quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Facto

Os homens acham sempre que a nossa mala é uma espécie de cartola mágica... tem tudo o que eles precisam lá dentro e cabe lá dentro tudo o que eles querem guardar.


29 comentários:

  1. O problema é quando não cabe tudo :D mas a verdade é que nós já compramos malas a pensar nisso "será que cabe as coisas dele também?" é o amor :)

    ResponderEliminar
  2. Verdade!
    Ás vezes chateia-me à séria confesso lol

    ResponderEliminar
  3. Queres saber de outro facto?! Vem ver :))))

    ResponderEliminar
  4. E depois estão sempre a pedir-nos as coisas pois dizem que não conseguem encontrar nada nas nossas malas grandes! Beijos

    ResponderEliminar
  5. Ainda sobre o cancro.
    Mas não comer esporadicamente. Uma ou duas por dia e durante três meses e adeus à ameaça da maldita doença.

    Acredite quem quiser!




    Anona ou Fruta do Conde, propriedades anti-cancerígenas


    Este fruto chama-se Anona, Fruta do Conde, Graviola.


    A anona o a fruta da árvore de anona, fruta do conde ou graviola é um produto milagroso para matar as células cancerosas. É 10.000 vezes mais potente que a quimioterapia. Porque não estamos inteirados disto? Porque existem organizações interessadas em encontrar uma versão sintética, que lhes permita obter lucros fabulosos..

    Com isto, de agora em diante você pode ajudar um amigo que o necessite, fazendo-o saber que lhe convém beber sumo de anona para prevenir a doença. O seu sabor é agradável. E, sem dúvida, não produz os horríveis efeitos da quimioterapia.

    E se tem a possibilidade de o fazer, plante uma árvore de anona no seu pátio traseiro. Todas as suas partes são úteis.

    Na próxima vez que você queira beber um sumo, peça um de anona.

    Quantas pessoas morreram enquanto este segredo tem estado zelosamente guardado para não pôr em risco os lucros multimilionários de grandes empresas?

    Você sabe bem que a árvore da anona é baixa. Não ocupa muito espaço. É conhecida com o nome de Anona ou fruta do conde, Graviola no Brasil, guanábana na América Latina e “Soursop” em Inglês.
    A fruta é muito grande e a sua polpa branca, doce, come-se directamente ou usa-se normalmente, para elaborar bebidas, sorvetes, doces etc.

    O interesse desta planta deve-se aos seus fortes efeitos anti-cancerígenos. E embora se lhe atribuam muito mais propriedades, a mais interessante dela é o efeito que produz sobre os tumores. Esta planta é um remédio provado para os cancros de todos os tipos. Há quem afirme que é de grande utilidade em todas as variantes do cancro.

    É considerada também como um agente anti-microbial de amplo espectro contra as infecções bacterianas e, por isso, é eficaz contra os parasitas internos e os gusanos, regula a tensão arterial alta e é anti-depressiva, combate a tensão e os distúrbios nervosos.

    A fonte desta informação é fascinante: provém de um dos maiores fabricantes de medicamentos do mundo, que afirma que depois de mais de 200 provas de laboratório, realizadas a partir de 1970 os relatórios revelaram que:
    Destrói as células malignas em 12 tipos de cancro, incluindo o do cólon, do peito, da próstata, do pulmão e do pâncreas…
    Os compostos desta árvore demonstraram actuar 10.000 vezes melhor retardando o crescimento das células de cancro do que o produto Adriamycin, uma droga quimioterapêutica, normalmente usada no mundo.
    E o que é todavia mais assombroso: este tipo de terapia, com o extracto de Anona, Fruta do conde, Graviola, ou Guanábana, destrói apenas as células malignas do cancro e não afecta as células sãs.

    Tradução de texto recebido num anexo *pps

    Instituto de Ciências da Saúde, L.L.C. 819 N. Charles Street Baltimore, MD 1201
    http://www.hsibaltimore.com

    Pode encontrar vasta literatura em:

    http://www.google.pt/#hl=pt-PT&source=hp&biw=1018&bih=594&q=anona+propriedades&aq=3&aqi=g7g-s1g2&aql=&oq=Anona&gs_rfai=&fp=ece53ee21100ceaa

    http://www.google.pt/ - hl=pt-PT&source=hp&biw=&bih=&q=noni+beneficios&aq=4s&aqi=g4g-s1g1g-s1g3&aql=&oq=anona+&gs_rfai=&fp=ece53ee21100ceaa

    ResponderEliminar
  6. e na verdade é mais ou menos assim

    ResponderEliminar
  7. Após alguns anos, mais uns vícios dele (como a fotografia!), e com 3 filhos, isso já não se aplica...:D

    ResponderEliminar
  8. Pois, o problema é que não cabe ;)

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  9. Não é uma questão de achar, em muitos casos é na verdade um facto consumado, dado que as malas de senhora são como a mala do Sport Billy!

    ResponderEliminar
  10. Pois, mas depois fazem piadinhas parvas sobre o tamanho das nossas malas!

    ResponderEliminar
  11. Desde a faculdade que a minha mala é conhecida como "a mala da Sport Billy" :-)

    Uma vez, numa saída nocturna com o ex, levei uma pochette... Resultado: ele esqueceu-se da carteira na minha casa, fomos parados numa operação auto-stop e graças ao meu encanto felino (e simpatia do polícia) não fomos multados, voltámos para minha casa e depois fomos à esquadra apresentar a documentação e ainda ficamos na conversa com o polícia, pois entretanto ele tinha saído de turno. Ah, e já não fomos beber um copo, como era previsto... :-)

    ResponderEliminar
  12. Verdade! Eu sou rapaz e sempre que saio com raparigas e peço para elas me guardarem algo, elas próprias dizem para dar que cabe lá tudo!

    ResponderEliminar
  13. É verdade! Infelizmente o espaço é bem limitado :)

    ResponderEliminar
  14. Exato. Acham mesmo. Algumas vezes eles tem toda razão, em outras não, porque somos diferentes e há as mulheres executivas e as esportistas cuja mala são bem instrumentalizadas dentro deste perfil específico.
    Uma vez quando trabalhava em uma unidade meio de um banco (serviços internos e não atendimento ao público) um dos colegas me pediu um metro, e eu tinha uma fita métrica dessas que puxa e volta dentro da bolsa. Não passou muito tempo eu a retirei de lá, pois produziu-me um estranhamento.
    Hoje reduzo ao máximo o que levo na bolsa, ao máximo. E o chocolate que sempre poderia ser encontrado ali, também já foi.

    ResponderEliminar
  15. Fico possessa quando o meu marido me dá toda a espécie de utensílios para guardar dentro da mala...e acontece tantas mas tantas vezes!

    ResponderEliminar
  16. Acho fantástico: estão sempre a gozar com a quantidade de coisas que temos lá dentro, que andamos sempre com a mala para trás e para a frente, mas depois é um tal "pões-me os óculos na mal", guardas aí a minha carteira", "tens um toalhete ou um lenço"...pois

    ResponderEliminar
  17. E não é verdade? :P Mas, às vezes, irrito-me com o meu porque tenho de lhe transportar imensas coisas. Apetece dizer: olha, arranja uma pochete :P

    ResponderEliminar
  18. É verdade., e depois ainda têm a coragem de dizer que andamos com a casa ás costas, pudera com as coisas deles a juntar ás nossas. :D
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. ya!!! primeiro reclamam a dizer que temos muita coisa na mala, mas e depois ahhh mete la ai a minha carteira, e ah guarda la os meus oculos e ja agora guarda as minhas chaves :)

    ResponderEliminar
  20. e quando uso uma clutch, ele pede para guardar alguma coisa e eu digo 'não cabe' e ele 'como não cabe????' eheheh

    ResponderEliminar
  21. Prefiro guardar a tralha dele na minha mala do que ele andar com aquelas malinhas rascas à cintura, como usavam os feirantes.

    ResponderEliminar