Avançar para o conteúdo principal

A idade traz sabedoria

Nem sou destas coisas, porque uma pessoa com experiência pode ser uma nódoa no trabalho e um iniciante pode ser excelente no que faz.

Mas oh meus amores, depois da porra das dores que sofri, há dois meses, quando estive internada no hospital, com um catéter que me colocaram na mão, nem dormi esta noite, por saber que me iam fazer o mesmo - mas na barriga, que é um lugar sempre simpático.

Há dois meses colocaram-me um catéter na mão, aquela porcaria doía, parecia que a veia me ia rebentar. Pedi a três pessoas para verem a coisa - diziam que estava tudo bem, tudo óptimo. Quando foram a tirar, ups, ai, afinal estava com um catéter demasiado grande para as minhas veias finas.

Hoje fui fazer um exame à barriga, que implicava um catéter na zona em questão. Tomei uns calmantes para dormir de noite, confesso - e dormi, graças a Deus.

Pois que na hora dos finalmentes, o "único especialista do Porto" neste tipo de procedimentos, foi o que me safou. O senhor, já de idade bastante avançada, enfia-me um catéter, injecta-me o líquido, e eu juro que não senti absolutamente nada. Fiquei fã do senhor doutor. 

Comentários

  1. Casa de saúde? Parece que te vi hoje de manhã.

    Bj

    ResponderEliminar
  2. Sim, às vezes a experiência e a sensibilidade também fazem toda a diferença.

    Olha, deixei-te desafio no blogue. Vê lá se te apetece!
    http://rainingdaysandmondays.blogspot.pt/2015/05/fui-desafiada-2.html#more

    ResponderEliminar
  3. Ó S*, f*da-se, ainda és muito nova para já estar a passar por isso tudo! E sim, nem todos os velhos são inúteis. A idade traz experiência e eu sei do que falo, que já vou a caminho dos 53.

    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, eu infelizmente já passei por bem pior. ;)

      Eliminar
  4. Olha haja alguém assim :)

    ResponderEliminar
  5. No "enfiar" (do cateter...) é que se nota a experiência da pessoa. eheheheh

    ResponderEliminar
  6. A prática é que faz a perfeição... Infelizmente, há sempre alguém que sofre com os menos experientes até eles se virem a tornar experientes =P

    ResponderEliminar
  7. essas coisas a mim são para me deixar uma semana sem dormir!

    ResponderEliminar
  8. É tão bom quando lidamos com bons profissionais ;)

    ResponderEliminar
  9. Então que tens tu? :|
    Epá essa malta com a mania que sabe aquilo que faz mas afinal não sabe só irrita!

    ResponderEliminar
  10. Pois, há profissionais e profissionais...ainda bem que agora tiveste mais sorte!
    As melhoras ;)

    ResponderEliminar
  11. Gosto desses médicos que tem a mão leve também.

    http://www.jj-jovemjornalista.com/

    ResponderEliminar
  12. Eu, quando há 2 anos, fui internada de urgência por causa de uma pancrietite (será k é assim k se escreve?) por culpa de uma pedra na Vesícula, todos os dias tinham que mudar o cateter de sítio porque o sítio onde estava começava a inchar....até chegaram a colocar nas costas da mão esquerda! Quando vim para casa tinha pequenas "nódoas" nos 2 braços. Não é difícil: uma pancada pequena fico logo com uma negra. Até fico com uma negra durante uns dias só por tirar sangue para análise. Ainda por cima a minha pele é branquinha......e eu não gosto nada de agulhas!!!!!
    Nesses 6 dias em que estive internada 3 Enfermeiras (uma delas estagiária), ao mesmo tempo, numa dessas ocasiões andavam a ver o melhor sítio para recolocar o cateter....achavam que eu deveria ser alérgica ao "dito cujo". Na brincadeira já diziam que seria melhor colocar numa das pernas!!! Fogo!!!!!
    Depois, entrei na lista de espera para me tirarem a vesícula. E pronto: lá fui eu e uma Enfermeira colocou-me o cateter nas costas da mão direita e, por sorte, não me doeu nada a picar. Também depende do profissional.....porque as minhas veias são bem difíceis de encontrar!!!!
    Cada vez que vou ao Centro Clínico da minha área fazer as análises anuais, fico sempre para o fim porque a Enfermeira já me conhece e tem que estar calminha à procura de alguma veia num dos braços.....e eu a tentar ficar descontraída e respirar fundo várias vezes!!!!

    ResponderEliminar
  13. Infelizmente não há outra forma de ganhar prática a não ser... praticando pois!
    Alguns têm que ser os primeiros...
    Sou enfermeira. A minha opção foi sempre a honestidade. Ainda hoje quando não tenho a certeza de algo assumo-o perante o utente e não tenho problemas em admiti-lo. Muitas vezes contacto os utentes depois de me informar melhor sobre alguns assuntos. Em relação a procedimentos técnicos é igual. Quando não tenho sucesso à primeira não tento novamente e informo o utente de que vou chamar algum colega mais experiente.
    Há colegas que não o fazem, de facto, o que é triste. Parece que têm que saber tudo e que assumir a sua ignorância é um crime... são posturas... há de tudo.
    Mas é sempre mais simpático quando nos calha alguém experiente e confiante, ai isso é!!

    ResponderEliminar
  14. Em coisas médicas acho mesmo que a idade é sabedoria...

    ResponderEliminar
  15. Conheço várias realidades médicas.... a dos experientes e como tal bons, a dos experientes e como tal com a mania jogam pelo mínimo, os novinhos que por serem assim fazem tudo impecável e dos novinhos que só fazem cagada. Importante disto tudo .... as tuas melhoras.

    ResponderEliminar
  16. Pois, idade e experiência nem sempre são sinónimo de sabedoria.
    Espero que esteja tudo bem. Beijinhos e bom fim-de-semana!
    :)

    ResponderEliminar
  17. Quais calmantes tomas S*? Também precisava, tenho noites pessimas e sei que é ansiedade.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Valdispert 450mg quando estou mesmo nervosa. Uma dose baixa só para parar as insónias.

      Eliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.