanhar estando grávida. :)

      Eliminar
    6. S*,
      Da toxoplasmose nem vou falar, porque não sei nada do assunto.
      Quanto à comidinha, posso dizer-te que o meu marido não come carne, nenhuma, e, consequentemente, eu também como muito menos. Aliás, como mais carne agora porque divido com o meu filho do que antes.
      Nós arranjamos muitas alternativas ao consumo de carne. Soja granulada fina e cozinhada como se fosse bolonhesa, muito camarão, muito peixe, muitos legumes. Por exemplo: brás de courgette ou de alho francês, risotto de cogumelos, lasanha ou bolonhesa de soja, caril de camarão, massada de peixe, courgette recheada.
      E juro-te, nenhuma destas receitas é difícil que eu não tenho paciência nenhuma para passar horas na cozinha. Se quiseres, posso enviar-te algumas receitas rápidas e alternativas.
      Claro que o consumo de carne é importante para a anemia, mas garanto-te (e eu tinha muitas anemias frequentes) que o ferro pode ser igualmente encontrado noutros alimentos :)
      De qualquer forma, boa sorte! :D

      Eliminar
  18. Ahhahah percebo-te, eu em minha casa raramente como carne vermelha (por opçao, é mais saudavel e tal) só quando vou comer fora é que como(aproveito para matar saudade) , aposta nos molhos que ajuda e força ;)
    Beijinhos*

    http://anitaon.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. eu carne só como branca, adoro e nunca me farto! :)
    Vai alternando com um peixinho!

    ResponderEliminar
  20. Eu enjoei completamente o frango há cerca de meio ano. Não consigo mesmo e agora grávida só o cheiro dá-me vómitos...

    ResponderEliminar
  21. Cá por casa também comemos muito frango, e há alturas em que já não posso nem sentir o cheiro. Para não enjoar tento receitas sempre diferentes além dos clássicos bifinhos e do frango assado no forno. Caril de frango é sempre um sucesso, assim como rolo de carne feito em casa, frango estufado com legumes, lombinhos de frango recheado, almôndegas, hambúrgueres caseiros etc. Também gostamos das salsichas frescas de perú assim muito de vez em quando.

    ResponderEliminar
  22. Ah sim os cereais integrais são muito saudáveis!!! God...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os cereais integrais são saudáveis, sim. Os que se compram nas caixas cheias de açúcar é que não.
      Mas comer pão de cereais escuros, usar farinhas escuras, aveia natural, etc é saudável.
      Comer arroz e massas integrais, por exemplo, é mais saudável que comer os normais.

      Eliminar
  23. Aproveite e come o que quiseres!! Eu não era imune e tive apenas cuidados com os vegetais (não comia fora de casa nada cru) e com a carne mal passada. Já sushi e coca cola sempre me souberam pela vida... olha e estamos aqui os dois saudáveis! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sushi é preciso ter cuidado com ele. Pelas inúmeras bactérias que pode conter.

      Eliminar
  24. S*, não sou cozinheira de mão cheia mas deixo-te dicas simples.
    Sopa de batata doce e cenoura. Refogado, batata doce e cenoura na água. Cozer e servir.
    Sopa de feijão e couve, sopa de grão. Fáceis, saudáveis e nutritivas. As leguminosas são importantes. Sopa de caldo verde é outra delícia.
    Salmão no forno. Temperas a posta como quiseres e enrolas em papel de alumínio, forno a 200ºC +-. Nem sujas panelas ;) O namorado pode comer atum se não gosta.
    Lasanha de vegetais. Pimento, courgette, beringela, cogumelos, espinafres. Em vez de comprares bechamel já feito podes tu fazer o teu, é só farinha e leite. Há placas de lasanha que nem precisam de ser cozidas. Tens uma refeição com os vegetais negligenciados!:)Para nós até dá para várias porções porque fazemos num tabuleiro grande.
    Peixe no forno, temperas a gosto. Cortas cebola em rodelas ou meia lua, juntas pimento em fatias, batatas e voilá.
    Há tanta coisa. Os hamburguers de cogumelos são fáceis de fazer e saudáveis. Há tantas receitas é só procurar na net.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esqueci-me. Antes de servir convém passar a sopa! :)

      Eliminar
  25. É o que me aborrece quando tento fazer dieta, nunca saber bem o que cozinhar e depois repetir quase sempre a mesma coisa!

    ResponderEliminar
  26. Podes cozinhar soja, depois de estar de molho em água e molho de soja ou sal durante 30m temperas como temperas a carne. Tens soja picada, tens uns cubos médios e uns cubos maiorzinhos. Faço um empadão de beringela com soja migada que fica uma delicia. Podes também comer tofu. Também costumo rechar cogumelos portobello com atum ou com soja. Um bocado de imaginação e podes fazer refeições deliciosas e relativamente rápidas. Encontras montes de receitas no google.
    Podes também juntar os vegetais que quiseres, cortá-los e colocares no forno temperado com azeite, sal, pimenta, gengibre e vinagre balsâmico. Podes ser prato principal ou acompanhamento.

    ResponderEliminar