Das escolhas

(a propósito de uma conversa com uma amiga)

Depois de dois anos e 10 meses de blogue, há que admitir que há fases mais imaginativas e fases mais, vá, chatinhas. Há dias em que me apetece escrever meia dúzia de textos e outros dias em que escrever duas linhas é quase um martírio.

Em quase três anos de blogue aprendi uma verdade muito simples: é impossível agradar a toda a gente. Há gente que gosta de ler textos sobre a tua relação e há gente que acha tanto mel... patético. Há gente que se ri com as tuas piadas mais sexuais e há gente que acha uma simples piada a coisa mais ofensiva do mundo. Há gente que pede e gosta de saber que galochas tenho... e gente que acha isso completamente desnecessário. Respeito todas as posições.

Bom, adoptei a única postura possível, perante tanta divergência: escrevo o que quero, faço piadas com o que quero, falo do meu amor quanto quero, mostro as galochas que quero. O meu blogue não tem patrocínios, não ganho dinheiro com ele. Também não estou atenta ao número de seguidores, por isso não sei se tenho mais dois ou menos três do que tinha ontem. É um blogue. Um blogue que me tem acompanhado nos melhores e nos piores momentos. Mas é só um blogue. Não o levo demasiado a sério.

Comentários

  1. Agradar os outros não é o caminho!!
    Tu escreves para ti, sobre ti e o que gostas... quem gostar de ler, acompanha e não é certamente por um post sobre galochas ou sobre batatas fritas que apareça pelo meio que quem gosta de te ler deixa de o fazer.

    :)

    ResponderEliminar
  2. Ai... se desse fazia-te agora um like!

    ResponderEliminar
  3. Nem mais.
    Eu ja blogo há mais de 6 anos e tenho tb essa postura...já passei por tantas fases..mas...é um blog!Não se chateiem pah!
    :-)
    Keep going.

    ResponderEliminar
  4. E acho que fazes tu muito bem.. ;)

    ResponderEliminar
  5. fazes o que te apetece, mai nada. é teu por isso mesmo. agradar a todos? nunca na vida, simplesmente não dá. nem num bolg, nem num grupo de amigos, nem num trab, nem numa familia... é impossivel e perdemos a nossa essencia.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. É esse o espírito! Com tantos anos de experiência em blogs uma pessoa começa a chegar a uma fase em que percebe que o que interessa é: NADA! Sai o que calha, quando calha, como calha. Podemos sempre apagar tudo o que está para trás se o nosso futuro eu achar que somos demasiado parvos actualmente... experiência própria...

    ResponderEliminar
  7. Nem mais! É para isso que os blogues servem, não é? Para dizermos o que quisermos, quando quisermos...
    Agradar a gregos e troianos não é o caminho...
    (agora que escrevi esta frase, penso que podíamos trocar os troianos por troikanos, se calhar até fazia mais sentido...)

    Beijinhos e continua a escrever o que te apetecer que, pelo menos eu, estou cá para ler

    ResponderEliminar
  8. para mim, o blog é um sitio onde escrevo o que quero, o que me vai na alma. claro que é importante agradar a quem nos lê, mas primeiro nós, sempre :)

    ResponderEliminar
  9. é sempre só um blogue, mas as pessoas gostam de fingir que é mais do que isso.

    ResponderEliminar
  10. Para mim ter um blogue não é para agradar a terceiros, é um escape, escrevo por mim...já o fazia antes de existirem computadores e continuo a fazê-lo em cadernos...há mais de 3 anos, entrei no mundo dos blogues para começar a estudar "comportamentos" através do que se postava dos comentários e da reacção das respostas.
    Duas pessoas que ainda hoje sigo incentivaram-me a criar um e voilá!
    Também só visito aqueles que me agradam...

    ResponderEliminar
  11. Estou aqui lendo um pouco das suas "pequenas coisas " e algumas muito divertidas.
    Gosto desse jeito simpático dos seus textos S*, estou entre as seguidoras "que nao seguem" rsrs e de vez em quando aparece . O tempo é implacável, limita os passeios pelos blogs
    concordo com voce ,é só um blog, nao precisamos nos estressar por eles.
    um abraço e parabéns .

    ResponderEliminar
  12. Tenho blogue há pouco tempo. Mas concordo contigo. Eu escrevo o que me apetece.

    ResponderEliminar
  13. Nem mais! =)
    Isto não é para agradar a gregos e troianos...
    Às vezes, o meu nem a mim me agrada, também não o criei com esse intuito...
    Respeito quem comenta assiduamente e quem comenta só de vez em quando, tal como eu nem sempre me identifico com os posts que leio noutros blogs.
    Beijinhos S*

    ResponderEliminar
  14. Nem mais, os nossos seguidores são assim. Mas também é por esse interesse que gostamos tanto deles!
    Love, Bruna

    ResponderEliminar
  15. Na blogosgera há fases e frases para tudo! Continua! :p

    ResponderEliminar
  16. é mesmo esse o espírito :) :)
    quem quiser é bem-vindo, quem vier para chatear que vá parar a outra casa**

    ResponderEliminar
  17. O blog é teu, de mais ninguém. Só cá vem quer quer, não é? :)

    ResponderEliminar
  18. Está muito bem assim :) Há sempre quem não goste, faz parte da vida.

    ResponderEliminar
  19. E enquanto assim for, vais nos dando letras (de todos os tipos e feitios, sobre tudo e nada ao mesmo tempo)... quem gosta, lê, quem não gosta não lê ;) Eu gosto! Obrigado pela companhia... :D

    ResponderEliminar
  20. Não tentar agradar a todos é a certeza mais absoluta da nossa força de carácter.
    Assumir posições, defendê-las e honrá-las (ainda que pouco aceites pela maioria) é a melhor das qualidades que posso encontrar em alguém. Não é simplesmente ser do contra, é não ir com a maré só porque dá menos trabalho.

    Serve aqui no blog e na vida no geral.

    ResponderEliminar
  21. é mesmo assim, é impossivel agradar a toda a gente. não há nada mais a fazer do que aquilo que bem nos apetece. quem gostar, gosta, quem nao gostar, escolha outra coisa com que se ocupar!

    ResponderEliminar
  22. Comecei a ler o teu blog há muito pouco tempo...e sem querer...
    Gostei da complexidade simples com que tratas os teus "problemas" diários e o humor que tens nas horas vagas.
    Comecei o meu blog à uns anos, mas nunca lhe dediquei muito tempo, até porque só escrevia nele muito raramente e quando algo de muito errado me acontecia...
    Agora escrevo aquilo que me apetece! Mesmo que isso não interesse a ninguém! Por isso: Parabéns pelo teu blog e obrigada ;)

    ResponderEliminar
  23. S*,

    E fazes tu muitissimo bem. É a tua casa, o teu espaço, o teu canto. Já somos condicionados em tantas coisas, que se ainda o formos no único espaço que é mesmo nosso, é uma chatice.

    Foi por essa razão que fechei o Notebook ao público e decidi abrir um sítio novo. Cheguei a receber emails de pessoas a "ordenar-me" que escrevesse, porque me queriam ler. Ora quando se trata de um diário, não vou inventar. Concordo em pleno contigo.

    Sê tu, genuína, única, escreve sobre o que te apetecer. És tu, e é por isso que cá vimos. Porque gostamos de ti multifacetada.

    Beijo e continua,

    ResponderEliminar
  24. Cada um fala do que quer e mais nada! então não estás atenta ao número de seguidores? ficas a saber que comigo tens 1518. :)

    ResponderEliminar
  25. Penso tal e qual e acho que faz tu muito bem.

    ResponderEliminar
  26. Eu adorei o teu texto S. é assim mesmo, um blog é um espaço nosso quem gosta é sempre muito bem vindo quem não gosta paciência, e eu adoro o teu sempre que tenho pc várias vezes ao dia venho verificar se fizes-te algum post, por isso eu como tua seguidora digo segue sempre assim como és... um beijinho enorme ,o)

    ResponderEliminar
  27. Desculpa se vou parecer estúpida, mas, se não te interessa saber, se não estás atenta "se tens mais ou menos seguidores três do que ontem" entao, porque razão tens a mini-aplicação activa?
    kis :=( (
    eu pedi desculpa, não já? )

    ResponderEliminar
  28. AVOGI, não tem nada que pedir desculpa, mas parece-me uma questão um bocado estranha... não estou todos os dias a ver quantos seguidores tenho, não me preocupo com isso, o que não invalide que ache graça a saber. Também não procuro saber quais as pesquisas que fazem para vir ter ao meu blogue mas, QUANDO QUISER, posso sabê-lo. Não estou a ver porque perguntou, acho que o facto de ter uma coisa não significa que lhe dê grande valor. :) Beijinho

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares