Do sono

Sabem aquela do "gosto de ficar acordada de noite, a ver-te dormir"?

Gosto mesmo. Mas não é bem de noite, é mais ao acordar. O despertador toca, eu acordo, ele continua no reino dos sonhos. E eu gosto sempre de o ver, embrulhado nas mantas mas com os pés de fora (típico). Se está destapado, eu tapo-o. Levanto-me então, vou tomar banho, regresso enrolada no roupão e aninho à beira dele, até ele acordar. Mimo para aqui, "morzinho" para ali. É um ritual delicioso.

Comentários

  1. Haverá coisa mais romântica do que ver a cara-metade adormecida, com remela nos olhos e um fio de baba seca na boca? Ai o amor!

    ResponderEliminar
  2. Rafeiro, remeloso ele é... mas não se baba. ahahah

    ResponderEliminar
  3. Ramalhete, limpo-lhe as remelas e tudo. :P

    ResponderEliminar
  4. Tens sorte de não ter um namorado com mau acordar.. não ha coisa pior.. Eu sei do que falo Lol Dava vontade de tudo menos de chamar morzinho lol

    ResponderEliminar
  5. Concordo plenamente! Dá-me uma felicidade calma quando a primeira coisa que vejo ao abrir os olhos é ele. E já agora... a propósito do comentário que fizeste no meu blog, tens toda a razão! Abrir as pernas e engatar um qualquer é muito vulgar. Conquistar o mesmo todos os dias é de mérito. E dá cá um trabalhão...

    ResponderEliminar
  6. Aiai... e nós a rir desse cut cut todo.

    Faz-te bem ;)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares