quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Deprimi...

Uma pessoa fica deprimida. O dia foi tão bom, tão simples mas tão agradável. Guimarães é uma cidade muito bonita...

Mas vocês haviam de ter visto o nojo que o Pirata fez aqui em casa, durante a nossa ausência de dez horas. Cocó e xixi a magotes, cesto das molas espalhado pelo lar, revistas rasgadas, lixo despejado pela cozinha... e um pacote de 4 quilos de areia das gatas todos espalhado pela entrada de casa. E as gatas, claro, urinaram na areia nova. A Evita fez xixi à nossa frente, enquanto limpávamos. Deprimi. :(

67 comentários:

  1. Ahahahahahahahahah (sorry, mas não consegui evitar)
    Sentiu-se sozinho, tadito...

    ResponderEliminar
  2. Bolas, que grande confusão que por aí andou! Para a próxima, leva-os todos contigo, assim já não há surpresas (pelo menos em casa) ;)

    The gLiTtEr Side

    ResponderEliminar
  3. Credo, realmente não deve ser fácil! Os cães dão imenso trabalho e primeiro que se habituem...

    ResponderEliminar
  4. Tadinho do Pirata S*, dez horas sozinho em casa é muito tempo para um cão...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cristinix, poça, muita sorte tem ele, que tem um dos donos quase sempre em casa. Mas temos direito de sair de vez em quando. :P

      Eliminar
    2. Por isso mesmo. Quando se está habituado a ter sempre companhia não podes esperar que ele saiba reagir quando não a tem. Obviamente que se deixares uma criança sozinha em casa também vais encontrar a casa de pantanas. Tens de pensar que isso é um compromisso e que, como tal, não podes ficar tanto tempo fora sem que ele tenha possibilidade de ter contacto com pessoas e exercício físico, ainda por cima é novinho. Ele provavelmente nem compreendeu a vossa ausência durante tantas horas. Bater no cão não é um bom método, até porque ele não vai associar às diabruras que fez durante a vossa ausência, isso já está descontextualizado.

      Eliminar
    3. Anónimo, eu não disse que bati no cão. Obviamente que não lhe bati. Limitei-me a pô-lo no quintal e a dizer que era um feio.

      O cão já ficou em casa esse tempo sozinho mais vezes, não foi a primeira vez. Mas foi a primeira vez que fez isto.

      Quanto ao resto, perdoem-me, mas não me venham com hipocrisias. Ninguém fica tanto em casa com o meu cão como eu e o meu namorado. No entanto, se o cão ficar um ou dois dias por semana mais horas sozinho, não é nenhum pecado nem crime. Nos últimos meses, o namorado teve a sorte de trabalhar em casa, por isso está sempre com o cão. Mas, uma ou duas vezes por semana, o cão fica mais horas sozinho e não vejo mal nisso. As pessoas trabalham 8 ou 9 horas por dia, é normal os animais ficarem sozinhos esse tempo.

      Eliminar
    4. Eu já me coibi várias vezes de ir de férias por causa dos meus gatos, não os deixo com ninguém e não ficaria confortável sabendo que ficariam dez horas sozinhos. Isto mesmo tendo três gatos e sabendo que estão sempre a interagir, quanto mais um cão. É preciso ter bastante consciência de que o cão é um animal com mais necessidades.

      Eliminar
    5. Anónimo das 13:12, os animais não são flores de estufa, podem ficar com familiares - pessoas que eles conhecem, de quem gostam, com quem se sentem bem.

      Eliminar
  5. Não querendo ser má ( não é mesmo com essa intenção), lembras-te deste teu texto: http://asminhaspequenascoisas.blogspot.pt/2013/11/facto.html#comment-form?
    Tens de ser tu a mandar lá em casa, S*. Não podes permitir que os teus bichinhos façam tudo, tens de lhes criar limites. Eu percebo que o Pirata o tenha feito por estar sozinho em casa, mas "a rédea" mais curta faria-lhe bastante bem. Stressavas menos tu e o cão também!

    Boa sorte com esse Pirata

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão fácil falar - e eu falei -, mas o olhar de pequenino que ele faz... :( Mata-me.

      Eliminar
  6. bem... como dizem os Brasileiros: Bola pra frente!

    ResponderEliminar
  7. S*, nunca é boa ideia deixar um cão jovem sozinho...

    ResponderEliminar
  8. Isso deprime qq um, mesmo depois de um dia excelente.

    ResponderEliminar
  9. Bem, eu não sei o que faria se encontrasse a casa de pernas para o ar!!! É preciso ter paciência de santo por causa das traquinices do Pirata. Espero que as coisas melhorem!! :)

    ResponderEliminar
  10. Bem eu vinha aqui dizer que esse cão precisa de disciplina e muita. Mas em face desse tadinho da Pedrinha fiquei a sentir-me mal e vou calar-me.
    (havia de ser meu, havia...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Mais Picante, o problema é que eu casco-lhe e ralho... mas o namorado desculpa tudo.

      Eliminar
    2. Mais Picante e S*, o meu "tadinho" foi sentido mas têm ambas toda a razão quando falam em disciplina; precisa sim senhora.
      Eu passei as passinhas do Algarve (e arredores) com a Mel, foi preciso castigar (Sua feia! Agora fica aí fechada sozinha - mas por curtos períodos de tempo), foi preciso ralhar muito "Feia, feia, má", foi preciso fechar o meu coração a sete chaves para conseguir de vez em quando (quando foi preciso para ela sentir que tinha feito mal e que quando faz mal não há cá mimo) ignorá-la, foi preciso arranjar uma fórmula para ela perceber que não fazia mal estar sozinha (a mãe - vá, podem rir - vai trabalhar e já vem - e dar-lhe um biscoito na despedida e no regresso), começar com ausências curtas e todos os dias alongar mais um bocadinho, encontrar brinquedos de que ela gostasse mesmo, enfim…foi uma trapalhada mas compensou mesmo! Esta bicha está aqui que se pode lamber (salvo seja), bem comportada, educada que só ela! É a menina dos meus olhos!

      Eliminar
  11. foda-se se há coisa que adoro é entrar em casa e senti-la limpa... ficava doidaaaaa!!!

    ResponderEliminar
  12. lololol ahahah opaaa de todo, n estou a rir de tiiii mas a rir ctg!! os animais são o milhoriii opaa fófinhos "coco e xixi a magotes" ahahah <3

    ResponderEliminar
  13. Isso é do nome, se o tivesses chamado tipo ambrosio ou lord portava-se melhor ahaha =P

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  14. Bem mas que cenário horrível para regressar a casa!
    Não te invejo mesmo nada!

    ResponderEliminar
  15. São mesmo assim. Um Sábado de manhã, quando tinha a Cookie, até cocó tinha nas paredes da cozinha. Enquanto são novinhos são muito traquinas!

    ResponderEliminar
  16. S, quantos meses é que ele tem?
    Bem sei que é dificil educar um cachorro, mas também tens de ter cuidado, não deixares as coisas ao alcance dele.

    ResponderEliminar
  17. Que chato! Até parece que faz de propósito por ter aí ficado, e deve ter achado dez horas de demora uma eternidade...
    xx

    ResponderEliminar
  18. Coitadeco, sentiu-se deprimido de estar em casa sozinha e decidiu expandir a sua solidão :P
    Boa noite

    ResponderEliminar
  19. Querida S*,
    Esse é o motivo pelo qual eu só gosto de gatos em casa, para mim cães é no quintal.

    ResponderEliminar
  20. Ahahahah. Adorava que tivesse feito mais asneiras. xD

    ResponderEliminar
  21. Que desgraça.... Para a próxima tentem que ele fique numa divisão que não cause muitos estragos...
    Ele secalhar aproveitou para convidar uns amiguinhos para irem aí para casa fazer uma festa "ã cão" eheh
    Boa sorte a limpar tudo... :)

    ResponderEliminar
  22. Vou ser bem franca contigo. Eu penso que para se ter animais de estimação tem que ter muita paciência e gostar muito de bichos. Sei que gostas dos teus. Mas eu penso que cada coisa em seu lugar. Existem o canil, a casinha de cachorro fora de casa. No quintal da casa. Penso que não há necessidade alguma de se ter bichos dentro de casa. E penso que quem mora em apartamento não deveria ter animais consigo. Os bichinhos precisam de espaço, por isso o ideal é que morem em casa, no quintal da casa. Dentro de casa além de sujarem, soltam pelos, destroem objetos, enfim... tantos aborrecimentos, ao passo que se os mantiver em espaço próprio e apropriado tudo ficará mais calmo. O que estás a viver é porque de certa forma permites. Precisas fazer algo a respeito antes que isto provoque mais desgaste. Não acho que seja nada tão complicado e surtirá um grande efeito.

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carolina, ontem foi um ponto de viragem. Passará a ficar no quintal.

      Eliminar
    2. Lol. Só por isso já vai viver no quintal? Ter animais requer paciência. Enfim.

      Eliminar
    3. Quem é que falou em viver no quintal? Leia o texto que publiquei hoje e não comente asneiras

      Eliminar
  23. Deixa lá! Eles só fazem essas coisas porque sentem a falta dos donos... não é fácil ficar sozinho o dia todo :)

    ResponderEliminar
  24. Não faltava mais nada andar a ser criada de pets... Quer dizer que já não és senhora de ir passar um dia com o teu namorado descansada?... Isso é que era bom!!!!! Para dar trabalho já bem bastam os filhos, mas esses são carne da nossa carne.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, quando adoptamos um animal somos responsáveis pelo bem e pelo mal que faz...

      Eliminar
  25. Eu não sei se deixas o cão solto pela casa, mas eu quando saio confino a minha cadela apenas a um lugar da casa, neste caso a cozinha.
    Quanto a areia dos gatos também não pode ficar no chão, senão mais parece uma praia.
    Quanto ao Pirata, está a precisar duns puxões de orelhas ;)
    Boa sorte...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kitty, fecho os quartos e o quarto de banho... ele fica entre a sala, a cozinha e o hall. Quero ver se experimento passar a deixá-lo no quintal.

      Eliminar
    2. Boa sorte com o Pirata... e não ligues a comentários mais maldosos. Só quem tem animais sabe a trabalheira que dão. A minha cadela já não faz asneiras e aprendeu depressa, mas também sei que nem todos são assim. Muita paciência...

      Eliminar
  26. É ter esperança e acreditar que é só uma fase, que entretanto deixa de ser cachorro e vira um adulto responsável.

    ResponderEliminar
  27. No que tu te foste meter! olha... paciência...muita, muita paciência.

    ResponderEliminar
  28. Olha, eu tenho uma coelha, mas uma senhora coelha de 4,5kg, daquelas cinzentas, de irem para o tacho, so que aquela safou-se de tal destino.
    Pois a madame vive na varanda, que foi fechada para o efeito, mas uma vez apanhou uma nesga da porta aberta... pois bem, a mesae as cadeiras eram (sim, eram) de madeira, roeu tuuuuuudo, ao ponto de saltar para cim ade uma cadeira e até roer o tampo da mesa!!! Foi à despensa, porque a despensa tem sempre a porta aberta, porque não é costume a madame entrar na cozinha... tinha umas 4 sacos de areia de gato (a minha coelha so faz as necessidades numa caixa, tale qual um gato)... sabes o que é haver areia até ao meio da cozinha??? Porque ela faz daquilo escorrega, como se fosse um plastico molhado no chão e "bora nessa vanessa"...
    Ou seja: trocar mesa e cedeiras que ficaram um averdadeira lastima, trocar os coxins das cadeiras, e apanhar quilos e quilos de areia.... também deprimi... lol, mas já passou e a minha coelha continua uma fofa que pede colo e dá beijinhos! ;)

    ResponderEliminar
  29. muahahaha

    Focus S*... FOCUS. Os animais são seres maravilhosos! =D

    ResponderEliminar
  30. Ele sofre de ansiedade de separação. Têm que arranjar brinquedos para ele se ir entretendo. Uma forma gira é congelarem comida dentro de garrafas com água e ele vai-se entretendo a lamber o gelo até chegar à comida e já não faz estragos.
    Mas 10 horas de separação é muito tempo... Se calhar a ideia de deixar a garagem aberta é boa. Ou então arranjarem daquelas portinhas próprias para os cães e incorporarem na porta da garagem ou na de casa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Indigo, gostei da ideia da comida congelada. :) A nossa porta de casa não dá para incorporar portinhas... e, mesmo que desse, não quero as minhas gatas no quintal. Ele vai começar a ficar no quintal. :)

      Eliminar
  31. Oh como eu te compreendo... Imagina eu num apartamento!

    ResponderEliminar
  32. ai ai S*. Como eu costumo dizer, gosto muito de cães, mas é em casa dos outros. Acho que nunca irei ter um cão na vida, é um nível de trabalho e stress muito superior ao de ter um gato! Eu tenho uma gata bastante maluca aqui em casa, para teres uma ideia quando ela ainda estava à espera de ser adotada já tinha recebido a alcunha de «gata terrorista» por parte das pessoas da associação onde estava. E é mesmo uma terrorista!

    A título de exemplo, já me roeu sacos de areia também (a sala parecia uma praia...), já me roeu pacotes de leite e inundou-me a cozinha de leite, quando mudei os pacotes de leite de sítio (coloquei-os em cima do roupeiro, pois não tinha outro espaço para eles) trepou até ao roupeiro, roeu mais uns quantos pacotes, e o leite pingou por todo o lado, até para cima da TV e impressora caiu leite, enfim...

    Partiu-me tantas coisinhas, canecas, taças, pequenas coisas que eu me esquecia de arrumar. Roía os rolos de papel higiénico do WC e andava a espalhar bocadinhos de papel pela casa. Agora está a pouco e pouco a melhorar, mas continua a ser muito asneirenta. E é apenas uma gata! Acho que não tinha mesmo capacidade emocional para suportar o tipo de asneiras que um cão faz xD Desejo-te muita sorte, a decisão de o deixarem no quintal parece-me boa, ainda bem que têm essa possibilidade. Respira fundo. Bem sei a camada de nervos que uma pessoa apanha quando chega a casa e está tudo num monte. Eu cada vez que chegava a casa ao fim do dia respirava fundo duas vezes antes de abrir a porta de casa porque já sabia que ia encontrar uma asneirada qualquer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A.S., a minha casa está sempre um nojo porque ele é um porquinho que adora fazer xixi e cocó em casa.

      Eliminar
  33. Oh pah... realmente não é a melhor recepção depois de um dia tão bom...

    ResponderEliminar
  34. Ui... acho que a janela masi proxima serviria de porta de saida...
    Estou a brincar claro mas realmente deve ser desesperante...

    ResponderEliminar
  35. É normal S* ele está habituado a ter a vossa companhia, de repente vê-se sozinho durante 10horas deu-lhe o nervosismo e pronto. Isso passa. Ele ainda é cachorro e com muito para aprender.

    ResponderEliminar
  36. Os cães e as crianças têm uma fase em que são extremamente parecidos. É preciso educá-los desde cedo. Têm de perceber quando é asneira e serem repreendidos conforme. Um cão cresce muito rápido, se não definirem quem é líder em casa, vai ser (mais) complicado. Ás vezes é preciso ser duro para não desgostos mais adiante. Muito mimo acompanhado de firmeza. (Mesmo assim tendo em conta os 5 meses ainda tens mais alguns difíceis pela frente porque enquanto cachorros são mesmo asneirentos e folgazões).
    Isa

    ResponderEliminar
  37. eu agora morro de medo de pensar no dia em que terei de deixar o cãozinho sozinho em casa por várias horas. felizmente, como trabalho a partir de casa só me ausento quando tenho algo a tratar fora e nunca durante muito tempo! espero que nunca me destrua a casa toda... apesar de ser um traquinas porta-se bem na maior parte do tempo!

    ResponderEliminar
  38. Desculpa S* mas apesar da desgraça tive que me rir na parte em que dizes que a Evita fez xixi nessa areia. Deve ter pensado "O Pirata deve ter espalhado aqui esta areia toda por ordem dos donos, por isso vou fazer xixi já aqui".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coitadinha... ela viu areia fresca e aproveitou. ahahah

      Eliminar
  39. Que confusão animal :)) Tem calma S* os cães quando são novinhos é mesmo assim mas ele vai melhorar muito com o tempo se vocês forem ensinando e repreendendo quando é preciso! Tens que ter muuuita paciência :)
    Bj S

    ResponderEliminar
  40. Não estranho nada este género de situação ☺ só quem nunca teve um cão novinho é que acha que isto é o inferno ao cimo da Terra. Tudo irá normalizar com a devida insistência da Vossa parte e com o avançar da idade dele. E muitas vezes também depende da raça que se escolhe para ter em casa. Nem todas são de fácil ambientação com um local fechado. Ainda hoje ao almoço contava algumas das asneiras que a minha podenga fez (e foi até bem mais de 1 ano de idade...), e agora dá-me para rir, felizmente. Estragou-me muita coisa. Mas recompensa-me todos os dias ♥
    Hoje em dia já não faz nada em casa, mas é hábito meu quando chego ao final do dia de aspirar e lavar o chão e dia sim, dia não, troco as mantas dela e dos dois gatos ☺ enquanto o chão seca, é hora de passeio e correria e pronto, todos felizes ^_^
    Há que ter paciência e relativizar (muito) o que é material. Cada um sabe o que é importante para si.
    Ter um cão ou um gato é um privilégio, não é um direito ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar