sexta-feira, 15 de março de 2013

:)

295312_445017592197275_908277579_n_large

Se fôssemos sempre sinceros connosco, com as nossas vontades, os nossos desejos, os nossos sonhos, o mundo era uma coisa tão mais bonita.

27 comentários:

  1. Verdade...mas difícil, tão difícil!

    Maria

    ResponderEliminar
  2. Dos posts mais bonitos que já li, assim simples e marcante, como tudo na vida ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Faço todos os dias por isso, sem qualquer tipo de exagero. Nem sempre sou entendida e rumo um bocadinho contra a maré aos olhos da maioria, mas não conseguiria agir de outra forma.

    ResponderEliminar
  4. Querida tenho perfeita noção disso.

    ResponderEliminar
  5. Só que às vezes a sociedade pode censurar-te por seres sincera contigo e com os outros, por isso a maior parte das pessoas evita mostrar quem realmente é.

    ResponderEliminar
  6. Há uns anos dizia que nunca me tinha traído. Hoje, infelizmente, já não digo o mesmo. Para ter trabalho e ter dinheiro no final do mês, por vezes dou comigo a ser uma pessoa que não quero ser. :-((

    (Nada de más interpretações, certo? É só porque não gosto do que faço.)

    ResponderEliminar
  7. Não acho que isso seja assim tão linear! Ser eu mesma pode, muitas vezes, ser prejudicial para mim ou para as pessoas que me estão próximas... Quem me dera que fosse assim tão fácil!

    ResponderEliminar
  8. era tão mais fácil e ainda assim é tão difícil.... um paradoxo da vida

    ResponderEliminar
  9. Hm, a verdade é que concordo com o anónimo .. depende um pouco da situação, mas no geral o melhor a fazer é mesmo sermos nós próprios, sim =)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Haveria menos gente frustrada a querer ver os outros infelizes!

    ResponderEliminar
  11. Pois, infelizmente esse mesmo mundo condenar-te-á por seres quem és verdadeiramente. A sociedade como está hoje em dia não aceita um verdadeiro EU, apenas máscaras...

    ResponderEliminar
  12. É verdade sim senhora tudo seria mais fácil e muito melhor

    ResponderEliminar
  13. Se cada um de nós fosse sempre sincero com as suas vontades e desejos, não haveria espaço para as vontades e desejos do outro. Às vezes é preciso ceder. Isso é por si só prova de uma grande generosidade, por vezes.
    Sermos nós próprios é uma coisa diferente, para mim. E tal como disseste, o importante é sermos verdadeiros connosco, concordando ou discordando com os outros, cedendo ou não. Só acho que não se pode juntar sinceridade, sonhos e vontades no mesmo saco, de forma tão linear :)

    ResponderEliminar
  14. Anónimo das 19:16, gostei do comentário, sensato. De facto, não podemos ser umbiguistas e pensar apenas em nós. Temos família, amigos, colegas, amores, toda uma sociedade - não podemos pensar apenas em nós. Mas este post era no sentido de termos de ser verdadeiros connosco... quantos de nós não fingem querer o que não querem? Quantos de nós têm vontade de mudar mas não o fazem?

    :)

    ResponderEliminar
  15. É tudo muito bonito e verdadeiro, mas sermos muito nós, nós e nós, não é bom, seria egoísta.
    E os outros fazem parte integrante do que somos mesmo para nós mesmos.

    ResponderEliminar
  16. Sim, isso é bem verdade, concordo ;)

    ResponderEliminar
  17. Há quem faça isso e pise em tudo e todos.... há quem não saiba distinguir as subtis diferenças :)

    BE YOURSELF :)

    ResponderEliminar