quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Diferentes conceitos do que é romântico*

Existem pessoas que sonham com um casamento romântico, cheios de detalhes graciosos. Depois existem os casais como os que acabaram de se cruzar connosco.

Fomos a um café aqui da zona. Sentamos na esplanada e começamos a ouvir um carro a apitar de forma insistente. O carro pára e saem de lá seis pessoas. A noite, de vestido branco e com um grande laço rosa nas costas, brasileira e sorridente. O noivo, português, de camisa toda enrodilhada por fora das calças e com fitas da Carlsberg penduradas ao pescoço. Quatro amigos, um de calções de ganga e chinelos, três mais ou menos compostinhos, e um cão. Entram no café, toda a gente lhes dá os parabéns, e voltam a sair para a esplanada. Sentam-se na mesa ao lado da nossa a beber umas cervejas. O noivo resolve dizer que vão para um motel e que vai seguir o conselho do seu pai: "filho, tu pegas na coisa e colocas a coisa à porta... se entrar, entrou; se não entrar, ao menos fizeste o que tinhas a fazer".

E foi isto. Acabamos por vir embora... afinal, não tínhamos sido convidados para a festa de casamento no "Taskas bar".


* Poupem-me a discursos do género "o que não quer dizer que não se amem e que não sejam românticos". Sei disso, pareciam-me bastante felizes, até. Mas foi caricato.

38 comentários:

  1. É uma forma engraçada de o fazerem :)
    Eu achei piada :)

    ResponderEliminar
  2. As festas de casamento já não são o que eram. Se estavam felizes, isso é tudo o que importa :D

    ResponderEliminar
  3. Bom, ele há gente mesmo para tudo! Eu confesso que sonho com um vestido branco imenso, uma igreja, um copo de água de sonho numa quinta e uma lua de mel ali para as ilhas gregas! Mas cada um com os seus sonhos... Pelo menos pareceram felizes!

    ResponderEliminar
  4. Mas é mesmo por aí, o que importa é o que cada um deseja para si. Estou com o meu "marido" há 13 anos, sem casorios, sem festas nem sequer papel passado. Não me imagino mais feliz. Se um dia decidirmos ir buscar o papel , gostava que fosse só eu , ele, uma praia no caribe e um belo mojito a brindar. Só nós ( e na falta de cão podiam ir os gatos)
    MAs se o sonho fosse um casamento romantico cheio de pormenores pois que se tentasse concretizar...

    ResponderEliminar
  5. Viste uma cena que nao e vê todos os dias S.:))))

    Bjstos

    ResponderEliminar
  6. eu sou pelo nem oito nem oitenta...

    irritam-me os planeamentos com dois anos de antecedência, mas assim também me parece demasiado naive...

    ResponderEliminar
  7. lololollloooll. e as tantas amam-se filha, o amor é muito subjectivo...

    ResponderEliminar
  8. Eu lá era capaz de ter um casamento assim tão sem graça... Eu não quero uma coisa muito espalhafatosa e com 500 convidados, mas quero uma coisa como deve ser e com tudo a que tenho direito (e dinheiro :b)

    ResponderEliminar
  9. kkkkkkk adorei sabia? acho super valido tudo isso!

    xx

    ResponderEliminar
  10. cada qual deve fazer as coisas à sua maneira. eu pessoalmente adoro ser espontânea e ter essas noites de diversão com o meu namorado e os nossos amigos, mas casamento tem de ser tradicionar e original q.b, tudo junto.

    ResponderEliminar
  11. Bastante original =P
    Mas depende muito dos casais...

    ResponderEliminar
  12. E os festejos do divorcio já têm hora marcada...hoje li algures que há registos de pedidos de divorcio à média de 72 por dia.E esta hemmmm

    Não compreendo como é que ainda há gente que se casa, se de antemão nada dá em nada.

    Pinoquio

    ResponderEliminar
  13. Se calhar não fazem questão de um casamento romântico. Mas inclino-me, a julgar pelo vestido da noiva, para a hipótese de ela não ter arranjado coisa melhor...

    ResponderEliminar
  14. Ah ah ah :) E um casamento mesmo ao lado de uma bomba de gasolina? Em que os funcionários se dividam entre o 'copo d'água' e o abastecimento de v iaturas? Nunca viste?! Ah pois é...! ;)

    ResponderEliminar
  15. Bem isto é coisa que eu nunca assisti. O amor tem destas coisas :) Haja ao menos felicidade neste mundo!

    ResponderEliminar
  16. AMEI....
    Mas porque raios não fui convidada???? Pena :(
    Adoraria ter ido!!!!

    ResponderEliminar
  17. Eu nisto dos casamentos sou um bocadinho clássica, mas acho delicioso estas pessoas que fazem coisas diferentes, e que têm casamentos que certamente os amigos nunca esquecerão. Haja originalidade :)

    ResponderEliminar
  18. É diferente, mas realmente o que interessa é serem felizes. Cada um à sua maneira.

    ResponderEliminar
  19. Á caricato porque não é convencional. Mas é giro! Só que eu acho que sou um bocadinho como tu, rsrsrs! :)

    ResponderEliminar
  20. Porreiro pá ;)
    Olha, como diz a minha avó, cada um sabe de si.

    Eu continuo a dizer que gostava de casar na praia, tipo... Polinésia Francesa. Isso sim.

    ResponderEliminar
  21. ahah, assim é que é!! Há que fazer as coisas simples e práticas :)

    ResponderEliminar
  22. O meu sonho de casamento!! menos a brasileira, claro!
    HAHAHAHAHAH

    O mundo está perdido!! Sem duvida!

    ResponderEliminar
  23. No Taskas???? Credo!!!!
    Eu vi-os passar. Três carros loucos a buzinar, com fitas e laçarotes.
    Haja alegria!

    ResponderEliminar
  24. As festas de casamento são cada vez menos tradicionais, achei piada, mas para mim confesso que optava por outro tipo de festa, mas quem gosta, gosta!
    :-))

    ResponderEliminar
  25. Dear Daisy, também os viste? Muito bom. :D Foram ao Taskas bar sim senhor!

    ResponderEliminar
  26. Até me fazes rir!!
    Gostava de ter visto a entrada da noiva no Taskas...
    loool

    ResponderEliminar
  27. Eles se calhar não queriam um casamento romântico, queriam fazer uma coisa à medida deles. Acho maravilhoso! xD

    ResponderEliminar
  28. Eu confesso que a única coisa que faço questão no dia em que casar (se) é um copo de água cheio de coisas boas e gulosas. De resto, sei lá. É como calhar!

    Até achei piada à coisa, neste caso!

    ResponderEliminar
  29. Apesar da conversa brejeira do noivo, o estilo de casamento até está porreiro. Não estiveram a encher a barriga a tios e primos que só vêm uma vez ao ano. Estiveram alegres só com com amigos.

    ResponderEliminar