quarta-feira, 18 de Abril de 2012

Short post #10

É bom ser confiante e consciente das suas próprias qualidades...

Mas admito que me faz "espécie" ler/ouvir gente a praticar amiúde o auto-elogio.

E a blogosfera, meus amigos, está recheada de auto-elogios...

28 comentários:

  1. sim esta. mas algumas pessoas se calhar e pq nao ouvem elogios em mais lado nenhum entao escrevem-nos para se sentirem melhores, outros e so pq sao mesmo arrogantes e nao ha nada a fazer.
    se querem atirar poeira pros olhos e la com eles

    ResponderEliminar
  2. Sim é uma realidade! Mas alguns é porque realmente necessitam de um pouco de auto elogio pois é a única forma de acreditarem mais neles mesmos. Mas quando isso é em demasia roça a arrogância e isso já é exagero!

    ResponderEliminar
  3. é verdade...mas também pode ser como diz a Liliana: uma necessidade pessoal.
    Olha, por acaso um dia destes publiquei um post com alguns elogios a mim, hehehe!
    Mas também é certo que há muita arrogância por aí.
    Enfim...eu cá sei que não sou perfeita, não sou melhor que ninguém e tenho muitos defeitos. Mas há quem "não se toque"!
    Deixa lá isso!

    ResponderEliminar
  4. Isso vê-se em todo o lado, não ia ser diferente na blogoesfera.

    ResponderEliminar
  5. Talvez na onda "se eu não gostar de mim, quem gostará?!"
    Mas com exagero, claro!

    ResponderEliminar
  6. Tudo que é demais é exagero!! Há coisas que não precisam ser ditas...uma acção vale mais que mil palavras :)

    ResponderEliminar
  7. Felizmente sempre há aquela opção de... deixar de ler!!

    Se um blogue me "faz caspa" deixo de o ler, de vez em quando faço uma limpeza na minha lista de blogues!! E esse tipo de escrita não é a que mais me seduz, mas por vezes acredito que devia de "tirar" algo da "lata" que eles têm a escrever o auto-elogio!!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  8. Se está...
    E não me toca a mim, de certeza

    ResponderEliminar
  9. Ora, nem mais! Hà disso em todo o lado, e chama-se auto- estima elevada! Claro, que alguns caem no exagero! Eu, pessoalmente não gosto de ler esses blogs!
    Acho a humildade uma coisa tão bonita!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  10. Prefiro isso ao discurso do coitadinho, de longe. E também há quem o faça no gozo, olha o Pipoquinho ;-)

    ResponderEliminar
  11. Ahahahahahahah!!! Isso é levar ao extremo a máxima... "Se eu não gostar de mim, quem gostará?"!!!
    Mas não me aborrece, prefiro ler isso que ler discursos cinzentos e deprimentes!!! ;-DDD

    ResponderEliminar
  12. Stiletto, o Pipoco é o snob mor da blogosfera... mas com pinta!

    ResponderEliminar
  13. Eu sou um rapaz muito simples e modesto. loool

    ResponderEliminar
  14. Cat estão em todo o lado... na blogosfera e na vida!

    ResponderEliminar
  15. Uma coisa é algo contextualizado, porque aconteceu algo de fantástico, ou porque até naquele dia sentes que tens de dizer algo positivo sobre ti.
    Outra bem diferente e desadequada é aqueles posts mega arrogantes que pisam tudo que se aprochegue, onde exaltam a sua magnificência uiii isso cheira até a carências afectivas e pouca tolerância a frustração...
    Lá está como diz o nosso Confuskos, não gosto não leio.

    ResponderEliminar
  16. Uma elevada auto-estima sempre é bom, mas egocentrismos acabam por ocupar espaços indesejáveis.

    ResponderEliminar
  17. O que não falta para aí é muita peneira.

    Bjokas

    ResponderEliminar
  18. Eu própria fiz um post visando a auto-estima, porque pelo aquilo que me é dado a ver todos os dias e com as pessoas com quem me cruzo,anda muita gente por aí à deriva e a sentir-se deprimida.

    Portanto, se as pessoas não têm a força necessária para se auto-motivarem, cabe talvez àqueles que ainda não perderam essa auto-estima ajudar.

    O auto-elogio (eu pratico-o por vezes, e culpada me confesso) mas há que saber ler nas entrelinhas.

    O auto-elogio por vezes só funciona, porque o próprio sabe que está à beira de cair nalgum tipo de tristeza e a única maneira de não o fazer é sendo confiante ou pelo menos simular que o é.

    Funciona como um anti-depressivo, antes de se cair mesmo na depressão,o que me parece muito sensato, quando se tem força suficiente para o fazer.

    A vida nem sempre é o que parece, muitas pessoas não gostam de se lamentar e preferem levantar a cabeça e seguir em frente, ainda que sendo bastante criticadas, e muitas das vezes injustamente.

    Passamos demasiado tempo a apontar o dedo.
    Deviamos passar mais tempo a passar boas energias, porque a vida são mesmo dois dias. Agora temos 20,30,40,50,60 anos e daqui a 2 segundos já eramos:)

    ResponderEliminar
  19. Ou pode ser mesmo só na brincadeira. Às vezes também me saem uns "sou mesmo boa" quando estou no gozo. xD Mas como é óbvio tenho noção que não sou perfeita. Acho que depende muito do contexto. Não há é paciência para aquelas pessoas que realmente se acham superiores aos outros e gostam de o fazer notar. Sempre a falar nos seus grandes feitos. :)

    ResponderEliminar
  20. ah ah ah, a blogosesfera e a esfera também! Porque a 1ª não é mais que uma amostra da segunda! As pessoas são as mesmas: verdadeiras, falsas, aventureiras, medrosas, simpáticas, rudes, etc etc etc.... claro que aqui é mais fácil fingir, mas... acho que só cai quem quer. Se "a gente" na vida real para chamar amigo a alguém e confiar nesse alguém não deve ser de ânimo leve nem a julgar pelas aparências, imagina aqui! Não precisas imaginar, não és nenhuma ingénua, que eu sei.

    Beijinho e diverte-te a comentar, como eu, às vezes não tenho é tempo para comentar mais, depois de ler mais, etc.

    ResponderEliminar
  21. E eu a pensar que a blogosfera, era mais gente deprimida(na maioria) à procura do elogio e reconhecimento alheio, se calhar estou errada, mas também sou nova nisto, lool, ainda me faço. Beijokinhas!!

    ResponderEliminar
  22. Se há coisa que já aprendi de andar pela blogosfera fora é que nem tudo o que se lê é a verdade.
    Não me iludo com as vidas perfeitas que por ai andam estampadas aos 7 ventos.Conheço demasiadamente bem as pessoas para perceber que muito boa gente gosta de viver num conto inventado por elas mesmas.

    ResponderEliminar
  23. É do género:
    "Se eu gostar de mim, quem não gostará?"
    Ah,ah!

    ResponderEliminar