Avançar para o conteúdo principal

Ahhhh...


Eu sou uma pessoa que gosta de ser bem tratada nos restaurantes. Dispenso bem gente que nos atende como se toda a gente lhes devesse e ninguém lhes pagasse e que nem um sorriso é capaz de oferecer.

Mas caramba, ontem à noite foi surreal. OK que o restaurante tinha apenas meia dúzia de mesas ocupadas, OK que nós éramos quase uma dezena e isso também lhes interessa... mas pergunta cerca de 20 vezes se estava tudo bem, vir à mesa de dois em dois minutos, é algo que completamente desproporcionado. Quando começava a caminhar para nós, já tinha de baixar a cara para não me rir.


PS: Devem ser regras da casa, o patrão é igual. Compreendo.. mas incomodava.

Comentários

  1. Ui isso é horrível. Também já me aconteceu.
    Nem 8 nem 80.

    ResponderEliminar
  2. Isto há sempre o oito e o oitenta mas mil vezes virem à mesa não sei quantas vezes que nos ignorarem quase! Mas percebo também, acaba sempre por deixar uma pessoa desconfortável.

    ResponderEliminar
  3. Qualquer excesso incomoda....
    O único excesso que não me incomoda é dinheiro em excesso.... ou melhor acho que sim, pois nunca o tive em excesso!!!

    ResponderEliminar
  4. Eu também não gosto que sejam chatos. Credo.

    ResponderEliminar
  5. Havia um empregado de mesa assim no restaurante chinês da minha vila. Passei a pedir comida para levar, porque era insuportável.

    ResponderEliminar
  6. Giro era escreveres num guardanapo... SIM ESTÁ TUDO BEM e mostrar-lhe quando se estivesse a aproximar. Acho que era remédio santo :)

    ResponderEliminar
  7. Sim, também aprecio o meio termo, simpáticos e preocupados mas sem passarem lá a vida!

    ResponderEliminar
  8. Nem tanto ao mar nem tanto à terra. :)

    ResponderEliminar
  9. Compreendo-te perfeitamente! Também gosto de ser bem tratada, mas isso também implica não virem interromper as conversas de 5 em 5 minutos...!! Pior ainda quando se querem meter na conversa... Enfim, claro que há sítios, onde conhecemos as pessoas, onde há abertura para conversarmos todos, mas num sítio onde não conhecemos os funcionários... really?!

    ResponderEliminar
  10. Tanta "melguice" até enjoa. :/

    ResponderEliminar
  11. Pior é que assertam sempre quando estamos de boca cheia de temos de "grunhir" um Hum, Hum... Aconteceu-me umas 5x num jantar a dois, eram 7h30, estava vazio mas caramba é super chato!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por amor de Deus, que ridículo. É o que se chama não terem noção.

      Eliminar
  12. Coitado do funcionário, deve ser horrível se prestar a um trabalho furreca deste( não o de garçom, mas a obrigação de fazer este papel), pra ele não deve ser lá muito agradável também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na verdade, eu fiquei com a sensação de que era mesmo o feitio do senhor... uma amabilidade incrível para tudo. Agora a cena de querer limpar as calças do meu irmão porque o sujou com uma espetada... profundamente embaraçoso. :/

      Eliminar
    2. É embaraçoso o empregado querer limpar um cliente que sujou? Também não gosto de empregados que estão sempre a ir à mesa mas nessa situação parece—me que agiu da forma correta.

      Eliminar
    3. Anónimo, vai-me desculpar, mas o meu irmão não ia deixar que o senhor lhe limpasse as calças. Se o meu irmão quisesse, pedia água e um pano e limpava ele, não tinha de ficar a ver enquanto o senhor lhe limpava as calças. Não é algo com a qual me sentisse confortável e o meu irmão também dispensou. Cada um pensa como pensa e eu entendo que o empregado não tinha de ficar numa posição tão "subserviente" assim.

      Eliminar
  13. Sinto tanta vergonha alheia nestes casos. Não é quando os funcionários são assim exageradamente simpáticos, é mesmo quando leio determinadas coisas. Se preciso for, quando no fim lhe perguntaram se correu tudo bem, disse que sim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na verdade, correu tudo bem. Só parece exagerado tantas vezes perguntar a mesma coisa. Torna-se desconfortável.

      Eliminar
  14. Um meio-termo, não? Até enjoa assim. Abusados...

    ResponderEliminar
  15. Falando em restaurantes? Qual a tua opinião sobre os "três potes" em Viana?! Conheces!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é um espaço que frequente muito, pois é comida regional e dessa comida - embora goste - já estou "meio farta". No entanto, das vezes que lá fui, só tenho óptimas referências!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.