FMI

Não tenho medo do FMI. Ou melhor, tenho.

Tenho medo dos despedimentos que poderão acontecer em massa no sector público. Tenho medo das reduções de salário. Tenho medo dos cortes. Do aumento do IVA. Dos juros altíssimos. Disso tenho medo.

Mas porra, certamente que vão dar resultado. É gente que sabe o que está a fazer. Podem-nos lixar a todos, mas ficaremos melhor. Já com esta gentalha que estava no Governo, lixamo-nos na mesma e nunca vemos resultados. Não sou pessimista em relação ao FMI. Será mau, mas ao menos deve dar resultados.

Comentários

  1. Se nós já vamos recebendo ajuda externa e isto não ata nem desata, quererá dizer alguma coisa: que sozinhos não temos capacidade para dar a volta a isto.

    Que venha o FMI, ao menos não é só meia dúzia que se sacrifica, são todos.

    ResponderEliminar
  2. Não será pior do que até agora, S*? Será muito pior. Por isso é que dará resultado. Todas as medidas impopulares que tinham de ser tomadas, vão ser tomadas muito rapidamente.

    ResponderEliminar
  3. eu não percebo nada de política, mas o FMI também não me assusta :/

    ResponderEliminar
  4. Aqui no Brasil também temos medo disto.

    ResponderEliminar
  5. Sim tens razão, mas de certo que também vem e pode vir dar-nos algumas dores de cabeça :S

    ResponderEliminar
  6. Cat, os sacrifícios têm de ser feitos. Mas custa menos fazê-los se derem resultado. Digo eu.

    ResponderEliminar
  7. sim, porque se achavam que isto estava mau, com o FMI estará muito pior. e mais, não se verão resultados de um dia para o outro, e isso não é culpa do Governo... a Grécia está em crise há imeeenso tempo, e o FMI já lá anda há muito tempo também... os resultados demoram a aparecer...

    ResponderEliminar
  8. Juros altissimos são maus? E se tiveres dinheiro no banco em vez de pedires ao banco? Aí juros altos é mais que bom, não é? Infelizmente o que andaram fazer foi baixar os juros de tal maneira que iludiram muita gente ignorante e depois deu nisto...

    ResponderEliminar
  9. Com o FMI os cortes vão ser mais rigorosos, assim como a sua aplicação. Vai custar mais, mas afecta toda a gente, e não apenas aqueles que são sempre sacrificados. Mas vamos esperar e ver...

    Bjokas

    ResponderEliminar
  10. Eu sou apologista da entrada do FMI. Claro que em todo o lado que o digo sou quase que apedrejada. Uma das coisas que me faz dizer isto é que, sim senhora, vamos sofrer ainda mais, mas JÁ SOFREMOS. O que me leva a gostar da ideia, é que a taxa de esforço que nos afecta, afectará também os que ganham milhões e não só os que ganham tostões.
    Os que ganham milhões têm mais razões de medo que os que ganham tostões. Acredita.

    ResponderEliminar
  11. A Irlanda não tem mostrado melhorias bem pelo contrário, já para não falar na credibilidade de Portugal e nos juros da dívida que vão bater records, eu sou muito pessimista em relação ao FMI.
    Mas se calhar até és tu que estás certa S* não sei sinceramente é so a minha opinião pelo pouco que percebo do assunto

    ResponderEliminar
  12. o FMI ai servir sobretudo para garantir o corte na despesa pública. Se as coisas forem realmente bem feitas, mais que a classe trabalhadora mais baixa, serão os altos administradores a sofrer consequências directas.
    Quanto a nós, vamos ser prejudicadas porque com o IVA a este nível vão continuar a fechar PME e isso vai gerar mais desemprego e isso gera mais despesa e acaba por ser um ciclo vicioso. Mas venha quem vier que não vai haver D.Sebastião que nos valha tão cedo. O nevoeiro é muito mais denso do que querem fazer crer.
    Agora que a demissão de Sócrates a esta altura é dramática, é. A imagem das finanças públicas vai ficar irremediavelmente manchada, a venda de dívida vai ser muito menor, os empréstimos ao Estado vão ver os juros subir drasticamente e por isso quem tem empréstimos a pagar à banca vai ficar com a corda ao pescoço. Mas isso não decorre da entrada do FMI, decorre da incapacidade de análise política do hemiciclo.
    Até porque basta sintonizar a BBC ou CNN para ver que, lá fora, o agora demissionário PM ficou com a imagem do incompreendido e a oposição como os tiranos incompetentes. porque os problemas não são de agora. Agora foi só o colapso de muitos anos a mamar à custa da vaca gorda que é o Estado.
    Analisando muito bem a questão, volto a dizer, pior a emenda que o soneto.

    ResponderEliminar
  13. Também penso assim =)

    De facto já faz falta quem venha cá por ordem nesta xafarica que é Portugal

    ResponderEliminar
  14. Eu confesso que ouço pessoas a dizer que é o melhor para o país e pessoas a dizer horrores do FMI. Olha eu nem sei o que é melhor! mas devo dizer que partilho um pouco da tua opinião!Será que pode ficar pior do que já está??

    ResponderEliminar
  15. Ai... vamos apanhar todos uma depressão.

    ResponderEliminar
  16. Não vai dar resultado duradouro, garanto-te.
    Em 1985, quando entramos para a CEE (agora UE), o Cavaco recebia 11 milhões de contos por dia (qualquer coisa como 2.200 milhões de Euros) para desenvolver o país. O dinheiro foi parar às mãos dos amigos e dos amigos dos amigos e dos compadres dos amigos dos amigos e à grande puta que o pariu e mais à saloia da sua Maria Ca-vaca. O país viveu momentos de fartura, enquanto durou o dinheiro da Europa. Gastaram tudo em putas e vinho verde, deixaram a indústria cair de podre, subsidiaram os empresários do sector das pescas para abaterem os barcos, pegaram em bulldozeres e arrancaram oliveiras (que eu bem as vi, por esse Alentejo fora, de "patas para o ar, que metia dó), fizeram uns empreendimentos de turismo rural, para armar em ricos e passamos a comprar tudo na UE. Os carros, cuja média de idade andava pelos 12 anos, passaram a ser trocados todos os anos. No Alentejo, à porta dos cafés, era ver Audis 80 e Toyotas Land Cruiser e ainda se gabavam aos papalvos que os mesmos tinham sido comprados com o subsídio da última seca, ou da última trovoada de granizo. Hoje se há azeitonas no Alentejo, foi porque os espanhóis compraram tudo o que os portugueses tinham na região de regadio do Alqueva, onde os megalómanos pensam investir o dinheiro da venda de terras, em empreendimentos turísticos (mais uma vez) e o governo está farto de gastar dinheiro num aeroporto (o de Beja) no meio do nada, como se os estrangeiros estivessem, por essa Europa fora, na fila de espera para fazerem o check in, com destino ao "paraíso" dos fardos de palha e caracóis, a maior riqueza do Alentejo.
    Mas vai sonhando. Quando eu tinha vinte anos também sonhava que um dia esta gente tomava vergonha e, ao som do Chico Buarque, tinha esperança que esta terra ainda ia tornar-se um imenso Portugal.
    A vida passou e, adeus mundo, cada vez pior. Esta terra tornou-se um imenso mar de corrupção e há dias em que tenho pena que Abril não tivesse descambado numa revolução a sério e se tivesse cortado a cabeça à cobra.
    Andámos todos iludidos, de cravo no cano da G3, enquanto os novos tiranos se juntavam aos antigos que regressaram mal a poeira começou a assentar.
    Não te esqueças que a primeira machadada na democracia, foi dada pelo porco do Mário Soares, esse grande patriota de algibeira.
    Não dar uma morrinha a estes filhos duma porca, que os deixasse a cagar de esguicho até morrerem desidratados ao fim de 15 dias.

    ResponderEliminar
  17. Rectifico.
    11 milhões de contos são 55 milhões de euros (1 conto=5 euros, um milhão de contos=5 milhões de euros, portanto 11x5=55).
    Desculpa, andei na escola do Guterres... é só fazer a conta eheheh.

    ResponderEliminar
  18. O FMI...não têm de meter medo a nada nem ninguém...com a entrada do FMI...todos vamos sofrer...de certeza que os "meninos do topo" os administradores das grandes empresas públicas...estão mais preocupados que nós...porque o zé povinho já se lixa..ganhando 600€...por isso se ganhar 550€...lixa-se um cadinho mais...mas sobrevive...agora os peixes graúdos...que ganham 70 ou 80mil €...talvez não consigam viver...com 30...FMI...vai apertar o cinto...mas com um cadinho de sorte daqui a 8/10 anos...estamos minimamente...bem...

    ResponderEliminar
  19. Em 1984 (ano de muito boa colheita 8) ), correu tudo bem!! Por isso, não tem porque não voltar a correr!! 8)

    ResponderEliminar
  20. Vamos lá a ver os resultados... Pior do que o que estamos não ficamos!

    ResponderEliminar
  21. Finalmente estou 100% de acordo contigo relativamente a isto das politiquices!
    Venha o que tem de vir! Fazer mais sacrificios será inevitável, mas ao menos que resulte!
    E obviamente que nenhum partido ( nos ultimos quê, 1000 anos?!?!?! ai... não é tanto, mas ainda parece. tsts) tem sido suficientemente competente para o fazer!

    ResponderEliminar
  22. Isto já esta mau, pior vai ser dificil.... mas quea função pública vai ser restruturada vai isso vai ser certinho, anda muita genta a tocar viola....
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  23. Já está mais do que na hora de termos ajuda, porque segundo vamos analisando isto vai cada vez mais de mal a pior e assim poderia ser que sofressemos um bocadinho com a vinda do FMI mas que aparecessem resultados positivos para o nosso país e para nós porque é isso que todos querem.
    Penso eu de que...
    Beijinho ;)

    ResponderEliminar
  24. Vou comer a sopa toda.
    vou-me portar bem.
    Já não tenho medo do lobo mau, nem do homem do saco, mas se me disseres: "se não comeres a sopa vêm ai o FMI" acredita prefiro comer a sopa toda.

    ResponderEliminar
  25. Realmente...deixem vir os senhores, pior não ficamos certamente.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares