Avançar para o conteúdo principal

Da blogosfera, com amor


De vez em quando a blogosfera oferece-nos gentilezas destas.A Jay, que eu não conheço de lado nenhum, quis fazer umas coleiras amorosas para as minhas gatas, para os gatos-sobrinhos (da minha irmã) e para a cadela-sobrinha.

Hoje recebi as coleiras das minhas gatas. Vão ficar um must, lindas de morrer. O tecido é lindo, a renda ainda é mais gira, o guizo é o pormenor ideal. 

Porque os bons projectos merecem ser divulgados, conheçam: 

http://www.facebook.com/OCantinhoDaJay


Esta é a cadela da minha irmã com a sua fatiota personalizada.

Comentários

  1. Acho que o meu cão destruiria isso em dois segundos mas mesmo assim é uma ideia engraçada :)

    ResponderEliminar
  2. Aww, que fofinhas...:)

    Um grande beijinho,



    All about Lady Things



    PS. Não percas o meu último post (com uma convidada muito especial) AQUI :) ♡




    ResponderEliminar
  3. super fofinhas.

    bom fim-de-semana

    *

    ResponderEliminar
  4. Olá S* de facto entendo que tenhas interpretado mal aquilo da Banana, mas não é de forma alguma para a desrespeitar, aliás eu defendo que se há alguém que deve odiar alguém é ela a mim.
    Banana foi apenas o nome que eu e o Pedro arranjamos para falar dela. podia ter sido maçã ou laranjal é só para não ter de a chamar pelo nome... :|

    ResponderEliminar
  5. Gostei imenso.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Porque é que as pessoa vêm pr'aqui comentar coisas que se passaram noutro blog, noutra caixa de comentários, noutro contexto? Que figuretas que fazem :P

    ResponderEliminar
  7. Anónimo, eu percebi, por isso não acho que sejam figuretas...

    ResponderEliminar
  8. Bernardo, ahahah. Haja sinceridade! Mas eu AMO.

    ResponderEliminar
  9. Querida S*, olha que ideia tão engraçada! Vou já espreitar. :)
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  10. Acho mesmo que me vou ficar pelo vestido preto!

    ResponderEliminar
  11. Oh, que queridas/os!
    Muito Obrigada!
    Foi só um miminho para as gatas princesas mais bonitas da blogosfera.
    Bjinhos
    Jay

    ResponderEliminar
  12. A cadela é linda e já vem com um outfit de origem bem giro, o pelo, por isso na minha modesta opinião não lhe vestia mais nada:).

    ResponderEliminar
  13. As tuas gatinhas vão ficar charmosas com as coleirinhas
    bom fim de semana
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Lolol, ela está com aquela cara porque não está a gostar da figura que está a fazer. :-P

    ResponderEliminar
  15. quero ver uma foto das bichanas com as coleiras novas

    ResponderEliminar
  16. Oh... tenho de ver se depois também oferecem algo ao meu menino porque eu a fazer estas modalidades... ainda parto 3 dedos!

    ResponderEliminar
  17. a ideia das coleiras está muito boa... Agora a vestimenta para o canídeo... :/

    ResponderEliminar
  18. vestir os animais com estas idiotices é mesmo gozar com a sua origem. ftlog. para quem gosta de animais,gostas que eles façam figura de palhaço.

    ResponderEliminar
  19. Anónimo, parece-me meio desagradável fazer esse comentário sobre uma oferta. Quanto ao resto, são opiniões.

    ResponderEliminar
  20. sempre tive animais e nunca os poria em coisas tão pouco respeitosas. Eles merecem alguma dignidade.

    ResponderEliminar
  21. Opah, desculpa lá mas metade desta gente que aqui diz que é muito bonito e uma fofura tão a mentir.é ridiculo!!!!as coleiras, esse pseudo avental, TUDO!tadinhos dos bichos!

    ResponderEliminar
  22. Oh anónimo, tenha juízo. Faltar ao respeito aos bichos é não lhes dar de comer, de beber, não os levar a passear nem garantir o seu bem-estar. Agora pôr-lhe uma coleira? Isso é um acessório e uma forma de mostrar que eles têm dono.

    ResponderEliminar
  23. Não me leves a mal mas acho isso mariquisse a mais para um animal... são gostos. Sorry :(

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.