domingo, 20 de abril de 2014

Este cão cansa-me!

Alguém sabe como resolver o facto de o Pirata pedir para ir à rua de 5 em 5 minutos? 

Chora, chora, arranha a porta, arranha, chora. Lambe-me os braços, salta para cima de mim, chama a atenção, e chora. Eu lá o levo, ele faz xixi. Não demonstra interesse em mais nada. Volta a casa e, daí a minutos, chora para fazer o conguito que não fez na ida anterior. 

Ando tão cansada. Ontem, entre as 22 horas e a 1 da matina, pediu para ir três vezes. Foi três vezes. À uma e meia da matina pediu-me para ir, eu levei-o, ele fez conguitos. Hoje ainda não eram 9 e já ele chorava, chorava, chorava... Nunca vi cão com tanta vontade! 

56 comentários:

  1. Bem, para mim, a questão é que o habituaste a que cada vez que ele sinta um bocadinho de vontade de fazer qualquer coisa, te pode pedir para ir à rua. Ou seja, quando lá está não aproveita para fazer tudo o que tem a fazer pois sabe que se te pedir para voltar a sair daí a 5 minutos, não haverá problema. Devias tê-lo habituado a 2 ou 3 passeios diários, mais ou menos há mesma hora para que o organismo dele se habituasse a aproveitar esses passeios para tudo fazer. Claro que nos primeiros tempos ele faria mais coisas em casa enquanto não se habituasse mas como tiveste esse problema também, não seria incómodo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Regras e rotina são essenciais. Sei que não gostas que te digam isso mas é mesmo essencial.

      Eliminar
  2. Na verdade, o Pirata parece-me que precisa de uma fralda:-))

    ResponderEliminar
  3. Isso é que é vontade de fazer necessidades .
    Boa Páscoa querida S*

    ResponderEliminar
  4. O mal é tu fazeres as vontades todas...porque é que não defines um horário certo?...Há cães que só vão à rua 3 ou 4 vezes por dia e não fazem esse teatro.
    Qualquer dia não fazes mais nada.

    ResponderEliminar
  5. coitadinho, lá anda com incontinência ou assim :p

    ResponderEliminar
  6. Eu sei que isto é mimo. Ontem passeei com ele duas vezes. Uma hora depois, chorou para ir à rua. Como não o levei, fez na sala. :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pau que nasce torto... Devias ter começado a impor regras mal o levaste para casa. O problema é que em bebé as pessoas facilitam e "ai, porque é tão fofinho e pequenino" e perdoam tudo, deixam fazer tudo...e deixam a imposição de regras e ensinamentos para quando eles começarem a crescer. Mas as manhas ganham-se em pequeno e agora ele sabe-a toda!
      Já aqui te deixaram várias vezes a sugestão de ele ter aulas, visto que vocês não o conseguem ensinar. e tu dizes que vais analisar a situação, que vais ponderar, mas duvido que te tenhas sequer dado ao trabalho.

      Eliminar
    2. Eu pergunto-me sempre quanto é que as pessoas acham que custa um treino de cão. 10 euros? 20 euros? 50 euros? É que só o facto de acharem (erradamente) que custa pouco dinheiro é que explica o facto de não perceberem que algumas pessoas não treinem os seus cães.

      A minha Rosinha só não vai pra treinos porque não tenho 250 euros ou 300 euros para dar de início e depois ir pagando mais não sei quanto...

      Eliminar
    3. Conto de fadas,

      Não e imagino que os treinos de cães até possam ser caros. Mas se não têm realmente maneira de os pagar, então têm de fazer um esforço extra e tentar ensinar em casa. Continuar a chorar com as asneiras dele e admitir que o problema é muito mimo e pouco castigo também não resolve nada, pois não?

      Eliminar
    4. O meu cão anda numa escola, da qual pago 60€ por mês e posso ir com ele às aulas as vezes que quiser desde que a escola esteja aberta e faça a devida marcação da aulinha! Posso já dizer que adoro! O treinador é espetacular e as evoluções no meu cão são imensas! Quando faço aulas de grupo o ambiente é optimo! Não me parece nada caro e vale bem o dinheiro! Deixo o site da escola para verem: www.acompanhiadocao.com, vale sempre a pena marcar uma avaliação que é gratuita!

      Eliminar
  7. Não lhe dês arroz, que prende os intestinos. Estou a falar a sério. A minha uma vez andou assim, fazia força, gemia e não saia nada. :\

    ResponderEliminar
  8. Não entendo nada de cães, mas parece-me que é como os garotos, tem de ser treinado e contrariado, senão é ele q nos comanda. Boa sorte.

    ResponderEliminar
  9. Como eu nunca tive animais dentro de casa não sei o que isso é, mas deve ser muito stressante! Principalmente à noite =/

    ResponderEliminar
  10. Leva-o ao vet. Pode estar com algum problema urinário.

    ResponderEliminar
  11. Isso não será falta de habituação da nova casa? E querer estar lá fora? Digo eu :P

    ResponderEliminar
  12. Eu imagino é o que os coitados dos vizinhos não sofrerão com esse constante arranhar na porta e esse chorar...Tive uma vez vizinhos com um cão e começou mesmo a haver problemas porque quem não tem animais não tem de aguentar os dos outros...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está, precipitou-se. O cão não arranha nem chora na porta de casa, pois fechamos a porta da zona dos quartos. E ele não faz barulho alto, só nos chateia a nós.

      Eliminar
    2. S*, não sou o anónimo que fez aquele comentário, mas se ele de facto arranha portas (como dizes no texto) e chora, muito provavelmente incomoda os vizinhos, mesmo que não seja à entrada do apartamento (porque tens de certeza vizinhos por baixo ou por cima por isso o facto de ser na zona dos quartos não altera nada) e mesmo que vocês achem que ele não faz barulho alto. Já tive vizinhos que fazem barulho e que têm cães que ladram, ladram, ladram e para eles o barulho e os latidos nem sequer são assim tão altos.....

      Eliminar
    3. E só faço este comentário para que não te tornes naquele tipo de pessoas que tem cães em casa e que acha que por serem seus, não incomodam os vizinhos. Muitos cães até ladram quando não têm os donos em casa e claro, estes nunca sabem disso a não ser que lhes digam. Mantém a ideia em aberto de que se calhar o pirata até incomoda, para se um dia um vizinho vier falar contigo não ficares surpreendida ou até mesmo ofendida (como já vi donos de cães a ficarem).

      Eliminar
    4. Sei muito bem que um cão pode incomodar... mas palavra de honra que o meu cão faz mesmo um choradinho baixinho. A maior parte das vezes prefere a técnica de nos lamber os braços e atirar-se para cima de nós, para acordarmos. ;)

      Eliminar
  13. pode não conseguir aguentar se. não sei se isso é normal. tenta saber com a vet

    ResponderEliminar
  14. S*, para começar, aconselho a que o levem ao vet para saber se está tudo bem com ele, porque pode ser o caso de ter algum problema. Outro aspecto é dar-lhe só ração, e sempre com horários, e não deixar à disposição dele a ração. Depois de comer a ração, dar um passeio assim grandito com ele, de forma a fazer as necessidades. Se o levares para um sítio onde vários cães passeiem, ele vai acabar por fazer xixi várias vezes, para marcar por cima do que os outros fizeram. Estabelece 4 horários para irem com ele à rua e vai habituando-o a eles. Tens de o contrariar quando ele pede para ir à rua e castigá-lo sempre que ele fizer algo em retaliação. Vai acabar por perceber, passado um tempo. Mas os horários do comer e dos passeios são muito importantes para que ele acerte isso tudo. É bom para ele e para vocês.
    (Olha, a minha cadela começou agora a dançar o fandango - que é o que eu chamo a ela andar para a frente e para trás, com as unhas no chão - para eu a levar à rua, mas a hora de ir é só daqui a 45 minutos, e assim será... quando muito 5 ou 10 minutos antes, mas nunca vou só por ela começar a pedir ;) )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora lá está...

      S*, se não tens mão no teu cão e basicamente só lhe dás mimos, para quê tê-lo?! Para lhe tirares fotos e poderes dizer que tens um cão com um olho à pirata?

      Não se percebe...

      Eliminar
    2. Anónimo, cale-se.

      Anita, nunca pensei nessa hipótese da retaliação! Ele tem horários para sair, o problema é que ele quando fica sozinho em casa (duas, três, quatro horas...), nunca faz nada. Mas quando estamos em casa põe-se a choramingar e a exigir ir à rua.

      Eliminar
    3. S*, nesse caso é simples: como farás com um filho que tem horários para comer mas que entre as refeições faz birras porque quer chocolates? Vais dar-lhe sempre que ele pedir? Com o Pirata é a mesma coisa: não o leves à rua quando se põe a choramingar pois assim estás a dizer-lhe que ele o pode fazer à vontade pois resulta sempre. Quando ele perceber que há horários e que não vale de nada fazer choradinho, começa a parar de o fazer.

      Eliminar
    4. "Anónimo, cale-se"? Como??
      Que falta de educação. Eu não sou o anónimo em questão mas até eu me senti ofendida.

      Eliminar
    5. Quando a pessoa sabe que as outras têm razão, e não tem como contra-argumentar o que, na verdade, não é contra-argumentável, manda calar os outros ou responde-lhes "ya ya".
      S*, olhe que não é com vinagre que se apanha moscas; se quer manter os seguidores do seu blog e até conquistar novos seguidores, tem que ser muito mais simpática com as pessoas. Então pede um conselho às pessoas e depois destrata-as só porque elas discordam de si ou não lhe dizem o que queria ouvir?

      Eliminar
    6. Por acaso (não sendo nenhum dos anteriores anónimos) também me incomodaram essas respostas. Acho que a S* está a falhar na educação do Pirata, sim, e não quer assumir. Faz lembrar aqueles pais com filhos que só fazem asneiras mas arranjam sempre uma desculpa. A "desculpa" é falta de regras e educação.

      Não duvido que gostes dele (ou achares que gostas) mas, tal como gostar de um filho não é só dar-lhe mimo e fazer as vontades, criar um animal também é o mesmo. Acho que isso é algo que tens que aprender, assim como tens que amadurecer a tua capacidade de aceitar uma critica e "crescer" nas respostas porque provavelmente perderás mais do que o que ganhas.

      Até achava piada ao teu blog e visito-o regularmente apesar de serem raras as vezes que participo mas hoje desgostei mesmo de ler as tuas respostas a quem não te vem "bater nas costas". Parece que todos os que têm opinião contrária à tua são "corridos".

      Eliminar
  15. Será que o danadinho arranjou uma namoradinha???

    ResponderEliminar
  16. Deus nos livre quando forem os filhos....quando não se educam os animais...

    ResponderEliminar
  17. Penso que não devem dar passeios curtos com ele, antes longos para evitar que minutos depois de chegar a casa tenha vontade outra vez. Aliás, durante o treino do meu cão não voltavamos para casa sem ele ter feito algo na rua para o podermos recompensar. Passeios longos também o cansam mais (e distraem). Não deves é ceder aos pedidos dele para ir a rua não sei quantas vezes ao dia senão estás a habituá-lo e ele vai aprender que sempre que pedir vocês o levam...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. O problema é que nós não percebíamos se ele pedia para ir porque precisava... ou se pedia por mimo. Vamos passar a investir em passeios mais longos, para termos a certeza de que ele já fez tudo o que tem a fazer. ;)

      Eliminar
  18. O problema é que a S* pede sugestões e depois manda calar as pessoas que questionam essa forma de (não) educar um cão. é um cão. não é um bicho de sete cabeças ou um animal de uma espécie rara e pouco conhecida para diagnosticar. se fosse um filho também procuravam ajuda de medicos ou terapeutas... porquê esta demora em procurar ajuda já que os dois adultos são incapazes de.cumprir a educaçao devida, merecida e necessaria? É Assustador ver tanto drama à volta disto e a vossa inercia e comodismo perante a propria incapacidade de serem o que o cão precisa. e nao, nao precisa só de festas e mimos e comida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. O post começa perguntando se alguém sabe como se resolve determinado problema. É dada a causa (demasiado mimo) e a solução (mais rigor, menos mimo, procura de ajuda especializada), e a autora não aceita. O que se esperava que se dissesse? "A culpa não é vossa"?

      Eliminar
  19. "Conguitos", que classe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais anónimo!
      Só esta dos "conguitos" e o post do dia 10 de abril onde a S* escreveu que os vizinhos estavam a "pinar". Uma linguagem do mais "elevado" que há.

      Anónimo das 2 e meia da matina

      Eliminar
  20. S* tem calma que tudo se resolve. A questão é que como diz o ditado "é de pequenino que se torce o pepino" e se não lhe forem impostas algumas regras básicas agora enquanto cachorro os hábitos vão-se enraizando e quanto mais velho pior. Nesse aspecto já aqui deixaram bons conselhos mas eu vou partilhar o que funcionou com o meu. Só lhe dou ração, uma dose de manhã e outra à noite e só faz por semana dois passeios por dia de cerca de meia-hora. De manhã e à noite. Convém passeá-los sempre no mesmo local, não mudando muito o circuito para que eles aprendam facilmente a andar à trela e a saber o percurso em que tem que acompanhar os donos. Os passeios convém serem a horas certas e nunca ceder fora desse período. Eles muitas vezes não tem vontade, é só chantagem, querem é atenção e ir apanhar ar. Não se pode ceder e se ele retalia com um chichi ou um cocó em casa : punição. Sempre que vem da rua, faz as coisinhas dele dá-lhe um reforço positivo sob a forma de snacks como dentasticks ou um biscoito para que ele associe o retorno a um bom comportamento e recompensa. Evita dar-lhe hidratos de carbono como pão ou bolachas que lhes causa prisão de ventre e os engorda. Existem muitos alimentos que os cães podem comer mas é de evitar. A base deve ser a ração e depois o resto são mimos. O ideal é carne crua, ossos ou outros treats especiais. Mas fala com o teu veterinário que ele saberá melhor aconselhar na alimentação. Eu percebo muito bem como é difícil disciplinar um cão que adoramos e que queremos mimar. Afinal eles são grandes companheiros e dão-nos uma amizade e amor incondicional. Mas não nos podemos esquecer que são cães e não bebés. Não são nossos filhos. São animais sensíveis sim, mas…animais, e se não temos pulso firme em algumas ocasiões são peritos com a sua inteligência e manha em nos fazer a vida negra. Sendo o Pirata um macho inteiro (não sei se já o castraste mas aconselho para ver se acalma) tem de lhe mostrar que ele não é o macho alfa nem o líder da matilha. Que é assim que ele vos vês aos dois e às gatinhas. Os machos são territoriais e convém delimitar espaços. Eu não concebo ter um cão sem com ele manter em casa um convívio de proximidade mas se os começamos a deixar dormir na nossa cama, esparramarem-se no sofá etc. está tudo estragado. Tem que haver o espaço deles (cama principalmente), o nosso e o comum. Desculpa o testamento mas sou apaixonada por cães e por Obedience e Agility que o meu golden já praticou. Lê mais sobre isso e com paciência as estratégias vão dar os seus frutos. Já agora aí em Viana deve haver alguém ou alguma escola em que possam os donos e o Pirata ter uma aulas básicas de obedience. Só para aprenderes os comandos mais básico como ele vir quando o chamas, andar junto quando vai à trela, sentar, ficar quieto quando o mandam etc. etc. É divertido e faz tanto donos como cães mais felizes porque aprendem a comunicar de forma assertiva. Boa sorte

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cherry,

      Obrigada pelas dicas. ;) O Pirata foi castrado em Janeiro mas só agora mostra estar a acalmar. Pelo menos está mais submisso, já não nos mostra tanto os dentes (mostrava para ameaçar, quando se sentia encurralado, não para morder).

      Ele, de fact, parece ter o síndrome do filho único e tem muito mimo. Mas tem de ser obviamente contrariado. Eu só desculpo mais ou menos estes abusos porque a verdade é que só estamos no apartamento há 3 semanas. Na casa onde vivíamos, se ele pedia, nós deixávamo-lo ir ao quintal. Por isso ele está claramente mal habituado, passeava imenso no quintal, ia passear sempre que pedia. Aqui é diferente... e para ele deve ser uma diferença imensa!

      Eliminar
  21. Bem, eu tenho duas cadelas uma enorme e outra pequena, ambas com energias bastante diferentes obvio. percebo um bocado destas coisas pq sempre tive caes. Na minha humilde opiniao, dado os posts sobre o pirata, entendo logo q e um cao com um nivel de energia alto. tens que o treinar pq nao é um cao daqueles q se sentam no chao horas a dormir etc etc, deve andar sempre "tolo" certo?
    Quando o pirata fizer esses filmes todos nao fiques irritada nem te mostres nervosa pq os caes sentem TUDO!! quando digo tudo e mesmo tudo, eles sabem melhor quando nos estamos nervosos q as vezes no proprios xD portanto, chegas ao pé dele, firme e dizes : XIU ! firme, convicta e mais nada. pq quem manda es tu. se passares a energia q tens pena dele , esquece, ele continua !! as vezes é vicio de ir a rua para simplesmente ter atencao ! mas antes de mais , vai ao vet pq pode estar com alguma infecao nunca se sabe. tem sempre horarios de comer, nao lhe des comida mesmo, da ração !
    espero te ajudado, gosto mt de ler este blog :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, esta noite ele portou-se mesmo impecável. :) Por acaso ele já só come ração e tem horários para passear. O problema é que nós estamos em casa e ele pede para sair. Se ficar sozinho, nunca faz nada... mas se estamos em casa, ele abusa e quer sair. Obrigada!

      Eliminar
  22. Pois é S*, deixas os comentários abertos a anónimos e depois aparecem-te aqui as mal fodi... amadas todas e não tens como as consolar. Ah ah ah
    Eu também estou a comentar anónimo, porque já conheço este tipo de gente e sei que por onde passam, deixam um rasto de gosma maior que o das lemas. Ah ah ah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sinceramente acho mais inteligentes as mal amadas que aqui chegam e dão conselhos para um problema que a autora do blog expôs, mesmo que não sejam dadas as respostas que ela mais gostaria, do que as que vêm simplesmente aqui falar mal das outras. O seu conselho onde está?

      Eliminar
    2. Também acho mais inteligente quem, pura e simplesmente, não vive para lamber botas aos outros de forma cega, sem o mínimo de sentido crítico (e criticar não significa "atacar" ou ser "mal educado"). As pessoas são diferentes. Têm opiniões e gostos diferentes...o 25 de Abril está aí, sabe o que significa isso?
      As pessoas que não concordam com a autora, por vezes SÓ não concordam. Não são infelizes, nem mal educadas, nem nada das outras coisas que lhes apelidam. Apenas têm cérebro e opinião...nunca ouvi dizer que usar o cérebro deita gosma, mas enfim...
      Acrescento ainda que, se a S não quer ser atacada, não tenha o tipo de respostas que às vezes tem, totalmente despropositadas, mal educadas e desenquadradas. Tudo isto é uma bola de neve: se alguns comentadores escrevem algo que não lhe cai no goto, recebem uma resposta torta, a qual, necessariamente, gera outra resposta ainda mais torta. E pronto, assim se transformam "pessoas normais" em "pessoas mal amadas".

      Essas pessoas só respondem no mesmo registo que a autora...ela é mal amada? Parece que não.
      Gente ofensiva, esta...se criticam, não usem dos mesmos "métodos". Grande moral.

      Eliminar
    3. Ide para a piça! Ahahahahah

      Eliminar
    4. Ide para onde? Bem, S*, depois de permitires comentários destes dos teus "defensores", acho que já não te podes ofender muito com o que te dizem...não me parece que eu tenha ofendido ninguém, o contrário já não se verifica. E, sabes, o dever e direito de Respeito não é unilateral. Se não sabes, pensa nisso.
      Caro JS, saberia responder-te à letrinha, mas como se disse, já chega de gosma por aqui e não entro neste tipo de linguagem, ainda que em anónimo, por algo tão estúpido. Este blogue já teve outro nível nas trocas de opiniões...
      Era seguidora, não hater. Mas isto está a cair para a fossa a passos largos e tu que te intitulas tão correcta, que não gostas de dar eco a ofensas, etc, etc, não devias permitir este tipo de ataque tão...enfim.
      Olhem, sejam felizes.

      Eliminar
    5. Enfim... realmente S* ao permitires comentários assim falhas. Como já disse acima, só gostas dos que te vêm bater nas costas e dar palmadinhas no pêlo - queres isso? Então continua a fazer o que fazes com o pirata porque obviamente o problema é SÓ dele e vocês estão a ser donos perfeitos e quando decidires ser mãe faz exatamente o mesmo porque estás a seguir o bom caminho. É isto que queres ouvir, não é?

      Eliminar
  23. Não educa o vira lata e depois queixa-se . Isso é o diabo não é um cão !

    ResponderEliminar
  24. Das duas três: saídas curtas, alimentação à vontadinha do bicho ou caso clínico. Da minha experiência contava duas ou três saídas por dia (água e ração à vontadinha, 'prato quente' com hora marcada) - não me lembro de cheirar o 'conguito' (loooool, ri tanto com essa!!!!). Boa sorte! :)

    ResponderEliminar