sexta-feira, 16 de março de 2012

Short post #1

Gosto de gente que gosta de si. Poucas pessoas são mais interessantes do que aquelas pessoas que nitidamente gostam de ser como são. Uma pessoa confiante tem o dobro do carisma.

19 comentários:

  1. Concordo plenamente! Uma pessoa confiante de si e em si é uma pessoa muito mais interessante. Mas a verdade é que não pode ser nada em demasia. Narcisismo já me irrita um bocadinho ... lol.

    Beijinho e bom Sábado! =)

    ResponderEliminar
  2. Tens toda razão. Nada como força, coragem e determinação.

    ResponderEliminar
  3. Olha, eu idolatro-me! Se eu não gostar de mim, quem gostará?

    ResponderEliminar
  4. Partilho exactamente da mesma opinião!

    ResponderEliminar
  5. Na verdade...confesso que com o caminhar da vida cada vez mais tenho perdido a confiança em mim mesma, mas reconheço que, sem dúvida, personalidades confiantes são bem mais interessantes do que aquelas que alguma ou nenhuma têm, com baixa auto-estima (que é decididamente o meu caso, mas garanto-te que com o tempo isto vai mudar!)

    ResponderEliminar
  6. Eu tento viver assim!
    Beijinho pra ti! :)

    ResponderEliminar
  7. a boa auto-estima é algo que sempre me cativou. ter alguém por perto que sabe o seu verdadeiro valor e não tem vergonha do que é... gente que se aceita e se valoriza, independentemente das pequenas imperfeições. Há que gostar de nós próprios primeiro, só assim podemos depois gostar dos outros.

    ResponderEliminar
  8. Eu também gosto muito de mim.É difícil não gostarmos de nós e querer que os outros gostem.Não há nada melhor que uma pessoa com confiança em si própria,sem cair no ridiculo claro.

    ResponderEliminar
  9. eheheh
    Modestia à parte, estão sempre a dizer-me isso.
    Não sou gira, nem vaidosa. Raramente me cuido, nem ligo para essas coisas. Mas toda a gente vem ter comigo e já me disseram que é pela minha segurança. E admito: adoro-me! Sou arrogante, tenho mau feitio mas... tenho valores e uma postura que admiro. Orgulho-me do carácter que tenho. E o carácter vale mais que uma pretty face.

    ResponderEliminar
  10. É mesmo verdade! Mas nem sempre consigo ter confiança em mim!

    ResponderEliminar
  11. Devemos sempre ser os primeiros a gostar de nós próprios. Não tem nada a ver com o sermos bonitos ou não. Porque isso é bastante relativo. Aquilo que para mim é giro, para alguém ao meu lado não é exactamente assim. Gostar de nós, tem a ver com o sentirmo-nos bem com a nossa personalidade. E adimiti-lo sem falsas modéstias. Sem arrogâncias. Sem aquele velho truque do "vou dizer que não sou grande coisa, para ver se alguém me diz que sou fabulosa".

    amanhecertardiamente.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Eu gosto imenso de mim. Não confio em mim para certas coisas, mas gosto de mim, da minha personalidade... E fisicamente, apesar de para grande parte das pessoas eu não ser nada de especial (e não sou), mas sou como sou e quem não gosta não come.

    ResponderEliminar
  13. É a velha teoria do leite Matinal, como lhe chamo! ;p

    ResponderEliminar