terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

Ódiozinho de estimação

Bocas. Indirectas.

Típicas de quem não tem tomates para dizer algo na cara. Optam antes por lançar a boca e deixar o espaço de forma sorrateira, sem dar hipótese ao visado de se defender. Ou então, está na moda, deixar indirectas-muito-directas nas redes sociais. No Facebook. Típico dos cobardes.


Nada comigo, atenção. Problema de uma colega que não merece.

22 comentários:

  1. Lol santa paciência para aturar essa gente

    ResponderEliminar
  2. Deve ser o passatempo preferido de algumas pessoas...

    ResponderEliminar
  3. Sabes que ando cá com um pó ao facebook.... xiii nem posso com essa m**** já!!!
    Farta de gente cobarde e medíocre.

    ResponderEliminar
  4. Falta de muita coisa, sendo que a falta de personalidade é apenas mais uma...

    Bjokas

    ResponderEliminar
  5. Pois.. :/ É o mal (um dos) das redes sociais. Incita a dizer o que se quiser, a quem se quiser, pra toda a gente ler, sem precisar encarar a pessoa.

    ResponderEliminar
  6. a falta de tomates no sítio é um mal muito comum nos dias que correm... uns tristes, é o que é!

    ResponderEliminar
  7. E quando se dizem as coisas a "brincar"? Tipo alguém diz uma barbaridade (mas a falar a sério) e quando eu contesto, responde-me "estava só a brincar".
    Fico doida!

    ResponderEliminar
  8. Isso tornou-se tão vulgar que até dói...

    ResponderEliminar
  9. nao se chama cobardes a essas pessoas... chama-se coisas...

    defenição de coisa... alguem que nao tem sentido de vida
    não tem onde cair morto
    não tem o que fazer
    simplesmente nao tem nada...

    a ignorancia é a melhor arma nestes casos

    ResponderEliminar
  10. No Facebook? É o que mais há por lá.

    ResponderEliminar
  11. deveria ser obrigatório escrever rede social como rede "social" pois não passa disso mesmo, de social não tem rigorosamente nada.

    ResponderEliminar
  12. é por isso que eu sou logo directa...não mando cá bocas fuleiras.

    ResponderEliminar
  13. é mesmo assim, as pessoas estão cada vez mais infantilizadas e resolvem as coisas assim

    ResponderEliminar
  14. quem não tem que fazer, ou não olha pela vidinha miseravel q tem diverte-se com essas coisas

    ResponderEliminar
  15. Podes crer.. Mas também há pessoas que veem coisas onde elas não existem.

    Beijo*

    ResponderEliminar
  16. Não é que concorde com essas bocas indirectas e acho q tens razao quando dizes que se deve dizer directamente na cara; mas em certas situaçoes, acho muito mais proveitoso dizer uma indirecta bem dita e pensada, daquelas q deixam no ar "para quem será aquilo?" mas que a pessoa em questão se apercebe logo de que é para ela :P

    ResponderEliminar