Avançar para o conteúdo principal

Alegrias de uma tese :)

Ora bem, a tese divide-se na parte teórica e na parte prática. A parte prática representa, no fundo, o meu trabalho, a minha investigação, aquilo que eu vou "acrescentar". Essa primeira parte está encerrada com 52 páginas prontas e mais que prontas.


Falta agora a parte teórica que, para explicar de uma forma simples, consiste em apresentar tudo aquilo que outros investigadores escreveram sobre o assunto da minha pesquisa. Chama-se a isto "revisão bibliográfica" e serve para sustentar a minha investigação, comprovando que não é descabida e que não caiu do céu.


A tese tem de ter entre 50 e 100 páginas, mas não há problema em escrever mais. Não é muito grande, porque no meu curso não precisamos de "encher chouriços". Os jornalistas são de escrita simples. A ideia é ser 50/50 para cada uma das partes. Na parte teórica, cheguei hoje às 18 páginas. E muitas mais irei escrever, visto que ainda não concluí o segundo ponto... de um total de 8 ou 9 pontos.


A orientadora disse-me, na última reunião, que ficaria muito feliz de ter uma tese com 100 páginas. Não se preocupe, cara professora, vou-lhe dar muito mais do que isso. ;)

Comentários

  1. Fico muito feliz pela tua tese. Eu infelizmente não vou poder terminar o mestrado :( . Paciência. Melhores oportunidades surgirão, espero.

    Estou de volta. Aqui: http://flyinginapaperaeroplane.blogspot.com/

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. 18 páginas e ainda é só o 1 ponto?
    uhuh

    ResponderEliminar
  3. qd interrompi a minha, tinha 130, estava em ingles e feita em Latex :/

    ResponderEliminar
  4. estás a tirar jornalismo?um dos meus sonhos :)

    ResponderEliminar
  5. S* que alegria que é ver que há mais pessoas a braços com uma Tese!! Estou também na parte da revisão bibliográfica e tenho umas 20 páginas já escritas também! A parte teórica é um plano de marketing já a mais de meio! É a alegria na bancada :D

    ResponderEliminar
  6. ahahahahah xD ela se calhar quando vir a quantidade de páginas, vai-se arrepender!

    ResponderEliminar
  7. Ui!! Eu espraiei-me na parte teórica... :)

    ResponderEliminar
  8. Vanessa, já tirei jornalismo, já sou licenciada. Estou a terminar o mestrado. :)

    ResponderEliminar
  9. Isso é fantástico :) Espera só até ver a cara da senhora x)

    http://realdreams-liliana.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  10. Vai ficar toda contente, então.

    Força para o que falta!

    ResponderEliminar
  11. Vejo que se organizou muito bem e que estás sabedora da metodologia, como deve ser, e que certamente terás bom êxito.

    ResponderEliminar
  12. Ainda bem que essa tese vai de vento em poupa! :)

    ResponderEliminar
  13. Espero que corra tudo bem com tua tese. Vai-te a ela sim :)

    ResponderEliminar
  14. Muita sorte! Já estive desse lado e sei como é. Uma trabalheira louca mas que compensa e muito.

    ResponderEliminar
  15. eh eh...a nossa S* ao trabalho. Parece-me muito bem, mas tu vê lá não te estendas demasiado até porque há limites estipulados (conforme o regulamento de cada curso/faculdade) e caso não os cumpras podes mesmo ser penalizada na apresentação. ;)

    ResponderEliminar
  16. Parabéns pelo que já atingiste e boa sorte para o resto :-)! Não te estiques é muito, porque os arguentes não gostam de ter muito para ler ;-)...

    ResponderEliminar
  17. O importante é que tudo está a correr bem e a ir de vento em poupa, por isso agora é só mais um bocadinho!

    ResponderEliminar
  18. Isso é que é ganas de lá chegar.

    Boa sorte! :)

    ResponderEliminar
  19. Já não falta tudo. Agora é continuares que vais ver que vais despachar isso num instante.

    Beijooo*******

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.