Avançar para o conteúdo principal

Do Shiuuuu

(Imagem roubada do Shiuuuu)

Uma mulher nunca esquece. Pode até tentar perdoar, pode até perdoar, mas não esquece. 

Comentários

  1. Concordo a 100%...nunca esquecemos...

    ResponderEliminar
  2. E picante não é mau de todo ahahah

    ResponderEliminar
  3. Eu sou assim, nunca esqueço. Perdoo e sigo em frente, mas não consigo esquecer quando as coisas têm um grande impacto. Mas também não ajo perante a pessoa uma vez perdoadas as coisas, acho isso muito baixo. A partir do momento em que existe uma conversa, as coisas são esclarecidas e decide-se perdoar, não há motivo para vinganças ou coisinhas estúpidas como a deste segredo.

    ResponderEliminar
  4. Maria (ainda não sou a NM)24 de junho de 2014 às 14:54

    Pois mas esses actos são um tanto mesquinhos e não me parece que em nada contribuam para a felicidade das pessoas. Muito pelo contrário. Mas lá está, eu prefiro ser directa e resolver a minha vida de uma só vez, andar a meter pimenta ou piri-piri na comida porque é uma grande vingança?? A sério? O que muda isso?

    ResponderEliminar
  5. ... E vinga-se... Discretamente:-))

    ResponderEliminar
  6. Putz! Dizem que as mulheres matam usando veneno. Creio que isto tem lá sua dosagem bem ampla de um duplo sentido. E para os francês todo cuidado é pouco, já que poisson et poison são muito parecidos. Eles que fiquem espertos. A mulherada tá que tá, e não é de hoje.

    ResponderEliminar
  7. true story!
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Pois não...mas a parte melhor é que se lembra disso sempre que a coisa que pode correr mal! Chama-se Lei di Contra-ataque :p
    As mulheres são do melhor :D

    ResponderEliminar
  9. sem duvida! Podemos tentar perdoar, mas nunca esquecemos! A isso nunca!

    http://fromportugaltonyc.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Eu também não esqueço as coisas que me fazem... :P

    ResponderEliminar
  11. acho que toda a mulher é assim :P

    http://cronicasdeumaoperadora.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Não sei se conseguia viver assim. Perdoar e manter o rancor será um verdadeiro perdão? E quando se tem rancor, será que se consegue ter uma relação feliz?
    Bem, espero nunca encontrar a resposta para estas perguntas...

    ResponderEliminar
  13. Quando se perdoa é suposto ultrapassar a situação e não andar a fazer vinganças. Lembrar das situações é normal agora andar com vinganças é de alguém que não sabe o significado de perdoar.

    As tuas publicações por vezes deixam-me a pensar acerca da tua personalidade, esta e a publicação do homem parvo há uns dias atrás...Enfim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria (ainda não sou a NM)25 de junho de 2014 às 17:24

      A ideia que dá é que a pessoa descobriu algo, não confrontou, não falaram sobre nada, ou seja, não perdoou e é tão cobarde que, ao invés de confrontar o/a parceiro(a) fica a remoer e usa estas pseudo-vinganças. É que ele/a nem entende que é uma vingança, nada muda, nada é discutido... E com tanta falta de honestidade e de diálogo como é que as pessoas acham que vão manter uma relação satisfatória?
      Para mim isto é simplesmente uma atitude imatura e sem pés nem cabeça. Daqui a uns anos são uns frustrados e está tudo mal na relação. Depois deixam de investir na mesma, de se esforçarem um pelo outro, passam às acusações, às recriminações e a relação vai pelo cano abaixo ou mantêm casamentos de fachada para "ficar bonito".

      Uma dica para quem a quiser ler: se querem uma boa relação, um bom casamento falem sobre as coisas que vos magoam, que vos irritam, que vos deixam desconfortáveis. Se não o fizerem o outro nunca vai saber o que mudar/o que faz de errado e vai continuar a fazê-lo. Estas vinganças não mudam nada nem contribuem em nada para a vossa felicidade, muito pelo contrário.

      Eliminar
  14. Como costumo dizer: Não sou rancorosa, mas também não sofro de Amnésia!

    ResponderEliminar
  15. o segredo pode não ser de uma mulher. eu sou mulher e não me identifico em NADA com esse segredo. e pior que os egredo em si, é uma mulher ler e assumir que foi escrito por outra. shame shame shame..

    ResponderEliminar
  16. curioso, quando li este segredo pensei imediatamente que o autor era homem.
    mas a questão é: para que é que fica lá a cozinhar o que quer que seja, hum? if you know what i mean.

    ResponderEliminar
  17. ahhah eu também sigo o shiuuu e adorei esse segredo xD

    ResponderEliminar
  18. Mas que parvoíce. Pergunto-me sempre qual é a idade das pessoas que enviam segredos para essa plataforma. É orgulho ferido, é mesquinho, é guardar rancor e é envenenar uma relação aos poucos. Sem honestidade, com vingançazinhas infantis. Perdoar, mas não esquecer? Isto não é perdoar. A mim, seja relação amorosa ou de amizade, quem me faz merda responde por ela na altura e pronto. Não "passa" nada.

    Mira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mira, eu não sou minimamente vingativa - nunca me vinguei de ninguém. Mas entendo. Há coisas que perdoo e não esqueço. Faz parte. Não se consegue controlar.

      Eliminar
  19. O que me ri quando lá li esse segredo :) :)

    ResponderEliminar
  20. Não concordo S*. Se é para perdoar, é para esquecer...não é para usar contra, não é para ficar a matutar, não é para alfinetar de vez em quando, porque se assim é, então não se perdoou...

    ResponderEliminar
  21. Completamente estúpido e imaturo..

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.