segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Rodar a baiana

Até hoje achava que a médica me tinha receitado medicamentos para a asma que não estavam a fazer efeito. Hoje soube que afinal foi a senhora da farmácia que, como não tinha os medicamentos correctos, resolveu dar-me uns parecidos. Ai senhores... hoje vamos ter de rodar a baiana e exigir os medicamentos correctos a título gratuito (apoiada por um recado da sôdotora a dizer isso mesmo).

32 comentários:

  1. Beeem... a sério! Essa sr da Farmácia terá um parafusito a menos?!
    Bj S

    ResponderEliminar
  2. Digo muitas vezes, que os enfermeiros e farmaceuticos gostariam muito de ser médicos, mas como não conseguiram...

    ResponderEliminar
  3. Olá :D

    Voltei :D

    Pois é, infelizmente esse estilo de situações podem acontecer por lei, e na farmácia podem fazer-te isso. Tens de lá ir reclamar ;)

    Beijinhos e tem uma óptima semana :D

    ResponderEliminar
  4. eu metia a mulher em tribunal!
    Podia ter corrido mto mal...

    Paulinha

    ResponderEliminar
  5. really???
    céus... existem farmaceuticos que se esquecem totalmente que não são médicos para tomarem iniciativas de trocar medicamentos como essa! eu estaria furiosa...

    ResponderEliminar
  6. Fazes bem em reclamar, mas também foi falta de atenção tua. Não olhas para as receitas quando vais à farmácia? Não comparas os medicamentos que te vendem com aqueles que estão escritos na receita?

    ResponderEliminar
  7. Epá... Como é que alguém te fez isso? É inacreditável!
    Se quiseres enviar-me um email, só para o caso de te quererem dar genéricos ou assim, estás à vontade!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Força! Quando é para fazer valer os nossos direitos acho muito bem que se rode a baiana! Que é para verem que não se pode andar a brincar, muito menos com a saúde.

    ResponderEliminar
  9. Pois, eu fui este fds a farmacia pra minha tia e tive de dizer a senhora pra nao trocar nada se nao tivesse a marca q estava no papel pq ela passou mal com os outros. Ha casos q da para trocar pq as substancias sao as mesmas, outros q nao. Mas o farmaceutico devia informar disso mesmo e confirmar com o paciente

    ResponderEliminar
  10. eheheh! Vai haver trolha!

    (Já te estou a ver a gritar-lhe: Sou uma mulher do norte, carago!)

    ResponderEliminar
  11. Que cena, ao menos que tivesse dito: "Aqui vai uma parecido.", lol. Oh paciência.

    ResponderEliminar
  12. Como farmacêutica, situações como essas deixam-me envergonhada...alguma coisa é só contactares-me!

    ResponderEliminar
  13. Ai Joana Ventura, por que motivo resolve fazer esse tipo de comentários patetas se não sabe do que fala? Claro que olhei para a receita. Claro que o nome do medicamento que me foi vendido era o que estava na receita... Mas foi-me vendido um simples medicamento broncodilatador, sem terem em consideração que a médica tinha receitado um medicamento inalador pressurizador. Ou seja, o nome era o mesmo mas o tipo de frasco era diferente e faz toda a diferença para quem está com asma aflitiva. Perdeu uma boa oportunidade para não fazer acusações idiotas.

    ResponderEliminar
  14. É parecido é parecido, e no fim é o que se vê...

    ResponderEliminar
  15. Devem ter enviado os outros para Angola como era moda há uns tempos!

    ResponderEliminar
  16. Antes de reclamares verifica se não são genéricos, ou medicamentos com a mesma substância activa. A lei permite que o farmacêutico te dê o que tiver disponivel no momento, desde que seja com o mesmo principio activo, ou seja é o mesmo medicamento, mas de outro laboratório. Claro que a senhora deveria ter perguntado primeiro se não te importavas com a troca, mas reclama pelos motivos certos :) Até porque se ela te trocou de facto medicaçao. ai sim é grave. Se foi uma troca nao consentida, ai reclamas por nao terem perguntado, embora se quiseres fazer reclamação não sei se te dão razão porque certamente que no fim do atendimento te deram o verso da receita para assinar, onde diz aquelas balelas que ninguem lê, mas que prevêm este tipo de trocas.
    Boa sorte!!

    ResponderEliminar
  17. O comentário da Joana Ventura tem toda a razão de ser pois a discriminação do medicamento está toda na receita e se não quer que as pessoas falem do que não sabem escreva as informaçoes como deve ser...

    ResponderEliminar
  18. Tem pois, a Joana resolve inventar uma teoria sobre algo que eu escrevi e ainda tem razão. ahahah

    Tá bem abelha. ;)

    ResponderEliminar
  19. Nesses casos, é costume perguntar à pessoa como ela prefere...
    Tenta perceber se o que ela te deu não será equivalente ao que está prescrito. Se quiseres, também te posso ajudar.
    Mas se realmente a troca que ela fez está dentro da legalidade, o erro foi não perguntar. Podes sempre ir à farmácia explicar a situação e ver o que se pode fazer ;)

    ResponderEliminar
  20. Iza, não está mesmo dentro da legalidade, a médica explicou-me. :) Logo à tarde tento resolver a questão.

    ResponderEliminar
  21. Querida, só te digo uma coisinha; medicamentos a título gratuito, escrever livrinho de reclamações e queixinha à ordem!
    Bom, na verdade foram três coisinhas...

    ResponderEliminar
  22. Queridinha S*
    Tens toda a razão para te sentires indignada porque não és obrigada a ler o que o medico te receitou.
    Procedeste bem porque o paciente confia no seu médico, como deve ser.
    A farmácia tinha a obrigação de te explicar. Não o fez é por isso responsável.
    Não precisas de rodar a baiana. Vais lá e explicas isto, que tenho a certeza de que te aviam a receita como deve ser e ainda te vão pedir muita desculpa.
    beijinho e as tuas melhoras.

    Matilde.

    ResponderEliminar
  23. Já agora, por mera curiosidade de colega, repara só se a senhora que te atendeu era farmacêutica...

    ResponderEliminar
  24. E tens toda a razão!Eu no teu lugar também ficava passada, mas com certeza que se lá voltares e expplicares a situação, te dão o medicamento correcto e que lhes sirva a lição para que para a próxima tenham mais atenção, acho que nessa profissão (não é só nessa claro), mas nessa e noutras em especial eles têm de ter muita responsabilidade, até porque estamos a falar de uma profissão ao serviço da saúde!
    Melhoras pa ti S* e que tudo se resolva! :-)

    ResponderEliminar
  25. Basicamente pediste alhos e deram-te bogalhos.
    O que a farmacêutica devia ter feito era uma coisa muito simples:ter mandado vir o que a médica tinha indicado, e não te dar o que estava a mão.
    Provavelmente deram-te o medicamento com o principio activo correcto mas "a caixa errada".

    ResponderEliminar
  26. Bela merda senhora da farmácia! Tu enfrenta-a S!

    ResponderEliminar
  27. Como é que é possível???
    sinceramente...ele há com cada uma!!

    ResponderEliminar
  28. S*, se calhar não vais gostar que eu mencione isto, mas tenho de dizer que o comentário da amiga da onça é do mais ridículo que eu já li. O que é que uma coisa tem a ver com a outra, sinceramente? E o que é que os enfermeiros e os restantes farmacêuticos têm a ver com o erro de apenas uma pessoa?

    Isto há com cada uma!

    Desculpa mas tive de dizer!

    ResponderEliminar
  29. green eyes, eu não me meto nisso, toda a gente tem direito a dar a sua opinião. Por mim, desde que se respeitem. :)

    ResponderEliminar