terça-feira, 1 de Março de 2011

Não se faz

"O "jornal i" escreve que os estagiários vão passar a receber muito menos. As bolsas atribuídas pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) com licenciatura, mestrado ou doutoramento reduzem de dois para 1,65 indexantes dos apoios sociais (AS), passando de 838,44 para 691,73 euros.

A estes 691,73 euros são ainda descontados 11% para a Segurança Social e impostos. Ou seja, um jovem solteiro e sem filhos acaba por receber 581,13 euros, em vez dos 838,44 que os estagiários recebiam até agora.
"

Snif snif. Hoje começa oficialmente o meu estágio e os sacanas alteram as regras.

46 comentários:

  1. Que tristeza! Estamos cada vez pior!

    ResponderEliminar
  2. Ah, ah e ainda vais receber. Não te ponhas a jeito e com as novas medidas de austeridade e ainda tens de pagar para trabalhar... Eu nem sei o que irás fazer com tanto dinheiro, vais ter uma tarefa dificil...
    Bj**

    ResponderEliminar
  3. Deviam era receber muito mais. Quando chegar a minha vez acho que já não recebem nada.

    ResponderEliminar
  4. Ainda hoje recebi a notícia que a empresa vai começar a apertar... :( estamos todos lixados, é o que é!

    ResponderEliminar
  5. Já era de esperar. Não há bela sem senão!

    ResponderEliminar
  6. Ninguém merece! É uma grande diferença. No fundo estás a descontar os 11% para a SSocial para contribuires para a reforma de alguém. :) Quando chegar a nossa altura quero ver quem é que contribui!

    ResponderEliminar
  7. Ontem acabou o meu estágio, e, por acaso, hoje de manhã ouvi tal na rádio, e pensei na sorte que tive... E no azar de todos aqueles que iniciam o seu estágio... De qualquer forma, minha querida, boa sorte... :)

    ResponderEliminar
  8. Realmente... cortam em tudo menos nas despesas do Estado. É difícil começar-se uma vida com pouco menos de 600€...
    Enfim...

    ResponderEliminar
  9. Realmente não se faz. Tiveste azar. Mau timming!

    ResponderEliminar
  10. Está complicado para todos, incluíndo os estagiários. Porcaria desta economia que não há forma de dar a volta...

    ResponderEliminar
  11. Antes era ai e tal vamos fazer um estágio profissional, espectacular vamos ganhar uns trocos decentes, e pumba cortam isso também. :/

    ResponderEliminar
  12. Acho que não falta muito para se chegar ao ponto de ter de se pagar para trabalhar/estagiar.

    ResponderEliminar
  13. Se tiveres filhos, não há cortes:)

    Pode ser um incentivo...:)

    ResponderEliminar
  14. Afinal acho que vou desistir da ideia de estágio profissional!

    ResponderEliminar
  15. Se calhar é pior para quem já estava habituado a receber mais e agora, pimba!

    ResponderEliminar
  16. Pá, coitados... Daqui a bocado, pagam para estagiar. Já são chulados no trabalho; chulados na conta, é mau de mais.

    :\

    ResponderEliminar
  17. Vai uma revolução civil? Se quiserem eu organizo...

    ResponderEliminar
  18. Enfim... já não há pachorra para tanta "m****" do governo.

    ResponderEliminar
  19. será que o teu estagio está mesmo abrangido por essa nova lei?

    é que a candidatura foi antes...

    ResponderEliminar
  20. following
    http://fastfashioncloset.blogspot.com

    ResponderEliminar
  21. Eu sou do tempo...
    no meu estágio recebia apenas o subsídio de alimentação, que não chegava a 150 euros/mensais. Depois do estágio, no meu primeiro emprego, a recibos verdes, ganhava 400euros/mensais. Tinha hora de entrada e nunca tinha hora de saída. Foi tudo mau? Nada disso! Voltava a fazer o mesmo. A experiência pessoal/profissional valeu por tudo

    ResponderEliminar
  22. Propus-te um desafio no meu blog espere que participes*

    http://loveifyoudare.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  23. Princesa M, também estagiei 5 meses de borla. Nem sequer subsídio de alimentação recebia, era borla mesmo. Mas isto é um estágio profissional, pago pelo estado. Indecente que reduzam 250 euros ao pagamento de um dia para o outro.

    ResponderEliminar
  24. Ou seja um estagiário com licenciatura vai ganhar o mesmo que alguém num call center em full-time.
    Certo...

    ResponderEliminar
  25. Até tenho medo do que me espera para o ano :S

    ResponderEliminar
  26. Obrigada, estou tao tentada...
    participa no giveaway..
    http://fastfashioncloset.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  27. Isto mais tarde ou mais cedo o cidadão português vai chegar a uma conclusão: "Ou há revolução, ou piro-me daqui para fora". Acho que vai ser mais a segunda opção. Já não temos tropa como antigamente...

    ResponderEliminar
  28. Não é caso para "chorar", tu ainda recebes pelas "regras" antigas, estas só começam para as novas candidaturas, se começas oficialmente hoje é porque a candidatura foi aprovada ao abrigo da anterior... ;)

    ResponderEliminar
  29. Se eu estivesse no teu lugar, já tinha magicado uma teoria da conspiração por parte do teu chefe...
    Mas foi um azar, realmente. Ainda assim, que tudo corra bem :)

    ResponderEliminar
  30. Quem me dera ganhar o que quer que fosse. Nós, advogados estagiários, andamos dois anos a trabalhar no duro sem receber nada, absolutamente nada em troca.É de uma injustiça atroz. Básicamente somos uns escravos.Bah :'(

    ResponderEliminar
  31. Quem me dera ganhar o que quer que fosse. Nós, advogados estagiários, andamos dois anos a trabalhar no duro sem receber nada, absolutamente nada em troca.É de uma injustiça atroz. Básicamente somos uns escravos.Bah :'(

    ResponderEliminar
  32. espero que o comentário green eyes tenha razão ;)*

    ResponderEliminar
  33. Ainda bem que já fiz o meu estágio profissional há dois anos!

    ResponderEliminar
  34. Também entrei em choque quando soube. Sorte a minha, que assinei o contrato há 15 dias, senão recebia menos 400 euros! :S

    O sr. Sócrates disse que ia criar mais estágios, só não disse que ia dividir ao meio o salário de cada um. Basicamente agora é "Pague 1 leve 2"...

    Tiveste mesmo azar. :(

    ResponderEliminar
  35. Pois eu fiz estágio sem receber e melhor, a pagar.Sim, eu paguei pa estagiar.Na minha faculdade foi assim que funcionou.Paguei as despesas do meu rico bolsinho, por isso acho que hoje em dia também muita gente se queixa demasiado.Quem dera a muita gente arranjar estágio profissional na área, qt mais a receber.Claro que é uma redução enorme assim de um momento para o outro, mas há trabalhadores por ai fora licenciados a trabalhar por bem menos.

    ResponderEliminar
  36. Pistaxa, estamos a falar de coisas COMPLETAMENTE diferentes. Eu também estagiei 5 meses sem receber um tostão. Nem subsídio de alimentação, apesar de pagar uma casa para estar no Porto e poder estagiar.

    Ninguém se queixa demasiado. É o Sócrates que é um aldrabão. Entãi o homem diz que vai criar MAIS estágios profissionais e a medida dele paga por pagar muito menos e assim poder pagar a mais? Ridículo.

    Um estágio profissional não é um estágio académico.

    ResponderEliminar
  37. É uma data de gatunossssssssss é o ke é!!

    ResponderEliminar
  38. eu acho mesmo que por este andar qualquer dia rebenta uma revolução...em tts países já se fez mais por muito menos...porque é que o português ainda nao fez nada é que ainda estou a tentar perceber...

    greves aqui e ali não vão alterar nada...enquanto isso o Sr Socrates e restantes boys andam no bem-bom,abrem concursos para renovarem a sua frota de carrinhos e o resto que ainda não saiu cá pra fora....ainda é so o início isto...ainda vai piorar mais....

    e o mais triste +e que fomos nós todos que o colocamos ali...mais uma vez....

    ResponderEliminar