Avançar para o conteúdo principal

Habituem-se ao modo "natalício"!

A partir de 1 de Dezembro, dia em que, por tradição, enfeito a casa com as coisas do Natal, a época festiva vai ser tema diário aqui no blogue. É a minha altura favorita do ano. As pessoas parece que ficam mais ternurentas, mais amigas, mais solidárias. Muito bonito de se ver... e de sentir!

Tenho de fazer uma listinha das prendas que quero dar. Tenho de marcar na agenda os jantares de Natal... que devem ser, pelo menos, 3: blogosfera, amigos e trabalho.

Dezembro promete ser um mês muito bonito. Venha ele. :)

Comentários

  1. Gosto muito do ambiente de Natal e cada vez mais (pois já tive fases em q detestava lol) :)

    Andrea*

    ResponderEliminar
  2. também sou viciada no natal :)

    DEZADORNO GIVEAWAY NO BLOGUE. PARTICIPA: http://invoguewithsilvanaquerido.blogspot.com/2011/11/in-vogue-dezadorno-giveaway.html

    ResponderEliminar
  3. A minha casa só é enfeitada lá para a segunda semana de dezembro. mas fica tão bonita ^^ Lembro-me de delirar quando era pequenina e ajudava os meus pais a fazer a decoração. Parecia que ficava um cantinho super acolhedor.

    ResponderEliminar
  4. eu então acho que é das alturas que gosto menos.mas ao menos que haja pessoas que gostam :)*

    ResponderEliminar
  5. Eu não gosto nada do Natal. Por um lado é bom, se gostasse ia-me custar muito este ano estar longe...

    ResponderEliminar
  6. e é por escreveres coisas como: "...prendas que quero dar..." que gosto tanto de cá vir. além de seres simpatiquíssima, és também muito generosa :) numa altura em que muitos pensam no que vão comprar, tu pensas no que vais oferecer! muito bem!

    ResponderEliminar
  7. Também é a minha época do ano favorita :)))

    ResponderEliminar
  8. Queria estar animada assim, acho Dezembro uma correria só, um mê muito pesado e tenso.

    ResponderEliminar
  9. salto para a lua, obrigada. Acho que o espírito do natal devia ser assim mesmo, altruísta e generoso. :)

    ResponderEliminar
  10. Adooooro o natal. Também é a minha época preferida +.+

    ResponderEliminar
  11. Também gosto desta época. Tudo é mais bonito, sem dúvida.

    ResponderEliminar
  12. Já senti mais o natal, ultimamente passa-me um pouco ao lado. Pode ser que este ano seja diferente ;)

    ResponderEliminar
  13. Adoro o Natal, dia 1 a casa entra em espírito natalício**

    ResponderEliminar
  14. bom dezembro querida amiga! e para confirmar tudo que dizes, no próximo sábado l´+a estamos nós na casa da Nikitas, a festejar e a comer!

    ResponderEliminar
  15. te desejo um excelente final de novembro e um excelente dezembro. desejo que passes um bom natal e claro que tenhas muita saúde e alegria. eu tambem adoro o natal,altura de esperança e ternura entre as familias. boa noite!!

    ResponderEliminar
  16. Esta epoca de Natal so me traz sexo à ideia. Deve ser das bolas e tal . .

    ResponderEliminar
  17. Decididamente DEZEMBRO é o meu mês.
    até faço anos.
    kis :=)

    ResponderEliminar
  18. Ai, também sou assim :)

    Gosto tanto!!!!!! Por mim enfeitava a casa toda com luzinhas, bonecos de neve, pais natal, etc, etc, etc...

    ResponderEliminar
  19. Eu até entendi o que querias dizer... mas ao enumerares os 3 jantares de Natal que vais ter no próximo mês não fizeste referência ao principal: aquele que terás com a tua família! :)

    Beijocas em pré-espírito natalício!

    ResponderEliminar
  20. Cá em casa também é tradição decorar a casa a 1 de Dezembro, mas este ano vou antecipar. O filhote já anda a pedir isso há quase um mês... Culpa da mãe que o levou ao centro comercial :-)

    ResponderEliminar
  21. Eu gosto do Natal mas não é a minha altura do ano preferida....mas confesso que adoro ter a casa cheia de familia... todos juntos pelo menos nesta altura do ano =)
    bjs*

    ResponderEliminar
  22. Rui, já faltavam as tuas badalhoquices!


    Orquídea, o jantar de família... o almoço do dia 25... outro jantar no dia 25. :P

    ResponderEliminar
  23. Sabes? não gosto muito desta época festiva...

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.