segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Instaweek

A última melancia do ano, misturada com iogurte.

"Pink sorbet" nas unhas. Adequado!

Nos dias de frio, estreia da capa Sfera.

Irmandade preta e branca.

Sim, choquem-se, o meu cão dorme na nossa cama.

Sábado à noite com as raparigas.

Baby Miguel em versão "are you talking to me?".

Este Sábado foi noite de D.A.M.A. cá na cidade. Uma simpatia de rapazes, é o que é.

Sala esgotada. Fartei-me de dançar. :D

Para compensar, Domingo em família é para a engorda.

Princesa cusca à espera de receber algo...


33 comentários:

  1. Frio??????? Ontem em Lisboa estiveram 31 graus!!! Um bafo!!!!

    ResponderEliminar
  2. Os meus três gatos e a minha cadela também dormem comigo. Em minha casa, as minhas regras! E ai de quem ousar dizer o contrário! Tens uns animais que é uma doçura. :)

    ResponderEliminar
  3. A foto do Domingo em família apela-me bastante :P
    E quanto ao cão na cama, quem nunca o fez que atire a primeira pedra :P

    A primeira foto está lindíssima :)

    Um beijinho


    All about Lady things



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu! Mas não atiro pedras. :P E não me choca a fotografia porque não é a primeira vez que a S* refere que os animais dormem na cama. A mim faz-me uma certa confusão, mas não sendo a minha cama e a minha vida...:)

      Eliminar
    2. A mim não me choca, apenas me mete nojo.

      Eliminar
    3. Eu nunca o fiz e partilho a opinião de achar nojento. Por outro lado, enquanto o fizerem em vossa casa, na vossa cama... pois o "problema" é vosso.

      Eliminar
  4. Ohhh, os teus bichinhos são todos tão fofos (e não tem mal nenhum dormirem na cama)!

    http://www.perdidaemcombate.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. O Pirata já está muito crescido para dormir na cama dos papás. eheheheheh

    ResponderEliminar
  6. olá! gostava de saber onde fazes as unhas e, se não for indiscrição, quanto custa. Estão sempre tão giras!

    Eu nunca na vida iria dormir com um cão na cama... porque os espaço está todo ocupado por gatos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faço na Peggy Sage, pago 10 euros. Duram 3 semanas. ;)

      Eliminar
  7. Essa princesa é mesmo gira!
    Btw, melancia e iogurte é bom? É uma mistura que nunca me tinha ocorrido...

    ResponderEliminar
  8. Um à parte e espero que não leves com maldade: cuidado com as fotos partilhadas do sobrinho.

    Cada um faz o que quer mas, tendo em conta que é tão fácil encontrar-vos (a ti e à tua mana, eu sou de Aveiro e já vos vi às 2 em ocasiões distintas) já imaginaram se alguém implica convosco ou ganha alguma tara ou ao vosso Miguel? Não é dificil chegar a vocês, nem a ele e na internet nem todos são "gente boa".

    Enquanto mãe fico com o coração apertado por ver os miúdos expostos assim. Podes não publicar e espero que não me leves a mal. É apenas um alerta.

    ResponderEliminar
  9. Gostei muito das fotos. São tão lindos, os teus bichinhos! :) Que amor, dormires com o cão na cama. Eu por mim fazia o mesmo, se não fosse pelas alergias! Em relação à melancia, por acaso não sou muito fã, para mim aquilo sabe a uma água doce, nunca lhe entendi o fascínio ahah. Um beijinho! :)

    ResponderEliminar
  10. Gosto especialmente das vaidades desta semana (desde a cor das unhas, à capa nova e ao outfit para a saída) =).

    ResponderEliminar
  11. O que me choca mais em pessoas que dormem com animais no quarto (nem vou referir o pelo que ele deve largar dentro dos lençóis e o odor natural que os cães têm!!!!) É a falta de intimidade. Acho que não preciso de entrar em detalhes para ver onde quero chegar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não está habituada a ter animais é normal que ache tudo estranho mas eu explico tudo direitinho... "tome nota" :alguns animais principalmente os vadios cheiram mal, o meu(e agora é mesmo sério) cheira melhor que muitaaaaas pessoas . quanto à intimidade nem consigo perceber como pode ser um obstáculo...mas vou pensar seriamente em mudar de desculpa, e em vez da famosa dor de cabeça vou dizer que o cão esta a dormir aos pés da cama e que não vai dar...

      Eliminar
    2. Podem dizer o que quiserem mas não tentem convencer as pessoas de que os cães dentro de casa não deixam um odor típico (por mais higiene que tenham). Os donos é que já se habituaram a ele. Eu nunca teria mas respeito quem tem, mas lá está os donos dizem sempre que o deles deixam esse odor porque são limpos. Só um exemplo tenho uma amiga que aqui há uns anos tinha dois cães (mais para o pequeno) dentro de um apartamento, tinha todos os cuidados com eles mas eu sempre que lá entrava sentia o cheiro dos cães e para quem não gosta não é nada agradável.

      Eliminar
    3. Ana em vez de ir logo atacar talvez fosse bom lembrar que nem todas as pessoas gostam de se sentir observadas enquanto têm relações sexuais, enquanto outras até preferem e se excitam mais com isso. Nem todos são iguais.

      Para mim essa do "cheirar bem" é uma óptima desculpa, até porque quando entramos em casa de pessoas que têm animais em casa por norma nem se sente logo o cheiro, nem nada. Os animais cheiram a animais (é natural) e quando as pessoas não limpam a sua casa exaustivamente todos os dias, a casa ganha cheiro. Se gosta, tudo bem para si mas não precisa fazer os outros de atrasos mentais só porque não partilham as suas ideias consigo.

      A mim não me choca (ao contrário do outro anónimo) para mim é só mais um hábito nojento de algumas pessoas. Muitas pessoas fazem muitas coisas que eu acho nojentas, se tivesse um relacionamento com alguém que o fizesse seria incapaz de estar com essa pessoa. Agora, enquanto a Ana o fizer na sua casa, na sua cama... por mim até pode lar linguados ao seus animais (como já vi dar) - desde que não me obrigue a fazê-lo.

      Agora a desculpa do ser lavadinhos e limpinhos é muito gira mas que eu saiba ou prendem sempre os animais em casa (apartamento) ou se os deixam ir à rua eles ficam sujos, podem apanhar pulgas, etc, etc etc... para mim é nojento e pouco higienico. Mas cada um vive à sua maneira.

      Eliminar
    4. Ana, sou o anónimo do comentário original. Tenho um cão... que fica no jardim. Não entra no meu quarto, muito menos na minha cama. Quanto à questão da intimidade deduzo então pelo seu comentário que tem relações sexuais com o animal ao seu lado sem qualquer tipo de pudor. Eu não teria.

      Eliminar
    5. Eu não gosto de fanatismos, temos o direito de pensar e viver diferente, eu aceito outras opiniões diferentes das minhas mas em relação aos animais acho que quem não convive com eles não entende bem esses facilitismos de até os deixar dormir no quarto . há pessoas que só vêm o lado sujo de ter animais mas eles são mais do que pêlos e odores... São seres vivos que vivem connosco e nos dão muitas alegrias e já agora abraços e beijinhos (linguados dispenso;-)) muito reconfortantes.

      Eliminar
    6. Eu tenho um animal e gosto muito dele. Eu não vejo só o lado sujo do animais, simplesmente não sou fanática e para mim ele continua a ser um animal irracional e cuido dele e trato dele como tal - não é meu filho, nem partilha a minha casa/cama comigo.
      Ele jamais entraria além da garagem de minha casa e jamais ficaria na minha cama, por outro lado, também não o deixo fechado num apartamento o dia todo (sei que é contra a natureza dele): anda todo o dia livremente pelo nosso jardim, tem água, relva e sombra, assim como brinquedos... por isso, faz o que quer durante o dia enquanto estamos fora e à noite damos uma volta a pé com ele.

      Mas apesar de o ter, sei perfeitamente que eles são animais e sei que as pessoas que os têm em apartamentos vem com os ditos à rua e não fazem a desparasitação assim que chegam a casa todos os dias (até porque lhes faz mal à saúde). E, nesses passeios, podem apanhar pulgas, carraças e afins (os desparasitantes não são 100% eficazes). Logo, um cão que venha à rua...depois ir para a minha cama? Pois... não obrigadíssima. Por isso é que para mim é nojento.

      Ps: Todos nós temos as nossas ideias, por exemplo, eu sou contra o facto de existirem pessoas com cães dentro de apartamentos. Acho que quem tem cães como o meu (labrador) num apartamento, fechados, mesmo que dêem um passeios por dia, é a meu ver, um atentado e mal tratar o dito cão. Digo isto porque o meu tem imenso espaço para estar, brincar e fazer o que quer e ainda assim tem imensa energia para desgastar quando vamos passear...se o tivesse fechado num apartamento eu acho que ele dava em maluco (por muitas voltinhas que viesse dar à rua, uma ou duas vezes por dia... a menos que andasse horas com ele na rua... que, pelo que vejo, ninguém anda). Mas é legal, não é? Logo... cada um faz o que quer.

      Anónimo30 de setembro de 2015 às 16:49

      Eliminar
    7. Ana, se não gosta de fanatismos porque é que entrou logo a matar na resposta que deu ao primeiro anónimo? O comentário nem era para si.
      tal como disse e bem não temos de gostar todos do mesmo, se você vê nos animais mais do que odores e pelos, que bom para si, a mim faz-me nojo, um animal não toma banho todos os dias, faz xixi e cocó e não se lava cada vez que o faz, os cães vão à rua e trazem sujidade para casa nos pelos e nas patas, tal como os humanos levam, mas com a diferença de que tomam banho todos os dias (os que tomam, claro) e deixam os sapatos à entrada.
      Se convive bem com isso, que bom para si e para os seus animais, para mim seria impensável ter um animal dentro dos meus lençóis, Gosto tanto do cheiro de uma cama lavadinha.

      Eliminar
    8. Por mais explicações e teorias haverá coisas em que nunca haverá consenso... Eu tenho família, marido e três filhos, ainda assim consigo "amar" os meus animais (um cão e um gato), o convívio com eles faz me bem, fazer lhes festas, acaricia-los é para mim uma terapia... Gosto que os meus filhos gostem de animais e acima de tudo que os respeitem, que nao os maltratem...e também gosto do cheiro de uma cama lavadinha, e também o tenho...com boa vontade e alguma organização tudo se consegue ;-)

      Eliminar
    9. Pois Ana mas eu não vejo o porquê de só se amar animais se os deixar partilhar a cama... e depois não é fanática..

      Em relação à cama lavadinha e cheiro a tal... a Ana está habituada ao cheiro... nada contra, é em sua casa.

      Eliminar
    10. Ps: eu também sou mãe, trabalho e continuo a ter tempo para lhe fazer festas... gosto mesmo muito dele, aliás faço vários sacrificos por ele e ele foi resgatado depois de uns senhores "não me toques" acharem que era giro comprarem um labrador para o enfiar num apartamento mas depois aperceberam-se que ele não era um brinquedo e decidiram que o iam despachar... fosse a quem fosse e como fosse.
      O meu cão é de raça, sim, mas porque calhou pois ele iria ser abandonado e escorraçado de um casal que "amava" animais (diziam eles), como ele não era como queriam, iam metê-lo fora. Fiz imensos km para o ir buscar e adoptei-o apesar de naquela fase da minha vida ser bastante complicado...mesmo assim abdiquei de várias coisas para que ele não acabasse metido fora (ele ainda nem 2 meses tinha, não tinha chip nem nada e os "donos" ameaçavam que o iam largar na rua...).

      Por isso desculpe mas se para si amar um animal é deixá-lo ir para a sua cama, sofá, e por aí fora... pois para mim gostar de um animal é dar-lhe bons tratos, atenção, alimentação adequada e acesso a um veterinário em condições e ter sempre em consideração o que é melhor para ele e não o meu próprio egoismo (como o daquelas pessoas que sabiam não ter tempo mas queriam um cão para enfiar num apartamento porque "é giro" ter um labrador).

      Anónimo30 de setembro de 2015 às 16:49

      Eliminar
    11. Muito bem anónimo, esta gente enfia cães em apartamentos e depois vem dizer que gosta muito deles e blá blá blá. Sem comentários.

      Eliminar