quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Banco Alimentar - Alimente esta ideia


Pelo amor de Deus, gente. Este fim-de-semana, dias 1 e 2 de Dezembro, temos mais uma campanha para o Banco Alimentar. Vamos esquecer polémicas bacocas em torno da Isabel Jonet, vamos esquecer qualquer probleminha que ouse tentar manchar esta causa.

Se cada um ajudar com um pacote de arroz, talvez de massa, uma lata de atum ou se preferir de salsichas, podemos fazer muito. 50 cêntimos, um euro, dois euros. Qualquer coisa.

Podemos ser pequeninos em muita coisa, mas no que toca a solidariedade costumamos ser grandes, muito grandes, enormes. Eu quero acreditar que esta vai ser uma campanha grandiosa.

31 comentários:

  1. Este ano, todas as minhas possíveis ajudas serão para os meninos da "Ajuda de Berço".

    ResponderEliminar
  2. Sempre. Enquanto eu tiver para mim, darei aos outros.

    ResponderEliminar
  3. Vou ajudar com comida e como voluntária! O importante é mesmo ajudar! Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. Também espero que sim. Eu todos os anos contribuo para a causa e já foram várias as vezes que fiz voluntariado nos supermercados a pedir para ajudar e adorei, pois são experiências maravilhosas e ali é que vez o quão generosas algumas pessoas conseguem ser, principalmente os mais idosos que por vezes têm o dinheiro contado, mas mesmo assim arranjam maneira de ajudar e isso é sem dúvida de valorizar!!

    ResponderEliminar
  5. eu costumo dar sempre cerca de 5€ em massa arroz feijão salsichas atum leite ... por aí.

    ResponderEliminar
  6. Claro que vou contribuir S*.
    E até digo mais, sou daquelas que não achei nada de mais o que a Isabel Jonet disse.
    Pronto já sei que me vão fuzilar
    (ou não).
    PR

    ResponderEliminar
  7. Muito boa! Somos pequeninos mas quando há união as coisas vão acontecendo e bem!!!

    Parabéns pela iniciativa!!!
    Bjus!!

    ResponderEliminar
  8. Sim, também acho! Acho infelizes as declarações dessa senhora mas que isso não seja impedimento para deixar de ajudar!

    ResponderEliminar
  9. espero que seja realmente grandiosa! nao custa nada, mesmo nada ajudar!

    ResponderEliminar
  10. Não custa nada ajudar, todos juntos somos muitos! :D

    ResponderEliminar
  11. Raramente vou às compras ao fim-de-semana, por isso agradeço muitíssimo a campanha online e mesmo os vales do BA que continuam uns dias nos supermercados - faço sempre questão de participar. Nunca se sabe se um dia não serei eu a precisar daquele kg de arroz ou massa...

    ResponderEliminar
  12. PR para que conste, eu admiro a Isabel Jonet e isso não muda por causa de declarações menos felizes.

    ResponderEliminar
  13. Eu costumo dar mas só arroz, massa e similares. Acho que dar um pacote de açucar ou de bolachas não é dar um bem essencial. Tem que se dar o que mata mesmo a fome.

    ResponderEliminar
  14. Isabel Jonet foi infeliz na forma como transmitiu a mensagem. Mas não é por esse facto que esta iniciativa que tem já alguns anos perde a sua importância e alcance. Mais a mais, não é uma pessoa que faz uma instituição. Obviamente vou contribuir como sempre o fiz.

    Nesta época, para além de bens essenciais, tento sempre juntar um chocolate ou dois para as crianças.

    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Espero bem que sim, que todos ajudem, no entanto continuo a achar que quem ganha com isto são os supermercados, porque não lhes custava nada abdicar do valor de lucro dos produtos que vão no saco, vendiam ao preço de custo e em vez de 2 kg de arroz as pessoas davam 4 ou 5. É só uma ideia.

    ResponderEliminar
  16. Isto sim, é o que verdadeiramente importa! :)

    ResponderEliminar
  17. Li há pouco no jornal que há cada vez mais famílias a precisar de ajuda, por isso, quem puder ajudar um pouco mais que nos outros anos, era óptimo. Eu vou fazer como faço sempre e vou ao hipermercado de propósito.

    ResponderEliminar
  18. E toca a ajudar!
    Acho que são os gestos pequenos que fazem grandes resultados!
    :-)

    ResponderEliminar
  19. Como sempre vou tentar ajudar com aquilo que posso.

    ResponderEliminar
  20. Estender a mão, é algo tão importante tanto para quem dá como para quem recebe. E eu sinto isso quando contribuo e estou como voluntária, dando e recebendo sacos e sorrisos.
    E apesar desta crise, dá gosto ver como as pessoas continuam a ser solidárias =)

    ResponderEliminar
  21. como sempre, vou alimentar esta ideia :)

    ResponderEliminar
  22. Esse dito 'voluntariado' é aquele em que os mesmos que para lá vão, pagam lhes o dia?

    F.

    ResponderEliminar
  23. Eu tenho ideia que as pessoas cada vez ajudam mais, até porque vão tendo noção que isto tende a piorar e nunca se sabe se daqui por uns tempos não seremos nós a precisar.*

    ResponderEliminar
  24. Vou quase sempre às compras ao fim de semana, neste até não precisava ir mas fui só mesmo para dar o meu contributo.

    ResponderEliminar