Avançar para o conteúdo principal

Sem ofensa, Irina...


"A modelo russa revela ainda que adora ler: “Sou apaixonada por Haruk Murakami e Fyodor Dostoevsky. Gosto de romances históricos e de livros sobre animais. Adoro música clássica, mas também de hip-hop e R&B”.



Duvido que alguém acredite nisso, querida. Nem é por ti, que tu pouco falas, pelo que pouco dá para avaliar. Mas suponho que o Cristiano Ronaldo não seria o teu homem ideal se tivesses esses gostos. Prontes, como ele diz. Era só isto.

Comentários

  1. S*, não percebo o teu pensamento. As pessoas medem-se pelo seu coração, não pela estante. Dou-te o meu exemplo! Já nem sei onde meter tanto livro, sou uma bibliófila descontrolada, o meu escritor favorito é Tolstoi (que muito pouca gente aguenta) e o João nunca leu um livro na vida, não vai a museus e não tem cultura geral nenhuma. Mas tem um coração muito melhor do que o meu. Uma coisa compensa sempre outra e cada pessoa é mais ágil em certas áreas que outras. Daí o fundamental numa relação: troca de sabedoria.

    ResponderEliminar
  2. O amor não se escolhe e quem sabe o moço fala mal mas até é romântico.
    Ele lá deve ter os seus encantos além do tusto claro =D

    ResponderEliminar
  3. Peço desculpa Raven mas eu é que não percebi o teu comentário. Não faz sentido. Ninguém aqui questionou o coração da menina... Não a conheço, não sei se é boa ou má. Mas tendo em conta o namorado pouco dado ao intelecto que escolheu, estranhei as declarações dela. Não duvido que a rapariga seja boa pessoa... Mas não acho que leia o que diz que lê. Geralmente namoramos com alguém com quem nos identificamos... Todos nós sabemos que o Cr7 tem ar entre as orelhas... Portanto, se a rapariga fosse assim tão dada a obras profundas, não me parece que estivesse com ele.

    ResponderEliminar
  4. E o meu namorado também não é de grandes leituras, como o teu. Mas não é como o Cristiano, que em cada frase dá duas calinadas.

    ResponderEliminar
  5. Pois eu não gosto de Haruki (com I, não sei se é falha da Irina, se do Sapo Fama) Murakami, chatooo!

    ResponderEliminar
  6. Este post foi um bocadinho mal metido. Isso não tem NADA a ver :S

    ResponderEliminar
  7. Olha isto dito por uma pessoa que adora ler, suga cultura e tudo isso e que namorou com uma pessoa que também tinha o seu quê de Cristiano Ronaldo... as pessoas às vezes gostam de alguém só porque sim. É claro que resulta melhor se forem os dois Cristianos ou os dois cultos :)

    ResponderEliminar
  8. Muito bom sim senhora, tenho cá para mim que nunca lhe ouvi a voz. Se falar como o Ronaldo assim não se estragam muitas casas. ahahha
    Abraço (sei que não és dada a estas cosias mas eu cá vou deixando):)

    ResponderEliminar
  9. o que eu me ri com o "prontes",um máximo :)

    ResponderEliminar
  10. E desde quando as pessoas têm que ter os mesmo gostos para serem compatíveis?

    Eu pessoalmente detestaria ter uma namorada que só falasse de politica, futebol, formula 1, Sociedade, Viagens, etc, assuntos que me interessam e que eu falo de forma recorrente, por isso sinto-me grato que ela fale de outros assuntos que são importantes para ela e ambos nos cultivamos e crescemos com as nossas diferenças.

    Se tivesse uma namorada que fosse papel químico dos meus gostos e conversas, não precisava de namorada.

    ResponderEliminar
  11. O amor tem destas coisas!! Ou não!! :) kiss

    ResponderEliminar
  12. Concordo contigo S. Mas eu sou suspeita porque não gosto do CR nem barrado com marmelada.

    ResponderEliminar
  13. Não costumo comentar mas acho que hoje merece. Não me parece que seja fácil (ou até justo) avaliar a personalidade de alguém apenas pela imagem pública ou pelo namorado que tem. Nunca sabemos onde estão os "génios" deste mundo e até pode ser que a moça tenha gostos literários requintados porque gosta mesmo de ler. Quanto ao Ronaldo ter ar entre as orelhas, lá está, é muito fácil caracterizar alguém quando apenas e só se conhece a faceta pública.

    Não pretendo ferir o ego a ninguém, e claro, tens todo o direito a ter a tua opinião sobre alguém ou alguma coisa, mas partir de ideias pré-concebidas para "julgar" ou caracterizar alguém pode ser injusto. Bj

    ResponderEliminar
  14. Como a gente fala aqui, AH, TÁ!
    Tem uma tag pra você lá no blog :D

    ResponderEliminar
  15. Ele tem, realmente, o maior ar de azeiteiro e não parece primar pela modéstia, mas pode ser uma ótima pessoa. Acho que uma coisa não implica nem invalida a outra.

    ResponderEliminar
  16. Martini, não disse que tinham de gostar das mesmas coisas... Mas como ambos devemos saber, é difícil alguém intelectualmente desenvolvido, digamos assim, achar graça a alguém que não dá duas para a caixa.

    Cara Onisa, o post era humorístico, não é para levar assim tão a sério. Como referi no texto, não conheço a menina nem nunca a ouvi falar... Mas que as declarações dela não encaixam muito bem nos gostos românticos dela, lá isso não encaixam. Pelo menos para mim, claro.

    ResponderEliminar
  17. ahahaha bonita conclusão realmente. também fiquei um bocado surpreendida ao ler os (supostos) gostos da rapariga.

    ps: tenho um miminho para ti no meu blog, beijinhos *

    ResponderEliminar
  18. O importante no amor é que os dois saibam o kamasutra de cor.

    ResponderEliminar
  19. S*,estás a esquecer-te que ela é Russa.Vai lá perceber as calinadas no Português?Devem comunicar em Inglês provavelmente.E olha que ela não me parece burrinha.Tem um curso superior em Marketing,a familia era virada para as artes e leituras,daí o gosto dela por ler.Já tinha lido uma entrevista dela,não essa.Até pode ser que ele fique mais "polido"com a Irina.Porque convenhamos,de todas as namoradas,esta é a mais linda e apresentável...

    ResponderEliminar
  20. Ainda não percebi bem este post, e sinceramente custa-me que ainda haja pessoas a pensar assim. Não é por ela não falar em público que é melhor ou pior pessoa, se calhar gosta até de ser reservada sobre a sua vida (sabe-se lá!). Eu não gosto do Cr7, mas daí a duvidar da vida dela, das escolhas dela no dia a dia, só porque namora com ele, vai uma distância bem longa. Cada um é um ser individual. E é um erro pensar que pessoas intelectualmente desenvolvidas não conseguem achar piada a outras pessoas que não o são. Ninguém é melhor que o outro, e é por isso que as pessoas se completam. O Mundo estava bem perdido se as coisas fossem diferentes.
    É que estereotipas as pessoas assim do nada.

    ResponderEliminar
  21. O melhor do post: "prontes!" hahhahah :P

    E é mais uma prova de que os opostos se atraem ;) (ou não)

    xoxo*
    IV
    www.ivaniadiamond.com

    ResponderEliminar
  22. Tenho um Miminho para ti no meu blog! :)

    http://doceouamargo4.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  23. Lá está uma pessoa não escolhe de quem gosta, pode ser que CR7 ganhe gosto pela leitura!!

    ResponderEliminar
  24. Também acho, a não ser que o único interesse dela seja o rio de dinheiro que ele lhe proporciona.

    ResponderEliminar
  25. nunca concordei tanto ctg =D
    bjs*

    ResponderEliminar
  26. Os opostos atraem-se!!! :) E viva as diferenças :)

    ResponderEliminar
  27. Eh pá, o rapaz pode ter outros talentos escondidos, e a gente não sabe. Um grande coração, por exemplo, e outras coisas mais... :)

    ResponderEliminar
  28. Gosto muito do teu blog e já o sigo há bastante tempo. Nunca comentei mas hoje não resisti. E só para dizer (ou escrever) que estás tão, mas tão errada. O amor não é nada disso nem conhece preconceitos.
    Vou continuar a ler-te.

    ResponderEliminar
  29. O CR tem poucos estudos, o que não faz dele uma pessoa burra, apenas menos educada. Ele dá calinadas no português, que dá, e então? O que é que isso interessa à Irina (que é russa)? E em que é que isso diminui o CR? Podes escrever e falar melhor do que ele, mas noutros campos ele é sem dúvida melhor do que tu. Tem inteligência académica, enquanto que a Irina tem outro tipo de inteligência.

    Btw, estás a ser condescendente quando usas o 'querida', quando dois posts abaixo dizes que não gostas desse tratamento, vindo de ti ou vindo de outrém. E se estás a ser condescendente é porque sempre julgas alguma coisa no carácter dela, ao contrário do que dizes aqui nos comentários. E julgas sem qualquer conhecimento de causa, o que fica mal.

    ResponderEliminar
  30. S*minha linda minhota
    Sabes e sempre ouviste falar que os extremos tocam-se, certo?
    falo pr mim, adoro lr, compro livros leio tudo desde que me apaixone pela primeira página, sou romântica adoro romances de amor. o mê senhor , eu na brincadeira costumo dizer que o ultimo livro que ele leu foi o da quarta classe.
    e celebrámos este ano em Janeiro 34 anos de casamento sem contar com 5 de namora faz as contas e vê há quanto tempo nos conhecemos e com gostos completamente diferentes.
    Prontes, era isto.
    kis :=)

    ResponderEliminar
  31. Eu não gosto muito do Cristiano e tal, mas concordo com a Raven, por acaso.

    ResponderEliminar
  32. S* lamento mas estás completamente errada.
    Primeiro existe algum "preconceito", digamos, da tua parte (acho eu), pelo fato da Irina ser modelo, e linda diga-se de pasagem (sou mulher, mas não tenho qualquer problema em dizer que acho outra mulher linda)não quer dizer que não goste de ler ou que não seja culta e inteligente. Ser modelo é apenas uma profissão como outra qualquer, é uma maneira de arranjar dinheiro para viver e "prontes". E acredita que estar com uma pessoa que é uma fotocópia de nós mesmos é uma grandessísssima chatice. O importante numa relação é que se caminhe na mesma direção, o resto é paisagem:)


    http://amanhecertardiamente.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  33. Cara Esther, és um bocado radical no assunto, mas estás no teu direito.

    maria madeira, por ela ser bonita? Hum? Há muito mulher bonita e inteligente... para além das anónimas, oh para a Sharon Stone, que dizem ter um QI muito alto. :)

    ResponderEliminar
  34. Tenho para mim que quando se está apaixonado não se anda a medir o nível de cultura das pessoas. Esse pensamento é um bocadinho retrógrado, não?

    Mas isto é só a minha opinião, vale o que vale.

    ResponderEliminar
  35. nice. ;*

    http://lusiairusia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  36. S*

    Não percebes que com o dinheiro que ele tem, ela assim, pode comprar os livros que quiser, quem sabe até uma editora.

    ResponderEliminar
  37. tb tou contigo, tenho dificuldade a acreditar nisto. Nao e que o Cristiano fosse de ler livros, nao sei, mas nao o vejo como uma pessoa que iria atrair alguem q tenha este tipo de gostos. pode ser verdade, mas tb pode nao ser.
    O meu nao le livros, mas perde imenso tempo da wikipedia e pronto, e um crominho :P

    ResponderEliminar
  38. S*, o que acho é que os opostos complementam-se. O Cristiano pode ser um bom namorado no sentido de ser atencioso e dado a detalhes, não sei. Por experiencia própria e observação, olha que os mais inteligentes não se apaixonam por cranios iguais a si. Olha, tenho um amigo que adoooora Dickens e Dostoevsky mas sempre que pode lê Nicolas Sparks. Sabes porquê? Porque diz que justamente por ser tão básico e light, o oposto dele, entretêm e completa-o.

    ResponderEliminar
  39. E só para rematar, uma frase do Einstein "Não exijam a alguém que faça o que nunca aprendeu. Se exigirmos a um peixe que suba a uma árvore e ele não conseguir, passará toda a vida a achar que é um perfeito inútil".
    Resumindo: cada um tem o seu tipo de talento e interesse e completa com os restantes seres.

    ResponderEliminar
  40. Ai que drama, que horror, que preconceituosa! Ai que moralistas que nós somos, nunca ninguém brincou a dizer uma coisa destas!

    Ai que quando vemos uma mulher de 20 anos com um velho, como o caso do Hugh Hefner da Playboy, também nunca ninguém disse ou pensou que fosse pelo dinheiro, todos achamos que é amor! Já não acreditamos no amor, "prontes"! Ai que somos tão moralistas, ninguém brinca nem tem comentários preconceituosos a brincar!

    Vou já ali chicotear-me, afinal eu sou uma peste solitária!

    ResponderEliminar
  41. Olha, eu acho que não tem nadinha a ver. Falo no meu caso pessoal, que já estive apaixonada por uma pessoa que era o oposto de mim. E completava-mo-nos. Pode até nem ser verdade o que ela diz, mas esta conclusão não é muito acertada. ;)

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.