sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Coisas que me chocam

O número de meses que uma pessoa espera para receber o subsídio de desemprego. Quer dizer, uma pessoa trabalha, desconta para ter direito ao subsídio de desemprego, e depois tem de esperar uma média de 3 meses para começar a receber aquilo a que tem direito.

Não entendo por que demora tanto tempo, qual é a dificuldade deles. Na vizinha Espanha, metes a carta do desemprego a dia 5 de Outubro e no mês seguinte estás a receber o subsídio. Aqui, metes a carta a 5 de Outubro e, com sorte, daí a 3 meses começas a receber.

E entretanto, vive-se do quê? Do ar?

52 comentários:

  1. POis...é que o dinheiro dos nossos descontos vai logo ao ar e qdo eles precisam de o disponibilizar não têm. è por isso que POrtugal é o país que é...as pessoas que o têm vindo a governar de gestão percebem muito pouco, ou melhor, percebem de gestão, mas do seu próprio bolso.
    :)

    ResponderEliminar
  2. Isso e estranho, eu estive desempregada ha 7 anos e recebi logo no mes seguinte o subsidio de desemprego, interrompi duas vezes por licença de maternidade que tbem me foram pagas ao final do mes e retomei o subsidio sem problemas. Sera que qdo se entrega nao se entrega tudo e por isso ha demoras?

    Maggie

    ResponderEliminar
  3. É um país a afundar... COMPLETAMENTE!!!! Nem há palavras! Portugal é um país de sobreviventes... apenas e só isso!

    ResponderEliminar
  4. Pois, eu vou meter dia 26 Dez e vamos lá ver quanto tempo demoram a pagar... se calhar o que me vai valer é a indemnização que a empresa me vai dar que servira de suporte para os gastos mensais. Enfim... estou mesmo é a pensar seriamente ir para a Noruega

    ResponderEliminar
  5. 3 meses?
    Ainda há poucos meses por cá também era assim, se metesses os papéis antes de dia 15 recebias logo no dia 22 ou 23...
    Realmente as coisas por cá vão me mau a muito mau...

    ResponderEliminar
  6. pois parece que é mesmo assim, eu felizmente nunca estive no desemprego e mais uma vez "escapei"...
    Em Janeiro vão haver mais alterações por aqui, vamos ver no que dá.
    jocas

    ResponderEliminar
  7. isso entre muitos casos. como por exemplo os trabalhadores por conta propria (e que descontaram anos para a seguranca social) nao tem direito a nadinha de nada. ou seja, ficam sem negocio e sem dinheiro.

    choca-me terem dado o dinheiro estupidamente para subsidios de insercao social a quem anda contribuia para a sociedade, e quando os que contribuem se vem no desemprego nem pao e agua recebem.

    estou cada vez mais triste com o nosso pais e cada vez menos tenho vontade de regressar

    ResponderEliminar
  8. Mas para pagares impostos, ai de ti se atrasares 3 meses!! 2 pesos 2 medidas!

    xx

    ResponderEliminar
  9. estas coisas tiram me so serio....e irrita em aquelas pessoas que têm 5 filhos , estao no desemprego e todos os dias tomam o pequeno almoço no cafe!

    Paulinha

    ResponderEliminar
  10. Isso depende muito dos centros... eu sei de pessoas que o receberam logo no mês seguinte... noutros casos demoraram 3 meses... estão a espera de quê?
    Muito simples neste momento a segurança social está a ficar de cofres vazios...acresce que há anos que não admitem funcionários...ou seja há aqueles que se vão reformando e não há ninguém para os substituir.. chega a uma altura que tens dois funcionários a fazer o trabalho de cinco ou seis...

    ResponderEliminar
  11. Segurança Social??? Onde eles criam é uma insegurança tremenda. Ou somos poupados a vida toda ou entao se temos um azar, passamos a viver de pao e agua. Eles nao querem saber de quem trabalha, estão mais preocupados em dar rendimentos minimos e casas em quem nao faz um cu... e como isso me irrita. A mim tiraram-me 20Eur de abono da minha filha pois dizem que eu sou rica, por ter casa propria.. e nem imaginam o sacrificio que faço para dar um tecto á minha filha.

    Boa sorte para ti e para todos que merecem. beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Eu recebi no mês seguinte, nao me posso queixar. *Rita

    ResponderEliminar
  13. o nosso país é assim, infelizmente!! é revoltante...

    ResponderEliminar
  14. Comes ar e bebes água da chuva. Há que habituar a viver sem dependências.

    ResponderEliminar
  15. É arrepiante pensar nisso, esses meses as pessoas vivem de quê :\

    ResponderEliminar
  16. E cada vez demora mais porque eles estão sem dinheiro, andam a pagar subsídios e pensões com dinheiro emprestado. Eles não querem saber se a pessoa tem dinheiro para comer ou não. Bjs

    ResponderEliminar
  17. Por acaso o meu irmão recebeu logo no mês seguinte, pelos vistos teve sorte.

    ResponderEliminar
  18. Essa não é de agora, já acontece há uns aninhos. São as tais "coisas sem nexo" que deviam ter sido retificadas há muito tempo.

    ResponderEliminar
  19. Que vão trabalhar que o campo é só capim. Peguem na enxada e toca a plantar couves que são muito boas para prevenir a obstipação.

    ResponderEliminar
  20. Ai Portugal Portugal, do que é que estás à espera...

    Este país está a rebentar pelas costuras!!!

    ResponderEliminar
  21. O Abade primeiro que recebesse a baixa por ter sido operado foram dois meses... não tivesse a gente um pé de meia e eu trabalho vivíamos do quê?
    É uma gozação, tanta burocracia, tanta papelada para nada...

    ResponderEliminar
  22. Direito? Ainda há direitos neste País?

    Mais um bocadinho e voltamos à pré-história, período em que o ser humano não vivia. Sobrevivia.

    ResponderEliminar
  23. Acredito que existam situações dessas mas quando fiquei no desemprego quer eu, o meu pai, a minha cunhada e a minha madrinha (que são casos que conheço)recebemos logo na data prevista, não tivemos meses sem receber, em contra partida quando coloquei baixa fiquei 4 meses sem receber, depois é que começou a ser certo.

    ResponderEliminar
  24. Esta pôs-me preocupada. Espero que não sejas tu, S*, que precisas do subsídio... Livra!

    ResponderEliminar
  25. Comigo não demorou tanto tempo. Meti a 10 maio do ano passado e recebi em meados de Junho. Mas não sei de agora demora mais. Mas 3 meses é muito tempo, não tem lógica.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  26. Concordo que se deveria pagar o subsídio respectivo de imediato, contudo também tenho de ver o outro lado, que, agora já não tanto, mas houve muita gente a esticar o subsídio só por preguiça de trabalhar quando podia muito bem ter encontrado trabalho. Talvez por terem havido tantos abusos agora pague o justo pelo pecador!

    ResponderEliminar
  27. Se morrermos à fome e definharmos é um alivio para o governo, são menos esses na despesa.

    ResponderEliminar
  28. Também a mim me choca imenso!
    Acham que a pessoa vive do ar!!

    ResponderEliminar
  29. por aqui começa-se a receber o subsido logo no mês seguinte. não conheço casos de demoranrem tantos meses.

    ResponderEliminar
  30. Acho que é bom esclarecer que os descontos que fazemos para a SS, não são só para um possível subsídio de desemprego, são igualmente para pagar o SNS e outros subsídios sociais. Por isso quando vamos a um hospital ou um centro de saúde também estamos a usufruir daquilo que descontamos. De facto, estou chocada com todas as medidas de austeridade impostas mas há que dar razão ao sr. Gaspar, os portugueses não têm mesmo noção do que descontam e do que podem vir a ganhar com as prestações sociais. Muitas pessoas descontam cerca de 50€ por mês para a segurança social (e descontam pouco tempo) e depois reclamam porque recebem pouco de subsídio de desemprego. Infelizmente é triste estar no desemprego mas como as coisas estão a ficar no nosso país, qualquer dia não há dinheiro para pagar nenhum mês de subsídio de desemprego!

    ResponderEliminar
  31. Anónimo das 12:40, para isso é suposto teres uma terra para trabalhar, não?

    Anónimo das 17:45, isso não está em causa, pelo amor de Deus. O SNS e a educação gratuita também são pagos com impostos... o que não invalida que esperar 3 meses para receber subsídio de desemprego seja ridículo.

    Pelo que li por aqui, depende do Centro de emprego, não funcionam todos igual. Infelizmente, o daqui da zona deve ser dos atrasados. :P

    E não, não é nada comigo, é só mesmo um triste realidade do país. :)

    Morango Azul, isso da poupança é muito lindo na teoria, o pior é a prática de viver com salários baixos.

    ResponderEliminar
  32. e depois admiram-se que as pessoas entrem em créditos até dizer chega!

    ResponderEliminar
  33. Este país atingiu um grau tal de desrespeito pelo seu povo que nem tenho palavras!

    ResponderEliminar
  34. É para ver se a pessoa morre entretanto e assim poupam dinheiro!

    A minha mãe esperou 9 meses pela pensão de viuvez - 9 meses! E porque fizemos um escândalo no CNP, senão seriam 12 meses... enfim... Se ela não tivesse o seu ordenado, morria à espera da pensão de viuvez!

    ResponderEliminar
  35. Eu dei entrada do pedido dia 1 de outubro. Até hoje, nada. Ainda por cima preciso do documento da segurança social a dizer quanto recebo para entregar na creche da minha filha para eles recalcularem o valor da mensalidade dela. Nos entretantos tenho de pagar como se ainda estivesse a trabalhar...

    Anónimo das 12:40: E depois o que é que faço com as couves???? Vendo-as a si???

    ResponderEliminar
  36. Pois é,

    o viver do outro está cada vez menos em nossas listas de prioridades. Sociedade, sociedade!!!!

    ResponderEliminar
  37. É verdade... Mas eles não querem saber das dificuldades que, entretanto, as pessoas possam passar.

    ResponderEliminar
  38. Continuo a afirmar. Poupança! Apesar de ser um direito nao podemos deixar que sejam os outros a zelar pelos nossos interesses.
    Nao há dinheiro para poupar mas para fumar, tomar pequeno almoço no café há. Temos que nos mentalizar que nao podemos contar com o estado para nada de BOM.

    ResponderEliminar
  39. Olha dou-te o meu exemplo...fiquei desempregada, no inicio de Outubro, accionei os papeis para ter direito ao fundo de desemprego (já para não falar de uma manhã perdida no centro de emprego). Felizmente duas semanas depois consegui trabalho e fui dar baixa do subsidio (claro que para isto não havia qualquer tipo de fila, nem 10 min lá estive) Qual não é o meus espanto quando esta semana recebi a carta da segurança social a dizer que teria direito ao subsidio etc etc. Por aqui se vê o atraso e lentidão com que funciona a nossa segurança social.*

    ResponderEliminar
  40. Assustaste-me, mas acho que é conforme a zona.No ano passado começei a receber no mês seguinte a ter metido os papéis.E espero bem que este ano seja assim, porque tenho que me ir inscrever...outra vez.

    ResponderEliminar
  41. É realmente horrível :(
    E eu já estive nessa situação mais do que três meses... Depois de ver que não recebia passados os meses habituais comecei a pressionar a segurança social para me explicarem o que se passava e acabaram por me confessar que tinham perdido o meu processo...

    ResponderEliminar
  42. confesso...
    venho visitando vários blogues e deparo-me com variadas temáticas.
    comento, e gosto de comentar, os que me suscitam interesse.

    este é um tema que fala de, direitos, desemprego, e subsídios. e é, actualmente, muito pertinente.
    é mais que sabido que o país está falido!! e quer queiramos ou não, vê-se que não consegue pagar a quem deve por muitas voltas que dêem aos orçamentos. já não pagam, há muito, aos credores nacionais mas a esses, dão-se ao luxo de não lhes ligar nenhuma, agora... aos credores estrangeiros, outro galo canta. a esses, qualquer dia vão pagando vendendo Portugal Distrito a Distrito. resumindo...
    nestas condições, direitos de quem trabalha ou, mais grave ainda, de quem está desempregado... não é palavra de ordem.
    convençam-se (e adorava enganar-me) que mais tarde ou mais cedo, não há subsídios (dos mais variados), nem pensões de reforma... mas depressa vai chegar a altura em que também eles vão sentir na sua própria pele.

    é desumano o que se está a viver!!

    até

    ResponderEliminar
  43. Eu estou à espera há mais de um mês mas conheço quem tenha recebido logo no mês a seguir. Se calhar é como alguém disse por aqui, depende dos centros.

    ResponderEliminar
  44. "Esta pôs-me preocupada. Espero que não sejas tu, S*, que precisas do subsídio... Livra!"

    A menos que seja amiga pessoal da S*, não entendo este comentário.
    Não conheço a S* de parte nenhuma a não ser do que aqui leio e, realmente, não lhe desejo uma situação destas. Como não desejo a ninguém, ora! O que devia preocupa-la é a situação de depressão e assustadora em que estamos mergulhados, em que os trabalhadores descontam e no final, quando mais precisam, não têm uma segurança social a apoiá-los!

    Vivemos uma situação de profunda crise em que quase só esperamos conseguir escapar entre os pingos da chuva e não ser atingidos em cheio pela miséria que bateu e bate diariamente a porta de muitas famílias.

    Esperemos que não bata a porta da S*, nem à minha, à sua, a da Maria, do António...

    Percebo a sua ideia, mas não escolheu bem as palavras :)

    **

    ResponderEliminar
  45. Mel, entendo perfeitamente o seu ponto de vista, no estado em que o país está temos de andar todos preocupados. Mas oh, a Miú segunda acompanha-me, e eu por acaso também ficaria um bocadinho preocupado se algumas pessoas que sigo diariamente passassem por algo difícil como o desemprego. :)

    ResponderEliminar
  46. Não é um problema só de agora. Há uns bons anos atrás eu meti os papéis em Maio e só comecei a receber em Setembro. Não tivesse eu um bom pé de meia na altura e bem lixada estava.

    ResponderEliminar
  47. E a ultima noticia... ahhh que bom agora os empresarios cuja empresa abre falencia tb vao poder usufruir de subsidio de desemprego.... daqui a 3 ANOS!!!!! 3 ANOSSSSSSSSS senhores... é estarem a gozar literalmente com as pessoas...

    Bjs Rita

    ResponderEliminar