terça-feira, 24 de abril de 2012

Coisas que me fazem rir #2

O facto de imensos pais adorarem pensar que os seus rebentos são os mais bonitos, os mais inteligentes, os mais espectaculares de todos.

Claro que é bonito ter orgulho nos filhotes, claro. Mas também é bonito ter consciência da realidade. Escusam de pôr paninhos quentes e de tentar transformar os defeitos dos meninos em virtudes especiais.

Ai a criança é irritante? Não. Tem personalidade forte.

É mal educado? Nop. É obstinado (teimoso é feio).

Não é assim muito esperto? Nada disso. Tem problemas de acompanhamento/desenvolvimento na escola.

Faz birras? Hum... é orgulhoso.

É daqueles que não pára quieto um segundo, desrespeitando os pedidos dos pais? Talvez seja hiperactivo.


PS: Tema debatido com a amiga T., obrigada a ela.

PS 2: As crianças são crianças. Claro que fazem asneiras, ninguém pode desejar que sejam perfeitos.

20 comentários:

  1. pois normalmente os filhos dos outros são sempre mal educados e hiperactivos, até um dia termos os nossos próprios filhos ...

    Maggie

    ResponderEliminar
  2. EU tenho um primo que é super mal educado e a minha tia diz que ele só quer atenção. Se nós não lhe ligarmos ele pára. Enfim...

    ResponderEliminar
  3. Alguns sao mesmo uns santinhos, quando dormem :)


    Mie

    ResponderEliminar
  4. ui nem digas nada!:) E têm o melhor trabalho, lá na empresa onde trabalham há um mês, eles é que mandam e tal e ganham fortunas ui...e dp passados 2 ou 3 meses estão na rua...enfim...

    ResponderEliminar
  5. Acho que faz parte do "manual dos pais" da actualidade esse tipo de eufemismo. Se fosse antigamente a conversa era outra!

    ResponderEliminar
  6. O nome que se dá a isto é atribuir uma conotação positiva ao comportamento em questão. Ok, isto poderá ser uma ferramenta eficaz em determinadas situações, não em todas. É importante dar limites aos filhos, é necessário educá-los, mas o conceito que se tem de educação hoje em dia é o deixar fazer, uma liberdade que acaba por resultar no que se vê a todo instante.

    ResponderEliminar
  7. As caracteristicas ("irritantes"?)que eles têm muitas vezes esquecemo-nos que nós tb as temos :D

    ResponderEliminar
  8. Pois eu acho que há miúdos muito iritantes mesmo,daqueles capazes de nos pôr os cabelos em pé....até a minha sardanisca às vezes me tira do sério....

    ResponderEliminar
  9. Há miúdos e miúdos e depois há pais que deviam ser despedidos da função de pais...

    ResponderEliminar
  10. Há pais que para além de não lhes por limites, ainda metem a cabeça na areia e dão todas essas justificações, o que se esquecem é que filhos criados trabalhos dobrados, e se não aprendem em tenra idade, eles é que sofrem as porradas da vida.

    ResponderEliminar
  11. Filho ddos outros é gay, filho nosso não é gay, "nós" é que não acompanhamos as modernidades da actualidade.. Valha-me Deus valha

    ResponderEliminar
  12. Eu tenho que confessar que acho que era uma miúda que tinha quase esses predicados todos...mas a minha mão apelidava-me de teimosa e birrenta!!

    ResponderEliminar
  13. Adorei :) tudo se justifica, o pior é quando os pais começam a levar tareia dos filhos...ah, ai vão à tv :)

    ResponderEliminar
  14. disse a uma mãe "a sua filha tem de ter tento na língua e na forma como responde" diz a mãe "ela diz que é nervosa" lol
    eu também sou nervosa e ainda não mandei nenhum deles pro alho

    ResponderEliminar
  15. E aqueles pais que permitem que os filhos estejam aos berros e aos pulos num local público, porque "faz bem eles expressarem-se" (?!).

    Big Kisses

    ResponderEliminar
  16. Para os pais,os filhos são sempre os melhores. A verdade é que à frente das outras pessoas, dão todas essas desculpas que aqui postaste e mais algumas. Mas no fundo,sabem que estão a enganar-se a eles próprios e que,afinal,os seus rebentos não são assim tão perfeitos ;)

    ResponderEliminar
  17. Irritam-me é aqueles pais que pensam que os filhotes são exemplos precoces de vida. Conheço uma senhora que acha o filho o máximo por estar em médicina e ser um rapaz saudável (não vê a droga que consome, que o filho dela não é moço nem pra fumar!).

    ResponderEliminar
  18. Tem pai que é cego....
    (mas acho genéticamente impossível os pais acharem que os seus filhos não são os mais bonitos/inteligentes, mais tudo. E por um lado, ainda bem que é assim.)

    ResponderEliminar