quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Por falar no Relvas...



Um Governo que foge do povo, é um Governo cobarde. Não gostou, claro, é legítimo, mas tinha de aguentar firme e hirto que nem uma barra de ferro - como diria o bruxo Alexandrino.

Ler no DN.

30 comentários:

  1. Verdade pura, fugir é atitude de gente cobarde!

    ResponderEliminar
  2. O povo também não gosta de não ter dinheiro para comer! Que se lixem estes políticos corruptos e sem noção nenhuma da realidade do nosso país!

    ResponderEliminar
  3. pena, pena é que ele nem vergonha tenha :) beijinhos e boa quarta:)

    ResponderEliminar
  4. Palavras para quê? O povo está revoltado com o que tem acontecido... nem sei o que dizer. Isto vai tornar-se ainda pior...

    ResponderEliminar
  5. Isto caminha para a revolução... ai caminha, caminha! Se não se enfrenta o povo, se não se lhes dá as respostas que são deles por direito, se não se estende a mão e se vê o que pode ser resolvido, para que queremos politicos?!? Sugiro igualarmos a Islandia.

    ResponderEliminar
  6. só de ler o nome desse senhor fico aborrecido.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Acho que o J. Alberto de Carvalho estava realmente a achar piada à situação...

    ResponderEliminar
  8. Já não posso ouvir dessa gente...que nervos!

    ResponderEliminar
  9. Um governo que trabalha para salvaguardar os interesses estrangeiros e externos ao interesse do povo é obrigatoriamente um governo contra o povo e como tal tem mais é que fugir dele, se bem que acho que a coisa devia subir mais de tom para deixarem de rir com ar de gozo como muita vezes fazem!

    ResponderEliminar
  10. Nao lhe queria estar na pele!!
    Mas fico feliz!! A malta está a ganhar força!! Rua com essa gente!!! (politicos!)

    ResponderEliminar
  11. Eu acho é que ele já nem devia aparecer. Já é palhaçada a mais! Ele não se toca? Não percebe que não gostamos dele?

    ResponderEliminar
  12. Apesar de não gostar da pessoa em questão, a minha imparcialidade sobrepõe-se. E como tal, discordo que o homem ou o governo é cobarde.

    O homem no dia anterior é confrontado com a cantoria/insultos, e no dia a seguir apresenta-se em público(ainda para mais perante uma plateia de estudantes). Não vejo cobardia...
    E S*, se és convidada para uma festa, e quando chegas, há meia dúzia de pessoas que te insultam e te gritam aos ouvidos, ficas hirta e firme que nem uma barra de ferro!?

    Aos que invocam o 25 de abril,liberdade/democracia e cantam a "senha", deviam rever os conceitos de liberdade/democracia...
    Há liberdade quando num qualquer lugar público eu quero ouvir alguém e as pessoas do lado não deixam!?
    Há democracia quando uma parte de um todo tenta sobrepor a sua opinião?!

    ResponderEliminar
  13. Era com um pau no lombo e obrigarem-no a ir a público pedir desculpas ao povo!

    ResponderEliminar
  14. Eu se fosse a ele nem apareceria em público. Teria muito medo de levar com uma bala "perdida"...

    ResponderEliminar
  15. O homem vai é a fugir da cantoria que já não quem aguente tanta Grandola!

    Andam muito insatisfeitos, mas na hora de votar basta estar calor é ver o povão a cantar a grandola na praia com ua bejola na mão.

    ResponderEliminar
  16. Ainda bem que S* tens a mesma opinião que eu. Andei a ler com cada comentário nos sites dos jornais =/ ficou tudo contra os alunos do ISCTE e que tinham vergonha de serem portugueses por os alunos se manifestarem tanto contra o Relvas. Mas pensava aqui para os meus botões "o Relvas sabe a má fama que tem, por isso que se aguente ou se demita".
    Espanta-me que as pessoas pensem que devemos todos ser "bem comportados" e só manifestarmo-nos de forma ordeira.

    http://garotaembonecada.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Eu estou em protesto. "Grandola vila morena..."

    ResponderEliminar
  18. Ele devia ter vergonha na cara, mas nem isso...

    ResponderEliminar
  19. é um filho da puta, não sei mais o que dizer de alguém tão asqueroso

    ResponderEliminar
  20. Tenho para mim que isto qualquer dia vai acabar mal... Com tanta Grândola nos último tempos..

    ResponderEliminar
  21. Não percebo como se manda a figura mais impopular do Governo para eventos desses. Estava-se mesmo a ver. Agora (merecido ou não merecido) não vejo o que ele pudesse ter feito...se não havia condições para falar não seria fácil fazer outra coisa senão retirar-se.

    ResponderEliminar
  22. Vamos lá ver uma coisa... eu refiro-me a fugir de um grupo de estudantes que cantou o Grândola Vila Morena. Faltas de respeito não são toleradas nem aqui nem na China... no entanto, ele sabe que faz parte do cargo. É igual falta de respeito ir-se embora.

    ResponderEliminar
  23. Que eu saiba a S* não foi eleita (numa campanha baseada em mentiras) para governar, nem anda a fazer com que falte comida na mesa a ninguém! Isto aqui não é uma festa! É real! Ninguém lhe faltou ao respeito, mas se alguma vez faltasse comida no prato da minha filha, eu só não lhe cantava a grândola, como lhe dizia onde é que ele podia enfiar a partitura!

    ResponderEliminar
  24. Não gosto do senhor, mas também não me parece que pudesse ter feito outra coisa. Se ele não se fosse embora os outros não se calavam e aí ninguém mais falava, nem a conferência acabava. Acho que fez o mais normal.
    E que me desculpem, mas em termos de liberdade de expressão, estamos um bocadinho a perder a noção de liberdade. Nem todos a sabem usar de forma certa.
    Concordo com o comentário de Osk.

    ResponderEliminar
  25. Claro que foi falta de respeito. Ele não está a gerir a sua empresa privada para decidir quando e a quem dá explicações LOL. Está sim a governar um povo.. que tem de respeitar e aguentar.


    E se realmente as situações são assim tantas que ele já se "fartou" e, considera que não tem mais que suportar então, deveria por a mão na consciência e pensar se não é altura para se retirar.

    ResponderEliminar
  26. ele devia-se era demitir do governo. e a mesma coisa que numa reuniao de administradores da empresa o menino ir-se embora esconder-se debaixo da mesa pq fez asneira.

    ResponderEliminar