Avançar para o conteúdo principal

Coisas de pelintra...

Prometes a ti mesma que, quando fores às compras, vais investir em peças diferentes, mais originais, quem sabe até com algum brilho...

Voltas sempre para casa com mais básicos porque, pelintra como és, nem sabes em que situação poderias usar aquela roupa tão-gira-mas-tão-arrojada.

Odeioooo pobre.

Comentários

  1. Eheh, acho que somos várias a sofrer do mesmo problema :p

    ResponderEliminar
  2. Talvez não seja a tua falta de oportunidade de usar tais peças, mas sim o facto de seres uma rapariga jovem que se veste e tem a mentalidade de uma mulher de 50 anos.
    Ninguém te diz para vestires cintos em vez de saias ou tiras de pano em vez de camisolas, mas efectivamente, ao contrário do que dizes, és bastante antiquada a vestir-se, o que é pena porque és bonita e tens um belo sorriso, que merecia uma atitude muito mais jovial e enquadrada com a idade que tens.

    P.S. - Não encares este comentário com a arrogância com que, geralmente, vês todos aqueles que vão contra os teus ideais. É uma crítica sincera, educada e construtiva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Helena, o seu comentário seria muito válido não fosse o facto de ter dito que sou "uma rapariga jovem que se veste e tem a mentalidade de uma mulher de 50 anos". A minha mentalidade é o reflexo daquilo que sou, nada tem a ver com idades. E não me visto como uma senhora de 50 anos. Aliás, nem sei como sabe dessas coisas, pois pouca roupa minha mostro no blogue...

      De qualquer maneira, sinto-me bem com o que visto. Podia ter roupa mais diferente, mais entusiasmante, podia sim senhor. Mas sinto-me bem. E ninguém tem nada que me tentar impor uma maneira "certa" de vestir. Cada um sabe de si. ;)

      Eliminar
    2. Não mostras no blogue, mas mostras muito no Instagram.
      E, obviamente, não estou a tentar impor-te uma maneira "certa" de vestir, ninguém tem esse direito. No entanto, afirmaste há uns posts atrás, a propósito de um gorro que adquiriste, que eras muito "menininha" e, pelo que posso observar através daquilo que vais deixando ver através das tuas redes sociais (e, aqui, estás sujeita, naturalmente, ao "julgamento" alheio, já que mostras), és uma pessoa de gosto pesado.
      Não digo que é mau gosto, porque efectivamente não o é. Mas de facto vestes roupas que, além de não te ficarem bem esteticamente (és, tal como eu, uma pessoa com tendência a engordar e as tuas roupas ainda salientam mais isso), são demasiado pesadas para alguém da tua idade.

      Mas, como dizes e bem, cada um sabe de si. Porém, se não quisesses ler comentários não abrias os posts aos mesmos. ;)

      Eliminar
    3. Quem está a criticar a tua forma de vestir és tu a ti própria. Se estivesses bem contigo e com a tua imagem este post não existia.

      Eliminar
    4. Sem querer ofender, também acho que te vestes de forma demasiado.....como direi, adulta? Não acho que tenhas um estilo jovial, pelo contrário...o que não quer dizer que seja mau.

      Eliminar
    5. Eu acho não são as roupas que a fazem parecer mais velha, confesso que algures no blog vi que a autora tinha 24 anos e fiquei de boca aberta, literalmente! aparenta ter uns 10 anos a mais.

      Eliminar
  3. Só de falar em pobre, me dá uma coceira danada. eheheheh
    Sai debaixo. xD

    ResponderEliminar
  4. O importante é que te sintas bem com o que vestes, o resto não interessa :)

    ResponderEliminar
  5. mais vale um pobre confortável, que um rico incomodado:-))

    ResponderEliminar
  6. Já nem ligo a isso. Compro o que gosto e pronto. Por vezes posso estar um bocadinho "over-dressed" mas desde que não seja demais acho que não tem qualquer problema. A vida é uma festa e todos os momentos são especiais =)

    ResponderEliminar
  7. Gostas do que compras não gostas?
    isso é que importa.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. :) Os básicos são os essenciais de um guarda-roupa por isso são sempre uma boa aposta!

    Passatempo a decorrer em www.prontaevestida.com

    ResponderEliminar
  9. concordo com o comentário da helena... Devias aposta em roupa mais moderna, porque ainda es uma jovem!

    ResponderEliminar
  10. Ahaha sou um bocado oposto, confesso. Compro sempre o que gosto, mas a verdade é que em algumas ocasiões sei que estou "bem vestida demais". Mas sou mesmo assim e adoro.

    ResponderEliminar
  11. Ou então fazes como eu, compras um vestido preto justo pelo joelho, girérrimo, e depois não o usas porque pensas "se saio com isto à rua parece que vou para um casamento). :p

    ResponderEliminar
  12. A parte do odeio pobre é por não teres dinheiro para comprares os básicos e a roupa arrojada certo? Pois eu sou paupérrima e tenho bom gosto :P ahah senão sinto-me ofendida (estou a brincar) ;)

    Acho que te deves vestir como te sentes melhor, e se realmente o dinheiro não é muito, não o vais gastar em coisas que depois não usas! Mas olha...um dia perde a cabeça e arroja! Sabe bem! :)

    ResponderEliminar
  13. Ou então fazes como eu, compras um vestido preto justo pelo joelho, girérrimo, e depois não o usas porque pensas "se saio com isto à rua parece que vou para um casamento). :p

    ResponderEliminar
  14. Gostos e estilos à parte, até porque o post não é sobre isso, entendo-te. Por exemplo, estou de olho nuns vestidos da Mango, que não tendo nada de especial, fazem-me pensar: onde raio eu vestia isto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para uma saída com o namorado/amigos. Para ir tomar café ou ao cinema. O que importa é que se sinta bonita. Acho que não nenhum vestido actualmente na Mango que grite por uma ocasião muito específica. ;)

      Eliminar
    2. Pandora e Melissa: infelizmente o meu rapaz é pouco finório e vai igual para TODO o lado. ahahah Mas sim, Pandora, também tenho de investir num vestido giraço ou numa blusa com lantejoulas. Quanto mais não seja, para aniversários!

      Eliminar
    3. lá está S, uma blusa com lantejoulas é o que usa a minha mãe quando tem algum evento mais formal. Como não usa vestidos leva umas calças de bom corte com uma blusa assim mais "vistosa" e fica bem. Mas ela tem 60 anos. Não leves a mal, mas acho mesmo que usas roupa pouco adequada à tua idade. Devias modernizar-te.

      AnaC

      Eliminar
  15. Olá, comprar o que se gosta de usar , deve ser a primeira lição e não usar uma determinada roupa por somente está na moda. Se voc gostou e sentiu-se bem com ela, voilá...

    Bjos,
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. Porque fazes a associação entre pobre e pelintra?

    ResponderEliminar
  17. eh pá mesmo.. mas de vez em quando temos de perder a cabeça :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.