domingo, 31 de março de 2013

A maldição do gato

Há exactamente uma semana apareceu um bicho morto numa estrada de acesso cá à aldeia. Um cão ou um coelho, não sei dizer. A partir daí, o meu coração parecia que pulava de cada vez que tinha de passar naquela estrada.

Ontem à noite viemos para casa às 3 da matina. A estrada de acesso é cheia de curvas e curvinhas, não dá para andar a mais de 50 km/h. Foi a nossa sorte. Eu vinha no lugar do pendura (que o rapaz já recuperou a carta) e vejo um gato siamês a andar na berma da estrada. De olhos vermelhos, por causa da luz, a olhar mesmo fixo para mim. A dois ou três metros de nós. Pus-me logo aos gritos, o mais-que-tudo desviou-se tanto quanto podia (mesmo àquela hora, vinha um carro na direcção oposta a passar por nós) e passamos a cerca de um metro do bicho. Fiquei logo em pânico, fico doente com estas coisas.

Uns metros à frente, subimos uma rua, e aparece-nos outro gato na frente. Voltamos a travar e o gato lá passou.

Agora acabamos de chegar a casa. Na tal estrada de curva e contracurva, imaginem quem estava na estrada, no mesmo sítio, na berma, de olhos vermelhos, a olhar para mim? Pois. O siamês desta madrugada.

Só tive tempo de gritar e deitar uma mão ao braço do rapaz. Eu não sei quanto a vocês, mas tenho noção de que vou ser daquelas pessoas irracionais que ainda se matam para não matarem um gato. Morro de medo do dia em que vou estar a conduzir e um animal me passe à frente do carro.

35 comentários:

  1. isso já me aconteceu :( com um gato branco, parecia um saco de plástico a voar para baixo do meu carro mas não era... não consegui evitar, mas sei que não o matei. no entanto deve ter ficado muito magoado, foi horrível. há coisas que por vezes não conseguimos mesmo evitar :(

    ResponderEliminar
  2. Gato teimoso esse! Coincidência engraçada mas é incomodativo para quem vai ao volante, de facto...

    ResponderEliminar
  3. Esse animais!!!
    Espero que não acontece de passarem n tua frente novamente!!! Não quando estiver a dirigir!

    Abraço!

    ResponderEliminar
  4. Já apanhamos grandes sustos com Gatos e com Cães, eu quando ando a noite os meus olhos viram farois nos maximos.
    beijocas

    ResponderEliminar
  5. Que te mates para não matar o gato, é uma coisa. Esperemos é que não mates ninguém por isso, isso sim era irracional!

    ResponderEliminar
  6. Já matei um gato e tb já matei um cão! Tudo em situações nas quais não iria colocar a minha vida em risco para salvar a de um animal. E passo-me quando as pessoas mandam o carro "para cima" do meu para se desviarem de um animal, primeiro está a nossa segurança! Claro que estas situações valeram-me para-choques novos, coisa não muito agradável para a carteira! =/

    ResponderEliminar
  7. Estou como tu, tenho pânico que algum dia me aconteça.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Eu até com os pardais paro para eles saírem da frente do carro. E se tiver um animal (cão ou gato ou seja o que for) perto do carro espero que o possa ver sem ter de meter a vida dele em risco. xD

    ResponderEliminar
  9. Pois é. Eu se for preciso faço o mesmo. Tudo para não os magoar.

    ResponderEliminar
  10. credo S*.. também não sei que faria se atropelasse um animal..
    o meu cão morreu há pouco tempo atropelado, mesmo em frente da nossa casa, com o meu pai ao seu lado, e a outra pessoa nem se dignou a parar..
    mas pronto, é a vida..

    ResponderEliminar
  11. Eu já parei para deixar passar uma cobra. ;P

    ResponderEliminar
  12. Eu sou como tu S*, assusta-me mesmo muito ver um gato ou um cão na estrada assim :(
    Beijinhos e uma Páscoa :)

    ResponderEliminar
  13. É horrível!
    De todas as vezes que me acontece, quase que me mato!
    Lembraste do pato?

    http://www.osexoeaidade.com/2013/01/susto.html

    ResponderEliminar
  14. Não deve ser nada agradável...que susto!

    ResponderEliminar
  15. Olha...qualquer ser vivo à frente do carro, nos faz calafrios e olha, só sabemos como reagimos quando nos acontece... Conduzo há anos e nunca me vi em tal situação, pelo menos apertada. Dá sempre tempo de travar e o bicho passa, ou há condições e tempo e dá para desviar...felizmente nunca passei assim por nenhuma aflição, mas claro, já me deparei com muitos animais na estrada (cavalos, vacas, cães, gatos, coelhos, ovelhas) mas piores mesmo são os que se encontram atrás do volante :)

    ResponderEliminar
  16. Ai nossa!! Eu compreendo te porque também fico sempre com o coração na boca cada vez que se atravessa algum animal à frente do carro!

    ResponderEliminar
  17. Eu, doida por gatos assumida, temi esse dia durante muito tempo, até que um dia um literalmente se atirou para a minha frente tentei desviar, sei que ele passou por baixo do carro e saiu disparado do outro lado, aprei, prestei auxilio ao bicho que partiu uma pata consegui adoptante....acabou tudo bem, para mim e para o bichano, mas como tudo na vida não temos controle absoluto sobre as coisas e ás vezes controlar estes estimulos é o mais acertado! Esse siamês quer ser adoptado por ti!!!!

    ResponderEliminar
  18. Tento ao maximo evitar, e espero que nunca venha a acontecer.
    Boa semana
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Eu também detesto a ideia de magoar um animal, quanto mais matá-lo... Mas antes eu ficar bem do que ele...

    ResponderEliminar
  20. Eu também detesto a ideia de magoar um animal, quanto mais matá-lo... Mas antes eu ficar bem do que ele...

    ResponderEliminar
  21. Uma vez um cão meteu-se mesmo na frente do nosso caro e mesmo travando a fundo o carro acertou-lhe. Saí imediatamente para ver se os ferimentos eram graves e claro que tinha de fazer alguma coisa. Mas o cão saiu a correr e eu a tentar perceber se ele estava ferido. Não deve ter sido nada de grave porque ele corria bem... Mas eu fiquei sempre com essa imagem na cabeça...
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  22. S. o que faço em relação ao miminho que ganháste no meu bloguinho?
    Obrigada
    maria

    ResponderEliminar
  23. Racionalmente, a verdade é que não sei o que faria. :)

    ResponderEliminar
  24. Espero pela tua hilariante história no desafio do meu blog.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  25. Já me despistei para não atropelas um cão. Tive sorte - parei a um cm de um poste de electricidade e o cão seguiu a sua vidinha. Tal como tu, morro de pânico de imaginar tal coisa a acontecer.

    ResponderEliminar
  26. por muito que goste de animais, e gosto, jamais me colocaria a mim ou a alguém que comigo se cruzasse - como peão ou condutor - em perigo para evitar magoar o animal. Até porque tenho uma colega que destruiu o carro e esteve quase um mês de cama, em recuperação, por não ter querido atropelar um javali e que hoje sabe que foi a coisa mais idiota que podia ter feito.

    Ficaria, como é óbvio, desolada, mas tenho consciência da necessidade de prioridades.

    ResponderEliminar
  27. Não queres ter uma morte em mãos, pensas muito bem! Também sou dessas pessoas tontas que deixa de fazer certas coisas e ter certos cuidados por um animal. Mas que se lixe! Temos de ser leais à nossa essencia.
    PS: Acho que o Siames pode ser um sinal... eles escolhem os donos e aparecem quando mais precisamos.

    ResponderEliminar
  28. Tem muito cuidado!
    Tive muita sorte, uma vez, não ter capotado o carro do meu pai para me desviar de um animal.
    Outro conselho: evita gritar quando estás ao lado. O condutor pode assustar-se (o meu pai teve um acidente terrível assim).

    De resto, quem sou eu para dizer mais alguma coisa? Ainda hoje me desvio. Tenho é sorte!

    ResponderEliminar
  29. Eu nem sei como ia reagir se isso me acontecesse =/ fico sempre com o coração nas mãos quando algum animal passa perto..

    ResponderEliminar
  30. Eu tb sou assim... ai os bichos que nos dão tantos ataques cardíacos....

    ResponderEliminar
  31. Pega nele e leva-o para casa. São coincidências a mais. :)

    ResponderEliminar
  32. Eu acho que matei um passarinho ainda durante as aulas de condução, vê lá! Não pude fazer nada, o parvo vinha a voar e, de repente, meteu-se debaixo do carro...

    ResponderEliminar