terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Ho Ho Ho! #8


A sorte que é ter um pinheiro "de verdade" na casa de família. Ao tratar da decoração, fiquei com as mãos a arder de ser "picada" pellas folhas... Mas é um carisma completamente diferente!

7 comentários:

  1. Feliz Natal, pequena jornalista!

    Beijocas. :)

    ResponderEliminar
  2. Acho mais bonitas as artificiais, ficam sempre arranjadinhas e com aquela forma de pinheirinho. E tem a vertente ecológica, podem-se usar durante anos e anos. Acho que os naturais ficam estranhos, não sei.

    ResponderEliminar
  3. Cá em casa usávamos pinheiro de verdade e adorava o cheiro que ficava pela casa! Mas depois ficou muito difícil encontrar (sem sermos quase apanhados pela polícia ahah) e quem vendia, vendia uns muito "depenados" por isso compramos artificial. É perfeita, redonda e muito bonita mas falta-lhe o "cheiro de Natal" :)

    ResponderEliminar
  4. Com isso estás a contribuir para a destruição da floresta, com uma árvore de plástico, contribuis para a economia chinesa e para a poluição do ambiente.
    Duma à outra, venha o diabo e escolha. xD

    ResponderEliminar
  5. Quando fazemos o Natal na terra o meu avô também arranja sempre um (ramo de) pinheiro para decorarmos :)

    ResponderEliminar
  6. Quando era pequenina, na casa onde passava o Natal, também havia sempre um pinheiro de verdade. Mas para além de ser terrível - sim, pica bastante! -, riscava as paredes todas... e deixava cair muitas "agulhas" do pinheiro. Desistimos dessa ideia e agora só mesmo artificial. ;)

    ResponderEliminar