quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Olha que isto...

Uma pessoa diz: estou a tentar reduzir na carne.

Há quem comente:

- Não entendo porque o fazes.

Respondes que te faz impressão saber que os animais morrem por nós. Aí argumentam:

-Os peixes também sofrem. Os peixes sofrem uma agonia ao morrer.

Tu dizes que os mamíferos são os animais que mais impressão te fazem impressão comer... Pois respondem:

- Então come peru e galinha.

Não, não, andamos a tentar cortar mesmo em toda a carne.

E aí respondem...

- Também comes a carne do peixe.

E acrescentam:

- Devias informar-te sobre o sofrimento das vacas quando as tornam em máquinas de fazer leite.

Oh gente exigente, hein? A boca é minha, a sensibilidade e a opção também são minhas. Se sinto mais pena das vacas, dos porquinhos, são coisas cá minhas.

Pode ser hipócrita - admito que sim -, mas ninguém disse o contrário. Se fosse a pensar na dor de todos os animais, não comia era porra nenhuma. Só plantas, fruta e ervas.

Se juntarmos a isto um chorrilho de insulto pelos suspeitos do costume, posso garantir que o post de ontem foi um "sócesso".

51 comentários:

  1. E quando falavas do amor pelos teus animais (e animais em geral) e te diziam: ah, se gostas assim tanto dos animais, porque os comes? Será sempre assim, presa por ter cão e presa por não ter!

    ResponderEliminar
  2. Epa, são opções. Nada contra,mas também achei "piada" ao teu texto. Tipo animais de 1° e de 2°. Mas é das tais coisas, se sentem bem assim, se acham que isso é o correcto, se isso vos deixa de consciência tranquila, então força. Ninguém tem nada a ver com isso, com as tuas motivações. Aliás, ninguém tem de te julgar por isso.
    A minha "sensibilidade" permite-me comer carne e peixe e não acho normal que me critiquem por isso.
    Mas, e agora um pouco of topic, acho que podes tirar algumas lições neste teu texto e consequentes reacções. Quando apontas o dedo a quem admite não ser fã de cães e gatos, apelidando-o de más pessoas e afins... Talvez não tenhas assim tanta moral para o fazer. Ou achas-te má pessoa por não nutrires grande amor pelos peixes?

    De resto, come o que quiseres, mulher. E não precisas sequer de te justificar.
    Ah, e na net encontras mil e uma receitas vegetarianas, de peixe, de ovos, de tudo. E, por favor, varia nos peixes! Por tua culpa ainda se da a extinção do atum e depois uma pessoa fica sem aquela refeição de desenrasque! ;)

    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, não me estou a justificar. Estou mesmo a constatar o facto de os comentadores parecerem nunca estar satisfeitos.

      De resto, essa sua gracinha da extinção do atum, perdoe-me, é um bocadinho tonta. Sim, adoro atum, acho que atum é sempre bom. No entanto, falei em três peixes no texto, por isso não me venha com a lengalenga do atum. Pelos vistos, é um espectáculo eu dizer que adoro atum, tenho imensa gente que comenta isso, sempre eu jeito de graçola. Se eu dissesse que comia sushi, era fashion. Como eu como atum, acham piada... vá-se lá saber.

      Não, nunca disse - ou sequer pensei - que existem animais de primeira e segunda. Mas existem animais que nos sensibilizam mais... como cães e gatos, que os outros. E depois existem os animais mais "fofinhos", como vacas e porcos. E os menos fofinhos (para mim, para mim, é preciso realçar que é PARA MIM!), como os peixes. Os peixes, lamento por eles, mas não me tocam no coração.

      Eliminar
    2. A piada do atum era mesmo uma piada, sem qualquer segunda intenção. Eu sei lá se a S come muito atum ou não. Olhe eu por exemplo contribo para a extinção da pescada, tal é a quantidade de douradinhos que como!
      A mim os peixes também não me tocam no coração, nem os pássaros, nem as minhocas, nem as vacas... Sinceramente, acho piada a gatos e pouco mais.
      No stress com o meu comentário. Fui a primeira a dizer que não se deve julgar ninguém por aquilo que come (essa reacção ao comentário do atum transcende-me) e acho mesmo que não tem nada de se justificar. Aliás a justificável é que levou a isto. Porque, tal como diz, é um bocado hipócrita,dá mesmo a sensação de existirem animais de 1° e 2° (para mim há, tal como existem humanos!). E foi a isso que achei piada. Mas piada no bom sentido.

      E é isto. Tem lá calma mulher!

      Eliminar
    3. Anónimo, a piada do atum já é velha. Esqueça lá isso que nem vale a pena eu explicar. :P

      Se tivesse de deixar de comer massa é que eu sofria. Agora só como carne na casa da mãe e, até ver, não custa nada. Até fiz massada de bacalhau pela primeira vez e adorei. :)

      Eliminar
    4. À S* falta poder de encaixe para críticas embora seja muito rápida a criticar quem não sinta tanta empatia por cães e gatos, por exemplo, embora não lhes faça mal.

      É preciso um pouco mais de tolerância pelas opiniões contrárias.

      Também me parece apenas uma piada sem segundas intenções.

      Eliminar
    5. Pois a mim é o arroz! Isso é que seria sofrer.
      Olha se gostas de Massada de bacalhau também vais gostar de outros peixes. Experimenta.
      E faz peixe no forno, tipo dourada e robalos... Azeite, alho, cebola, etc. É bem fácil. Mesmo com atum podes fazer bué coisas. À Brás, lasanha, empadão, empadas, rissóis, etc.
      Salmão também é uma boa opção. Fresco ou fumado. E depois tens as lulas, os chocos que ficam maravilhosos em feijoada, o polvo, os moluscos todos.
      Eu, se pensar bem, até gosto mais de pratos de peixe do que de carne. E acho o peixe bem mais versátil.

      Eliminar
    6. Não se preocupe, Ana, se é pelos douradinhos, dificilmente a pescada se extinguirá... tal é a (pouca) quantidade que cada um traz (e isto se for mesmo pescada, o mais certo é ser peixe-gato ou semelhante).

      Eliminar
    7. Joana, é o mais provável sim. Se formos bem a ver nem peixe têm!

      Ana

      Eliminar
  3. Opá, come o que quiseres. :)
    Se comêssemos para agradar os outros ou eram ou só ervas ou só hambúrgueres e batatas fritas consoante o gosto de quem opina. :)

    ResponderEliminar
  4. Há muita gente que só come vegetais fruta leguminosas e cereais e vivem bem melhor que tu. Com mais saúde e em forma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, admito que seja fácil de ver se estão em melhor forma. Mas, a não ser que seja bruxo, sabe lá como estou de saúde. Não escreva disparates.

      Eliminar
    2. Basta pensar na quantidade de gordura saturada que vocês comem nos produtos de origem animal para ter a certeza que somos bem mais saudáveis. Não é disparate, é facto.

      Eliminar
    3. Basta-me pensar na minha nutricionista e numa amiga minha que levou a bebé dela à anemia e quase à morte para saber que isso é treta.

      Comida processada, com excesso de gordura e açúcares existe em todos os formatos e feitios...
      E acho piada todos falarem da soja quando a mesma já comprovou trazer maleficios bastante importantes na saúde das pessoas...

      Eliminar
    4. Antes o mal dela estivesse na gordura saturada de origem animal...

      Eliminar
    5. Todos os vegetarianos que eu conheço tomam suplementos vitaminicos e afins para que o seu sistema não entre em colapso. Quando não tomam existe sempre alguma carência a nível de análises ao sangue
      Isso é que é ser saudável? Enterrar-se em medicação?!

      E entre a gordura saturada e alguns alimentos vegetarianos processados...opa venha o diabo e escolha. Até parece que não há 1001 formas de comer de forma omnívora e saudavelmente...

      Eliminar
    6. Eu não tomo suplemento nenhum, não como nada de origem animal há anos, não como nada processado e também não como soja. Repito legumes, leguminosas, frutas, cereais, frutos secos. Há muita variedade entre estes alimentos, o problema é que as pessoas quando pensam em vegetarianismo não pensam numa alimentação natural e simples, pensam em processados acompanhados de alface, Isto só mostra ignorância.

      Eliminar
    7. Anónimo14 de janeiro de 2016 às 22:08

      Nem mais. Sou vegetariana e não tenho carências nenhumas. É ridículo que as pessoas se baseiem em 2 ou 3 vegetarianos que conhecem, que muito provavelmente comem coisas fritas e coisas erradas para virem falar de carências. A dieta vegetariana é como tudo: tem de ser equilibrada. Se vocês só comerem carne também não ficam bem, garanto. Vão ter carências de outras coisas. Portanto antes de falarem que a dieta vegetariana é o demónio porque vocês conhecem 1 que quase morreu, tentem ser mais inteligentes que isso.

      Eliminar
    8. Eu não conheço um que quase morreu...inventar é convosco. Credo que parecem uma seita.

      Conheço umas 10 pessoas vegetarianas, eu inclusivamente já tentei sê-lo. Conheço 1 completamente vegan e os restantes nem peixe comem...
      Eu fazia tudo certinho e direitinho e a minha nutricionista meteu-me entre a espada e a parede: ou me entupia de vitaminas e suplementos para tapar as carências ou comia de forma omnivera e saudavelmente. Escolhi a segunda.

      Afinal a culpa dos processados, dos açúcares e afins será sempre a a mesma. Não é por se ser vegetariano que se é mais ou menos saudável, aliás, a maioria é tão saudável como qualquer um que coma porcarias.
      Não me parece que a dieta equilibrada se cinja aos alimentos de origem não-animal.

      Ps: Já leram os últimos estudos que falam sobre os maleficios comprovados da soja consumida de forma frequente? Não obrigada... prefiro mesmo ser saudável. E omnivora.

      Eliminar
  5. oh, nem ligues a isso e come o que tu quiseres querida

    ResponderEliminar
  6. Deixa lá, as pessoas vão ter sempre alguma coisa para dizer... Vive a TUA vida :)

    ResponderEliminar
  7. Acho que "o problema" é justificares-te. Se eu sentisse necessidade de partilhar com os leitores uma decisão dessas limitava-me a dizer que tinha decidido deixar de comer aves e mamíferos, sem mais adiantar. Ê o teu corpo e a tua alimentação e, sejam quais forem os motivos, dos mais sérios aos mais fúteis, nisso mandas tu. A partir do momento em que apresentas justificações é claro que vai haver que lhes encontre falhas e incongruências. Ou seja, quanto mais "trela" deres, mais as pessoas falarão.

    ResponderEliminar
  8. eu nao como carne muito frequentemente. porque nao gosto muito. e sempre me fez confusão comer os animais. mesmo os peixes. até os ovos. mas temos de nos lembrar que o homem é um animal e é normal seguir a cadeia alimentar que segue, sendo omnivoro. O que podemos fazer, na minha opiniao porque nao gosto de extremismos, é tentar comer o minimo de carne necessário para ter uma alimentação saudavel.

    ResponderEliminar
  9. Ai o que para aqui vai!.. S., come o que te apetecer. Chama-se liberdade!:-)
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
  10. Pois S., compreendo perfeitamente a tua posição, aqui em casa deixá-mos de consumir carne e leite de origem animal há uns dez anos, ainda comemos algum peixe, apenas o capturado em alto mar e ovos de galinhas criadas ao ar livre, mas, faço a maioria dos pratos vegetarianos e prevejo também ir abandonando o peixe. Tenho a dizer que a alimentação sem carne veio melhorar a nossa saúde, sentimos isso perfeitamente, e também deixá-mos de contribuir para o inferno em vida que é infligido aos animais. Também deixei recentemente de adquirir calçado e vestuário e origem animal, porque sobre o sofrimento dos animais para este fim terrível. As mudanças vão sendo feitas à medida que tomamos consciência dos factos, e isso vai acontecendo cada vez mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é exactamente isso que a Ana resumiu no comentário dela.
      Passo a passo, S*, saberás como agir. O importante é que vocês fizeram uma mudança para o que julgam melhor (mesmo que haja quem discorde) e não devam satisfações a ninguém. Se quem critica também reduzisse o consumo, nem precisava cortar a 100%, fariam melhor serviço. Parabéns pela atitude e determinação!

      Eliminar
  11. Vivendo eu em África, sempre que leio que as pessoas têm pena das vaquinhas. Imagino sempre um leão a ser vegetariano a dizer para um bamby "não te vou comer, tenho pena e tornei-me vegetariano"...cada um é para aquilo que nasce. Isso e as teorias que somos o único animal que bebemos leite em adultos. Também somos os únicos que enjoamos quando estamos grávidas, não imagino um elegante a dizer, aí esta relva é do pior, estou enjoada!!! Mas lá está, teorias!!!
    Qunado se vive num país com fome, as nossas escolhas mudam, e não é o vegetarianismo que passa a ser a minha prioridade mas sim "matar" a fome a centenas, milhares de pessoas!!!
    Boa sorte na sua caminhada!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que coisa parva, desculpe lá. Primeiro a falta de respeito para com as decisões dos outros é fenomenal. Lá porque a senhora passou fome e conhece outra realidade não a pode impor a mais ninguém. Este é o primeiro ponto. O segundo é que cada animal é um animal, e cada um sabe da sua natureza. Os leões não têm substitutos da carne como nós. Nós podemos facilmente substituir a carne sem nos prejudicarmos e sem precisarmos dela. Ninguém está aqui a falar de pAssar fome, isso é um caso completamente diferent,e senhora. Este comentário nada mais revela do uma falta de compreensão tremenda.
      Além disso, se você não sabe que há certos animais que enjoam na gravidez, não diga disparates. Pesquise antes de falar.

      Eliminar
    2. Bom caro anónimo!!!
      Não disse em parte alguma que eu tinha passado fome.
      Outra coisa, não vejo onde quis impor alguma coisa a outra pessoa. (até porque foi o anónimo que viu isso, porque não obtive qualquer resposta da S)
      Quanto a Substitutos como diz, são mesmo o que a palavra diz, substitutos. Já está provado (e sim sei do que falo) que a vitamina B12 por exemplo, mesmo com substitutos não é igual. É um exemplo.
      Também não leio onde digo que a S está a passar fome. Digo sim, que quando vejo fome como vejo aqui, a minha prioridade é alimentar pessoas, e não, não vejo mal nenhum eu comer vaca, porco e frango, sabe-me bem. Se não o come, não critico, agora não me digam que faz confusão comer animais, quando vejo fome directa. E atenção fome, não é uma criança que vai para a escola sem pequeno almoço, é fome.
      E se há animais que enjoam na gravidez, aqui está uma coisa que não sabia. Mas estamos sempre a aprender, quando for ao Kruger e vir uma leoa espalmada no chão por estar enjoada, atiro-lhe relva, pode ser que melhore.
      Não faça a sua luta, com palavras que eu não disse!
      Aquele abraço.

      Eliminar
    3. "agora não me digam que faz confusão comer animais, quando vejo fome directa." - sinceramente não percebo a ligação. Já agora, a produção de carne necessita e utiliza muito mais recursos (terra cultivável, água, combustíveis) do que a produção de cereais, leguminosas, vegetais. Assim sendo, certamente não é com carne que vamos acabar com a fome. Já vivi muitos anos em África, tanto em cidades onde existia tudo como no mato profundo, onde não há nada, e não era com frango e bifes que nem eu nem as comunidades locais nos alimentávamos. Uma dieta vegetariana ou vegana equilibrada pode ser perfeitamente saudável e adicionalmente é muito melhor para o planeta. E se podemos NÃO contribuir para o sofrimento de animais, porque não fazê-lo?

      Eliminar
  12. não ligues a essa gente :) querem só tempo de antena :)

    ResponderEliminar
  13. Para a próxima diz que estás a reduzir na carne para diminuíres a tua pegada ecológica.

    ResponderEliminar
  14. é sorrir e acenar. queres reduzir o consumo da carne...é contigo. queres comer só peixe...é contigo. Se outros querem comer só carne...é com eles.

    Enfim...esta gente só está bem é a criticar!

    ResponderEliminar
  15. Cada um come o que quer e mais ninguém têm nada a ver com isso :)

    beijocas

    TricotdaTicha

    ResponderEliminar
  16. Bom, se amas assim tanto os animais (vaquinhas e porquinhos), mais vale não te alimentares de ervas ou ainda vais provocar a extinção da alimentação daqueles a quem tanto amas...

    ResponderEliminar
  17. Eu fui uma das pessoas que se questionou porque se deixa de comer carne por causa dos animais... mas depois come-se peixe. Se calhar, a razão não é por causa dos animais, é outra qlq. E aí, eu não tenho nada a dizer... :) Se me dissesses "deixei de comer carne", sem razão. Ou porque querias melhorar a tua alimentação, pronto. ok. Tu é que sabes... agora pelos animais parece tonto. :)

    ResponderEliminar
  18. Essa gente que critica então acha preferível CONTINUARES A COMER CARNE... porque se dizes que reduziste, és hipócrita; se dizes que continuas a comer peixe, és idiota e não pensas que esses animais também sofrem... Posto isto, come carne porque se reduzires ou tentares abandonar aos poucos és alvo de crítica.

    Oh gente estúpida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem toda a gente que comentou o fez no sentido de se opor a esta decisão, que é louvável. Eu, por exemplo, só condeno alguns argumentos apresentados como a sensibilidade consoante o tipo de animal e, consequentemente, a falta de coerência quando se inflama tanto quando se depara com pessoas que não partilham da sua sensibilidade em relação aos animais domésticos. Só isso. E parece-me redutor, além de pouco educado, chamar estúpido a alguém só porque discorda. Não vi comentários a insultar a S*. Este insulta gratuitamente os comentadores.

      Eliminar
    2. Anónimo, sou irmã dela e sei bem as ofensas de que é alvo constantemente nesta caixa de comentários. Sim, gente estúpida. Gente ordinária e estúpida, que ofende e deseja morte constantemente a quem não conhece. Com certeza que não viu porque esses comentários não são aceites.

      O meu comentário em nada foi redutor e pouco educado. Mal-educado, e certamente reduzido de cérebro, é quem até numa decisão destas consegue encontrar motivos para ofender.

      Eliminar
  19. Não ligues.
    Eu cortei ao açucar. Nada de bolos e até o café passou a ser sem açucar.
    PorquÊ? Porque me apetece!!! E mainada!
    ;)
    Morango Azul

    ResponderEliminar
  20. Rapariga come o que quiseres. Queres deixar de comer carne deixa. Não ligues ao que te dizem, nem tens de te justificar. É uma opção tua é só tua. Eu não como carne há mais de 10 anos e ainda hoje existem pessoas que julgam que sou um ET.

    ResponderEliminar
  21. Há pessoas que pensam que vivemos para lhes agradar, vá-se lá perceber! Acho que fazes bem, já pensei sobre o assunto e quiçá um dia não farei o mesmo!

    ResponderEliminar
  22. Desde que se sinta bem, o resto são apenas opiniões e valem o que valem. Cada um tem a sua. :)

    O Pai,
    http://www.soupai.pt

    ResponderEliminar
  23. Não como carne à mais de dois meses mas por uma questão de problemas de saúde que me surgiram, para já não tenho sentido falta porque quero é melhorar e por isso estou a seguir à risca, e não por uma questão de saber o sofrimento dos animais, não quero com isso dizer que não saiba que são uma dura realidade mas até ao momento sempre gostei de comer carne, adoro um prego no prato, uns rojões, um cozido à portuguesa...faz parte do meio onde vivo e fui educada...é quase como se fosse um amor com sentimento de culpa!Acho que cada um deve fazer o que entende para se sentir melhor com o seu corpo e mente e os outros não devem estar sempre a apontar o dedo.

    ResponderEliminar
  24. <Entendo-te perfeitamente...Fui vegetariana 3 anos e ouvia esse tipo de consideraçoes o tempo inteirooo, parece que querem dizer " Nao, tu nao es perfeita porque tb fazes isto e aquilo, por isso nao interessa se deixas apenas isso porque fazes o resto na mesma!" lol mas pronto, faz parte...

    ResponderEliminar
  25. Oh moça, ainda agora a procissão vai no adro. Conheço pessoas que tomaram a mesma opção que tu e toda a gente acha que tem direito de opinar sobre isso. E se calhar têm, mas sem juízo de valor. C'est la vie! :)

    ResponderEliminar
  26. Como te compreendo, ja ouvi disso. Gosto especialmente quando me dizem "mas os vegetais tambem tem sentimentos e sentem dor"...
    Caneco pa, chatos!

    ResponderEliminar
  27. S*, a opinião é como os cus, toda a gente tem e quem quer dar, dá! Come o que te der na gana e manda o resto à fava. Há 6 meses decidi deixar de comer massa, arroz e batatas por opção. Passei a sentir-me muito melhor e por acréscimo ainda emagreci 20kg :)
    Parabéns por essa decisão. O importante é nao sermos iguais aos outros, apenas porque é aquilo que é socialmente correto e aceite!
    Força para essa batalha.
    M*

    ResponderEliminar