quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Minha senhora, mais valia ter ficado quietinha...

Idosa decide 'restaurar' fresco em igreja

"Uma senhora na casa dos 80 anos decidiu 'restaurar' um fresco que está exposto na Igreja do Santuário da Misericórdia em Borja (Aragão), Espanha. A intenção era boa mas o resultado, que aqui mostramos... foi hoje divulgado pela autarquia."

No DN.

Desculpem, mas sobre isto só tenho uma coisa a dizer: Ahahahah.

56 comentários:

  1. Deem lá à senhora um livro para colorir, para ela poder dar largas às suas pinceladas!
    vidademulheraos40.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Quem o restaurou deve ser muito bom no que faz ahahahahahaha
    Bjs ;)

    ResponderEliminar
  3. :D Nada como uma boa ensaboadela com CIF Limão!

    ResponderEliminar
  4. Hahahahahahahahahaha! Demais!

    http://viradadoavesso-katie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. A questão é: como é que a Igreja do Santuário da Misericórdia em Borja autorizou tal coisa???

    ResponderEliminar
  6. LOL não é facil transformar Jesus Cristo num afro americano dos anos 80!! É de nivel! :P

    ResponderEliminar
  7. Já vi, realmente correu muito mal! Quietinha tinha ficado melhor! lol

    ResponderEliminar
  8. Pois, ficou só mesmo a boa intenção :p

    ResponderEliminar
  9. Isto é um atentado!! Aquela pintura não deve ter mais concerto!!

    ResponderEliminar
  10. o que é que lhe passou pela cabeça???

    ResponderEliminar
  11. o que conta é a intenção (coitadinha da senhora, não é dada a artes e agora)
    bjs*

    ResponderEliminar
  12. Se é de Aragão, então é meu!!! LOL

    ResponderEliminar
  13. looolol realmente fica a boa intenção da senhora isso sim foi o mais importante lololol ,o)

    ResponderEliminar
  14. Loooooooool...Que horror! Ahahahah

    ResponderEliminar
  15. A senhora tinha a melhor das intenções, mas fez um estrago enorme. Vai ser um problema restaurar o fresco.

    ResponderEliminar
  16. A senhora vinha do planeta dos macacos :))))

    ResponderEliminar
  17. Só consigo pensar "oh meu Deus"!
    E não é no sentido religioso!

    ResponderEliminar
  18. Hum.... mais valia ter-se dedicado a outra coisa!

    ResponderEliminar
  19. Pobre senhora.

    GATA, a igreja não autorizou, ela levou para casa sem dizer.

    ResponderEliminar
  20. ...e já não hã volta a dar-lhe :/

    ResponderEliminar
  21. S*, não sabes o que é um fresco, pois não? Um fresco não se leva para casa. É uma pintura feita directamente na parede...

    ResponderEliminar
  22. Hmmm pois... :/

    Ela levou para casa sem autorização?! Mas como é que isso é possível?!

    ResponderEliminar
  23. Então a questão é: desaparece um fresco e a igreja não faz nada??? Um par de estalos na idosa para não ser parva!!! :-)

    ResponderEliminar
  24. Catarina, não, não sabia, pintura não é comigo. Mas oh, ainda é mais estúpido, visto que a senhora o fez no local e com outras pessoas a verem.

    ResponderEliminar
  25. Vi isso agora mesmo no telejornal :O Até eu, que sou um zerinho em artes, faría melhor. Oh, mas muito melhor. eheh

    ResponderEliminar
  26. É exactamente como a Catarina diz!
    Vai ser uma trabalheira e um dinheirão limpar toda a trampa que a velha fez e recuperar o fresco por debaixo!

    ResponderEliminar
  27. Parece... sei lá o quê! Uma cópia feita por um miúdo de 10 anos... enfim.

    ResponderEliminar
  28. Eu também não percebo de pintura por aí além. Mas os frescos é algo que se dá em História, na escola, quando se fala de Leonardo da Vinci. Os "frescos da Capela Sistina" (que são as pinturas no tecto), de Leonardo da Vinci, tão famosos, nunca ouviste falar? Não leves a mal, mas pensei que fosse do conhecimento geral!

    ResponderEliminar
  29. Ainda por cima não é original, o Mr. Bean já tinha feito algo parecido num filme!

    ResponderEliminar
  30. Catarina, folgo em ver essa preocupação tão elevada com a minha cultura geral, mas não se preocupe que sim, conheço os frescos da capela Sistina. Só que, como já referi, não tenho em mente se são frescos ou se não são frescos, são pinturas - para mim. Vai daí, não é do meu conhecimento que os frescos sejam pinturas em mural.

    Diga-me uma coisa... isso é relevante para o caso? É que estou farta desses comentários que insistem em pegar em detalhes que eu deixo aqui ou ali. No meu post não referi isso. Foi uma obra que foi destruída por pura parvoíce. Não prestei atenção ao facto de serem frescos, pensei que fosse uma "qualquer obra" que pudesse a senhora ter levado para casa.

    Mais alguma dúvida ou pretende continuar a bater na mesma tecla? Talvez agora se possa dedicar a comentar o post em si. :)

    ResponderEliminar
  31. Sim, preocupa-me no geral este tipo de imprecisões. Se na notícia que publicaste falaste em fresco e a seguir nos comentários dizes que a senhora levou o fresco para casa, estou no direito de referir essa imprecisão. Além do mais não fui para cima de ti com essa condescendência, pelo contrário, fui educada. Mas pronto, já vi que isto na bloga não se pode dizer nada às meninas, que se assanham todas!

    ResponderEliminar
  32. Ninguém é obrigado a saber se os frescos são pinturas em tectos, paredes, vitrais ou murais.Não considero que isso seja parte da cultura geral.Eu sei o que são frescos porque estudei história de arte.
    O grande problema vai ser conseguir restaurar a obra.

    ResponderEliminar
  33. Catarina, não vou corrigir a imprecisão porque isso implicaria apagar um comentário, caso contrário corrigia com todo o gosto. Não se apoquente.

    ResponderEliminar
  34. "Os "frescos da Capela Sistina" (que são as pinturas no tecto), de Leonardo da Vinci, tão famosos, nunca ouviste falar?"

    Capela Sistina e Leonardo da Vinci????? Oh meu Deus!!! Olha o Michelangelo a rebolar-se na campa.....

    ResponderEliminar
  35. S*, nem eu disse para apagares o comentário. Só achei que fosse mais do conhecimento geral, no entanto, pedi desculpa!
    Inês, para mim é cultura geral porque se dá na escola, no ensino obrigatório.
    Só me fez confusão teres dito que a senhora levou para casa (como se tivesses lido na notícia), apenas isso.

    Mas adiante, eu não sei, também, como é que alguém faz uma coisa destas, sem ninguém se aperceber! É bizarro, no mínimo.

    ResponderEliminar
  36. Catarina, pois eu assumi que tivesse levado para casa, por não conseguir imaginar que a senhora se pusesse a fazer esta obra de arte na própria igreja - e sem ninguém dar por ela.

    E volto a dizer... a obra na Capela Sistina toda a gente conhece, mas como a Inês referiu, ninguém tem de saber o que são frescos (podem saber, mas não é pecado não saber).

    ResponderEliminar
  37. Como alguém que estudou história da arte: OH MEU DEUS!! Futurizou muito os traços e desfigurou a obra.

    ResponderEliminar
  38. Isto é real?!
    Ahahhahahahahahahhahahhahahahhahahahahahahahhahahahahahahahhahahahaha

    ResponderEliminar
  39. Oh my god! Isto é arte,ou eu não sei apreciar? :P

    ResponderEliminar
  40. E a entrevista da TV espanhola com a 'autora' da obra??? Hilariante!!!

    ResponderEliminar
  41. Deviam ter falado cmg... eu restaurava melhor!!!
    B-)

    ResponderEliminar
  42. Catarina,
    Então os frescos da Capela Sistina foram feitos por Leonardo da Vinci?
    Não sei em que escola andou! Já ouviu falar de Miguel Ângelo?!
    Desculpa S*, vêm para aqui a pensar que fazem boa figura e só se enterram ainda mais...

    ResponderEliminar