sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Noites mal dormidas

Levantei-me agora. 11 horas. Mas enganem-se os inocentes... não dormi nada de noite. O cão está sempre a levantar-se e eu fico a temer que ele vá fazer as necessidades dentro de casa, e levanto-me com ele. Hoje levantei-me três vezes. Quem tem um cão pulga eléctrica, nunca dorme.  Excepto o mais-que-tudo: por ele, pode cair um meteorito cá em casa. Não acorda.

40 comentários:

  1. Aconteceu-me exactamente a mesma coisa esta noite. Mas o cão fica lá fora mas não parava de ladrar à janela do quarto, e eu com receio que alguém estivesse lá para roubar...

    ResponderEliminar
  2. O senhor Pirata vai ter de arranjar um sitio só seu para dormir.
    É só uma sugestão S* mas isso assim parece-me que não é vida para ninguém.
    Como sabes adoro a minha bicheza mas cada um tem o seu sitio próprio para dormir e não é dentro nosso quarto.

    ResponderEliminar
  3. ", 3x levanto-me eu todas as noites para fazer xixi. Normal. :)

    ResponderEliminar
  4. Isso assim é muito pior que ter um bebé. Os cães precisam ser educados, mas não é só isso, há cães que são demasiado irrequietos para que se lhes permita sequer a entrada no quarto. Na minha humilde opinião devias retirá-lo mesmo de dentro do quarto. Se ficasse quietinho...
    xx

    ResponderEliminar
  5. Nisso tenho muita sorte, as minhas duas cadelinhas dormem aos pés da minha cama e sossegaditas, só se levantam quando eu me levanto e a mais velha ,tem dias que faz um frete para sair da cama LOL Adoram dormir e sempre comigo....

    ResponderEliminar
  6. Quer-me parecer que estás a criar maus hábitos no cão.
    Com 7 meses já tinha era que fazer antes de deitar e depois só no dia seguinte. :\

    ResponderEliminar
  7. Isso é absurdo, por muito que se goste dos animais, ver a nossa qualidade de vida diminuída dessa forma apenas por causa de um cão, é ridículo. Achas que aguentas durante quanto tempo dormir assim? 10 anos, que será provável que o pirata viva? E um dia que tenhas um filho? Vais permitir que um cão hiperativo incomode a criança? Ou não vais ter filhos para não correr o risco? Não leves a mal a minha opinião, mas a educação, seja a crianças ou animais, também é uma forma de amor.

    Ana Maria

    ResponderEliminar
  8. Complicado assim, talvez esteja na altura de mudar o Pirata.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Ah ah é pior que ter um filho bebé :) (esses diabinhos também nos obrigam a levantar uma série de vezes). Sabes, eu não dormia nada de noite quando deixava as minhas gatas terroristas dormirem comigo. Elas tomavam conta da minha cama. Agora, antes de me deitar, fecho a porta do quarto e durmo que nem um anjo :)

    ResponderEliminar
  10. Nunca vi ninguém adaptar-se tão mal à adopção de um cão :s tipo relaxem!

    ResponderEliminar
  11. O pirata precisa mesmo de regras ;) Boa sorte nessa tarefa :)

    ResponderEliminar
  12. se calhar o veterinário tinha razão lol.

    Carla

    ResponderEliminar
  13. Não me leves a mal, mas acho que o Pirata devia ter um sítio só dele para dormir. A partir do momento que vos incomoda acho que a situação muda de figura. A minha gata sempre dormiu comigo, mas dormir com os outros dois gatos é impossível. Dormem na sala com o aquecedor ligado e eu sossegada na minha caminha :)
    Se o Pirata não aprender com 7 meses não vai aprender mais S*! Tens mesmo que ter mão firme nele. Boa sorte com isso :)

    ResponderEliminar
  14. Eu sei que ele deveria dormir noutro sítio... mas ambos gostamos de o ter connosco. :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei, eu também adoro dormir com a bicharada toda à minha volta :) Mas achas que vais conseguir aguentar estar todas as noites a acordar tantas vezes?

      http://miscelaneathesecond.blogspot.pt/

      Eliminar
  15. esse cão tem um nome demasiado profético..."dá água pela barba"! disciplina é preciso. vamos a isso!

    ResponderEliminar
  16. Cá em casa só uma das gatas dorme connosco e muito muito esporadicamente (mais quando o P. está fora). É a única bem comportada, que não nos acorda e que "sabe estar". Já tentámos deixar os três, para ver como se portavam e foi uma hora de risota, com o Tobias sempre a pedir festas e a dar as suas dentadinhas de amor. Não. O quarto é o nosso espaço e todos os outros são nossos e dos gatos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bê, querida, a minha Blackie é arisca e costuma dormir sozinha na sala. O Pirata dorme mesmo no nosso meio, tanto por cima como por baixo das mantas. É o maior mimado. Mas sôdona Evita também não lhe fica atrás... TODAS as noites, quando me deito, a deixo "mamar" uns dez ou quinze minutos. Ela vem para a minha almofada e mama na minha camisola de pijama. É chato porque me pica com as unhas, quando se entusiasma. Mas, se não a deixo mamar, fica especada na mesa de cabeceira, a olhar e a fazer-me sentir culpada. ahahah

      Eliminar
    2. Omg? Mas que nada! Conheço gente que mama de noite mas não é em pijama não. rs

      Maria do Brasil

      Eliminar
  17. também tenho o sono muito leve xD

    ResponderEliminar
  18. Não compreendo muito bem esta situação, mas claro que não me diz respeito... Pelo que leio aqui de vez em quando, o teu cão é vosso dono, não o contrário. É desobediente, condiciona a vossa vida, não tem regras... Levantares-te várias vezes durante a noite, para ires atrás dele ver o que está a fazer, parece-me impensável... Impede-te de dormir, de descansar. E tens sorte de poderes acordar às 11h num dia de semana. Eu sei que os animais são os nossos tesouros, que lhes temos muito carinho e amor, mas como alguém disse num comentário, educar também é amar. O meu gato também me acordava todas (mas mesmo todas) as noites de madrugada a miar e esgatanhar porque queria brincar. Tentei ignorá-lo, não funcionou; tentei fazer-lhe festas para se acalmar, também não funcionou, na noite seguinte era ainda pior. Então, por muito que custasse, comecei a pô-lo fora do quarto, e se continuasse a fazer muito barulho, ia de castigo para a cozinha. E ele aprendeu a não me incomodar. Vai deitar-se na minha cama quando eu vou, mas quando acorda vai-se embora sem me chatear. Se um gato pôde ser educado, um cão de certeza que também o poderá ser! Acho que o facto de terem um cão não pode interferir com o vosso descanso. Com o resto, ainda se vai dando um "desconto", mas com isto acho mesmo imprescindível ter pulso firme.
    Eu sei que a tua vida não me diz respeito, mas deixo isto como sugestão, porque sinceramente parece-me que o teu cão manda em vocês. Há situações que descreves que me para mim roçam o absurdo, mas respeito que poderemos ter parâmetros diferentes de avaliação das situações :)

    Joana

    ResponderEliminar
  19. Joana, acredita que sei que tens toda a razão. O cão destrói-me o sono por completo. Hoje levantei-me as onze porque ontem deixei o trabalho quase as 23 horas. Estava cansada pra caraças e não tive a noite de descanso para que precisava. É muito complicado porque o cão, quando fica fechado, destrói tudo o que pode. :(

    ResponderEliminar
  20. S*, mais uma sugestão de mais uma pessoa que está de fora... Mas como vais partilhando os problemas, nós vamos dando a opinião :)
    Eu também deixo a minha gata dormir comigo, por isso nada tenho contra animais ficarem connosco. Mas preciso de ter boas noites de sono, e se de vez em quando ela se lembra de ter uma noite agitada, o que felizmente é raro, ponho-a fora do quarto (o que dito assim até parece brusco, mas entendes o sentido da frase, certamente); se ela fosse uma gata activa toda a noite, não a deixaria ficar comigo.
    Eu provavelmente com o Pirata tentaria que, pelo menos, ele dormisse no chão do quarto - já não incomodava tanto o sono (até porque é maior do que as gatas e, inevitavelmente, ocupará mais espaço da cama, o que também não dá uma boa noite).
    Se me permites, e porque pelo que tens dito o teu namorado é muito mais permissivo que tu em relação ao cão, e se calhar não iria achar muita piada à ideia do cão não dormir convosco, porque não o obrigas a levantar e tomar ele conta do cão quando ele sai do quarto? Para ele ver "o que é bom" ;) Já sei que ele não acorda com o cão, mas se o forçares a acordar, certamente já será possível. Aliás, até acho que lhe poderias expor mesmo assim a situação: que o Pirata te dá cabo do sono, e que ele tem de participar nessa responsabilidade; até porque, um dia que tenham filhos, não poderás ser sempre tu a levantares-te para ir ver como está o bebé - pensa nisso!!!

    Ainda seguindo a lógica dos filhos, encara as coisas assim: por muito que adores o bebé, ele não poderá dormir na tua cama sempre/toda a vida, e se o Pirata te continuar a perturbar, será mesmo melhor arranjares uma caminha noutro local para ele.

    Beijinhos e boa sorte!

    ResponderEliminar
  21. Olá S*! Tal como tu e o teu "mais que tudo", aqui por casa também somos todos mais que loucos por animais. Há 5 anos que temos um gato que faz TUDO o que quer, mas no que respeita a dormir é um fofinho: mete-se na nossa cama leva meia dúzia de festas e enrosca-se a dormir.
    Há precisamente um ano decidimos ter um Golden Retriver (que, como todos sabem, é uma raça que tem tanto de inteligente e meiga como de teimosa e persistente). De facto, NUNCA deu um único problema durante a noite e, com três meses e pouco/ quatro já fazia as necessidades todas fora de casa. O problema era mesmo o resto... TODO o tempo que estávamos com ele era um reboliço pegado. Inicialmente, pensámos que era por ser cachorrinho. Já com seis, sete meses a coisa manteve-se: destruía tudo (ainda que na brincadeira), não conseguíamos ter uma refeição sem que ele pedinchasse comida e se empinasse à mesa, empinava-se a tudo o que mexia, na rua e em casa, fugia-nos durante os passeios, o caos!
    Decidimos que iríamos deixá-lo fazer um ano e ver como evoluía a situação. Entretanto, ele cresceu até ao tamanho definitivo (é GIGANTE), comeu mais de metade de um sofá de cinco lugares (que há muito não era utilizado por nós, pois era o seu sítio predilecto), comeu móveis da cozinha, da sala, etc... No dia em que fez um ano presenteámo-lo com o melhor que ele podia ter recebido: aulas para cães (com recurso a reforço positivo).
    Neste momento estamos em processo de treino de grupo. Já teve duas aulas individuais e agora está nas aulas com outros cães.
    Não posso dizer-te o quanto nos arrependemos de não ter optado por esta solução mais cedo. Ao fim de uma aula já se notavam efeitos e agora que já passou algum tempo o nosso cão está realmente diferente: muito mais calmo e obediente e, garanto-te, a loucura e a brincadeira continuam, quando está em local e condições próprias para isso.

    Se quiseres mais detalhes posso falar-te um pouco mais sobre este tipo de treino e a experiência que tem sido para nós e para ele (pois vamos todos às aulas e acaba por ser também um grande momento de diversão). Posso-te dizer que a nossa qualidade de vida aumentou significativamente, os momentos de brincadeira são bastante melhor aproveitados e as sessões de mimo bem mais gratificantes. Também para ele é muito mais seguro e reconfortante ter um ambiente previsível e que o deixe tranquilo. Já conseguimos almoçar e jantar sem ter um patudo em cima de nós e ver TV sentadinhos no sofá! =)

    É esta a minha experiência, espero que te possa ajudar.

    Maria Amor

    www.mariaawor.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem todos têm dinheiro para aulas de treino de cães.

      Eliminar
    2. Maria Amor, muito obrigada pelas dicas e pela ajuda. É uma partilha muito útil!

      Eliminar
  22. Cruzes, credo! Está a precisar de ter um filho! Passam logo esses maus hábitos aos animais!

    ResponderEliminar
  23. Se insistes em ter o cão a dormir convosco e gostas, por que é que te queixas? Não se percebe mesmo.

    ResponderEliminar
  24. Eu seria incapaz de ter essa confusão de animais em minha casa. Gosto muito deles, mas temos de compreender que cada um tem seu sítio. Deixares dormir o teu cão entre ti e o teu namorado é surreal, desculpa a franqueza S. Pensa nisso.

    ResponderEliminar
  25. eu essas coisas não compreendo, sinceramente. Gosto muito de animais e compreendo que todos temos formas diferentes de viver esse amor pelos bichinhos, mas para mim era impensável. Primeiro porque acho que o lugar dos animais, principalmente os que passeiam fora de casa, não é na cama junto com as pessoas. E depois porque, por muito amor que tivesse ao bichinho (tenho um gato, sei como é fácil apaixonarmo-nos por eles e deixarmos fazer o que querem), não me ia dar ao trabalho de me levantar de noite por causa dele. Não ia prejudicar o meu ritmo de sono para ir atender ao cão/gato que nunca pára quieto num sítio. Para isso é que existem casotas e camas para os animais. Experimenta deixá-lo numa divisão da casa em que não haja problemas ele ficar sozinho durante a noite.

    ResponderEliminar
  26. Querida S*
    Adoro animais mas penso que o melhor era ele ter uma casota no quintal ou na garagem. Porque um cão tão grande e electrico dentro de casa torna-se complicado.
    Mas é apenas a minha opiniao.

    ResponderEliminar
  27. Percebo que adoras o pirata, mas dai a perder horas de sono e de descanso por causa dele não tem sentido nenhum. Para mim não tem, e na minha opinião ou põem regras ao bicho, ou estão bem tramados.

    ResponderEliminar
  28. Diz o ditado que o dono faz o animal...
    Porque não te inscreves no forum dos animais tipo o arca de noe, apreendemos muito com os outros que também tem animais iguais aos nossos, e podes colocar lá as tuas duvidas pedir conselhos... Eu aprendi muita coisa por lá em conversa com outras pessoas que também tem tartarugas ;)

    ResponderEliminar
  29. no outro dia estava ver no dr oz que os animais de estimação são uma grande causa de insónias, já passei pelo mesmo, agora de cada vez que andam em pé e a fazer barulho levam uma palmada meio adormecida:) mas pouco mudou:)

    ResponderEliminar