terça-feira, 20 de março de 2012

Amor é…



O facto de já não me lembrar de cozinhar massa. Logo eu que adoro massa, que sou louca por massa. Se pudesse comia massa todos os dias. Laços, cotovelinhos, esparguete, conchas, fusilli, tricolor, macarrão, tortiglioni, lasanha…

Ele gosta mais de arroz e de batatas e, só por isso, ando a tentar variar. O arroz de tomate ficou empapado. As batatas assadas, depois de uma hora no forno, continuavam duras como os cornos. Ao menos a massa sai sempre bem. Por falar nisso, hoje vou fazer massa.

Amor é... Deixar de olhar só para o teu umbigo e passar a cuidar também dos gostos alheios.

37 comentários:

  1. Só por causa dele não gostar de bacalhau nunca mais fiz. Logo eu que adoro. Até cru marcha.

    ResponderEliminar
  2. Essas aventuras culinárias não andam mesmo a correr nada bem!

    Já conheces o canal do sabor intenso no Youtube? Se não, vai até lá, tem imensas receitas e explica todos os passinhos. É quase impossível algo correr mal.

    ResponderEliminar
  3. O que vale é que o meu não é nada esquisito com a comida... Marcha tudo :P

    ResponderEliminar
  4. Cláudia, até agora correu 3 vezes mal:

    Atum em molho de tomate muito salgado, não sei porquê, logo eu que faço atum com tomate há anos;
    Arroz de tomate a parecer papa;
    Batatas duras como tudo. Suponho que aconteceu por serem batatas vermelhas...

    :) Mas como me disseste, não posso desistir. Vou espreitar esse canal.

    ResponderEliminar
  5. É mesmo amor!
    Eu tb adoro massa, devoro uma pratada, a seca é que ele tb prefere arroz :-((, logo, de vez em quando tenho mesmo que variar!Haahaha
    ;-))

    ResponderEliminar
  6. Ai, eu gostei das batatas duras como os cornos!!! =D
    Não pelas batatas, mas pela expressão, que eu às vezes também uso, hihihi!

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  7. Olá! Quê quê isto? Portinha aberta? ...ou perdeste a chave?
    :)

    Amor é: acima de tudo e em quaisquer circunstâcias, Honestidade.
    Veja-se o caso de um marido verdadeiramente honesto para a esposa.
    Uma mulher foi presa por roubar no supermercado. Em tribunal, o juiz pergunta-lhe:
    - O que é que a senhora roubou?
    Ela respondeu:
    - Uma lata pequena de pêssegos
    O juiz perguntou-lhe o motivo do roubo, e ela respondeu:
    - Porque estava com fome.
    O juiz perguntou entã à senhora quantos pêssegos tinha a lata.
    - Tinha seis pêssegos.
    O juiz então disse:
    - Vou-a mandar prender por seis dias, um dia por cada pêssego.
    Mas antes que o juiz pudesse terminar a sentença, o marido dela perguntou se poderia ter uma palavra com o juiz sobre o acontecido.
    O juiz disse que sim, e perguntou o que queria ele dizer.
    Então o marido disse:
    - Ela também roubou uma lata de ervilhas.

    Eheh...

    ResponderEliminar
  8. Pássaro, obrigada pela gargalhada!

    ResponderEliminar
  9. Pássaro viajeiro, lamentavelmente a porta aberta terá de ser fechada já amanhã. Só a abri para um passatempo que estou a fazer... e mal a abro, a suspeita do costume volta. :P

    ResponderEliminar
  10. Oh, Porra!!!!
    Que pena.
    Acredita que para mim, o teu espaço é um oásis de boa e franca disposição.
    Enfim; compreendo-te.

    ResponderEliminar
  11. Obrigada pássaro. Agradeço e retribuo a simpatia... mas gente parva é outra coisa. ;)

    ResponderEliminar
  12. Se assim não fosse nem valia a pena uma vida a 2 (:

    ResponderEliminar
  13. Então e antes que indesejáveis visitas te obriguem a trancar a porta, aqui vai mais uma definição sobre amor é!
    Amor é Dedicação!
    Passo a mostrar-te.
    A esposa, muito dedicada, pergunta ao marido:
    - Amor; queres que te traga o café com leite aqui à cama?
    - Não, não é preciso: o Viagra tirou-me a fome.
    À hora do almoço, ela pergunta:
    - Querido; queres que te faça um arrozinho, um bife e uma salada?
    - Obrigado, mas aquele Viagra deixou-me sem apetite.
    À noitinha ela volta a insistir:
    - Não gostarias de uma sopinha quente, querido?
    - Ah, nem vale a pena. O Viagra deixou-me até sem vontade de jantar.
    - Então sai de cima de mim que eu, pelo menos, ESTOU MORTA DE FOME!!!

    Eheh...

    ResponderEliminar
  14. (porque raio o meu blogue está com as horas trocadas? ainda agora o pus direito e já está novamente torto...)

    Pássaro, já tinha saudades desta tua boa disposição. Com o viagra, não há estômago que aguente!

    ResponderEliminar
  15. Amor é: ele começar a gostar mais de massa porque sabe que tu adoras ;P

    ResponderEliminar
  16. Amor é...O Homem tb pôr a mão nos tachos para fazer a massa,claro!!
    Obrigado pela visita ;)

    ResponderEliminar
  17. Vou dar-te uma dica para as batatas no forno.
    Antes de pôr no forno, leva a cozê-las uns 5 a 10 minutos com água (como se fosse cozer). Dás um "entalão" nas ditas em termos de cozedura e, quando as levares ao forno, basta só irem só para alourarem para ficarem com aquele aspecto peculiar cozinhadas no dito, forno. ;)

    ResponderEliminar
  18. Pássaro Viajeiro, que tal um blogue onde possa nos presentear com estas pérolas?! Adorei!

    ResponderEliminar
  19. Amor é...o homem meter a mão na massa. E noutros sítios :)

    ResponderEliminar
  20. VdeAlmeida, pelo amor de Deus... ao jantar gosto de comer bem, dispenso as experiências do companheiro. ahahah Fora de brincadeiras, ele "ajuda".

    ResponderEliminar
  21. Olá, desafiamos-te a escrever uma história para fazer parte do nosso livro. Estamos mesmo mesmo a começar, faz parte deste projecto ♥

    Sempre li teu blog, sei que tens muita coisa para contar :)

    ResponderEliminar
  22. Também adoroooo massa! Qualquer massa, de qualquer maneira. Conselho: antes de assares as batatas no forno, coze-as. Não precisas de deixá-las cozer muito. Deixa-as ferver um pouquinho e depois mete-as no forno. Assim,não ficam duras e ficam saborosas :)

    ResponderEliminar
  23. O amor é isso mesmo minha querida. Aprender a partilhar.

    ResponderEliminar
  24. E assim é que devia ser sempre, umas vezes ceder um numas coisas e outras vezes o inverso ;) O amor no seu melhor!

    Boa culinária,às vezes corre mal até aos melhores chefs! :)

    ResponderEliminar
  25. Miúda, para mim batata assada no forno, primeiro é cozida, de preferência ao vapor e depois forno com elas e envolvidas no molho do cozinhado. Ok, talvez não sejam bem batatas assadas, mas resolvi de vez o problema de ficarem duuuuuuuras.... e saem seeeeempre bem e boas!

    ResponderEliminar
  26. Receita de massinha à "je"
    1. panela não muito pequena
    2. muita,muita água
    3. a massa tem que ser cozida em muita água para ficar solta
    4. deitar algumas gotas de azeite na água
    5. o azeite ajuda a deixar a massa mais macia
    6. ervas aromáticas (pimenta preta; oregãos moídos;
    salsa moída; acafrão, alho moído)
    7. deixar ferver 2/3minutos
    8. deitar a massa e deixar cozinhar 8/9 minutos (al dente)
    9. escorrer muito bem a massa
    10.deitar algumas gotas de azeite a crú, para ajudar
    a deixá-la bem soltinha.
    11.juntar salsa fresca bem picadinha
    12."abanar a panela" para misturar tudo, não mexer
    com o garfo para não "empapuçar" a massa.
    12.acompanhar com legumes (tomate; bróculos,
    queijo derretido, nozes)
    13.a massa não deve ser acompanhada com carne/peixe
    para melhor se apreciar o sabor
    14.et voilá
    15.deve-se saborear na companhia do amor da nossa vida:)


    http://amanhecertardiamente.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  27. O amor é. Acima de tudo, Compreensão!
    Passo a mostrar.
    Um homem trabalhava há anos numa fábrica de conservas, e um dia, confessou à mulher que estava possuído por uma terrível compulsão: a vontade incontrolável de colocar o pénis na cortadora de picles.
    A mulher começou a ficar preocupada.
    A partir daí, todos os dias o homem chegava a casa e tornava a mencionar o incrível desejo de colocar o pénis na cortadora de picles.
    A mulher estava apavorada.
    Certo dia, o homem chega a casa um pouco abatido e pensativo. A mulher pergunta-lhe o que se tinha passado, e ele explica:
    - Não resisti...
    - OH!!! NÃO!!!
    - Meti o pénis na cortadora de picles...não aguentei...
    - Mas...estás bem???
    - Sim, estou...só que fui despedido.
    - Bem, mas o que importa é que estejas mesmo bem...então e a cortadora de picles?
    - Também foi despedida...

    Eheh..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahaha! no inicio parece mesmo ser uma máquina, e não uma pessoa. lol

      Eliminar
  28. Pássaro, que maldade. Enganaste-me bem com essa!!

    ResponderEliminar
  29. olha e nao e mesmo! tb adoro massa, nunca me farto de comer massa, mas ele sim, por isso em casa quase ja raramente como massa, para fazer outras coisas q ele gosta. mas como passado a semana no hotel e massas e chapata de mozarella :D

    ResponderEliminar
  30. amor é:

    eu decidir que só vou beber batidos e ele alinhar comigo durante 2 dias seguidos quando adora comer ahaha

    ResponderEliminar
  31. Mas que grande azeiteira me saíste! E tens a mania da perseguição! Olha que são várias as pessoas que te detestam! Várias, e todas nós andamos a torcer para que te estateles no chão. Ai que vai doer tanto!! Parola, és a mais reles de todas!

    ResponderEliminar
  32. Várias, a sério? Assim tipo... uma? Oh mulher, és mesmo triste, até anda atrás dos meus leitores. Tem vergonha. Xô.

    ResponderEliminar