terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Mudar para melhor

Já vos disse que o mais-que-tudo decidiu deixar de comer carne? Já não toca em carne desde 26 de Dezembro.

Eu acompanho-o nesta decisão, mas de forma moderada. Em casa, não como carne. Nem compro o que quer que seja que tenha carne. No entanto, na casa da mãe e afins, como. Estou numa transição.

É uma bonita decisão, em prol dos animais (mamíferos e aves...) que tanto amamos... mas tem dificultado as nossas refeições! Eu já não sou grande cozinheira (ele muito menos...), mas fazer só peixe tem-se revelado uma tarefa complexa. Bacalhau, filetes de pescada e atum... é tudo o que sei cozinhar.

50 comentários:

  1. e ovos, ainda fazem parte do cardápio? É outra optima opção para substituir a proteína da carne, assim como as leguminosas (feijão, grão, ...). Depois tens que começar a investigar as sojas e os tofus eheh

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro peixe, se pudesse comia todos os dias! Mas, infelizmente, aqui as opções de peixe são muito limitadas, especialmente de peixe fresco que, quando há à venda, já raramente é fresco =P

    boa sorte para continuarem com isso! Força (=

    ResponderEliminar
  3. Tens legumes e todo um mundo de complementos como soja, seitan, tofu, cereais e afins para explorar. Força! :)

    ResponderEliminar
  4. Oh menina, tens de começar a desenrascar-te melhor na cozinha. Qualquer coisa fazes como eu, e vais à net! Beringela/cogumelos recheados. Há mil e trezentos peixes, lulas, comida fantástica feita com soja e afins. Comidas práticas e rápidas é o que não falta. Massa chinesa só com vegetais e molho agridoce (super simples de se fazer!)
    E para além disso, se estão a deixar de comer carne por causa do sofrimento animal, os peixes deveriam estar incluídos nessa lista.


    http://www.cookinglight.com/food/top-rated-recipes/best-vegetarian-recipes
    http://www.centrovegetariano.org/receitas/
    http://www.receitasvegetarianas.net/
    http://www.jamieoliver.com/recipes/category/special-diets/vegetarian/

    ResponderEliminar
  5. lombo de salmão grelhado, aí tens mais uma opção ;)

    ResponderEliminar
  6. Peixe n é animal??? lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O texto parece-me claro. Falei em carne. Animais mamíferos.

      Eliminar
  7. O bacalhau, a pescada e o atum não são animais???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah vai-te catar, tu percebeste!!

      Eliminar
    2. Por acaso não percebo mesmo! Se fosse por uma questão de saúde, eu entendia. Mas quem deixa de comer porcos, vacas, galinhas e coelhos porque é defensor dos bichos, também devia deixar de comer os peixinhos. São bichos na mesma! :) e também sofrem quando são pescados. E por sinal bastante! :p

      Eliminar
    3. Lois Lane, desculpa, mas isso vai da sensibilidade de cada um. Se achas que se pode comparar, é contigo. Eu não me sinto igualmente sensível a vacas, porcos, burros (estes não se comem, é só para o exemplo), cabras... ou peixes. Os peixes, infelizmente, pouco me dizem.

      Eliminar
    4. Hmmmm, S*, só um ponto de vista aqui. Se achas que é uma questão de sensibilidade e se acreditas que o teu ponto de vista é válido, então não é coerente que não respeites muito quem não partilha da tua sensibilidade em relação, por exemplo, aos cães ou gatos (em bora já nem me esteja a referir à esfera alimentar). É, na mesma medida, apenas uma questão de sensibilidade e do que emociona a pessoa em questão, não? E olha que já te vi chamar coisas muito feias e tirar conclusões muito pouco gentis em relação a comentadores que não partilhavam da mesma sensibilidade em relação aos referidos animais domésticos. Fica só a ideia, se quiseres reflectir.

      Eliminar
    5. pois, animais de 1ª e animais de 2ª

      Já agora vai ver o que fazem às vaquinhas para darem o leite para o queijo e iogurtes

      Eliminar
  8. Eu peixe costumo fazer (para além do que tu já fazes) robalo, dourada ou salmão (aqueles lombos congelados são práticos e bons) no forno. Lulas não gosto muito mas também faço...depois também há rissóis de peixe, camarão, pastéis de bacalhau, pataniscas, tudo sem carne e bom (as pataniscas faço em casa, os outros compro caseiros congelados).
    Não gosto muito de soja e não sei cozinhar seitan por isso substituo a proteína com ovos, lentilhas (estufado de lentilhas bem temperadinho fica muito bom), grão, etc. Faço muitas vezes quiches, caril de vegetais e adoooro lasanha de espinafres...n me lembro assim de mais nada agora! Confesso que foi difícil habituar-me a cozinhar coisas diferentes mas na net há muitas sugestões sem carne, é uma questão de ir pesquisando e buscando inspiração!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lasanha de legumes ou de bacalhau. Hummmm!!

      Eliminar
    2. Eu faço uma lasanha de atum e legumes (ervilhas, milho, cenoura, etc) que fica um espectáculo. Aliás, é a única lasanha que faço, nunca fiz uma de carne. :P

      Eliminar
  9. Existe tanta coisa boa que podes fazer sem carne: massas, quiches, arroz, saladas.

    - http://www.lepassevite.com/2012/06/massa-de-verao-com-courgette-cogumelos.html
    - http://compassionatecuisineblog.com/2014/01/24/iniciacao-ao-vegetarianismoveganismo-1-refeicoes-basicas-e-nutricao/
    - http://anagalvao.pt/category/as-minhas-receitas/

    ResponderEliminar
  10. Não critico... mas nunca percebi quem deixa de comer carne por causa dos animais... O.o (ou ser uma das razões) os peixes também são animais e também sofrem ao serem capturados... porque é que há animais que estão acima de outros?(não é uma crítica, atenção!! são só mesmo questões que eu tenho)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, tem razão, claro. Mas é uma questão de empatia. Lamento se os peixes não me emocionam...

      Eliminar
    2. Não emocionam e não dá muito jeito ir passear o peixinho pela trela. ahahahahahah

      Eliminar
  11. Sinceramente acho que já percorri os estilos alimentares quase todos. Em casa dos meus pais chegámos a ser vegetarianos e macrobióticos (e isto há vinte anos atrás, quando o leite de soja era intragável e os iogurtes então nem se fala), e aqui em casa já fui vegetariana, semi-vegetariana (uma refeição vegetariana, outra não) e paleo. Fazer uma refeição vegetariana por dia é relativamente fácil, mesmo se não quiseres abusar da soja e afins (actualmente também não é recomendado aumentar muito a ingestão de soja, e isto sem falar na parte monetária da questão). Podes usar vegetais, leguminosas, peixe, moluscos... Numa primeira fase eu fazia todos os pratos de que gostava com carne, mas sem carne: caril, guisados, salteados, lasanha, massas, empadão, assados, tartes, quiches, folhados, rissóis e mais um sem fim de pratos (até tripas à moda do Porto sem carne chegaram a aparecer cá em casa) :) Além disso, dentro dos peixes tens imensos que podes explorar :) Com estas modas todas cá em casa já fizemos refeições absolutamente intragáveis, mas também já aprendemos muito e vamos sempre retirando coisas giras :)

    Se precisares de ajuda é só pedir ou então espreita lá no índice de receitas porque há umas sugestões razoavelmente fáceis :)

    ResponderEliminar
  12. Também estou nessa mas não de repente nem de forma radical. Estou comer carne vermelha apenas uma vez por mês. Continuo a comer frango e peru e, um ou dois dias por semana, não como carne nem peixe. É mais por uma questão de saúde embora eu considere muito válida a razão de ser pelo amor aos animais. Já fiz isso há uns anos mas tenho muita tendência para a anemia e não consegui.

    ResponderEliminar
  13. Se só não comem animais mamíferos por empatia, podem continuar a comer aves, e não faltam pratos saborosos com frango e peru...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, como indiquei, eu como carne. Mas o namorado não... ele não come mamíferos ou aves.

      Eliminar
  14. Tenho descoberto algumas refeições vegetarianas bem interessantes! Procura algumas que vos agradem, facilitará certamente o dia-a-dia aí por casa :)

    ResponderEliminar
  15. Estou cada vez mais a ponderar deixar a carne também!

    ResponderEliminar
  16. Para mim, vegetariano é não comer peixe nem carne. Independentemente da empatia, porque um porco, uma vaca, um coelho, um pato ou um qualquer peixe, para mim estão em pé de igualdade em termos de empatia. Não é comer peixes e deixar a carne... mas pronto. Apesar disso, acho uma boa ideia e admiro quem consegue enveredar por esse caminho. Sim, limita as refeições, especialmente para quem não tem queda para a cozinha, mas penso que com alguma pesquisa, consegues encontrar receitas variadas :) só acho que pode sair um pouco mais dispendioso... mas sou leiga neste assunto! Talvez esteja errada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cynthia, pois, mas eu nunca disse que agora viramos vegetarianos. ;) O namorado apenas optou por deixar de comer carne de mamíferos e de aves. Eu ainda como, apenas não o faço em casa.

      Eliminar
    2. Ser vegetariano, na verdade, é não comer nada que tenha origem animal. Leite e ovos incluídos. Fica só a nota ;)

      Eliminar
  17. Deixou de comer carne? E tu és o quê? Uma couve, ou uma alface... ou deixaste de fazer parte da ementa. ahahahahahahahahahahah

    ResponderEliminar
  18. Se são só mamíferos tens a vida facilitada, também podes comer frango e peru.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele também não come as aves. Eu, como disse, ainda não cheguei a essa fase. ;)

      Eliminar
  19. Arroz com feijão dá-te mais proteína do que um fife sabias ?
    Tenho no meu blog algumas receitas partilhadas , podes fazer hamburguers de grão ou de feijão , são uma delicia :) O meu marido é vegetariano , eu não mas raramente como carne , só peixe mas adoro mauitas das receitas que preparo para ele :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Arroz com feijão não dá mais proteína que um bife, a não ser que seja um bife de 100g contra 300/400g de feijão.

      Eliminar
  20. Estão de parabéns pela decisão, e felizmente há muitas receitas na internet para os momentos em que a inspiração falha.

    ResponderEliminar
  21. É uma decisão muito bonita, mas eu ainda não estaria preparada para tal. Gosto tanto de chicha! :) ahaha Mas fazem muito bem!!

    ResponderEliminar
  22. Os legumes e as quiches são uma boa ajuda :) E muito saborosas!

    ResponderEliminar
  23. Ainda ontem comi um salteado de legumes (daquelas misturas congeladas) com azeite, vinho branco e alho que estava uma delícia! Era só o acompanhamento de uns bolinhos de pescada, mas conseguia comer aquilo sem mais nada. Aqui já ficou uma ideia para uma refeição. ;)
    O Not Guilty Pleasure é um blog óptimo na cozinha vegetariana e que também te dá sugestões de outros blogs vegetarianos.
    Também costumo seguir As Receitas da Gi, mas este é no facebook, e o Krausz Department.
    E não sei se já ouviste falar no Le Passe Vite, até já ganhou um prémio.

    ResponderEliminar
  24. Descobri em 2009 que era alérgica a carne de porco e seus derivados (chouriços, alheiras, fumados, mortadelas, fiambres e afins) e ao leite de vaca. Esta descoberta fez-me ter de mudar com rapidez os meus hábitos alimentares, e não tem corrido mal. Fez abrir-me o leque de opções, fez-me procurar muito mais alternativas de peixe, fez-me conhecer a fundo a cozinha vegetariana e macrobiótica e não me tenho dado nada mal. Continuo a comer carne de vaca, perú, frango, pato e coelho, mas de uma forma muito pontual, pauto a minha alimentação por peixe e cozinha vegetariana... Reaprendi a comer e para melhor...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Antes de mais, parabéns pela decisão. Eu tenho, de momento, o que considero um alimentação tendencialmente vegetariana. Acontece que quando tentei mudar a minha alimentação, os meus valores das análises sofreram com isso, e fiquei muito perto de uma anemia, infelizmente preciso de carne, mas reduzi drasticamente o seu consumo. A decisão é boa não só pela nossa saúde, como pelo amor aos animais, como pela sustentabilidade do próprio planeta, que sofre grandes consequências com a actividade pecuária.

    Em relação ao vosso caso... Resta-te diversificar os peixes e a forma de os cozinhar. Tens salmão (tão saudável, e fica tão bom no forno, grelhado, cozido, ou até salteado com uns legumes e molho de soja, ao estilo asiático), douradas, robalos, trutas salmonadas, que sendo diferentes, acabo sempre a meter no forno, portanto só precisas de aprender um método de confecção e depois quase que podes aplicar a todos. Fora dos peixes, podes e deves ir buscar proteína fazendo uma refeição com ovos, feijão ou grão, cogumelos e soja e derivados, como o tofu e seitan (há um prato muito bom chamado seitanas, são bifanas feitas com seitan, é muito bom). Depois há aquele clássico vegetariano que é o alho francês à brás, de que eu até gosto mais do que o bacalhau; também adoro bolonhesa vegetarina com cogumelos, courgette e cenoura partidos aos cubinhos, molho de tomate caseiro e está feito, afinal o que nos dá a sensação de comida de conforto é o molho :) Sei que não pretendem ser vegetarianos, mas isto ajuda a diversificar a alimentação e até a matar as saudades da carne, porque são cozinhados de forma semelhante. Mesmo o atum, para variares, podes comprar fresco, em bife, e se fizeres mal passado é quase comer carne. As cavalas e os carapaus (vamos poupar as sardinhas), também são opções muito saborosas e saudáveis. Se também não comem aves por questões sentimentais equaciona deixar de comprar ovos de marca branca, pois s galinhas são criadas em condições terríveis nas suas gaiolas super apertadas (no pingo doce e continente há marcas de ovos de galinhas criadas ao ar livre, é algo que vem bastante destacado na embalagem).

    Além da questão da fonte de proteína, há alguns cuidados a ter como interacções entre vitaminas e minerais, que esteve um pouco na causa do meu princípio de anemia, porque achei que era só comer proteína e pronto, mas não: por exemplo, se fizerem uma refeição com uma fonte de ferro (essencial para evitar a anemia, bem como a vitamina B12), convém nessa mesma refeição ingerir uma fonte de vitamina C, porque ajuda à fixação do ferro; por outro lado, se comerem simultaneamente uma fonte de cálcio, irão estragar a absorção do ferro, porque o organismo recebendo simultaneamente ferro e cálcio, dá prioridade ao transporte do segundo, isto explicado de uma forma simplificada, mas foi o que fiz mal no meu caso. Por isso, numa próxima ida ao médico de família falem disso, pode ser necessária a ingestão de ferro ou vitamina b12 - é que a carne vermelha, por muitos mal que tenha, não deixa de ser a melhor fonte de ferro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os ovos de galinhas criadas ao ar livre são os do lidl e aldi (e não são todos)! No pingo doce e continente não há ovos com código 1 (é o primeiro número que vem escrito no código que indica como são criadas e alimentadas as galinhas)

      Eliminar
    2. já comprei diversas vezes ovos de galinhas criadas ao ar livre no continente.

      Eliminar
    3. Desculpe mas há, eu compro-os. Não há é da marca própria desses supermercados. No pingo doce a marca é "matinados" e no continente "ovo camponês". As galinhas são criadas ao ar livre e os ovos têm esse código.

      Eliminar
  26. Gostava de ter força (e dinheiro) para conseguir deixar de comer carne de porco, de vaca, e afins. Confesso que aves são uma espécie pela qual não nutro muita simpatia (tenho mesmo medo), mas mesmo assim vê-los sofrer também não me é indiferente!

    Não nego que gosto de carne, mas por vezes ao comer sinto-me enjoada ao ter a noção, de imaginar o sofrimento. Eu vivo numa vila onde oiço a matança do porco, chego a tapar os ouvidos, e recuso-me a comer a carne oferecida pelos vizinhos. É uma contradição, pois a carne do talho já não me custa.E até peixe, que adoro, quando vejo eles a lutarem pela vida me dá um nó, mas tento nem pensar nisso.

    Acho de louvar a atitude do teu namorado. Acho que eu se tivesse dinheiro, e uma casa onde fosse eu a dona (não morar com os pais) talvez conseguisse deixar a carne de vez.

    Mas não sou extremista. Quem quer comer carne come, faz parte da natureza, somos todos animais, o sentimento de compaixão não nos é intrínseco, quem não quer comer carne ainda melhor! E somos todos felizes :D

    ResponderEliminar
  27. Tenho uma amiga que fez o mesmo. Tambem ja tentou deixar o peixe mas n consegue.
    Eu confesso que para mim quem deixa por pena de uns animais entao deveria ter pena de todos, mas respeito e tambem acredito que se todos contribuirem um pouquinho sempre é melhor.
    quanto a sugestoes de paparoca, a minha amiga usa e abusa de lentilhaa. Diz que é muito bom. Faz hamburgueres, bolonhesa d lentilhas, etc

    ResponderEliminar
  28. Olá! Ser vegetariana é hoje em dia bastante fácil... a internet é a nossa melhor amiga. Há quatro anos que não cozinho nem carne, nem peixe! Força :)

    ResponderEliminar
  29. Olá! Ser vegetariana é hoje em dia bastante fácil... a internet é a nossa melhor amiga. Há quatro anos que não cozinho nem carne, nem peixe! Força :)

    ResponderEliminar