terça-feira, 6 de outubro de 2015

Armas e os inocentes


Tento respeitar as leis de cada país, pois não vivo a realidade dos outros e não devo comentar realidades que desconheço. No entanto, esta paranóia que os Estados Unidos da América têm com as armas deixa-me enojada.

Assim como para nós, portugueses, é normal um pai passar o Domingo a ensinar o filho a andar de bicicleta ou de patins, para eles uma "actividade de família" parece ser a introdução às armas, ensinar as crianças a atirar, a "defender-se" (como gostam de dizer...).

Sempre que leio uma notícia destas, repito o mesmo discurso: as armas não devem estar acessíveis aos comuns mortais. Pessoas sem formação específica (polícias, militares...), não devem ter acesso a armas. 

É tão fácil pedir uma licença de porte de armas, por lá... Depois lemos estas notícias, em que inocentes crianças perdem a vida por causa da teimosia dos adultos.

Enquanto os senhores das armas mandarem no país, esta triste realidade nunca vai mudar. O dinheiro manda.

Por cá, também temos exemplos disto... os velhotes têm licença de caça, têm espingardas, e depois matam-se uns aos outros por um pedaço de terra, por causa de um muro, de um riacho ou de um cão...

23 comentários:

  1. Se não se matassem com as armas era com outra coisa qualquer... Essas coisas, a meu ver, acontecem por motivos parvos, por razões fúteis (sem razão, até) e as armas não têm culpa nenhuma nisso. O mal está nas pessoas, não noacesso aos objetos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas a limitação do acesso aos objectos limita os actos de loucura das pessoas. Evitavam-se muitos massacres...

      Eliminar
    2. se assim fosse entao nao havia mortes, massacres nem crimes na Europa...porque sera? Ah ja sei..porque na Europa os criminosos arranjam as armas na mesma. E ilegal matar mas os criminosos matam na mesma nao seguem a lei. E ilegal a venda de armas a qualquer um em Portugal nao significa que nao haja gente que as compre na mesma caso contrario nao havia criminosos nem desgracas em Portugal, verdade?

      Eliminar
  2. Talvez fosse pior sem as armas... como é no Brasil, onde só os bandidos "podem ter armas" e a população fica a merce deles. Pense nisso.:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi nao. E isso mesmo. A Salete tem alguma razao. Vivo nos Estados Unidos e tambem existem casos de tentativas de assaltos a establecimentos e residencias que poderiam ter dado em tragedias nao fosse por haver alguem com uma arma no local que assusta se o/os criminino/os mas obviamente esses casos nunca sai publicitados pelas tvs internacionais ou mesmo as nacionais daqui mas apenas pelos canais locais do proprio estado em questao pois nao da polemica, nao e verdade?...

      Eliminar
    2. O problema é mesmo esse. Chegado a esse ponto, um país está condenado. No Brasil então... a percepção das coisas é muito diferente de cá. Matar é encarado com leveza, se for bandido então está bem, se o morto não for bandido então é sinal que todos deviam andar armados para se defender dos bandidos... E a polícia tanto é honesta quanto é corrupta e bandida por si só.

      Chegando a esse ponto, sinceramente, não sei se tem retorno. No brasil sempre me fez impressão que a sociedade aceitasse crianças a viver na rua, abandonadas, entregues ao tóxico e à prostituição. Uma sociedade que aceita que crianças vivam assim, está condenada.

      Mas não julgo tanto quanto parece. Temo. Temo que seja uma questão de tempo para que essa mentalidade se instale também em Portugal. A indiferença aumenta, a pobreza não só económica mas principalmente ESPIRITUAL está a aumentar. E a instrução e a boa formação a diminuir. Ou se criam pessoas bem instruidas totalmente mimadas, ou pouco instruidos. Não há meio termo. Uma classe média necessita-se! Não se pode viver nos extremos.

      O Brasil ter ficado assim, ainda se «desculpa», pelo facto de ser ENORME. Mas um pequeno país como Portugal, só fica assim por total desleixo e incompetência dos que nos governam.

      Eliminar
  3. Não são os "velhotes" que têm licença e uso de porte de arma,eles começaram a caçar novos!!! Deviam era ser obrigados a entrega-las!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresa, evidentemente. Mas os casos que ouvimos são sempre com velhotes.

      Eliminar
  4. O meu discurso, tanto em relação ao "cammones" como aos velhos caçadores, é sempre o mesmo:
    Deixa que se matem, que um dia vão-se extinguir e o mundo nem vai dar por falta deles. eheheh

    ResponderEliminar
  5. Ainda cá volto.
    A única arma que tenho comigo, é o carro e quando vejo velhos aselhas e pitosgas a fazer asneiras que põem a vida deles e a dos outros em risco, digo à minha"esperta":
    Se eu um dia chegar a este ponto, escondam-me a chave do carro, ou levem-me ao canil e mandem-me abater. ahahahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se lá chegar a velho e pitosga espero sinceramente que o mandem para o canil

      Eliminar
  6. Quando o último acontecimento de um tiroteio numa universidade por lá sabes o que é que a população disse?? Se as pessoas tivessem armadas que podiam-se ter defendido... ou seja, como resolver o problema? DAMOS MAIS ARMAS ÀS PESSOAS! Os americanos são mesmo estúpidos, não são? LOL.

    ResponderEliminar
  7. Há um documentário do Michael More que aborda muito bem esta questão das armas nos Estados Unidos, o Bowling for Columbine, realizado na sequência do massacre que ocorreu no liceu desta localidade. Mostra como no Canadá têm as mesmas facilidades de acesso às armas, mas têm uma mentalidade completamente diferente. E mostra situações como um banco americano a oferecer uma arma só por se abrir uma conta lá. Aconselho o documentário.

    ResponderEliminar
  8. Isto é algo que também me faz uma certa confusão :\

    ResponderEliminar
  9. Faz-me muita confusão, ainda hoje estive com amigos a almoçar e falámos disto. Cá em Portugal, tens na mala a carteira, lenços e um baton. Lá uma senhora tem a carteira, lenços, um baton e uma arma. É impressionante!

    ResponderEliminar
  10. infelizmente até os defensores do bem usam armas. nunca deviam ser utilizadas nem pelas autoridades,
    depois as crianças só seguem o ouvem e vêem no mundo cada vez vai ser pior.

    aproveitem visitem o meu blogue -- eurosfast.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. O direito ao uso e posse de arma é consagrado na Consituição dos EUA. E esse direito juntamente com mentes do "faroeste", dá neste tipo de coisas. Este tipo de notícias nos EUA infelizmente não me espanta, assim como não me espanta que ninguém consiga mudar este artigo da constituição, apesar destas situações.
    Por lá o lobby armas dá dinheiro, muito dinheiro, e poder.

    ResponderEliminar
  12. Depois de tantos casos não sei como ainda não tomaram naquele país...

    ResponderEliminar
  13. Mais do que as leis, não percebo é as pessoas. Não percebo como é que se deixam armas à mercê de uma criança. Não percebo como é que ninharias impelem alguém a atirar sobre outra. Não percebo as pessoas...

    ResponderEliminar
  14. O Canada é dos países com maior posse de armas e os níveis de criminalidade são muito reduzidos.

    ResponderEliminar
  15. Fácil pedir uma licença de armas por lá?!?
    Estás enganada! Nem é preciso essas burocracias.
    Pesquisa. Um documentário que passou na TV mostrou que até nas FEIRAS de armas que eles organizam, uma pessoa pode chegar lá e comprar um verdadeiro arsenal para cometer ataques terroristas sem lhe pedirem sequer identificação ou comprovativo de licença para porte de armas.

    USA = Terra de Índios - sem os índios, porque os que lá estão trataram de os irradicar em primeiro lugar. depois auto-apelidaram-se de americanos e disseram que criaram uma nova "Terra de Oportunidades".

    Enfim... acho que hoje estou a me sentir um tanto radical :D

    ResponderEliminar