segunda-feira, 1 de julho de 2013

Mudanças no Governo


É engraçado... O Vítor Gaspar, apesar de não ter apreciado metade das medidas que ele tomou, era uma figura que me suscitava simpatia. Não me perguntem porquê.

Agora esta Maria Luís Albuquerque, que passou de Secretária de Estado a Ministra das Finanças, tem mesmo ar de aldrabona. Já foi apanhada em "N" aldrabices. Irrita-me só de olhar para ela.

36 comentários:

  1. Talvez ela já se andasse a fazer ao piso...

    ResponderEliminar
  2. Olha passamos de um estúpido psicótico a uma vacarrona de primeira.

    ResponderEliminar
  3. De mudança é que não tem nada...só se for para pior ainda...!
    Bjs e excelente semana!
    Maria

    ResponderEliminar
  4. Não sei qual eles será melhor, mas resultados só no final do jogo.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. O nosso 33 rpm não me suscitava grande simpatia, mas esta senhora vai afundar o pouco que restou deste barco...

    ResponderEliminar
  6. Não me parece melhor o que aí vem!
    Isto é mesmo, cada tiro, cada melro!

    http://lavarcabecas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. partilho da tua opinião S. Não ficamos melhor sem ele, ela vai continuar as mesmas politicas.

    Maggie

    ResponderEliminar
  8. Apesar de toda a contestação que existia em torno do ministro, eu gostava do Vítor Gaspar! A sério!

    ResponderEliminar
  9. Não percebo como foi permitido que essa senhora chegasse a esse posto...
    Tenho medo...confesso. Quando pensamos que o pior já foi...bem, se calhar...não...

    ResponderEliminar
  10. O Vitor Gaspar tinha um ar prazenteiro, mas era um lobo em pele de cordeiro. Daqui a uns tempos está no comissão europeia.
    Quanto à troca de moscas, é apenas isso, uma troca.A pocaria mantém-se e talvez aumente. Nunca vi uma nomeação de ministro tão estúpida como esta.
    Não tem nem pés nem cabeça. Vantagens nem vê-las. As finanças são uma pasta demasiado importante para ser entregue assim, ao desbarato. Isto vai dar uma bronca do caneco. A senhora até pode ter muita credibilidade externa, mas vai ocupar uma pasta já em estado demissionário...E não foi a 1ª escolha, muito longe disso.

    ResponderEliminar
  11. Com esta ministra até tenho medo com o que vem lá.

    ResponderEliminar
  12. Hum...qualquer um, venha o diabo e escolha!

    ResponderEliminar
  13. Oh tem cara é de mosca morta (são as piores, são as piores!!) ...

    kiss*
    www.ivaniadiamond.com

    ResponderEliminar
  14. Caso para dizer 'se não é do cú é das calças'...que péssimo!

    ResponderEliminar
  15. Seja quem for, acho um bocado ridícula essa tua forma de avaliar as pessoas. Ninguém se vê pelo que é/faz através do "ar" que apresenta. Isso é a forma mais redutora e inconsciente de caracterizar quem quer que seja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joana, leia o comentário que deixei abaixo, também lhe assenta que nem uma luva. ;)

      Eliminar
    2. Na verdade, é intrínseco à natureza humana fazer juízos de personalidade com base em superficialidades, como por exemplo as características faciais das pessoas. É uma forma de categorização social. Há vários estudos sobre isso: caras x ou y são identificadas pela maioria como mais confiáveis/menos confiáveis, por exemplo.

      Claro que pode haver excepções e de facto é uma avaliação obviamente redutora, porque "quem vê caras não vê corações", mas acontece mais do que a Joana se calhar julga.

      Eliminar
  16. Penso o mesmo que tu! Eu até gostava da cara do Gasparzinho (não das medidas), mas agora vem-me esta e só me apetece dar-lhe uma sova.

    ResponderEliminar
  17. O Gaspar tem um ar calmo e simpático, eu concordo contigo. O maior problema dele, na minha opinião, é ser demasiado teóico, e está a lidar com seres humanos, não com números.

    Agora esta nova Ministra... não me convence nadinha.

    ResponderEliminar
  18. Para mim então tanto me faz que seja um ou outro, a política vai continuar a ser a mesma...

    ResponderEliminar
  19. Sinceramente, S*, tinha-te mais em consideração. Fazer juízos de valor pela aparência e ofender gratuitamente, era algo que eu não esperava de ti.

    Esperava ainda mais de uma pessoa com formação em comunicação social, pois parece-me que faz parte da formação não acusar sem factos, ou algo do género.
    Mas talvez seja eu que não esteja ao corrente e tu possas elucidar-me ao apresentar os factos que fundamentam as referidas aldrabices.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Osk, você não vê as notícias? A sério que acha que eu RESOLVI DIZER que a mulher é aldrabona porque foi um ar que me deu? A senhora já foi apanhada a mentir e foi ELA que assinou um dos SWAP de risco. Mas vou-lhe já mostrar uns links, para se informar melhor e não dizer coisas tontas:

      http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=3290113

      "Ana Drago diz que Maria Luís Albuquerque fez contratos swap enquanto diretora financeira da Refer e que «agora os vai pagar com prejuízo para o Estado enquanto governante»."

      http://visao.sapo.pt/maria-luis-albuquerque-chega-a-ministra-das-financas-no-meio-dos-polemicos-swap=f738395

      http://www.tvi24.iol.pt/economia---economia/economistas-gaspar-demissao-maria-luis-albuquerque/1466040-6377.html

      "A entrada de Maria Luís Albuquerque para chefiar a equipa das Finanças é uma «solução muito fraca», uma vez que está envolvida no processo dos swaps e não deverá trazer «mudanças substanciais», defendem os economistas contactados pela Lusa.

      «A substituição pela secretária de Estado do Tesouro é uma má solução, uma solução muito fraca», considera Abel Fernandes, professor da Faculdade de Economia do Porto, para quem o facto de Maria Luís Albuquerque estar envolvida na polémica relacionada com os contratos swap pode «afetar a sua capacidade para liderar esta pasta».

      Também Castro Caldas, da Universidade de Coimbra, e Jorge Landeiro Vaz, do ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão, lembram o envolvimento de Maria Luís Albuquerque no processo dos contratos swap entre empresas públicas e bancos internacionais, com perdas elevadas para o Estado, o que já motivou a ida da ainda secretária de Estado ao parlamento."

      Atente especialmente no último parágrafo. Até vou meter em maiúsculas, contratos swap COM PERDAS ELEVADAS PARA O ESTADO.

      Deixe a minha formação de lado - e não é em comunicação social, está enganado. Para a próxima, se quiser criticar, arranje fundamentos.

      Eliminar
    2. Primeiro, peço desculpa se não é comunicação social, mas não deve andar muito longe, de qualquer maneira esqueçamos isso.

      Não consegui perceber como consegue provar que a senhora é mentirosa através desses links... Aliás, são links/notícias de opiniões, não vejo o que tem de factual.

      Também poderia transcrever o seguinte:

      "A secretária de Estado do Tesouro afirma que contratos financeiros representaram ganho líquido para empresa de 31,1 milhões de euros. Neste momento, só há um instrumento activo. E esse tem um valor de mercado negativo de 2,7 milhões de euros."

      http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/swaps/detalhe/maria_luis_albuquerque_diz_que_swaps_representaram_ganhos_para_a_refer.html

      Mas assim não o decidiu. Tem o direito de, como todos nós, ler o que quiser e interpretar como quiser.

      Já agora, devia ter mais atenção à interpretação e não induzir em erro quem a lê. Com a parte "...contratos swap COM PERDAS ELEVADAS PARA O ESTADO" induz que a pessoa em questão fez os contratos swap das mais variadas empresas, com as perdas elevadíssimas, que todos ouvimos falar. Quando na realidade, apenas fez alguns quando estava na REFER, e pelo visto, com saldo positivo (esquecendo que ela é uma hipotética aldrabona e eu não se remete a factos documentados).
      E mais uma vez, repito, cada um de nós lê o que quer. A S*, lê que a pessoa está envolvida directamente, com culpa directa, no processo dos contratos swap (pelo menos é isso que se tira do seu penúltimo parágrafo). Eu leio que, a pessoa está envolvida no processo, de averiguação e cancelamento, de contratos com perdas elevadas para o Estado.

      Fiquemos por aqui. Foi apenas uma chamada de atenção, e a minha modesta opinião. Vale o que vale.
      Peço desculpa se não gostou e pelas minhas palavras tontas.

      Não volta a acontecer.

      Eliminar
    3. Osk, sou uma pessoa que acredita que onde há fumo, há fogo. A senhora assinou o contrato na Refer, não pode dizer que "ah e tal, só assinou um contrato, o da Refer". Se prejudicou o Estado, prejudicou todos os portugueses. Um governante nunca, nunca deve prejudicar o seu país.

      Para mim, este diz-que-disse, as contradições, só revelam que nesta história algo não bate certo. E a demissão do Porto só vem provar que a senhora não é flor que se cheire - mas isto é para mim, claro, que simpatizo com o Portas e o vejo como uma figura honesta, se excluirmos o raio dos contratos ridículos dos submarinos.

      Eliminar
    4. "simpatizo com o Portas e o vejo como uma figura honesta, se excluirmos o raio dos contratos ridículos dos submarinos."

      Então e todos os outros casos?
      E olha, não dá para excluir o raio dos submarinos. Ainda foram uns milhões, que andamos agora a pagar. Chateia.

      Eliminar
  20. Mas esta senhora não é aquela que está enterrada até ás orelhas nos contratos ruinosos das swaps???????????????????? SOCORRO!!

    ResponderEliminar
  21. Era bom que o pior que ela tem fosse o ar... :X

    ResponderEliminar