domingo, 13 de maio de 2012

Das traições

Considerando que todas as traições são imperdoáveis (mesmo que se tentem perdoar...), há uma diferença entre traições irreflectidas, que acontecem num momento de raiva, de mágoa, de sei lá o quê, e aquelas traições que são "construídas" ao longo do tempo, com olhares, com cafés supostamente inocentes, com jantares... estas aqui ainda me conseguem irritar mais.

Atenção que todas as traições me causam repulsa. Mas causa-me, apesar de tudo, menos repulsa saber que um homem, depois de uma discussão, foi para a night e se enrolou com alguém - o que não invalida que seja nojento. Agora aqueles sacaninhas que têm tempo para pensar, que são traiçoeiros o suficiente para sair de casa a dizer à companheira que a amam e depois, chegados ao local de trabalho, começam a trocar sorrisos com a jeitosa da secretária do lado. Depois um café, depois outro café, depois um jantar... e nos entretantos voltam para casa como se nada fosse. Era arrancá-los a sangue frio.

39 comentários:

  1. Traição é traição mas mais nojenta de todas é aquela que é de meses ou anos mesmo e com a mesma pessoa do que aquela que aconteceu uma vez e porque a carne foi fraca.
    De qualquer forma, traição é traição.

    ResponderEliminar
  2. para mim é igual. traição é traição. seja de que tipo for, é sempre horrível, de uma deslealdade total e falta de respeito incalculável.

    ResponderEliminar
  3. Escrito assim parece que apenas os homens é que traem...
    Hoje em dia parece-me que homens e mulheres estão em pé de igualdade.

    Sobre o tema: Não ha perdão possivel. E às vezes nem é preciso chegar a ir para a cama com outra pessoa para o outro se considerar traido!

    ResponderEliminar
  4. Existem aqui duas situações completamente diferentes.
    Traição, tem a ver com aquilo que falas no primeiro caso,alguém que de "cabeça quente" trai. É um gesto irreflectido. que acontece provavelmente uma única vez.
    No segundo caso é infidelidade, tem a ver com o carácter da pessoa ou neste caso com a falta dele. São pessoas, sejam elas homens ou mulheres que são incapazes de amar e ter uma relação com uma só pessoa.
    Por mim seja num caso seja noutro, não consigo perdoar nem esquecer.
    É daquelas coisas, se escolho alguém é porque só quero estar com esse alguém. Ponto.

    ResponderEliminar
  5. Eu penso que quase toda a gente merece uma segunda oportunidade, porque sim as pessoas cometem erros e sim podem estar verdadeiramente arrependidas, mas também existe o contrário. Se fosse uma situação planeada não trocaria nem mais uma palavra com essa pessoa, mas se fosse algo "sem querer" talvez tentasse perdoar.

    ResponderEliminar
  6. Concordo plenamente, a esses eram mesmo arrancá-los :) É que são pessoas podres e sem respeito pela pessoa que têm ao lado.

    ResponderEliminar
  7. maria madeira, concordo contigo... falta de carácter!

    Chicolaiev claro que há mulheres que também traem, mas eu estava a falar de mim e do que eu sinto... logo referi-me a homens. :P

    ResponderEliminar
  8. Sim, estou de acordo contigo! Mas seja como for, quando não há honestidade e coragem para admitir o que se fez, é completamente nojento voltar para a outra pessoa como se nada fosse.

    ResponderEliminar
  9. Concordo plenamente e tanto vale para ele como para ela...

    ResponderEliminar
  10. Gostei muito da tua opinião e concordo a 100%. Até a partilhei na minha página do facebook.

    ResponderEliminar
  11. Mas isso é o que normalmente fazem as mulheres que traem. É sempre com um amigo, colega de trabalho, conhecido daqui ou dali, etc.
    Fica a saber que a maior parte dos homens que traem, isso acontece é com desconhecidas e em oportunidades fortuitas, com mulheres que têm poucas hipóteses reais de os virem a importunar no futuro (isto no caso de eles quererem manter as suas relações oficiais).

    ResponderEliminar
  12. Também há mulheres que traem é verdade, mas eu acho que os homens nos ganham, e não digo isto por ser mulher.. digo isto porque pelo que vejo nós damos mais valor ás relaçoes e ao amor!
    Quanto ao que escreveste eu concordo, para mim nem sequer precisam de ir para a cama para ser traição, considero que ir beber um café já com o intuito e intenção de vir a desenvolver algo mais, já é de certa forma trair, porque sabem bem o que estao a fazer e as consequencias que dai advêm. *

    ResponderEliminar
  13. Concordo plenamente.
    E não é só quando passam a vias de facto, os joguinhos de sedução só por si já são uma falta de respeito para com a outra pessoa.

    ResponderEliminar
  14. A traição não é feita só de envolvimento físico, só o facto dedicarmos o nosso tempo a pensar noutra pessoa que não aquela a quem devemos respeito, para mim já é a maior traição de todas.

    ResponderEliminar
  15. Tenha sido uma vez depois de uma discussão ou planeada e feita mil vezes enquanto está tudo bem, para mim é igual: é traição e um "chega para lá, vai embora". Nem sei o que me magoaria mais, mas a traição depois de uma discussão é má, muito má. Enfim, acho que são as duas más :P

    ResponderEliminar
  16. Bom dia S** :)
    Eu sou bastante rigida neste assunto, sou fiel aos senmtimentos e a pessoa com quem estiver e não espero menos da pessoa. Por isso, e traição é traição seja ela de tipo for, quebra-se a confiança que nunca mais sera a mesma.

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  18. traição é traição e acho que não há explicação possivel para desculpar uma situação dessas. Mas realmente é bem pior estes que andam anos a fio a enganar o outro, têm tempo pra pesar no que andam a fazer e fazem-no deliberadamente.

    ResponderEliminar
  19. concordo com a maria madeira "É daquelas coisas, se escolho alguém é porque só quero estar com esse alguém. Ponto." é que nem mais!
    trair.. bahh

    ResponderEliminar
  20. Interessante!

    Depreendo deste post que só os badalhocos dos homens conseguem trair, as Santas das mulheres bem são retratadas...

    És uma miúda tão justa em certas observações!

    Da Senhoras Santas, todas deste mundo, o que se lhe arrancava caso traíssem? Deixa estar, as mulheres não erram, peço desculpa!

    Beijinho miúda justa*

    ResponderEliminar
  21. Há traições e traições, umas são perdoáveis e outras não...

    ResponderEliminar
  22. Confuskos, mais uma vez, acho que andas um bocadinho baralhado... eu sou mulher, gosto de homens, por isso é natural que fale de homens como traidores (afinal, são esses que me podem trair). Não referi em nenhum sítio que as mulheres não traem... claro que traem - e até melhor do que os homens. Mas sendo mulher, falo do que me afectaria directamente.

    Justa? Tento ser, sempre. :)

    ResponderEliminar
  23. Não podias ter escrito melhor..

    Beijinhos minha querida*

    ResponderEliminar
  24. Eu só reajo ao que leio, podendo como é óbvio errar.

    Tu escreveste na terceira pessoa, fizeste uma generalização e nada mais.

    ResponderEliminar
  25. Confuskos, seja. Expliquei-te agora, se te apetece entender as coisas dessa forma, entende. :)

    ResponderEliminar
  26. Realmente traição nunca deixa de ser traição, mas concordo plenamente contigo, aquela que é estudada e planeada ao pormenor é mesmo terrível!
    Revela uma enorme falta de carácter e de sentimentos!
    Infelizmente hoje em dia acho que estas situações repetem-se inúmeras vezes, trocam msgs, combinam cafés, inventam que estão a trabalhar, e ainda chegam a casa como se nada fosse!
    É nojento mesmo!
    :-))

    http://viradadoavesso-katie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  27. Acho que é coisa que até se pode perdoar mas nunca esquecer. E claro, nada voltará a ser como dantes, por muito que se tente...

    ResponderEliminar
  28. Há uma música brasileira (ao som do forró) que diz: "Mulher não trai, mulher se vinga..."!
    Ah ah ah
    Traição é abominável de ambos os lados...

    ResponderEliminar
  29. Conheci uma Srº nas minhas férias que o Homem a traiu com uma colega de trabalho, pior ainda, a sua mulher estava grávida! Estes homens não valem nada, quem tiver bons homens que os estime. Tal e qual como faço com o meu :)

    ResponderEliminar
  30. Completamente de acordo. Uma coisa é acontecer (apesar de ser condenável de qualquer das formas), mas uma traição premeditada é mesmo muito mau.

    ResponderEliminar
  31. traicao e traicao, claro que a que nos dois mais e saber que o nosso querido nos traiu com outra pessoa, mas pode ser por exemplo descobrir-mos que ao fim de muitos anos ele nos mentiu a respeito de um tema importante na vida dele, por exemplo: que antes de estar connosco ja tinha um filho.
    Uma relacao alem de amor precisa de uma dose muito grande de vitamina C - Confianca. No dia que a confianca se quebra e dificil restaurar.
    Mas percebo o que dizes qdo e premeditado, quando ha pessoas que levam uma vida dupla durante anos como se nada fosse. E nao ter o minimo de respeito por ninguem. Ficava passada

    ResponderEliminar
  32. Eu tenho a mm opinião. Uma "queca" de ocasião (porque a ocasião faz o ladrão) é horrível, mas é só sexo...mas descobrir que o companheiro tem um romance de anos, que incluí carinhos, paixão e falarem de ti nas costas é muito humilhante.

    ResponderEliminar
  33. Conheço um casal que me deixa de boca aberta. A mulher anda com o vizinho às claras, saem juntos de mãos dadas e abraçados( a mulher e o vizinho) passeiam-se junto de casa...entram e saem juntos de casa. O marido, sabe e ignora tudo e pelo que sei, trata-a como uma princesa.Uma vez fui passar férias e vi-os aos dois ...Não entendo nada . Parece-me que os três são felizes assim...

    ResponderEliminar
  34. Há um pequeno pormenor, ou pormenores que fazem toda a diferença e não estão a ser considerados.
    Partindo de uma certeza que traição é traição, comum aos dois géneros, há factos que não a justificando de maneira nenhuma, podem ser compreendidos.
    O que dói e magoa numa traição? O facto de uma relação sexual esporádica que depois passa? Não! O que magoa é o amor desrespeitado e partilhado.
    Ora isso não é entendido da mesma maneira por homens e mulheres. Um homem pode trair numa circunstância favorável em que a periquita se pôs à maneira, ou por uma aventura ou até a concretização de um desejo sem que o amor tenha nada a ver com isso.
    Aconteceu porque aconteceu, ou estava com os copos ou a coisa se proporcionou e mais nada. Para ele aconteceu, passou, morreu e não se fala mais nisto. Umas comichõesitas na consciência e a si mesmo a promessa de não voltar a acontecer, e toca de pensar na mulher que é aquela a dona do seu amor.
    Uma mulher não! Nenhuma trai sem saber perfeitamente o que está a fazer. Pode não ser premeditadamente mas quando o faz sabe bem o terreno que pisa. Quando a mulher trai o amor ao marido já há muito que foi à vida.
    Portanto é assim:
    O homem, as mais das vezes inconscientemente, descarrila sem que daí venha grande mal ao mundo.
    A mulher, sempre consciente, trai por vingança ou porque o amor há muito já saltou pela janela.

    ResponderEliminar
  35. Compreendo o que queres dizer mas acho que o sentimento que fica na pessoa traída é sempre o mesmo, independentemente da situação.

    ResponderEliminar
  36. Acho que a castração deveria ser contemplada no código penal... deveria, deveria!

    ResponderEliminar