Woody Allen (post polémico)

Não sou fã do senhor, não é bem o meu género. Gosto bem mais dos filmes do Martin Scorsese, Quentin Tarantino e Clint Eastwood... mas isso nem está em discussão, cada um gosta do que gosta.

Posso entender que o senhor é bom no que faz... mas sou eu a única a não conseguir simpatizar com alguém que resolveu apaixonar-se pela enteada Soon Yi? Pela enteada, ou ex-enteada, como preferirem. Criou-a como filha, apesar desta ter sido apenas adoptada pela Mia Garrow (então mulher dele) e depois resolve enamorar-se por ela. Sou só eu que acho o homem a atirar para o porco?

O romance entre os dois começou quando ele ainda era casado com a Mia Farrow. Ela, a agora esposa, tinha 21 anos na altura... mas ele criou-a enquanto criança. Viu-a tornar-se mulher, é certo, mas não era suposto olhar para ela com olhos de Homem. Era suposto olhar para ela como um Pai deve olhar uma Filha.

Trabalho é trabalho, bem sei, mas não consigo deixar de implicar com o senhor.

Comentários

  1. isso só não é incesto porque ele não é pai dela...mas é mesmo só por isso...assim sendo...sim o senhor é um porco! e ela...deve ter aquele sentimento de divida para com...ou então isto esta tudo certo e as loucas somos nós!

    ResponderEliminar
  2. nem simpatizo como pessoa, nem como realizador nem como ator...enfim não gosto dele

    ResponderEliminar
  3. O Woody Allen e a Mia Farrow sempre foram um casal muito estranho e um tanto distante, por isso é normal que ele nem passasse muito tempo com a menina.
    E não te esqueças que o sentimento foi recíproco... :)
    Não quer dizer que concorde. Mas o coração nem sempre é racional...

    ResponderEliminar
  4. Pois, percebo o teu ponto de vista. Mas penso que seria mais válido se fossem ambas situações de índole pessoal. Não conhecia a história, de facto.

    ResponderEliminar
  5. Concordo contigo e com a Erva Daninha :)
    Nunca tinha pensado nisso, mas realmente,como diria a minha princesinha "que noijo" :)

    ResponderEliminar
  6. Objectivamente falando, se o senhor tivesse abusado da enteada, entraria no campo da relação incestuosa, já que não tem que haver necessariamente um laço de sangue, é mais pela óptica do papel que X pessoa representa, do poder que exerce, daquela diferença de autoridade...

    Ele é um bocado estranho, já a "filha/mulher" também é um bocado cabra, já que traiu a mãe por livre vontade.

    ResponderEliminar
  7. pois :S ... desconhecia esse 'pormenor' ... tens razão bolas :/
    **

    ResponderEliminar
  8. Scarlet Perry, claro... mas que idade tinha ele? Ela tinha 21 anos... ele já era entradote. Julgo que tem 75 anos ou assim, agora... isto aconteceu nos anos noventa... o que significa que ele já tinha uns 50 anos. Idade para se saber comportar, digo eu.

    ResponderEliminar
  9. Eu ainda acho mais esquisito o facto de ela se ter apaixonado por ele, que como se vê não deve nada a beleza!

    ResponderEliminar
  10. Não sabia disso, mas isso é pertubador.

    ResponderEliminar
  11. "alguém que resolveu apaixonar-se pela enteada". Não será bem assim: ninguém resolve ou decide apaixonar-se por outra pessoa.
    É verdade que, visto de fora e de uma forma linear, a história é estranha, mas nunca se sabe a relação que eles tinham antes.

    ResponderEliminar
  12. Concordo nunca gostei muito dele como realizador, mas depois de ler isto fiquei ainda mais de pé atrás com o homem!! Que medo!

    ResponderEliminar
  13. Pics, eu explico que relação tinham antes: ele era casado com a mãe adoptiva dela. Ninguém escolhe por quem se apaixona... mas pode-se escolher dar o passo em frente e entrar numa relação ou ficar quieto. Ele resolveu envolver-se com a enteada sendo casado com a mãe dela.

    ResponderEliminar
  14. É sem dúvida perturbador e o tipo é um excêntrico até dizer chega, mas aqui estás a lhe deitar as culpas todas.

    Então essa pseudo-enteada também não teve culpa? Foi obrigada a algo que não queria? Porque não lhe disse que não e o metia em tribunal por assédio?

    Para mim, nesse ponto de vista, são ambos uns porcos e não apenas ele.

    ResponderEliminar
  15. A Mia pode tê-la adotada como filha, mas ele não. Acho muito comum em processo de adoção ou de padrasto com enteada, ou seja, o marido da mãe.
    Agora se fosse um caso ocorrido no Brasil, e ele tivesse adotado, ele não poderia ter-se casado com ela, seria considerado incesto. Resta saber se ele a adotou legalmente ou não.

    Considerando também a visão que se tem de relacionamento com enteados, é o que tu disseste, ele a viu crescer, mas Homem é homem... sempre, e o desejo pode brotar.

    ResponderEliminar
  16. isso e os filmes são dificeis de entrar mais a musa dele que faz sempre o mesmo papel

    ResponderEliminar
  17. Martini, claro que ela é tão culpada quanto ele! Mas eu tento pensar que ela era uma miúda de 21 anos... mas julgo que a própria Mia Farrow deixou de falar com ela, portanto... tudo dito.

    ResponderEliminar
  18. Carolina Tavares, não discuto a legalidade disto... mas parece-me imoral.

    ResponderEliminar
  19. subreve-se totalmente.. secalhar foi algo meio freudiano, com resticios de lolita e de jeremy irons.

    trabalho é trabalho, e isso ele lá conseguiu diferenciar enquanto foi possivel. a imagem fica...
    acho estranho, marado, e quiçá bizarro...

    mas com tanta coisa estranha..enfim. o mundo muda nao é..mas tanto..

    ResponderEliminar
  20. Ana Sofia, já nem vou referir a fixação na Scarlett Johansson, que ela nem tem culpa...

    ResponderEliminar
  21. Não concordo. Acho que estás a ser preconceituosa. Não devemos falar daquilo que não nos diz respeito nem conhecemos. Cada um tem os seus motivos e não devemos julgar as pessoas por isso.
    Desculpa, mas é só a minha opinião.

    ResponderEliminar
  22. Nós com casca... peço desculpa, mas esse comentário não faz sentido. Não querendo comparar o incomparável, se um assassino mata alguém eu tenho o direito a opinar. Neste caso, estamos perante um caso que roça a pedofilia. Com 21 anos de idade dela eles assumiram... mas sabe-se lá o que se passara antes. Isto NADA tem de preconceituoso. O senhor agiu de forma feia e imoral. Ponto.

    ResponderEliminar
  23. Lamento S mas também acho que ha aqui um pouco de preconceito.
    nenhum de nos sabe a real historia e falar e fácil quando não se vive a situação!já dizia o poeta: O coração tem razões que a própria razão desconhece!
    todos nós já fomos amorais ou imorais por amor...

    ResponderEliminar
  24. A realidade, e não digo que concordo, é que eles estão juntos há, pelo menos, 20 anos. Imoral? Talvez, mas a maioria de nós não chegará aos 10 anos como casal. *

    ResponderEliminar
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  26. o woody allen tem muitos bons fimes pré soon yi. e muitos bons pós. ponto.
    não influencia nada na qualidade do que faz o facto de ser casado com a enteada, adoro a maioria dos filmes dele.

    ResponderEliminar
  27. Independentemente da sua vida pessoal, gosto muito do seu trabalho. Woody Allen como realizador, faz o meu género. Como homem é simplesmente nojento. Mas lá está, trabalho é trabalho, conhaque é conhaque ;)

    ResponderEliminar
  28. tenho de concordar contigo. pouco importam os lacos de sangue, mas os lacos emocionais e familiares estavam la. E muito estranho ele olhar para ela nao como uma filha, porque para todos os efeitos era isso que ela era.
    Enfim, nao percebo :(

    ResponderEliminar
  29. Adoro os filmes deste senhor.
    Em relação ao resto, parece-me que eles gostam muito um do outro e isso acaba por ser o mais importante, do meu ponto de vista.

    Big Kisses

    ResponderEliminar
  30. Não sou apaixonada por ele e muito menos pelo trabalho dele. Mas com essa não contava. Desconhecia até. Fiquei enojada :S

    ResponderEliminar
  31. Não digo que não seja inquietante. Mas isso não influencia absolutamente nada o quão gosto da obra dele (muuuuito!).

    ResponderEliminar
  32. Adoro o Woddy! Os seus filmes, são pura magia... Qualquer pessoa que aprecie uma boa obra prima, vê os filmes de Woddy Allen!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares