sexta-feira, 20 de julho de 2012

Tavira

A Madeira e Tavira estão a arder. Se isso já me estava a incomodar solenemente, ainda mais incomodada fiquei ao deparar-me com um grupo, no Facebook, que está a fazer apelos atrás de apelos para que as pessoas se disponibilizem para ir recolher cães, gatos e gado, que foram naturalmente deixados para trás. O canil soltou os bichos, obviamente. Pelo amor de Deus, até me vêm as lágrimas aos olhos. Ide saber tudo aqui.

Pessoal do sul, mexam-se.

18 comentários:

  1. S*, não sei se sabes mas o animais safam-se muito melhor que os humanos em cenários de calamidade. Têm muito mais probabilidades de se salvarem sozinhos do que por vezes com pessoas. Por isso é que os soltaram, muito provavelmente. Não desesperes, eles são de fibra. :)

    ResponderEliminar
  2. Fico triste com esta noticia, mas ao mesmo tempo bastante sensibilizada por todo o apoio e ajuda que se vê nessa pagina do face que é sem dúvida de louvar. Benditos aqueles que ainda tem algum amor pelos animais, pena é eu não morar perto para poder ajudar :(

    ResponderEliminar
  3. nem sequer vou ler mais sobre esse assunto :s .. não sou do sul e tenho mesmo imensa pena desses animais que são assim deixados para trás abandonados à sua (má) sorte..

    ResponderEliminar
  4. Queria tanto ajudar, mas estou a tantas mas tantas kms :(

    ResponderEliminar
  5. Lamentável sem dúvida, mas dás a ideia de ter mais pena dos cães do que das pessoas que sofrem por causa dos incêndios. Isto também é coisa que me deixa triste. Os animais em perigo são muito mais perspicazes que os humanos e ainda hoje uma família de Belmonte morreu num incêndio e não se vê ninguém a lamentar isso. A vida humana vale cada vez menos face à dos animais. Eu sei que nunca como hoje é um enorme gesto altruísta zelar pelo bem estar dos animais, acho bem, mas ao mesmo tempo parece que a vida humana cada vez tem menos valor e merece menos solidariedade do que os animais. Talvez se um dia as pessoas começarem a comer carne de gato ou de cão, deixarão automaticamente de ter pena deles, como já deixaram há muito de ter pelas vacas, pelos porcos, pelas galinhas, etc.
    *Isto não é uma crítica a ti em particular, é uma crítica a um modo de pensar que se generalizou em torno dos animais, especialmente dos cães, mas eu é que já não devo fazer ideia do que são as prioridades sentimentais das pessoas hoje em dia.

    ResponderEliminar
  6. É horrível e o pior é que 90% dos incendios é causa criminosa!

    ResponderEliminar
  7. eu estou chocada, todos os anos ha incendios no algarve mas ha muito tempo que nao ha nada assim, estou em choque. eu sei que os animais se safam mas deixaram de ter um lar, e as familias sem casas. como e possivel :(

    ResponderEliminar
  8. Martini, tenho muita pena do que aconteceu em Belmonte, foi um triste acidente, em nada relacionado com os incêndios. Tenho muita pena de tudo o que se está a passar, mas ninguém controla as sensibilidades e, de facto, eu sou muito sensível aos bichos.

    ResponderEliminar
  9. É horrível sem dúvida, no entanto os animais safam-se muito mas muito melhor que as pessoas fofa, isso é bem verdade.

    ResponderEliminar
  10. Pelo que li ainda, que na diagonal, falaram num incêndio na casa, agora não sei qual foi a origem do mesmo. Mea culpa pela comparação, mas que existem e existirão muitos no Algarve e na Madeira a morrerem ou a ficarem sem casa, haverão, e sem ninguém que os ajude ou comparticipe na reconstrução de tudo o que perderam e com muito poucos a demonstrarem genuína solidariedade por isso, já se fossem animais seria logo uma "onda" de solidariedade sem precedentes.

    ResponderEliminar
  11. Martini, não querendo comparar animais com pessoas, infelizmente a maioria das pessoas ainda não dá o valor devido aos animais. :)

    Mas entendo completamente o teu ponto de vista.

    ResponderEliminar
  12. Acho que não é por se comer porcos, galinhas e por ai em diante que nos preocupamos menos. Felizmente há já muitas leis que visam o bem estar animal, preservando-os da dor e mal estar que a produção acaba por causar. Na minha opinião, tal como disse a S* ainda há muita gente que não se preocupa com os animais, o que é muito triste..por muito que eles se possam saber safar melhor que nós, imagino o que sentirão ao ver-se assim perdidos, sem água, sem comida.

    Não por acaso, caso nao saibam, que há uma esquipa mundial (e uma tambem nacional) de Veterinários sem fronteiras, que são mandados, por exemplo em situaçoes de catástrofe como sismos e tsunamis para os locais de tragédia para recolher os animais que foram soltos. E mais vos digo, não imaginam, mas por volta de 80% das pessoas que têm animais não os largam e ficam com eles a enfrentar estas situações, recusando-se a ir nos meios de salvamento que sugem, que cruelmente dizem as pessoas que nao podem levar os animais com elas. Falo disto porque sei, porque sou estudante de Medicina Veterinária, não falo em vão.

    Ainda bem que há cada vez mais pessoas preocupadas com os animais, porque eles merecem, são seres vivos com sentimentos, por muito que muita gente ache que não!

    Obrigada S* por este blog fantástico, é a primeira vez que comento.

    Joana

    ResponderEliminar
  13. eu soube esta manha tb e tb eu fiquei com o coração apertadinho.
    Coitadinhos daqueles bichinhos que ao menos ali estavam protegidos e que agora sabe-se lá o que lhes pode acontecer =S
    bjs*

    ResponderEliminar
  14. Isto é tudo demasiado triste, mas tendo em conta que todos os anos acontece algo assim se calhar já seria tempo de estarmos melhor preparados. Também não sei como...mas alguma coisa se poderá fazer.

    ResponderEliminar
  15. ....quando vejo as reportagens sobre os incendios na tv fico com o coração apertado, mas talvez por nunca ter lidado de perto com algo do género nunca fiz a associação com os animais...=/
    é triste muito triste mesmo...

    ResponderEliminar